A partir de agora filmes angolanos passarão a ser premiados com até 13 milhões de Kwanzas

A iniciativa é da Unitel. A operadora de telefonia móvel lançou esta quarta-feira, em Luanda, o Unitel Angola Move- um concurso que passará a premiar produções angolanas de audiovisuais, incluindo o teatro.

O que se pretende é valorizar o trabalho desenvolvido por jovens angolanos ligados ao cinema e ao teatro, quer estejam em Angola ou no estrangeiro. Numa primeira fase, o festival de cinema angolano limitar-se-á a produções angolanas, mas consta do plano da organização, revelou Sílvio Nascimento, integrar obras cinematográficas dos PALOP.

As candidaturas estão abertas desde ontem na plataforma Unitel Net Shows e, para esta edição (2021), concorrem as longa e curta-metragens de ficção ou documentários e teatro produzidos a partir de 2019 até 2021. O produtor pode participar com mais de uma obra e em diferentes categorias. 

As votações públicas começam a 4 de Setembro e a gala para a apresentação dos vencedores acontece a 8 de Outubro, com uma cerimónia tipicamente africana.

O vencedor da longa-metragem receberá 13 milhões; 5 milhões para a curta; 7 milhões para o documentário e 2 milhões estarão reservados para o reconhecimento do teatro, que pode ter até três vencedores.

À margem do lançamento do concurso, que contou com presenças de realizadores, actores e produtores angolanos, Sílvio Nascimento, na qualidade de curador do projecto, conversou com a Carga e esclareceu os principais pontos do festival angolano de cinema

Porquê só os filmes produzidos a partir de 2019?
Vão concorrer todos os filmes já exibidos ou que andam na gaveta, mas produzidos partir de 2019. Imagine os filmes feitos há cinco anos e com as condições tão precárias, não seria justo estar a competir com pessoas que já despertaram de 2018 para cima. Então, os filmes de 2018 serão filmes que estarão sempre na nossa memória e levação da cultura.

Após o processo de candidaturas aberto hoje, o que vem a seguir?
A premiação do Unitel Angola Move é anual, através da votação do público. Os candidatos eleitos e os vencedores serão conhecidos durante a gala final de Outubro, 8.

O que o júri terá em conta para a classificação do vencedor?
O corpo de jurado, composto por Maria João Ganga, Orlando Sérgio, Lesliana Pereira, Fredy Costa Alberto Botelho e Walter Cristóvão, terá em conta todo o filme que tiver qualidade; todos os que tiverem estórias bonitas, estórias que metam os angolanos e o mundo a pensar.

Que géneros de filmes podem concorrer?
Podem concorrer todos os filmes. Um pormenor importante: os filmes não podem conter conteúdos pornográficos explícitos. A curta-metragem deve conter no máximo 30 minutos e as longas, 30 a um máximo de 120 minutos.

Haverá também uma premiação para o teatro… 
Uma homenagem. É um festival de cinema, e todos nós actores viemos do teatro. O corpo de júri para o teatro será coordenado por Walter Cristóvão.

Pelas pessoas envolvidas no projecto, antevê-se a integração de outros países dos PALOP, sabe-se que o mercado cinematográfico nessa região é muito incipiente.
Isto está completamente no nosso board. O festival começa por ser nacional- angolano. Mas sabemos que estamos ligados aos PALOP, então, estamos já a analisar um próximo festival com mais filmes da zona PALOP. Os irmãos moçambicanos, guineenses, cabo-verdianos, sintam-se à vontade para começarmos a conversar porque o festival vai mesmo crescer.

De certa forma, isto exigirá mais dos realizadores angolanos, entretanto, Angola tem muitas estórias para contar. Está lançado o desafio para os realizadores angolanos.
Os realizadores não têm é dinheiro para fazer. Os realizadores estão prontos para fazer isso, estão sedentos para mostrar a cultura, mas não têm o apoio. Basta ver que o encontro de hoje está cheio de realizadores. Todos eles prontos para fazer o próximo filme, para contar a próxima estória, a estória do angolano. Com esta iniciativa, as empresas vão ganhar um bocadinho de motivação.

Quem pode estar impedido de concorrer?
Quem não fôr angolano, que não esteja a fazer cinema para angola. Porque podem concorrer todos os angolanos que estejam a fazer cinema em Angola ou fora de Angola. Filmes angolanos ou não angolanos, mas que sejam angolanos a trabalhar no filme.

Outros dados sobre o Unitel Angola Move
O festival começa dia 4 de Setembro, com a exibição dos filmes pelo Cinemax e consequente votações do público. Os valores da bilheteria, parte ficará para a sala e outra vai para realizadores dos filmes. Depois da gala final, os filmes seleccionados ao concurso estarão disponíveis na plataforma da operadora.

as cargas mais recentes

Dr. Dre: Após receber exigência de USD 5 milhões, rapper vence disputa conjugal

há 2 anos

Vinis dos álbuns `Serviço Público´ e `Educação Visual´no Top 10 dos álbuns mais vendidos em Portugal

há 2 anos
Apenas um mês após editar as duas obras discográficas em Vinil, `Serviço Público´ e `Educação Visual´ já constam da lista de álbuns preferidos do público ouvinte português. Regozijado, Valete avançou a notícia, em primeira mão na sua página oficial do Facebook.

