Alice Julie mostra os frutos da parceria com a Milionário Records

Desde pequena sonhou em se tornar numa estrela da música, um desejo que será agora materializado pela Milionário Records. A mais recente aposta da produtora já começou a trabalhar para os seus dois primeiros álbuns e esta sexta-feira (27) vai testar o público com o single “Encaixe Perfeito”.

O sonho da cantora de 23 anos, começou a tornar-se real a partir de 2018, ao chegar a semi-final no Unitel Estrelas ao Palco, imitando a norte-americana Rihanna. Mais do que uma cantora, Alice Julie é uma artista versátil. O seu EP, que será lançada no próximo ano, vai provar isso. A obra congrega estilos como Naija, Deep House e Kizomba.

A versatilidade começou há 12 anos na Namíbia e hoje está a transformar Julie numa das cantoras melhor traduz os dramas amorosos enfrentados pelos jovens.

Alice Julie mostra os frutos da parceria com a Milionário Records

Como é que se dá o seu primeiro contacto com a World Music?

Em 2016, quando chego a Angola, dei uma pausa em cantar na igreja e comecei a fazer músicas em bares e cantava em casamentos, festas de família.

Em que circunstâncias optou em começar a carreira profissional?

Em 2018, após o concurso Unitel Estrelas ao Palco. Vi que, na verdade, tinha alguma coisa em mim, só precisava acreditar mais.

Foi daí que conhece a Milionário Records?

Na verdade, eles me conheceram. O CEO viu-me num programa de TV, onde cantei ao vivo com o Anderson Mário e entrou em contacto.

Há quanto tempo está na Milionário Records e em que se baseia o vosso acordo?

É mesmo um contrato de agenciamento, onde tenho direito a três álbuns durante os cinco anos de contrato.

Quando é que vai apresentar os primeiros frutos deste contrato? 

Vou lançar a minha primeira música a solo intitulada “Encaixe perfeito”. Uma canção que fala de amor, amor incondicional que nem cabe no peito. Mas já há uma música no mercado em que participo, uma de Anderson Mário.  

É comum entre os jovens usarem a arte para expressar o que lhes é difícil manifestar em círculos próprios, como por exemplo em casa. É o seu caso?

Eu uso a minha arte para me liberar em momentos difíceis, para dividir bons momentos com outras pessoas, porque a música une as pessoas, e para tocar corações apaixonados principalmente. Sou apaixonada por amor. Canto principalmente para os jovens, mas minhas letras tocam até aos idosos.

Qual é o seu maior sonho?

Ser conhecida internacionalmente e fazer o mundo saber que os angolanos também podem fazer tudo. Que talento não falta cá.

as cargas mais recentes

1º de Agosto “vende” Zito ao Cagliari de Itália

há 2 anos
O futebolista angolano Zito Luvumbo, que na temporada passada representou o 1º de Agosto, vai jogar pelo Cagliari da principal liga italiana (Calcio).

Lewis Hamilton eliminado do Q1 da Arábia Saudita com a pior classificação

há 8 meses
O piloto britânico da Mercedes, Lewis Hamilton, foi eliminado, este sábado, do Q1 do GP da Arábia Saudita. O heptacampeão obteve a pior classificação ao ficar fora em 16° posição.

Covid-19: Espectáculos experimentais de música em Portugal poderá arrancar em Abril

há 2 anos

Aline Frazão “escreve” novo disco

há 2 anos
A artista angolana Aline Frazão aproveita o momento para trabalhar no próximo disco, escrevendo músicas inéditas para um projecto que pretende concluir em 2021.

Elias Dya Kimwezo celebra 85 anos: “Estou feliz por isso”

há 2 anos
Há muito que a data de aniversário de Elias Dya Kimwezo mereceu atenção especial, tal como aconteceu na manhã de hoje na sua residência. Uma comitiva do Ministério da Cultura, Turismo e Ambiente, encabeçada seu pelo titular, apagou com o artista as 85 velas.

Poeta Momentâneo apresenta projecto de fusão de Rap e poesia declamada

há 2 anos
A estética da palavra associada ao ritmo já é descrita como Rap. O “Fusionismo” resulta da combinação entre a poesia declamada, a música e o desempenho, afirma o “seu criador” Poeta Momentâneo.

Escritores angolanos assinam carta de protesto contra o racismo

há 2 anos
Os escritores angolanos Pepetela, José Eduardo Agualusa, José Luís Mendonça, Ondjaki, Adriano Mixingue e Abreu Paxe subscreveram uma nota de protesto contra as acções racistas registadas em várias partes do mundo, em particular nos Estados Unidos da América.

Além da actuação no Nova Vida este sábado, Força Suprema protagoniza outro grande concerto no Golf 2

há 1 ano
Passaram-se já um ano e seis meses desde que NGA, Prodígio e Don G estiveram em palco para um espectáculo com igual dimensão, em Luanda, uma agenda atribuída ao surto pandémico, já que à Carga NGA revelara, em entrevista, que o grupo pretendia visitar algumas localidades do território angolano.

BAI apresenta soluções práticas e acessíveis para os seus parceiros e clientes

há 1 ano
O Banco Angolano de Investimentos tem apresentado, ano após ano, soluções práticas e acessíveis para os seus parceiros e clientes. Actualmente, o BAI dispõe de opções de pagamento mais cómodas, económicas e de simples utilização, das quais destacamos os Terminais de Pagamento Automático (TPA) e o é-Kwanza.

Morreu Amaro Fonseca, a voz do programa “Balumuka”

há 2 anos

Presidente da Nigéria sobre Burna Boy e WizKid: trouxeram glória para Nigéria

há 2 anos

Escritor Lourenço Mussango reage à decisão do INIC sobre a retirada do Prémio António Jacinto

há 2 anos
Em reacção à decisão, Lourenço Mussango afirmou que tanto o júri como o INIC não fizeram nenhuma avaliação das provas materiais para se chegar à conclusão sobre quem plagiou quem.

Autor de “Bad B Tá Maluco” fala do boicote no Festa da Música: “Eles ´e que foram à minha procura”

há 5 meses

Show do Mês leva angolanos à fonte da música angolana

há 2 anos
A Nova Energia levou este sábado internautas e telespectadores a efectuarem uma viagem obrigatória à verdadeira origem da música angolana, na voz e guitarra de Carlitos Vieira Dias, considerado um dos legados vivos da música angolana.

Rapper Chynna Rogers morre de overdose aos 25 anos

há 3 anos
A morte da artista foi anunciada na quarta-feira mas a causa foi ocultada pelo seu agente, dias depois, um representante do Departamento de Saúde Pública da Filadélfia confirmou à Fox News que a jovem morreu de overdose acidental de drogas.

Fundação Arte e Cultura reforça apoio à formação artística durante o confinamento

há 2 anos
Cem pessoas entre crianças e adolescentes, da Ilha de Luanda, bairro Casas Novas, sector Ponta, começaram a receber nesta semana manuais de apoio para a formação artista.