16 anos de “Artes ao Vivo”

A efeméride é marcada com uma exposição online que imprime a historiográfica do projecto, bem como um debate entre Lukeny Bamba e Kool Klever, cujo tema será a “Existência, persistência e a criação do Artes ao Vivo”, amanhã, a partir das 14 horas no Eclético FM.

Nasceu na Galeria Cenárius, mas já passou por vários spots da cidade de Luanda e fixando “residência” no Espaço Bahia com um formato de microfone aberto contemplando música, poesia e outros atractivos, numa iniciativa do rapper e poeta Lukeny Bamba. A completar dezasseis anos de existência amanhã, o Artes ao Vivo, é um dos mais palpáveis testemunhos da promoção da arte moderna e contemporânea de Angola.

Um dos papéis do “Artes ao vivo” é o de ser instrumento de educação e inserção social. Em cada uma das suas edições, o evento atrai diferentes olhares ampliando assim o conhecimento e convivência com a arte. A mente por trás do projecto contou em exclusivo como tudo começou: “Participei várias vezes num evento do género em Louisiana-baton rouge (sul dos Estados Unidos) onde eles recitavam “spoken word” o apresentador “Xero” tornou-se meu amigo. E quando regressei a Luanda uma vez que actividades do género existem em todo mundo e aqui não existia decide criar um Evento microfone aberto na galeria cenários na cidade alta em 2004”, relembrou Lukeny.

16 anos de “Artes ao Vivo”

Actualmente, as apresentações artísticas são viradas para a intervenção social, sendo um espaço de sinergia para formadores de opinião, que em 2018 entrou para a TPA2 e além do seu formato inicial, assumiu a vertente de debates e congregou uma corrente spoken que conta com a apresentação de vários poetas “mestres” no spoken word, com temas direccionados para as apresentações colectivas.

Indubitavelmente um “celeiro” de promoção e das artes angolanas, o impacto no desenvolvimento cultura é claramente reconhecido, com grandes talentos da nossa música nacional e não só, que deram os “primeiros passos” naquele palco: Nástio mosquito, Nelson ngenohaita, tunezas, c4pedro, Nadia pimentel, Ndaka yo wiñi, Jack Kanga, kanda e muitos outros. E porque um projecto de tamanha dimensão não podia ser redigido por apenas um homem, Lukeny Bamba juntou-se à Africk, Keita mayanda, Olissassa, Dilson de Sousa, Kardo Bestilo, Shynia Jordão, Myriam, Glória, Elisangela Rita, Victor Barros, Fábio Carvalho, nomes que com o artista engrenaram nesta “aventura”. Uma equipa que se mostra cada vez mais de pedra e cal nesta empreitada onde quem sai a ganhar é a cultura angolana.

as cargas mais recentes

Masterminds of Hip Hop: Russell Simmons lança NFT para apoiar lendas do Hip Hop

há 11 meses
A colecção “The Masterminds of Hip Hop” apresentará arte digital inspirada nas histórias que deram origem ao Rap.

Até que a vida nos separe: Série com a participação de Sílvio Nascimento já tem estreia marcada na Netflix

há 5 meses
Trata-se de uma série portuguesa que será disponibilizada em 190 países já no dia 10 de Fevereiro e que conta com participação especial do angolano Sílvio Nascimento.

Carla Prata apresenta-se na maior plataforma de distinção de novos talentos

há 1 ano

Wake Me When I’m Free: Projecto expositivo explora o legado de Tupac Shakur

há 8 meses
A Shakur Estate, entidade detentora do direito de comercialização da obra intelectual do Tupac Shakur, anunciou a estreia mundial do projecto `Tupac Shakur. Wake Me When I’m Free´, uma experiência de museu totalmente envolvente e instigante que explora a vida e o legado do aclamado artista e activista.

The weeknd divulga tracklist do seu novo álbum

há 6 meses
A ser lançado amanhã, dia 7 de Janeiro, o intitulado `Dawn FM´ comporta 14 faixas musicais e duas bónus track, e é o décimo quarto projecto do artista e traz contribuições de Jim Carrey, Tyler, The Criador, Lil Wayne, Quincy Jones e Oneohtrix Point Never. 

FLASHBACK – Hip Hop VS House Music

há 2 anos

Rihanna é “coroada” a cantora mais rica do Reino Unido

há 2 anos
A artista entra na categoria `Rich Times´ do Sunday Times, ocupando a 3ª posição com uma fortuna equivalente a 326 biliões de Kwanzas, acima de Adele, Ed Sheeran e Mick Jagger.

Roxane Fernandez: “Se tivéssemos uma indústria musical que funcionasse como tal, já teria dado outros passos”

há 11 meses
O nome remete a um exímio intérprete, mas é só, Roxane é na verdade um profissional que já soma 20 anos de carreira e, acumula feitos e êxitos como produtor musical, criador de conteúdos televisivos, com créditos para os programa `Bar Luandina´ e está a ultimar os preparativos para a estreia de `O Meu Quintal Tem Música´.

La Casa De Papel: Spoilers confirmam reviravolta na 5ª temporada

há 2 anos
Segundo o site Nova Mulher, para o qual a Inspectora cedeu uma entrevista, “Sierra passará uma transformação, definida por ela como GORE, fazendo referência ao subgênero de filmes de terror com retratos gráficos de sangue e violência”.

Conheça Jassira Pascoal, a mais nova aposta do Dj Raiva e Punidor

há 2 anos
A jovem de 20 anos despertou a atenção dos dois profissionais no Unitel Estrelas ao Palco (2019), onde acabou sendo eliminada, mas seu trimbre vocálico, letras e talento podem ajudá-la a tornar-se numa das novas referências da música angolana.

Ice Cube perde papel em novo filme por recusar vacina contra a Covid-19

há 8 meses
O rapper e actor de 52 anos de idade, perdeu um contrato de 9 milhões de dólares ao ser retirado do elenco da comédia “Oh Hell No” após declinar a exigência da vacinação que faz parte da política de saúde dos produtores do filme.

Britney Spears não voltará a subir aos palcos enquanto estiver sob tutela do pai

há 12 meses
Britney Spears voltou a ser notícia ontem. A cantora disse que prefere deixar de subir aos palcos enquanto seu pai mantém o controle sobre sua carreira, referindo que a tutela de 13 anos “matou os seus sonhos”.

The Flaming Lips revolucionam espectáculos em tempos de Covid

há 1 ano
A banda de rock norte-americana The Flaming Lips criou uma maneira criativa de fazer shows ao vivo no meio da pandemia, os membros da banda e a plateia dentro de bolhas espaciais protectoras.

Contagem decrescente para a estreia da 4ª temporada de “La Casa de Papel”

há 2 anos
Nairóbi morre? Berlim está vivo? O Professor vai perder o controle? Bastou sair o trailer da quarta temporada de “La Casa de Papel” as perguntas sobre o que acontecerá não param de ecoar na internet.

Somos o que somos: Konono Soul Music apresenta novo single do A’mosi Just a Label

há 3 meses
Somos o que somos é um single a ser lançado no dia 8 de Abril 2021. Um tema inteiramente cantado em português. Escrito, composto, produzido e actuado pelo A’mosi Just a Label.

Origem e evolução do Kuduro

há 2 anos
Kuduro é um género musical e sobretudo um género de dança originário de Angola, cidade de Luanda, que foi influenciado por outros géneros como Sungura e Rap. O Kuduro surge em finais dos anos 80, primeiro como uma dança e depois como música.