Tyro: “A música em Angola é um salve-se quem puder”

Tyro é um rapper que traz na bagagem 12 anos de experiência. Durante este percurso, lançou nove EPs, dentre eles ‘Kilos’, onde explora dramas humanos e aborda, sem receio, sobre os problemas sociais. Enquanto se prepara para anunciar o primeiro álbum veio à Carga para deixar as primeiras impressões da carreira em ascensão.

Quando é que tudo começa?
2001 tive o primeiro contacto com um estúdio de audio profissional e 2008 coloquei, pela primeira vez, a voz num projecto de música.

Sempre levou a carreira a solo?
Não… não comecei a solo. Tudo começou quando ainda menino. Fiz parte do grupo 1.0.3, tempo depois, o Trindad Gang. Com a distância e falta de recursos que tínhamos no momento senti-me obrigado a apostar em uma carreira a solo, mas recebendo sempre a atenção e apoio dos irmãos de batalha.

Quantas músicas possui momento?
Como literalmente durmo e acordo no estúdio, estou sempre a gravar algo. Tenho 8 projectos disponíveis na Internet. Já trabalhei com o blog Rap Semanal, Cenas Que Curto e outros estão no SoundCloud.

O que se espera de si este ano?
Para este ano tenho agendado mais mixtapes. Já disponibilizamos no dia 23 de Maio o EP Kilos, com 12 faixas musicais e mais para final do ano talvez o álbum.

Já tenho 9 trabalhos: “Antes da Fama Vol.1” “Antes da Fama Vol. 2”, “Da Lágrima Pro Diamante”, “Last Shot”, “Mãos na Massa Vol.1”,
“Mãos na Massa Vol.2”, “Pra Elas Part1”, “Androids CD1” e o “Kilos”.

Com quem canta nesses projectos?
O mais recente “Kilos” contei com as participações especiais de Just M, The Next, KocaWeys, NiltonWest e Pedro Kioza.

Com quem trabalha?
Trabalho com a Play Recordz Estúdio, na área de produção musical e executiva, na imagem ArtWork conto com a FollowM e na distribuição das músicas, com a Colombia Distribuidora.

Que tipo de temas tem explorado?
Devido a muitas situações más que a vida já me  obrigou a passar, desde sempre abordo a realidade que todos os dias os meus olhos vêem:a dor, a pobreza e a esperança de mudança que o meu povo de baixo ainda acredita que poderá acontecer um dia.

Mas… porquê?
Não vejo motivos de cantar drenas e vibes ou festas quando quem nos consome necessita de ser reeducado desformatado novamente lúcido de determinados assuntos e temas.

Tyro: “A música em Angola é um salve-se quem puder”

Que opinião tem sobre a música em Angola?
Sinceramente, a minha avaliação sobre o estado actual da música em Angola é  satisfatório. Hoje temos finalmente uma industria com força, garra e coragem de levar a nossa música, de enfrentar a evolução do mundo digital. Contudo, também sinto que existem vários erros desde os músicos que a cada dia têm vindo a perder desde a cultura aos conceitos do bom fazedor da mesma arte.

Já como produtor, sinto que tem existido um pouco de desleixo por parte dos artistas e graças a media, esses mesmos artistas dão considerados os melhore do game. Tornam a música plástica, sem conteúdo, sem causa ou propósito e nem mesmo um pingo de valor cultural naquilo que hoje chamam de sucesso hit ou banger.. Ou seja a musica em Angola é um salve-se quem puder.

Quer dizer que não se inspira nos músicos angolanos?
Ainda temos Eduardo Paím, Euclides da Lomba, Patrícia Faria, Walter Ananás (O2). Sou nada mais que vítima de todos músicos que fazem boa música.

Teve que alterar o seu estilo de música?
Sim, já alterei o estilo que normalmente o pessoal estava habituado a ouvir-me fazer, com cabeça erguida pois não traí a cultura Hip Hop. Dei uma pausa ao R&B e tenho estado mais focado nas rimas, arte e poesias do Rap.

Para além de cantar, que outras valências têm Mauro Taywany Calundo Banguela?
Além de cantor, sou compositor, director artístico, consultor de carreira e fundador da Colombia “Distribuidora”, que é  uma filial da C.A.M e da Play Recordz dos meus tios. 

as cargas mais recentes

Morreu Paolo Rossi

há 2 meses
O ex-futebolista italiano Paolo Rossi, “herói” da vitória italiana no Mundial de 1982, morreu esta quinta-feira aos 64 anos, vítima de um câncer no pulmão, anunciou o diário desportivo italiano la Gazzetta dello Sport.

Travis Scott prepara-se para lançar sua própria marca de roupas

há 6 meses
Após outdoors, Air Force 1 personalizado e bonés da marca Travis Scott, o rapper prepara-se neste momento para o lançamento de uma marca de roupas de nome Cacti.