Yunami actua em solo pátrio

há 3 semanas
Volvidos quatro anos de ausência, neste seu primeiro showcase em solo pátrio, que já pode ser visto no canal de YouTube do artista, Yunami fez uma incursão aos seus projectos musicais e mostrou toda sua qualidade de escrita e flow, que remontam aos tempos áureos do underground.

The Cranberries afirmam que cover de ‘Zombie’ feito por Miley Cyrus “é um dos melhores de sempre”

há 2 anos
Recentemente a artista chamou atenção do público ao fazer uma apresentação cheia de energia e vocais poderosos, da música “Zombie” da autoria do The Cranberries, não tendo passado despercebida até para a própria banda, que chegou a usar a conta oficial do Twitter para elogiar a artista.

Nova série da National Geographic dá a Aretha Franklin o ‘Respect’ que merece

há 2 anos
Aretha que já foi interpretada por Jennifer Hudson, desta vez, será “revivida” por Cynthia Erivo, como a Rainha da música soul.

Produtoras angolanas rejeitam pagar direitos autorais a seus artistas

há 12 meses
De acordo com o director geral da Sadia, os proprietários das produtoras, rejeitam pagar direitos de autor, e dizem que “não podem pagar”. Sem citar nomes, Lucioval Gama revela que o estranho é que são das mais conceituadas produtoras.

Jeff Bezos diz que os humanos vão habitar o espaço. A terra será apenas para passar férias

há 3 semanas

Força Suprema sobre o público: “Os fãs cresceram, mas o amor continua lá”

há 11 meses
Terminada a visita a Luanda, onde cumpriram uma agenda de vários espectáculos, o grupo está de regresso a Portugal, mas promete retornar à capital angolana ainda este ano. Como não podia deixar de ser, antes de deixarem Luanda, NGA, Prodígio, Don G e Monsta visitaram, ontem, a redacção da Carga.

Participação de cantoras angolanas no AFRIMMA vai de mal a pior

há 2 anos
A organização dos AFRIMMA, prémios africano de música, divulgou, na semana finda, a lista dos candidatos para a edição 2020, onde, diferente da anterior, os angolanos subiram dois degraus, mas a participação feminina continua um fracasso.

Etona apresenta obra ao ar livre

há 2 anos
O artista plástico António Tomás “Etona” vai inaugurar, no dia 31 de Julho, uma exposição com a peça única intitulada “Cegueira da Justiça”, em homenagem a mulher africana.

Porto de Luanda: 75 anos a ligar Angola aos mercados internacionais

há 2 anos
O Porto de Luanda é o maior terminal de importação e exportação de carga de Angola e há 75 anos, completados hoje, p tem ligado o país aos principais mercados mundiais, servindo de alavanca para o desenvolvimento económico e social, ancorado nos pilares da sustentabilidade e da competitividade. Com a nova administração, a instituição segue a rota do crescimento de portas abertas para o futuro.

Fast & Furious 9: Ludacris deixa escapar em entrevista que o filme pode chegar ao “espaço”

há 2 anos
O nono episódio da franquia Fast & Furious, recentemente apelidado F9 poderá ter chegado ao espaço, o spoiller foi deixado Ludacris. O rapper e protagonista veterano do filme, ciou a possibilidade durante uma entrevista recente ao The Hollywood Repórter.

Produtora do hit “Comboio” dos Lambas prepara álbum inédito e dois espectáculos

há 2 anos
A Seres Produções é conhecida por lançar o grupo Os Lambas com o CD “Estado Maior do Kuduro”, e o disco “Batida Única” de Bruno M. No próximo dia 25 deste mês, a produtora vai celebrar 20 anos de existência.

Taylor Swift acusada de plagiar no último álbum

há 2 anos
O álbum surpresa de Taylor Swift foi lançado na última sexta-feira (24) e vendeu mais de 1,3 milhões de cópias em 24 horas. A capa do disco, segundo a banda de metal Emperor, é um plágio da obra “Stridig” e apresenta evidências.

Cardi B vai a julgamento por colocar tatuagem de um homem na capa do seu álbum

há 2 anos
Cardi B usou no projecto Gangsta Bitch Music Vol. 1, lançado em 2016, como capa a imagem de Kevin Brophy Jr., o homem alega que a rapper retratou sua semelhança de “ forma enganosa, ofensiva, humilhante e sexual”.

Internet volta a “matar” um artista e desta vez, Yannick Afroman foi a vítima

há 11 meses
Os falsos rumores sobre o suposto falecimento do rapper ganharam força na manhã de ontem, depois de surgirem no Facebook várias publicações sobre o tema, apontando como fonte o site PlatinaLine. A publicação, foi rapidamente desmentida na primeira pessoa e repudiada pelo referido site.