Abdulrazak Gurnah: Professor tanzaniano vence Prémio Nobel de Literatura

Segundo a Academia Sueca, Abdulrazak Gurnah foi o laureado deste ano “por sua penetração intransigente e compassiva dos efeitos do colonialismo e do destino do refugiado no abismo entre culturas e continentes”.

O anúncio foi feito na manhã de hoje. Abdulrazak torna-se assim o quinto africano a receber o Nobel de Literatura.

Gurnah constrói seu universo literário com ricas descrições sobre a África Oriental e evita estereótipos, revelando conflitos e mostrando a diversidade cultural local.

Radicado no Reino Unido, o romancista ficou conhecido sobretudo pelo livro “Paradise”, de 1984, centrado no leste da África durante a Primeira Guerra Mundial. No ano passado publicou “Afterlives”.

De 73 anos, nasceu na ilha de Zanzibar, na Tanzânia, e chegou à Inglaterra como refugiado no final da década de 1960 e tem o suaíli como primeira língua, mas usa o inglês como ferramenta literária.

Até a sua recente aposentadoria, Gurnah foi professor de Inglês e de Literaturas Pós-coloniais na Universidade de Kent, em Canterbury, Reino Unido.

Mas, o escritor não é o único africano a conquistar o Nobel da Literatura. Na lista estão também Wole Soyinka (Nigéria), Naguib Mahfouz (Egipto). Nadine Gordimer (África do Sul) e J. M. Coetzee, também nascido na África do Sul.

Até agora, os laureados ao Nobel de 2021 foram:

David Julius e Ardem Patapoutian venceram o Nobel de Medicina, na segunda-feira (4), por suas descobertas sobre receptores e temperaturas de toque.

Syukuro Manabe, Klaus Hasselmann e Giorgio Parisi receberam a láurea de Física, na terça-feira (5), “por contribuições inovadoras para a compreensão de sistemas físicos complexos”. O trabalho ajudou a compreender como se dão as mudanças climáticas que afetam o planeta.

Benjamin List e David WC MacMillan ganharam o de Química, ontem (6), “pelo desenvolvimento de organocatálise assimétrica”, uma ferramenta que é capaz de atuar na construção molecular. O trabalho da dupla tem ajudado na elaboração de novos medicamentos, tornando a química mais sustentável.
Veja o cronograma do Prêmio Nobel

Amanhã será conhecido o vencedor do Prémio Nobel da Paz e segunda-feira (11) o de Economia. 

as cargas mais recentes

Ivete Sangalo e Cláudia Leite acusadas de apropriação cultural

há 2 anos
As acusações foram feitas por Maicon Rodrigues, o actor brasileiro publicou um longo texto afirmando que mulheres brancas tentam tomar o lugar de negros na indústria da música, “duas pessoas brancas levam o nome da música axé no Brasil e são chamadas de ‘rainhas’”. Na mesma ocasião, Anitta também levou por tabela, sendo apontada como intriguista.

Top Dos Mais Queridos 2021 vai homenagear mulher zungueira e terá novas regras

há 2 anos

Álbuns de Alicia Keys, A Trible Called Quest e Wu-Tang Clan serão considerados Património Nacional dos EUA

há 5 meses
Os álbuns de Wu-Tang Clan, A Tribe Called Quest, Alicia Keys estão entre os escolhidos para integrarem o Patrimônio Nacional dos Estados Unidos da América, por serem considerados culturalmente, historicamente e esteticamente bastantes significativos.

Verbal Uzula apresenta novos projectos musicais

há 2 anos
“Dias de Treino vol. 4” é título do mais recente álbum de Verbal Uzula disponível nas principais plataformas digitais, incluindo o Kisom Unitel.

Preto Show repete proeza e lidera nomeaçõs do Moda Luanda

há 2 anos
Já são conhecidos os nomeados da 23ª Edição do Moda Luanda, onde o também conhecido como Benga Boyz está nomeado para cinco categorias. A repetir a proeza da edição de 2018, é seguido na lista pela dupla Scró Q Cuia e Nerú Americano com quatro indicações e C4 Pedro com três. O evento de premiações que acontece no próximo dia 21 de Junho, terá transmissão em directo em cadeia televisiva.

Kesha lança série sobre actividade paranormal

há 11 meses
Assim como Demi Lovato, Kesha anunciou que terá o seu próprio programa sobre actividades sobrenaturais (e ETs). A divulgação do novo programa da Discovery+, intitulado “Conjuring Kesha”, foi feita nas redes sociais da cantora.

Soprano Sibongile Khumalo morre após derrame

há 2 anos
A cantora de ópera e jazz sul-africana Sibongile Khumalo, que recebeu a segunda maior honraria nacional do país, morreu ontem, informou a família em um comunicado.

Zezé Di Camargo e Luciano festejam 30 anos de carreira

há 2 anos
A dupla Zezé Di Camargo & Luciano inicia as comemorações dos 30 anos de carreira da dupla com a edição do inédito single 1 hora e meia.

Matias Damásio prepara show solidário

há 2 anos
O show será transmitido na sua página no Youtube e na Televisão Pública de Angola (TPA), a partir das 14h30, e visa angariar a maior quantidade de cestas básicas possíveis, para ajudar os mais necessitados, de acordo com o valor a ser arrecadado.

50 Cent está a produzir filme sobre Rainha N’zinga

há 10 meses
Curtis Jackson, mais conhecido por 50 Cent, anunciou, ontem, que está a produzir um drama sobre a rainha N’zinga, em parceria com a rede de televisão por satelite Starz, propriedade da Lionsgate.

Escritora Helena Dias anuncia o segundo lançamento da “Ressurreição”

há 2 anos

Liz Lyrics apresenta ‘Studio Session’, uma incursão à realidade social

há 2 anos
Liz Lyrics canta Rap e R&B desde 2010 e está este momento em Portugal a construir a carreira profissional. O angolano está prestes a colocar no mercado mais um projecto musical intitulado ‘Studio Session’, de 6 músicas e 6 vídeoclipes.

Euclides da Lomba: “Foi uma falha não atribuírmos nenhum prémio a Carlos Burity”

há 2 anos
A Direcção Nacional da Cultura diz sentir-se culpada e admite ter falhado pelo facto de não atribuir nenhum prémio a Carlos Burity e aventa a possibilidade de atribuição a título póstumo.

Unitel pode ser processada por usar música de Boss AC e Gutto sem autorização

há 9 meses
A companhia de telefonia móvel angolana está a ser a acusada de usar, sem autorização, a música ” Quieres Dinero”, da autoria de Boss AC, Gutto e Glória Stefan, para a campanha publicitária “Unitel Money”.

BNG ultimam preparativos do álbum de estreia

há 2 anos
BNG é um grupo que, há cinco anos, procura introduzir no Rap angolano um “novo” modelo de rimas baseadas em laços de amizade.

Prodígio representa Angola na maior montra de Hip Hop do mundo

há 12 meses
Se houve dúvida sobre o convite a Cage One, Elizabeth Ventura e Anna Joyce, em 2020, para dar boas-vindas a África lusófona no Bet Awards, Prodígio vem agora testemunhar que a música angolana, particularmente o Hip Hop, caminha a passos firmes.