A partir de agora filmes angolanos passarão a ser premiados com até 13 milhões de Kwanzas

A iniciativa é da Unitel. A operadora de telefonia móvel lançou esta quarta-feira, em Luanda, o Unitel Angola Move- um concurso que passará a premiar produções angolanas de audiovisuais, incluindo o teatro.

O que se pretende é valorizar o trabalho desenvolvido por jovens angolanos ligados ao cinema e ao teatro, quer estejam em Angola ou no estrangeiro. Numa primeira fase, o festival de cinema angolano limitar-se-á a produções angolanas, mas consta do plano da organização, revelou Sílvio Nascimento, integrar obras cinematográficas dos PALOP.

As candidaturas estão abertas desde ontem na plataforma Unitel Net Shows e, para esta edição (2021), concorrem as longa e curta-metragens de ficção ou documentários e teatro produzidos a partir de 2019 até 2021. O produtor pode participar com mais de uma obra e em diferentes categorias. 

As votações públicas começam a 4 de Setembro e a gala para a apresentação dos vencedores acontece a 8 de Outubro, com uma cerimónia tipicamente africana.

O vencedor da longa-metragem receberá 13 milhões; 5 milhões para a curta; 7 milhões para o documentário e 2 milhões estarão reservados para o reconhecimento do teatro, que pode ter até três vencedores.

À margem do lançamento do concurso, que contou com presenças de realizadores, actores e produtores angolanos, Sílvio Nascimento, na qualidade de curador do projecto, conversou com a Carga e esclareceu os principais pontos do festival angolano de cinema

Porquê só os filmes produzidos a partir de 2019?
Vão concorrer todos os filmes já exibidos ou que andam na gaveta, mas produzidos partir de 2019. Imagine os filmes feitos há cinco anos e com as condições tão precárias, não seria justo estar a competir com pessoas que já despertaram de 2018 para cima. Então, os filmes de 2018 serão filmes que estarão sempre na nossa memória e levação da cultura.

Após o processo de candidaturas aberto hoje, o que vem a seguir?
A premiação do Unitel Angola Move é anual, através da votação do público. Os candidatos eleitos e os vencedores serão conhecidos durante a gala final de Outubro, 8.

O que o júri terá em conta para a classificação do vencedor?
O corpo de jurado, composto por Maria João Ganga, Orlando Sérgio, Lesliana Pereira, Fredy Costa Alberto Botelho e Walter Cristóvão, terá em conta todo o filme que tiver qualidade; todos os que tiverem estórias bonitas, estórias que metam os angolanos e o mundo a pensar.

Que géneros de filmes podem concorrer?
Podem concorrer todos os filmes. Um pormenor importante: os filmes não podem conter conteúdos pornográficos explícitos. A curta-metragem deve conter no máximo 30 minutos e as longas, 30 a um máximo de 120 minutos.

Haverá também uma premiação para o teatro… 
Uma homenagem. É um festival de cinema, e todos nós actores viemos do teatro. O corpo de júri para o teatro será coordenado por Walter Cristóvão.

Pelas pessoas envolvidas no projecto, antevê-se a integração de outros países dos PALOP, sabe-se que o mercado cinematográfico nessa região é muito incipiente.
Isto está completamente no nosso board. O festival começa por ser nacional- angolano. Mas sabemos que estamos ligados aos PALOP, então, estamos já a analisar um próximo festival com mais filmes da zona PALOP. Os irmãos moçambicanos, guineenses, cabo-verdianos, sintam-se à vontade para começarmos a conversar porque o festival vai mesmo crescer.

De certa forma, isto exigirá mais dos realizadores angolanos, entretanto, Angola tem muitas estórias para contar. Está lançado o desafio para os realizadores angolanos.
Os realizadores não têm é dinheiro para fazer. Os realizadores estão prontos para fazer isso, estão sedentos para mostrar a cultura, mas não têm o apoio. Basta ver que o encontro de hoje está cheio de realizadores. Todos eles prontos para fazer o próximo filme, para contar a próxima estória, a estória do angolano. Com esta iniciativa, as empresas vão ganhar um bocadinho de motivação.

Quem pode estar impedido de concorrer?
Quem não fôr angolano, que não esteja a fazer cinema para angola. Porque podem concorrer todos os angolanos que estejam a fazer cinema em Angola ou fora de Angola. Filmes angolanos ou não angolanos, mas que sejam angolanos a trabalhar no filme.

