10 anos depois Diff regressa ao game para revolucionar o Rap

É dos rappers mais modernos da actualidade e só não deu cartas porque esteve dez anos fora do mainstream, mas, está de volta e desta vez com um EP de 4 faixas musicais, incluindo os respectivos vídeoclips. Além da obra, o músico preparou uma “bomba” com Anselmo Ralph e fala à Carga sobre o seu regresso.

Por que razão abandonou o mercado e o que o fez regressar?
Tive que abandonar a música para dar seguimento a projectos que garantem o futuro de um ser humano, como me formar, construir um tecto, ter uma família, e ter as mínimas condições para a vida de um homem, agora com esse objectivo realizado estou de volta para fazer a outra parte que me completa: música.

Como é que encontrou o mercado?
Antes o movimento era menos competitivo, eramos mais unidos, falo de há 10 anos. Hoje há muitos a fazerem música, todos querem ser o rei, daí a união ser esquecida. O nível de exigência é maior, refiro-me na maneira de cantar e de compor, bem como na qualidade de música, qualidade de vídeo, hoje não é só pegar e fazer uma música, tem de pensar em muitos factores tema, publico alvo, para saber qual o caminho certo a seguir.

E como é que se preparou para isso?
Tive tempo suficiente para poder adquirir mais melodias, mais visão de como colocar e fazer a mesma frase de várias formas e estilo, e ver qual das fica melhor.

Lançou recentemente um EP. De que obra se trata?
Uma obra simples, com temas fáceis, mas que tem haver com a realidade de muitos, mensagens boas, sonoridade agradável, letras bem estruturadas. O tema “Minha Maria” e “Amo-vos de Milhões” são os que mais as pessoas se identificam. São temas cheios de emoções fortes, fazem chorar, faz amar mais. Só ouvindo para tirar as conclusões.

10 anos depois Diff  regressa ao game para revolucionar o Rap

Não é muito frequente um rapper assumir que canta sobre amor Eros. Será este um assunto que se devia explorar mais no movimento ou estamos perante uma revolução no movimento?
Amor é o dia-dia que as pessoas vivem, então é um tema em que se for bem feito as pessoas vão se rever nele. Não há ninguém que não ama, é quase impossível não amar nessa vida.

Como é que se apercebe que carrega a veia artística?
Acho que tenho algum jeito para tal e também por gostar da minha voz. Gostar de me ouvir.

A que produtora está associado?
Estou na produtora Diffmusic. Mas também estou na produtora The Plus Record.

Se está a dizer que a música não garante o futuro, que posição gostaria de ocupar na música angolana?
Poderia dizer a melhor posição, ser melhor, mas para mim basta saber que gostam da minha música já é suficiente, até porque não vejo a música como uma fonte de rendimento segura, para mim só preciso fazer boa música.

Depois do projecto “Deixo Cair”, que outros trabalhos está a preparar?  Já estou a preparar nosso trabalho para o próximo ano, em princípio EP de 6 faixas, onde terei algumas participações de outros artistas. uma das faixas do novo trabalho já esta feita, com a participação do Anselmo Ralph.

as cargas mais recentes

Fundação Arte e Cultura encabeça festival cultural internacional de homenagem aos heróis da Covid-19

há 5 meses
O festival internacional de arte, em homenagem aos heróis da Covid-19 e de luta contra o racismo “Change is in Unity”, está ser encabeçado em Angola, pela Fundação Arte e Cultura e decorre na Ilha de Luanda, sob os valores Amor, respeito, resiliência, solidariedade, empatia e igualdade.

Morreu Sean Connery, actor do “Agente 007” e “O Nome da Rosa”

há 3 meses
Sean Connery é considerado o actor que melhor interpretou o Agente 007 da saga James Bond. O escocês protagonizou o filme por seis vezes. Morreu esta noite aos 90 anos, em Nassau, Bahamas.

Kanye West revela que decidiu concorrer para impedir que Biden vença Trump

há 6 meses

Scorpions cantam esperança em fase de isolamento social

há 9 meses

Ja Rule lança plataforma de criptomoedas para rentabilizar trabalhos dos artistas

há 7 meses
O rapper norte-americano lançou uma plataforma blockchain de criptomoedas baseada no Ethereum para fazer com que criadores de conteúdo músicais emitam tokens e rentabilizem seus próprios trabalhos.

Playlist de Carlos Almeida

há 3 semanas
O antigo capitão da selecção nacional de basquetebol, agora Secretário do Estado dos Desportos, Carlos Almeida, enviou-nos a sua playlist de 2020, onde constam os seus temas preferidos, ou seja as músicas que mais ouviu.

Escritores angolanos assinam carta de protesto contra o racismo

há 8 meses
Os escritores angolanos Pepetela, José Eduardo Agualusa, José Luís Mendonça, Ondjaki, Adriano Mixingue e Abreu Paxe subscreveram uma nota de protesto contra as acções racistas registadas em várias partes do mundo, em particular nos Estados Unidos da América.

TEDxLuanda `R:VISITED´ acontece já no próximo domingo

há 2 meses
A organização do TEDxLuanda, fez saber hoje em nota, que regressa para a 6ª edição, num formato on-line gratuito e adaptado às circunstâncias actuais, devido a pandemia da COVID-19.

Erick Shine liberta “O Mais Bruto do Game Vol.3 – O Deus da Guerra”

há 6 meses
Há muito que Erick Shine não “era tido e nem achado” nas lides do hip hop nacional, mas recentemente o rapper prometeu disponibilizar um trabalho para a manutenção daquilo que é o seu legado, e assim o fez.

Neide sofia: “O meu álbum é dedicado às mulheres”

há 10 meses
Em exclusivo à Revista Carga, Sofia revelou ainda que, o álbum conta apenas com produção nacional, e que não pretende associar-se a nenhuma produtora.

Rui Orlando em concerto no `Especial Tá Bater´

há 4 meses
É já neste sábado, dia 19 de Setembro, que todas as atenções estarão voltadas para o `Especial Tá Bater´, com Rui Orlando, a protagonizar uma incursão pelos maiores sucessos do seu repertório.

Escritor defende ruas com nomes de artistas angolanos

há 9 meses
O escritor João da Silva Cardoso sugeriu a revisão da toponímia angolana, passando a contar com nomes de artistas e outras figuras de referência, de formas a homenagear e valorizar os feitos de todos aqueles que contribuíram de algum modo para o bem do país.

Três gerações do Semba protagonizam live solidário

há 7 meses
Denominado `3G do Semba-Live no Kubico´, além do lado beneficente, o encontro das das três figuras representativas do Semba poderá marcar as histórias dos lives em Angola. O evento acontece às 14 horas e 30 minutos de domingo e pode também ser acompanhado pelas páginas oficiais dos músicos e no YouTube da Platina Line, bem como na TPA, TPA online e RTP África.

#UsaMascara em exposição no Camões

há 3 meses
A exposição apresenta uma seleção de 33 obras, realizadas por 30 artistas angolanos, que têm como temática transversal a prevenção e o combate à pandemia da COVID-19 em Angola.

Yci Walter: Uma nova proposta musical para 2021

há 4 dias
Yci Walter canta há seis anos. Além de cantor, tem conseguido algum protagonismo como director artístico. A canção “Como Céu”, de Yola Araújo, teve o seu dedo. Já participou também em projectos com músicos como Kool Klever.

“In Da Club” atinge 1 bilião de views no Youtube

há 2 meses
50 Cent acaba de atingir os 10 dígitos de views. O vídeo datado de 2003, que teve a participação de Eminem e Dr. Dre entrou em “território” lendário.