Começou nas festas do Zango, hoje Dj Xandy deixa sua marca em África

há 5 meses
Dj Xandy notabilizou-se nas festas e bares dos bairros de Luanda e hoje assume e produz vários eventos e artistas. Com 12 anos de carreira, é conhecido por divulgar o Afro House e já lançou um EP nesse estilo.

Covid-19: Cardi B doa 20 mil garrafas de bebida vegana aos médicos de Nova York

há 10 meses
Dias após desmentir que estava infectada com Coronavírus, a rapper estendeu a mão aos profissionais que estão na linha da frente do combate à pandemia e se comprometeu a fazer doações frequentes doravante.

Glab Masta prepara salto na carreira com lançamento da música “My Star”

há 3 dias
Depois de várias músicas criadas mas não lançadas, da produção para a composição e desta para a interpretação, Glab Masta lançou ontem o primeiro single – “ My Star”. Inspirado na vida amorosa do próprio artista, o tema já se encontra disponível nas plataformas digitais.

50 Cent celebra 18 anos de “In De Club” reconhecendo apoio de Eminem: “ele me colocou no game”

há 3 semanas
Ao lembrar a data, o músico reconheceu a importância de Eminem nos primeiros anos da sua carreira.” (…) o amo pelo que ele fez por mim, ele me colocou no game.”

Mário Suendes: “Quero um lugar entre os melhores”

há 9 meses
O nome pode ser estranho, mas o jovem está a vir com tudo. Para além de cantar, é dançarino e foi o protagonista do filme de Hochi Fu. A veia artística começou na infância e com o Unitel Estrelas ganhou mais contorno. Suendes quer seguir os exemplos de Matias Damásio e Ary, que, mesmo não tenham vencido o concurso, hoje são o que são.

`Da lama para o topo´, Júnior Boyca está sempre a subir

há 7 meses
É um dos elementos d’Os Boyca e acaba de lançar o seu primeiro trabalho a solo, “Da Lama Para O Topo”, um single que vai dar nome ao seu próximo álbum, onde Júnior se apresenta e faz uma descrição daquele que é, ou pretende que seja, o seu percurso.

Francisco Vidal enaltece Bruno Candé na exposição `Maka´

há 4 meses
`MAKA Lisboa´ é uma conversa construtiva sobre o assassinato racialmente motivado do actor Bruno Candé, na qual, o artista plástico Francisco Vidal, ajuda a percepcionarmos o trabalho e a sua presença de Bruno.

Sabia que a Direcção Nacional dos Direitos de Autor e Conexos foi sucedida pelo SENADIAC há um ano?

há 8 meses
Num dia como hoje, há exactos 12 meses, foi publicado o Decreto Presidencial n.º 184/19, que cria o Serviço Nacional dos Direitos de Autor e Conexos, abreviadamente designado por «SENADIAC», aprovado pelo Conselho de Ministros na sessão realizada a 30 de Abril de 2019.

Conheça os 26 instrumentos que compõem a música angolana

há 2 semanas
Mesmo quando entendida como entoação harmónica da voz humana, a música angolana é acompanhada pela sua tradição organológica. Por isso, é difícil dissociar as origens dos géneros tradicionais como a Kabetula, o Kilapanda, a Cabecinha, o Kalupeteca, o Merengue, a Rebita ou Semba dos instrumentos tradicionais angolanos.

Chitãozinho e Xororó com música nova para o Live

há 7 meses
A dupla sertaneja Chitãozinho e Xororó apresenta-se aos fãs na quarta-feira (17), num Live que deverá ficar marcado pelo lançamento da nova música “Voltei para o mato”.

Coroa de B.I.G e letras de Tupac Shakur serão leiloadas

há 5 meses
O evento será o primeiro da História dedicado à cultura Hip Hop e acontece a 15 do próximo mês em uma das maiores casas de leilões do mundo.

Artistas angolanos reagem à morte de Alichia Adams

há 3 meses
A notícia sobre a morte prematura e trágica da Influencer moçambicana, na madrugada de ontem, dia 8 de Novembro, deixou várias figuras do Jet 7 angolano consternadas.

Hip Hop Tuga se veste de camisolas desportivas

há 8 meses
A comunidade Hip Hop Tuga conta desde esta semana com uma marca de T-shirts desportivas, que representam álbuns de Rap. A iniciativa de um jovem designer gráfico já recebeu reacções positivas dos rappers.

Três cantoras entre as 100 mulheres mais poderosas do mundo

há 2 meses
No seu todo, a lista conta com 100 mulheres oriundas de 30 países, e pertencentes a quatro gerações. Entre estas, há 10 chefes de estado, 38 directoras executivas e 5 artistas de entretenimento.