Algo Desconhecido apresenta hoje a segunda edição do ‘Bengha Producers’

Trata-se de uma conversa entre produtores, cujo primeiro encontro aconteceu no live do Facebook na passada quinta-feira e hoje assinala a segunda edição, as 19 horas na página Wilson Algo Desconhecido. Na primeira pessoa, o produtor que já trabalhou com Monsta, Mc Koringa, NGA, Prodígio, Deezy e outros grandes nomes da música internacional, descortinou as razões da sua mais recente criação.

Antes de mais, a que se deve o pseudónimo Algo Desconhecido?
Sou multifacetado e tenho vários ofícios, além disso sempre procuro fazer o que ainda não foi feito. Esses outros motivos originaram o Algo Desconhecido, não é apenas um nome, é um modo de vida.

Como é que começa a paixão pela produção?
Comecei a produzir em 2007. Já cantava e tinha vários amigos produtores, na altura era nosso costume enviar um programa novo(não apenas sobre música) para quem não tivesse. Um dia recebi o FL Studio 7 e comecei a explorar. Depois senti a necessidade de produzir o que tinha na minha cabeça e muitos produtores não conseguiam criar.

E partir de que momento é que isso toma maiores proporções?
No início era só passa tempo, já recebia vários convites para trabalhar em estúdios, mas não aceitava por não ser meu sonho viver e trabalhar profissionalmente. Em 2014 tive de interromper a minha licenciatura por motivos de força maior, e a partir daí comecei a trabalhar profissionalmente. Não tinha escola ou centro de formação nessa área, por isso tive de investigar na internet, ler livros e produzir muito.

E quais são os frutos desse trabalho de anos?
Graças a Deus, hoje vivo disso, aprendo diariamente e ganho mais experiência. Já tenho uma certificação em Mistura e Masterização.

Com que artistas de destaque já trabalhou?
Nato P3, Monsta, Mc Koringa(Brasil), NGA, Prodígio, Deezy, Os Namayer, Andanda(Brasil) Jayvie(Nigéria) e muitos outros.

Concorda que os artistas é que colocam o nome dos produtores no auge?
Na minha opinião, não! Ganhamos nomes consoante o nosso trabalho, tempo de trabalho, número de trabalhos. Exemplo: por regra, num álbum não vai tag(intro) do produtor na música, o seu nome aparece na ficha técnica, mas quem baixa na net, nem sempre lê essa parte e alguns músicos não falam sobre quem produziu, desse jeito fica difícil ganhar nome. Tenho certeza que já ouviu muitas músicas que não sabe quem produziu.

Tem tido o reconhecimento que merece?
Ainda não estou aonde eu quero estar, mas já não estou no mesmo lugar. Eu me reconheço e isso vem em primeiro. Ganhei respeito de muita gente que não conheço, de pessoas que admiro. 

O que é necessário para ser um bom produtor?
É necessário trabalhar muito!

Considera que um autodidacta, depois de muito tempo de trabalho pode vir a ser um bom produtor?
Eu e muitos outros somos exemplos disso.

Onde é que se vê daqui a dois anos?
Me vejo onde Deus quiser.

Existe vários produtores no mercado, como é que lida com a competitividade?
Lido na boa. Respeito o trabalho de todos, trocamos experiência. Não me intimido com o trabalho deles, invés disso trabalho mais para melhor as minhas produções.

Está associado a alguma produtora?
Sim. Sou CEO da produtora Outro Mundo.

Algo Desconhecido apresenta  hoje a segunda edição do ‘Bengha Producers’



Como surge o programa ‘Bengha Producers’?
Ao longo desses anos notei que os produtores angolanos não têm recebido o devido valor e reconhecimento. Senti a necessidade de fazer um programa que existia em Angola, até ao momento,  onde a estrela é produtor.

Qual é o objectivo?
Ensinar sobre produção, conversar com os produtores mais destacados acerca das músicas que produziram e dar mais visibilidade aos que se encontram no anonimato. Quero fazer o que não fizeram por mim.

Estreou na passada quinta-feira, como avalia a recepção da comunidade musical?
Melhor do que eu esperava! Recebi muitos parabéns por parte de outros produtores e não só, pela iniciativa e várias pessoas têm divulgado a informação e estado atentas as lives.

O que está reservado para as próximas edições?
Alguns produtores angolanos de renome já aceitaram o convite, e também terá participação de produtores internacionais.

as cargas mais recentes

Álbum póstumo de Pop Smoke destrona Michael Jackson do topo da Billboard 200

há 3 meses
A compilação atingiu um total de 248.000 unidades vendidas na semana de estreia, tornando-se a estreia póstuma de álbuns mais vendida depois de `Thriller´ de Michael Jackson. `Shoot For The Stars Aim For The Moon´, tem sido assim considerado como um presente pré-aniversário oportuno para o Pop Smoke que completaria 21 anos no dia 20 de Julho.

