Alice Julie mostra os frutos da parceria com a Milionário Records

Desde pequena sonhou em se tornar numa estrela da música, um desejo que será agora materializado pela Milionário Records. A mais recente aposta da produtora já começou a trabalhar para os seus dois primeiros álbuns e esta sexta-feira (27) vai testar o público com o single “Encaixe Perfeito”.

O sonho da cantora de 23 anos, começou a tornar-se real a partir de 2018, ao chegar a semi-final no Unitel Estrelas ao Palco, imitando a norte-americana Rihanna. Mais do que uma cantora, Alice Julie é uma artista versátil. O seu EP, que será lançada no próximo ano, vai provar isso. A obra congrega estilos como Naija, Deep House e Kizomba.

A versatilidade começou há 12 anos na Namíbia e hoje está a transformar Julie numa das cantoras melhor traduz os dramas amorosos enfrentados pelos jovens.

Alice Julie mostra os frutos da parceria com a Milionário Records

Como é que se dá o seu primeiro contacto com a World Music?

Em 2016, quando chego a Angola, dei uma pausa em cantar na igreja e comecei a fazer músicas em bares e cantava em casamentos, festas de família.

Em que circunstâncias optou em começar a carreira profissional?

Em 2018, após o concurso Unitel Estrelas ao Palco. Vi que, na verdade, tinha alguma coisa em mim, só precisava acreditar mais.

Foi daí que conhece a Milionário Records?

Na verdade, eles me conheceram. O CEO viu-me num programa de TV, onde cantei ao vivo com o Anderson Mário e entrou em contacto.

Há quanto tempo está na Milionário Records e em que se baseia o vosso acordo?

É mesmo um contrato de agenciamento, onde tenho direito a três álbuns durante os cinco anos de contrato.

Quando é que vai apresentar os primeiros frutos deste contrato? 

Vou lançar a minha primeira música a solo intitulada “Encaixe perfeito”. Uma canção que fala de amor, amor incondicional que nem cabe no peito. Mas já há uma música no mercado em que participo, uma de Anderson Mário.  

É comum entre os jovens usarem a arte para expressar o que lhes é difícil manifestar em círculos próprios, como por exemplo em casa. É o seu caso?

Eu uso a minha arte para me liberar em momentos difíceis, para dividir bons momentos com outras pessoas, porque a música une as pessoas, e para tocar corações apaixonados principalmente. Sou apaixonada por amor. Canto principalmente para os jovens, mas minhas letras tocam até aos idosos.

Qual é o seu maior sonho?

Ser conhecida internacionalmente e fazer o mundo saber que os angolanos também podem fazer tudo. Que talento não falta cá.

as cargas mais recentes

Phay Grand O Poeta pondera parar de cantar

há 2 anos
O rapper dificilmente cede entrevistas, e nem sequer tem páginas no Facebook ou YouTube, mas aceitou o desafio do Show Time, para falar sobre os seus hits, considerados hinos do Rap nacional e do que depende o futuro da sua carreira.

Acaba de ser “erguido” o primeiro polo de produção e ensino de Dikanza em Angola

há 1 ano
A Fundação Arte e Cultura foi ontem instituída, como Polo de Produção e Ensino da Dikanza em Angola, particularmente a cidade de Luanda. A entrega simbólica das Dikanzas foi feita pelo Vice-Governador de Luanda para o sector Político, Social e Económico, Dionísio da Fonseca, no espaço Wyza Anfiteatro da Fundação.

Sabia que hoje comemora-se o Dia Internacional do DJ?

há 1 ano

Mariah Carey emite contraditório e nega ter tido “briga” com Jay-Z

há 11 meses
O certo é que Mariah Carey não trabalha mais com Jay-Z. Mas a cantora nega ter tido uma “discussão explosiva” com o rapper após encerrar o contrato de quase quatro anos com a Roc Nation.

Netflix anuncia nova data de lançamento da última temporada de La De Papel

há 1 ano

“A Dimensão Cultural do Herói Nacional” em debate no Visão actual

há 2 anos
O programa Visão Actual a ser exibido amanhã, quinta-feira dia 17 de Setembro, vai analisar a Dimensão Cultural de António Agostinho Neto, fundador da nação e primeiro presidente de Angola.

Pirline Enter. anuncia primeiro projecto oficial do rapper Samuel Clássico

há 2 anos
Quando se trata de New School, Samuel Clássico é um nome que não deve faltar. Sua forma de cantar continua a atrair públicos. Já lançou vários projectos, incluindo com a TRX Music e Mobbers, só que desta vez é o seu primeiro oficial sob o selo da Piriline Enter..

Morreu o fadista português Carlos do Carmo

há 1 ano
O cantor morreu na manhã de hoje aos 81 anos, no hospital de Santa Maria, em Lisboa, onde deu entrada ontem por causa de um aneurisma.

Artistas começam a receber rendimentos autorais da RNA, TPA e Zap Viva

há 11 meses
Em nota a Sadia expressou o seu contentamento pela demonstração do comprometimento destas emissoras, com o desenvolvimento da indústria musical e criativa, respeitando a lei do Estado Angolano e actividade de todos os criadores de obras artísticas nacionais e internacionais.

Zezé Di Camargo e Luciano festejam 30 anos de carreira

há 1 ano
A dupla Zezé Di Camargo & Luciano inicia as comemorações dos 30 anos de carreira da dupla com a edição do inédito single 1 hora e meia.

Acaba de nascer um projecto que passará a dar novas roupagens aos hits angolanos

há 1 ano

Eva Rap Diva revela já ter havido conflito de personalidade entre “a pessoa e a artista” em si

há 2 anos
A dualidade entre a personalidade no seio artístico e à nível pessoal, é algo muitas vezes descartado, especialmente quando o artista mantém um posicionamento vertical estando ou não em palco. Para a surpresa de todos, Eva Rap Diva, fez saber que no seu caso, esta dualidade existe e chega a gerar algum conflito.

Conheça Jomo Fortunato, o novo Ministro da Cultura, Turismo e Ambiente

há 2 anos
O recém-nomeado Ministro da Cultura, Turismo e Ambiente é um homem de cultura, historiador da Música Popular Angolana, professor, cronista do Jornal de Angola e organizador da Feira do Livro e do Disco de Luanda.

Toty Sa´Med de quarentena em Portugal

há 2 anos
O músico angolano Toty Sa´Med “viu” cancelados os dois concertos que tinha agendado na Europa, por causa da pandemia Coronavírus.

Njila Yami: Nelo Carvalho apresenta “toda a sua angolanidade” em novo álbum

há 2 meses
Diferente de “Encontros”, “Reencontros” e “Las Voces e Los Cantos”, o novo álbum de Nelo de Carvalho traz apenas um tema partilhado com Prince Wadada, no estilo reggae. Reúne composições de Paulo Flores, Carlos Baptista, Paulo Abreu de Lima, Alberto Monteiro “Beto” e Armindo Monteiro “Mindo”.

Bob da Rage Sense: Na linha da frente dos protestos

há 2 anos
Ao contrário de muitos artistas que se limitam a “protestar” nas redes sociais, o rapper saiu às ruas para também dar voz às palavras de ordem: “Vidas Negras Importam”, “Justiça, justiça, nós queremos justiça” e “Só queria respirar, mas até para isso tenho que suplicar”.