A maioria dos artistas angolanos consagrados paga para promoverem suas músicas em “CDs piratas”

Actualmente os artistas consagrados são os que mais pagam “piratas” para promoverem suas obras discográficas, Eps ou singles, principalmente os que fazem Ghetto Zouk e Afro House. O fenómeno não é de hoje, só aumentou nos últimos tempos por causa da pandemia do Covid-19, e os preços variam a partir dos 200 mil Kwanzas.

São vários os processos que uma música tem de passar para se tornar hit e a duplicidade é um dos principais, admitem os artistas, entre os quais de Rap, Semba e Afro, justificando que, se não recorressem à prática suas músicas nunca chegariam a zonas do país onde o uso da Internet ainda é deficitáro.

Isto não é uma coisa que acontece só hoje. Mesmo no passado também já acontecia. Cinco dos dez músicos e um dos três responsáveis de produtoras de referência no país entrevistados pela Carga admitiram que recorrem ao processo e os resultados são visíveis nos seus artistas. No entanto, há quem nunca recorreu à prática, porque acredita no poder dos órgãos de difusão massiva.

“Não. Porque ao longo dos anos, construí uma base sólida com as rádios e televisões em toda a África. Temos uma óptima parceria com distribuidoras, é fácil para nós chegarmos aos nossos consumidores”, respondeu a CEO da Cloe Management, uma produtora angolana com foco no Afro e que gere carreiras de vários artistas africanos.

Os preços para a duplicação de obras musicais, designada por “pirataria” começa nos 200 mil Kwanzas, dependendo do tempo de promoção e dos meios a utilizar. Se fôr CD são 200 mil Kwanzas/ mês. Se envolver pendrives, o preço já é outro. 

Quem trabalha na área, como é o caso de Gutinho Produções, percebe melhor o negócio. O agente começou como amador há  21 anos e hoje actua como profissional e afirma que todo o artista angolano consagrado solicita o seu serviço.

“O artista contacta, eu dou o preço. Ele faz o pagamento e começamos a trabalhar. Antes quem mais solicitava eram os artistas com menos nome, mas agora os que fazem mais são o que têm mais nome no mercado. A promoção de CDs e pendrives atinge até o povo da última carteira”, tentou justificar.

Em média é possível reproduzir dois mil CDs actualmente por semana, que depois são distribuídos aos consumidores por jovens à beira das estradas e em outras províncias do país onde há dificuldades de acesso à Internet.

De momento, os que mais recorrem ao serviço são os que fazem Ghetto Zouk, Afropop, vindos das principais produtoras do país, revela Gutinho.

“Todas as produtoras solicitam o meu trabalho, até os kotas, muitos deles não gostam que se cite seus nomes. Duplicar uma obra sem a autorização é que é pirataria. O que eu faço tem a autorização do próprio cantor. Só coloco músicas com autorização do artista”, defendeu-se Gutinho.

as cargas mais recentes

Negro Bue estreia vídeo 8 anos depois

há 3 anos
EO da produtora SO MUCH MORE RECORDS, tem agendado para o dia 5 de Abril (Domingo) a estreia do seu mais recente trabalho. Trata-se da música, Meu Senhor “Eu Vim Pedir” que tem a participação de Matias Damásio.

JAY-Z paga divida de 12 milhões de dólares do seu rival DMX

há 2 anos
Na altura em Jay-Z era o PCA da Def Jam, DMX tinha um contrato com a gravadora, mais tarde, DMX quis partir para Colúmbia, mas não podia por causa da dívida de 12 milhões de dólares com a Def Jam, foi então que Jay-Z interveio.

Don Kikas descreve os “Lamentos de Agora” dos angolanos em novo projecto musical

há 2 anos
O novo single do músico está disponível desde ontem e será sucedido hoje de um outro, ambos farão parte do seu próximo álbum intitulado Livre, a ser lançado brevemente.

Single `Moça´ dá início ao projecto “DaMaika Season” da autoria de JP da Maika

há 2 anos
“DaMaika Season” consiste no lançamento de uma música a cada dia 11 do mês, até Novembro deste ano. O projecto é nada mais do que a confirmação da maior continuidade dos seus trabalhos de JP, que se propõe a encontrar todo o alcance musical, trazendo desde o GhettoZouk, passando pelo R&B até ao HipHop, sempre com a cultura urbana e tonalidade Afro presentes.