Outros dados sobre o Unitel Angola Move
O festival começa dia 4 de Setembro, com a exibição dos filmes pelo Cinemax e consequente votações do público. Os valores da bilheteria, parte ficará para a sala e outra vai para realizadores dos filmes. Depois da gala final, os filmes seleccionados ao concurso estarão disponíveis na plataforma da operadora.

as cargas mais recentes

AC Milan e Roc Nation unem-se para um grande espectáculo organizado por DJ Khaled

há 2 anos
O clube italiano AC Milan e a Roc Nation de Jay-Z uniram-se para protagonizar, no dia 20 deste mês, um grande concerto. Organizado por DJ Khaled o espectáculo visa recuperar a imagem e a posição da equipa entre a elite comercial do futebol.

Se Dança Assim: Boyca celebra Dipanda com novo single

há 6 meses
Lançado ontem, no Dia da Independência, Os Boyca pretendem deste modo assinalar a sua própria independência num som explosivo, como primeiro single de uma nova fase, onde as diferenças de flow entre os diversos elementos fazem deste grupo, uma viagem multifacetada no Hip Hop.

Projecto que transformou pedonais em bibliotecas comunitárias vai se expandir pelo país

há 2 anos
As pontes do Camama, Benfica e do Rocha Pinto serão transformadas na semana que vem e já há livros para o Namibe, Huila e Kwanza Sul aguardam por mais doações.

Chadwick Boseman recebe Globo de Ouro a título póstumo como “Melhor Actor Dramático”

há 1 ano

Já existem quase 500 músicas inspiradas no Coronavírus

há 2 anos
O coronavírus privou os fãs de música de ver shows no primeiro semestre, adiados ou cancelados. Por outro lado, a doença virou inspiração para candidatos a hits.

Teyana Taylor acusa produtora de Kanye West de “empurrá-la” para aposentadoria precoce

há 1 ano
Seis meses após lançar o “The Album”, terceiro álbum da carreira, Teyana Taylor, de 30 anos, anunciou em Dezembro que se retiraria da música.

Valete e vários músicos portugueses exigem a libertação do rapper espanhol Hasél

há 1 ano

Adele: “Eu e o Drake somos uma espécie em vias de extinção”

há 6 meses
A cantora colocou, na última sexta-feira (19), um novo álbum no mercado intitulado ” 30 “, que já se tornou no álbum mais vendido do ano nos Estados Unidos, três dias após o seu lançamento, o que dá à artista azos para se considerar ‘última da sua espécie’.

Maya Cool abre oitava temporada do Show do Mês

há 1 ano

Burna Boy protagoniza o seu primeiro live a partir de Londres

há 2 anos
Após o lançamento de “Twice As Tall”, o músico nigeriano, adaptando-se ao novo normal, está a promover a obra. No próximo dia 18, Burna Boy vai ao ‘Live From London’ protaginozar o seu primeiro espectáculo.

Documentário `Tonton Manu´ em exibição dia 28 no Palácio de Ferro

há 1 ano

Filme`Tom and Jerry´chega aos cinemas em 2021

há 1 ano
A Warner Bros. divulgou esta semana o primeiro trailer do live-action `Tom & Jerry: O Filme´, trata-se da estreia das aventuras de Tom & Jerry nos cinemas desde que a animação foi lançada em 1992.

23 músicas e 4 clipes em 7 dias: Será esta a semana do Rap?

há 2 anos
Em apenas uma semana, foram lançados sete projectos musicais, o equivalente a 3,2 faixas disponibilizadas diariamente. Esta média inclui somente nomes como Kool Klever, Luso, Verbal Uzula, Elenco de Luxo, Uami Ngongadas, sem falar dos anónimos.

Produtor Algo Desconhecido anuncia lançamento da beat tape “Bengha Producers”

há 2 anos
O projecto que junta dez produtores nacionais, terá o equivalente a um beat por cada interveniente. Intitulada “Bengha Producers”, a beat tape será lançada em Agosto em todas as plataformas digitais.

É oficial, Lewis Hamilton é o maior piloto da história da Fórmula 1

há 2 anos
O piloto inglês Lewis Hamilton escreveu mais um capítulo na sua história ao vencer este domingo, em Portugal, pela 92a vez a corrida da F1, superando o alemão Michael Schumacher, até então o maior com 91 provas conquistadas.

LIGARTE.COM: Wilmar Nakeni apresenta-se em concerto após vencer o Festival da Canção da Lac

há 6 meses
Wilmar Nakeni volta aos palcos para um concerto intimista e inédito onde se pretende mostrar as diferentes sonoridades artísticas que culminaram no seu projecto já disponibilizado.