2020: Um ano trágico para a música angolana

2020 será, com certeza, lembrado como o ano  mais “negro” da história da música angolana. Em Fevereiro, a triste notícia sobre a morte de Kweno Ayonda aos 33 anos estremeceu o país e, quando os angolanos procuravam por algum consolo nas vozes de Waldemar Bastos, Carlos Burity, Teta Lágrimas, Jivago ou na bateria de Paulo Rymy, também viram estas estrelas  partir.

Calaram-se as vozes, mas as obras serão sempre  lembradas. Exemplo disso, aconteceu sábado no encerramento da VII temporada do Show do Mês. O projecto da Nova Energia colocou Carlos Burity, Kweno Ayonda, Waldemar Bastos, Jivago e Teta Lágrimas nas estrelas. Uma homenagem mais do que merecida, se se olhar para o contributo prestado pelos artistas à cultura angolana, a música em particular.

O vazio torna-se mais marcante e acentuado para o Semba. Com alguma excepção de Waldemar Bastos e/ ou Kweno Ayonda, todos eles dedicavam-se e exaltavam a bandeira do Semba e assistiram ao emergir do estilo na década de 40, por isso, tinham muito para ensinar a esta e próximas gerações.

Até à data da sua morte, aos 66 anos, Waldemar Bastos inscreveu seu nome no topo da música mundial, sendo a maior referência angolana do World Music. Para a memória colectiva, ficaram “Pitanga Madura”, “Teresa Ana” ou “Velha Xica” que constituem verdadeiro património cultural.

Descrito como um ano atípico, que “nem sequer devia existir”, 2020 leva consigo e deixa marcas negativas. As perdas começaram logo no início, com a morte de Kweno Ayonda, que deixa para a história lembranças como “Tu Vives Em Mim” ou “Isabel”.

Semana antes do adeus a Waldemar Bastos, o país procurava conformar-se com o passamento físico de Carlos Burity. O Autor “Malalanza” e   “Canções Nostalgia”, morreu aos 67 anos, após enriquecer a música angolana com “Angolaritmo” “Carolina”, “Paxiiami”, entre outros álbuns.

Responsável pelos clássicos “Avó Teté” e “Ramiros”, Jivago foi a outra perda deste ano. O artista abandonou a música angolana aos 66 anos. Mais tarde, viria a ser seguido por Teta Lágrimas. Ambos exímios compositores. 

Falecido em Fevereiro, Kueno Merquídes Vieira Ayonda foi o mais novo dos músicos e o primeiro a partir. Das suas maiores conquistas figura o Festival da Canção de Luanda da LAC com a música “ Tu Vives Em Mim”, em 2010. 

Enquanto Teta Lágrimas ficou conhecido como um dos maiores compositores que o país teve. Lançou-se com “Amizade Colorida” e depois seguram-se álbuns como “Mãe de todos nós”, “Coisas da vida”, “Dilema”, “Luanda Já Foste Linda”, “Letra Chorada”, “Lágrimas do Coração” entre outros.

Calou-se a bateria de Paulo Van-Dúnem “Paulo Rymy”. Conhecido por tocar ao lado de artistas como Bonga, Eduardo Paim e Banda Canna D’Açucar, o músico morreu hoje vítima de cancro da pele. A morte do baterista foi confirmada esta tarde à Carga por um colega de profissão.
Paulo Rymy protagonizou-se como um dos melhores bateristas da nova geração e era solicitado pela maioria dos cantores angolanos, entre eles Bonga, Eduardo Paim e a Banda Canna D’Açucar da qual fazia parte.
Para sempre calou-se o ritmo da bateria, mas os frutos de Paulo Rymy continuarão na memória dos amantes da música e nos ouvidos de quem o ouviu tocar.

as cargas mais recentes

Kanye West oferece um ATV Sharp personalizado a Chris Brown

há 1 ano
Chris Brown recebeu do seu amigo Kanye West um ATV Sherp personalizado, um tipo de veículo 4×4 fabricado na Rússia avaliado em mais de 77 milhões de Kwanzas.

Duetos N’Avenida ressurge com proposta diferenciada

há 6 meses
Após um ano de interregno, o projecto Duetos N´Avenida está de regresso fazendo jus à diversidade que caracteriza a Zona Jovem, incluindo a poesia pela primeira vez no line up.