Morreu “Gigante” da música africana

há 5 meses
O músico guineense Mory Kanté, conhecido pelo sucesso mundial “Yéké yéké”, na década de 1980, morreu hoje aos 70 anos num hospital de Conacri, após doença prolongada, anunciou o filho.

“Kings Of Afro House” completa um ano de existência

há 4 meses
O projecto MUSIC BOX, criado pela Sodiba e patrocinado pela Sagres, dedicou uma atenção especial neste último ano ao género do Afro House, e produziu e realizou, com o apoio da BMWorkz, o documentário Kings of Afro House, que junta alguns dos melhores Djs e produtores do género no mundo.

Morreu Florian Schneider, um dos pioneiros da música electrónica

há 6 meses
Florian Schneider fundou, em 1970, com seu amigo, a banda Kraftwerk, pioneira da música electrónica. O músico alemão morreu nesta quarta-feira aos 73 anos vítima de cancro.

13 anos depois Celina Miranda regressa à música para deixar um legado

há 3 meses
Após ter sido considerada “o fenómeno de 2007”, por causa da obra discográfica ‘Angolano’, nunca mais se ouviu falar de Celina Miranda. Passados 13 anos, a cantora reaparece à Carga com uma nova música intitulada “Je t´aime” e quer fazer história.

Thó Simões marca presença na abertura do festival `Latitudes´

há 5 meses
A abertura do festival expõe relações globais desiguais e aprimora os traços coloniais que ainda moldam o nosso presente. Ao mesmo tempo, abre espaços para reflexão e acção e gera ressonâncias nos outros itens do programa.

Profissionais e Produtores de Eventos & Cultura já têm entidade reguladora

há 3 meses
Num exclusivo à Carga, o Porta-voz do projecto, Kizua Gourgel, esclareceu o que é necessário para fazer parte, como surge, e para onde vai a iniciativa em meio a crise pandémica.

G-Unit: Adeus para sempre

há 5 meses
Depois das especulações sobre o possível reencontro entre Lloyd Banks, Tony Yayo, Young Buck e 50 Cent está definitivamente consumado, já não há esperança de ver os antigos membros da G-Unit juntos.

Vencedora do Festival da Canção de Luanda apresenta primeiros projectos

há 2 semanas
Além do principal prémio, Heróide dos Prazeres foi considerada a melhor voz do ano do Festival da Canção de Luanda, mas não é só o timbre vocálico que chama atenção, ela também escreve, e foi com a sua própria composição que ultrapassou vozes de referência da música angolana.

Gerilson Insrael apresenta “Quarentena”

há 7 meses
O músico Gerilson Insrael coloca hoje (sexta-feira), às 20 horas, o seu novo single a disposição dos fãs, em todas as plataformas digitais.

Lizzo e Lil Nas X criticam Blackout Tuesday

há 5 meses
Ao contrário de outros músicos, Lizzo e Lil Nas X condenaram o movimento nas redes sociais promovido pela indústria da música para suspensão das atividades, por considerarem que a campanha ofuscou os protestos contra morte de George Floyd.

Lil Saint falha no directo e Uami Ndongadas abre o #FestivalMúsicaNoKubico

há 7 meses

Jay-Z liga para governador de Minnesota a exigir justiça

há 5 meses
Muitos rappers participaram de protestos em várias partes dos Estados Unidos da América a exigir justiça pela morte de George Floyd. Os que não puderam, contribuíram para o Freedom Funds, que fornece dinheiro sob fiança para os presos manifestantes.

Muhatu: 4ª edição da maior competição de spoken word no feminino acontece dia 29 de Setembro

há 2 meses
Já com o processo de inscrições a decorrer, para a edição `MUHATU 2020´, a competição anual, que já conta com 3 edições realizadas (2017, 2018 e 2019), vai adaptar-se ao “novo” normal social, tendo a 4.ª edição realizada completamente on-line.

FLASHBACK – Hip Hop VS House Music

há 6 meses

AMA – Patrícia Faria reconhece que tinha música a concorrer na categoria errada

há 3 meses
Depois de alguma polemica em torno das músicas que concorrem no Angola Music Award (AMA), na categoria de melhor Semba, uma das artistas concorrentes teve a coragem de contactar a organização e, humildemente, dizer que a sua música não é Semba.