A partir de agora filmes angolanos passarão a ser premiados com até 13 milhões de Kwanzas

A iniciativa é da Unitel. A operadora de telefonia móvel lançou esta quarta-feira, em Luanda, o Unitel Angola Move- um concurso que passará a premiar produções angolanas de audiovisuais, incluindo o teatro.

O que se pretende é valorizar o trabalho desenvolvido por jovens angolanos ligados ao cinema e ao teatro, quer estejam em Angola ou no estrangeiro. Numa primeira fase, o festival de cinema angolano limitar-se-á a produções angolanas, mas consta do plano da organização, revelou Sílvio Nascimento, integrar obras cinematográficas dos PALOP.

As candidaturas estão abertas desde ontem na plataforma Unitel Net Shows e, para esta edição (2021), concorrem as longa e curta-metragens de ficção ou documentários e teatro produzidos a partir de 2019 até 2021. O produtor pode participar com mais de uma obra e em diferentes categorias. 

As votações públicas começam a 4 de Setembro e a gala para a apresentação dos vencedores acontece a 8 de Outubro, com uma cerimónia tipicamente africana.

O vencedor da longa-metragem receberá 13 milhões; 5 milhões para a curta; 7 milhões para o documentário e 2 milhões estarão reservados para o reconhecimento do teatro, que pode ter até três vencedores.

À margem do lançamento do concurso, que contou com presenças de realizadores, actores e produtores angolanos, Sílvio Nascimento, na qualidade de curador do projecto, conversou com a Carga e esclareceu os principais pontos do festival angolano de cinema

Porquê só os filmes produzidos a partir de 2019?
Vão concorrer todos os filmes já exibidos ou que andam na gaveta, mas produzidos partir de 2019. Imagine os filmes feitos há cinco anos e com as condições tão precárias, não seria justo estar a competir com pessoas que já despertaram de 2018 para cima. Então, os filmes de 2018 serão filmes que estarão sempre na nossa memória e levação da cultura.

Após o processo de candidaturas aberto hoje, o que vem a seguir?
A premiação do Unitel Angola Move é anual, através da votação do público. Os candidatos eleitos e os vencedores serão conhecidos durante a gala final de Outubro, 8.

O que o júri terá em conta para a classificação do vencedor?
O corpo de jurado, composto por Maria João Ganga, Orlando Sérgio, Lesliana Pereira, Fredy Costa Alberto Botelho e Walter Cristóvão, terá em conta todo o filme que tiver qualidade; todos os que tiverem estórias bonitas, estórias que metam os angolanos e o mundo a pensar.

Que géneros de filmes podem concorrer?
Podem concorrer todos os filmes. Um pormenor importante: os filmes não podem conter conteúdos pornográficos explícitos. A curta-metragem deve conter no máximo 30 minutos e as longas, 30 a um máximo de 120 minutos.

Haverá também uma premiação para o teatro… 
Uma homenagem. É um festival de cinema, e todos nós actores viemos do teatro. O corpo de júri para o teatro será coordenado por Walter Cristóvão.

Pelas pessoas envolvidas no projecto, antevê-se a integração de outros países dos PALOP, sabe-se que o mercado cinematográfico nessa região é muito incipiente.
Isto está completamente no nosso board. O festival começa por ser nacional- angolano. Mas sabemos que estamos ligados aos PALOP, então, estamos já a analisar um próximo festival com mais filmes da zona PALOP. Os irmãos moçambicanos, guineenses, cabo-verdianos, sintam-se à vontade para começarmos a conversar porque o festival vai mesmo crescer.

De certa forma, isto exigirá mais dos realizadores angolanos, entretanto, Angola tem muitas estórias para contar. Está lançado o desafio para os realizadores angolanos.
Os realizadores não têm é dinheiro para fazer. Os realizadores estão prontos para fazer isso, estão sedentos para mostrar a cultura, mas não têm o apoio. Basta ver que o encontro de hoje está cheio de realizadores. Todos eles prontos para fazer o próximo filme, para contar a próxima estória, a estória do angolano. Com esta iniciativa, as empresas vão ganhar um bocadinho de motivação.

Quem pode estar impedido de concorrer?
Quem não fôr angolano, que não esteja a fazer cinema para angola. Porque podem concorrer todos os angolanos que estejam a fazer cinema em Angola ou fora de Angola. Filmes angolanos ou não angolanos, mas que sejam angolanos a trabalhar no filme.

Outros dados sobre o Unitel Angola Move
O festival começa dia 4 de Setembro, com a exibição dos filmes pelo Cinemax e consequente votações do público. Os valores da bilheteria, parte ficará para a sala e outra vai para realizadores dos filmes. Depois da gala final, os filmes seleccionados ao concurso estarão disponíveis na plataforma da operadora.

as cargas mais recentes

Alice Julie mostra os frutos da parceria com a Milionário Records

há 8 meses
Desde pequena sonhou em se tornar numa estrela da música, um desejo que será agora materializado pela Milionário Records. A mais recente aposta da produtora já começou a trabalhar para os seus dois primeiros álbuns e esta sexta-feira (27) vai testar o público com o single “Encaixe Perfeito”.