Rascunho que continha “Hey Jude” dos Beatles leiloado por 910 mil dólares’

há 2 anos
O manuscrito do clássico dos Beatles “Hey Jude”, de Paul McCartney, usado durante a gravação em 1968, foi vendido por 910 mil dólares (mais de 108 milhões de Kwanzas) durante um leilão online, que marcou o 50.º aniversário da separação da banda britânica.

Young Thug ajuda rapper Snap Dogg a voltar a enxergar completamente

há 2 anos
Snap Dogg viu a sua vida completamente transformada, tudo graças ao seu amigo Young Thug, que pagou uma cirurgia. Na sua conta oficial do Instagram, esta semana, Snap Dogg visivelmente animado e emocionado, disse:”você me salvou”.

Exposição ‘New Era For Humanity’ inaugura Marvilla Art District

há 1 ano
O Marvilla Art District é um projecto que nasce da vontade da MOVART Gallery, em parceria com a REWARD Properties, e tem como objectivo a criação de um polo artístico e a dinamização cultural de uma zona residencial em Marvila (outrora espaço industrial em decadência).

Avanços e recuos da cultura nacional em 45 anos de Independência

há 2 anos
A cultura é a expressão sublime da essência de um povo manifestadas através da língua, música, dança, pintura, literatura ou teatro. Em Angola, o sector musical é o que mais cresce, seguido das artes cénicas.

Aline Frazão, Sara Tavares, Karyna Gomes e Toty Sa’Med rendem tributo a Waldemar Bastos

há 1 ano
O encontro que objectiva honrar a memória deste ícone de qualidades ímpares, intitular-se-á Ndapandula e acontecerá no próximo dia 3 de Setembro, com a direcção artística e musical de Aline Frazão.

Dino D’ Santiago anuncia novo álbum em homenagem ao histórico povo “badiu”

há 11 meses
No seu novo álbum, o músico faz uma homenagem aos “badius”, povo genética e eticamente oriundo da África e formados em Cabo-Verde. Exímios agricultores, este grupo caracterizava-se pela sua pele escura e destacava-se pela sua bravura e rebeldia ante a dominação colonial.

Cristiano Ronaldo eleito o jogador mais influente do mundo

há 2 anos
Cristiano Ronaldo foi eleito pela revista France Football como o jogador mais influente do mundo. Para além de ser o mais influente, o internacional português está entre as três pessoas mais importantes do mundo desportivo.

Scró Que Cuia encontra semelhanças do “Parte Cama” no novo videoclipe de Beyonce

há 2 anos
O cantor Scró Que Cuia disse, este sábado, ter encontrado semelhanças da coreografia da música “Parte Cama” (2017) no novo videoclipe “Already” da Beyonce, publicado na passada sexta-feira, 31 de Julho.

Rick Ross e 2 Chainz preparam-se para a próxima batalha de ‘Verzuz’

há 2 anos
Está confirmado Rick Ross e 2 Chainz vão protagonizar a próxima batalha do Verzuz na quinta-feira, 6 de agosto. O anúncio foi feito na conta do Instagram da VerzuzTV, a batalha será transmitida gratuitamente pelo Instagram e também pelo Apple Music para os assinantes do serviço.

Camões – Centro Cultural Português acolhe Leituras Teatrais “Corpo Futuro”

há 1 ano
O projeto “Leituras Assistidas” promove a leitura e a produção de textos do gênero teatral em língua portuguesa. É uma iniciativa conjunta do Centro Cultural do Brasil em Angola (CCBA) e do Clube de Leitura da Mediateca do Cazenga, com apoio cultural do Camões.

Internet Dating Sites — Don’t Trust Someone Who Would like to Talk Clearly

há 10 meses

Totó regressa ao Show do Mês

há 2 anos
O músico Totó St será a próxima atração do Show do Mês Live, agendado para sábado (21), com transmissão na TPA 2 e Internacional, além da página da Nova Energia no Youtube. A primeira vez que Totó esteve no Show do Mês foi na quarta temporada, ainda no Royal Plaza.