Bienal de São Paulo adiada para 2021

há 2 anos
Criada em 1951, o evento é considerado o mais importante do calendário das artes plásticas do Brasil e acolhe anualmente artistas de diferentes partes do mundo. A organização decidiu adiar o certame para 2021.

Kanye West anuncia candidatura à presidência dos Estados Unidos da América

há 2 anos
O rapper norte-americano Kanye West anunciou ontem, 4 de Julho ( Dia da Independência dos Estados Unidos) a sua candidatura à Casa Branca, depois de ter apoiado o actual presidente e candidato à reeleição, Donald Trump. “Agora chegou o momento de cumprir a promessa dos Estados Unidos”, diz o rapper explicando os motivos da sua candidatura.

Dj Bruno AG disponibiliza nova música ” Motivação”

há 1 ano
Dj Bruno AG lançou hoje no Kison, o seu mais recente trabalho, intitulado “ Motivação”, com a participação do kudurista Puto Mira e o Rapper Uami Ndongadas.

Dois dias depois Sinéad O’Connor arrepende-se e anuncia regresso à música

há 8 meses
Dois dias depois de anunciar a sua retirada da música, a cantora irlandesa recuou na decisão, justificando que tinha tomado a atitude por causa de algumas entrevistas que cedeu aos meios de comunicação social britânicos.

A Konono Soul Music apresenta “Coisas Simples”, o novo single do A’mosi Just A Label

há 4 meses
Disponível a partir dia 17 de setembro. O single antecede o álbum Konono Soul, que está previsto a ser lançado no dia 22 de Outubro.

The Cranberries afirmam que cover de ‘Zombie’ feito por Miley Cyrus “é um dos melhores de sempre”

há 1 ano
Recentemente a artista chamou atenção do público ao fazer uma apresentação cheia de energia e vocais poderosos, da música “Zombie” da autoria do The Cranberries, não tendo passado despercebida até para a própria banda, que chegou a usar a conta oficial do Twitter para elogiar a artista.

Gerilson Insrael apresenta “Quarentena”

há 2 anos
O músico Gerilson Insrael coloca hoje (sexta-feira), às 20 horas, o seu novo single a disposição dos fãs, em todas as plataformas digitais.

Origem e evolução do Kuduro

há 2 anos
Kuduro é um género musical e sobretudo um género de dança originário de Angola, cidade de Luanda, que foi influenciado por outros géneros como Sungura e Rap. O Kuduro surge em finais dos anos 80, primeiro como uma dança e depois como música.

Michel do Rosário abre musicalmente 2021 com “Olá Nina”

há 1 ano
Um pouco diferente daquilo a que é a sua identidade musical, este trabalho, mais ghetto zouk, é uma crítica construtiva para os que dão mais valor à beleza exterior e aos bens materiais do que a um amor verdadeiro, acabando muitas vezes por menorizar a relação e os intervenientes.

Black Coffee arrecada num live o equivalente a 4 milhões de Kwanzas

há 2 anos
Dias depois de arrecadar 90.000 ZAR na semana passada, o DJ sul africano realizou mais um live no seu Instagram, onde recebeu 138.000 ZAR, o equivalente a 4.285.935 Kwanzas em doações a favor da fundação CoronaCareSa.

Zap assinala mês da criança com programação especial

há 2 anos
A partir das 16 horas de todos os Domingos, durante o mês de Junho, a Zap aposta numa programação diferenciada. Com a transmissão de contos infantis aos Domingos e filmes de animação, para o deleite da ala infantil.

Tupac, Ice Cube, Snoop Dogg apresentados em versão animada

há 2 anos
A última criação do animador Alex Alvarado nos permite imaginar como o ícone do Hip-Hop Tupac Shakur ficaria se entrasse no mundo da Disney.

Bonga celebra meio século de uma carreira coroada de bons êxitos

há 4 meses
Considerado o embaixador da música angolana, José Adelino Barceló de Carvalho, artisticamente conhecido como Bonga, comemora 50 anos de carreira acom de dois espectáculos ímpares a 19 e 20 de Novembro, na Altice Arena (Lisboa) e na Super Bock Arena – Pavilhão Rosa Mota (Porto), respectivamente.

Fundação Arte e Cultura e o Gabinete Provincial da Cultura realizam workshop sobre Dikanza

há 7 meses
Serão oradores os músicos e executantes da Dikanza Jorge Mulumba e Lito Graça, e contará com a presença do Director-Geral do Instituto de Línguas Nacionais, José Pedro, que fará uma abordagem sobre a escrita da Língua Kimbundu.