Fundador da Murder Inc revela que tentou boicotar início da carreira de 50 Cent

há 11 meses
O fundador da Murder Inc, gravadora de Ja Rule e Ashanti, confessou durante uma entrevista que tentou bloquear contratos de 50 Cent até o líder da G-Unit assinar com Dr. Dre e Eminem.

Taylor Swift cancela digressão pela Europa

há 1 ano
A cantora norte-americana foi forçada a cancelar o périplo pela Europa por estar apreensiva com a propagação da pandemia do Covid-19. Taylor Swift era cabeça de cartaz de vários festivais europeus.

Morreu o fadista português Carlos do Carmo

há 7 meses
O cantor morreu na manhã de hoje aos 81 anos, no hospital de Santa Maria, em Lisboa, onde deu entrada ontem por causa de um aneurisma.

Pink 2 Toques e Bruno Samora juntos contra o Covid-19

há 1 ano
O criador do conceito FitKuduro, Bruno Samora juntou-se ao grupo de kuduro Pink 2 Toques, para enviar a sua mensagem de prevenção sobre o Corona Vírus.

Banda sonora do filme `Ar condicionado´chega às plataformas na sexta-feira

há 10 meses
A Geração 80 anunciou que vai disponibilizar a banda sonora do filme `Ar condicionado´, no próximo dia 2 de Outubro, sexta-feira. Composta por Aline Frazão, com a participação de Paulo Flores, a trilha estará disponível em todas as plataformas digitais.

Katy Perry proíbe que se cante a música “Watermelon Sugar” no American Idol

há 4 meses

Erick Shine liberta “O Mais Bruto do Game Vol.3 – O Deus da Guerra”

há 1 ano
Há muito que Erick Shine não “era tido e nem achado” nas lides do hip hop nacional, mas recentemente o rapper prometeu disponibilizar um trabalho para a manutenção daquilo que é o seu legado, e assim o fez.

Reptile: “Considero-me um artista bem-sucedido e sei que muitos se revêm na minha história”

há 9 meses
No dia 27 deste mês, o rapper vai colocar mais um álbum no mercado. Intitulado I.C.O.N (Invejosos Continuam a Odiar o Nikka), a obra produzida pelo moçambicano Ell Puto e Alleny. Além de Preto Show, Rui Orlando e Tchoboli, reúne importantes artistas da nova geração.

Morreu tropentista e co-fundador dos Kassav

há 6 meses

Euclides da Lomba: “Foi uma falha não atribuírmos nenhum prémio a Carlos Burity”

há 12 meses
A Direcção Nacional da Cultura diz sentir-se culpada e admite ter falhado pelo facto de não atribuir nenhum prémio a Carlos Burity e aventa a possibilidade de atribuição a título póstumo.

Celebrações do nascimento do movimento Hip Hop encerram dia 27 na Universidade Hip Hop Angola

há 12 meses
A Universidade Hip Hop em Angola, tem em curso um ciclo de actividades on line, com transmissão na sua página do Facebook e no seu Canal do YouTube, que incluem Live Show, Deejay Jam, WebTalk, Webinar e Workshop.

Kassav desmente manchetes sobre alegada morte de Jacob Desvarieux

há 2 semanas
O grupo Kassav reprovou, por meio de um comunicado de imprensa a disseminação de falsas informações sobre Jacob Desvarieux, que até ao momento segue em coma artificial, “um protocolo médico clássico”.

Painel do ‘Show Piô’ desafia criadores a “repensar” conteúdos infantis

há 2 meses
A relembrar os tempos da sala Piô da Rádio Nacional de Angola, sob a mesa foram postos aspectos de extrema importância, tais como as vantagens da música na educação infantil, na qual, os conteúdos têm pendor significativo tanto no avanço didáctico, como na construção individual do ser a nível social e emotivo.

Aline Frazão fala da primeira experiência em compor para o cinema: “É muito bom poder alternar projectos”

há 1 ano
‘Ar Condicionado’ é a primeira longa-metragem de Fradique Bastos e da Produtora Geração 80 e marcará para sempre Aline Frazão. Pela primeira vez, a cantora compôs a trilha sonora de um filme e escreveu um tema para Paulo Flores.

Morreu “Kota 50”, pioneiro do foto-jornalismo angolano

há 9 meses
Paulino Damião “Kota 50” é conhecido como a lenda do foto-jornalismo em Angola. Começou a fotografar nos anos 60 e, já capturou peripécias da batalha do início da luta armada, em 1961. O fotógrafo morreu esta quarta-feira, em Luanda, por doença.