António Ole expõe ‘Material Vital’ a partir de amanhã

A galeria MOVART reabre portas no dia 15 de abril, quinta-feira, com a exposição Matéria Vital de António Ole. Trata-se da primeira individual do artista de origem angolana em Lisboa desde 2016, ano em que inaugurou a sua importante retrospetiva Luanda, Los Angeles, Lisboa, no Museu Calouste Gulbenkian.

António Ole expõe ‘Material Vital’ a partir de amanhã

Matéria Vital tem curadoria de Ana Balona de Oliveira e reúne obras de diversos períodos do multifacetado percurso artístico de mais de cinquenta anos de António Ole (Luanda, 1951). “Realizadas em vários meios, da escultura à fotografia, do desenho ao vídeo, estas obras colocam em evidência a atenção que Ole tem dedicado à natureza e aos seus elementos e matérias vitais”, explica a curadora.

António Ole expõe ‘Material Vital’ a partir de amanhã

“A terra, a água, o fogo e o ar assumem aqui inúmeras formas que, no seu conjunto, convidam a uma percepção planetária e a uma consciência ecológica não só da coabitação, mas, sobretudo, da interdependência entre formas de vida humana e não-humana (animal, vegetal, mineral) – assunto vital (vital matter), para cuja premência e urgência a própria realidade pandémica veio, mais do que nunca, alertar”, sublinha Balona de Oliveira. “A sobrevivência do humano no nosso planeta dependerá desta consciência profunda, aliada a formas de acção consequentes. As lições a aprender constituirão modos de desaprender a obsessão pelo desenvolvimento e pelo crescimento económicos e pela constante aceleração da produção e do consumo às custas do necessário equilíbrio ambiental”.

O novo projeto do artista, que é um nome incontornável do panorama angolano e internacional, interpela reflexões sobre a crise ambiental, associadas a dinâmicas de exploração, extração e violência, que persistem globais e coligadas ao sistema colonial. A obra de Ole tem influenciado as gerações mais jovens de artistas de origem africana e apoiado a reconfiguração das histórias da humanidade e, muito em particular, da história de Portugal na sua relação crítica com as culturas e comunidades afro-portuguesas.

A exposição Matéria Vital poderá ser visitada na MOVART Lisboa até ao dia 9 de junho, de terça a sexta das 10h às 18h30 e ao sábado entre as 10h e as 13h. A admissão no espaço encontra-se limitada a 5 pessoas em simultâneo, é obrigatório o uso de máscara facial e o cumprimento das normas das normas da DGS a respeito do distanciamento social.

ANTÓNIO OLE (Luanda, 1951). Estudou Cultura Afro-Americana e Cinema na UCLA (University of California, Los Angeles). Ao longo de cinco décadas, tem desenvolvido um trabalho eclético com recurso ao desenho, pintura, colagem, escultura, instalação, fotografia, vídeo e cinema. Inspira-se na arte tradicional como estímulo para desenvolver um discurso contemporâneo adequado ao seu tempo e circunstância. Os diferentes modos de utilização das práticas expressivas clássicas africanas atravessam toda a sua obra.

Entre as suas exposições individuais mais recentes, destacam-se: António Ole – 50 anos, Passado, Presente e Futuro (2019), Galeria do Banco Económico, Luanda, Angola; Projecto a Solo (2017), Feira de Arte FNB Joburg art Fair, Joanesburgo, África do Sul; Luanda, Los Angeles, Lisboa (2017), Museu Calouste Gulbenkian, Lisboa, Portugal; e António Ole. Memória e Esquecimento (2013), Fundação Carlos de Amberes, Madrid, Espanha.

Das exposições coletivas em que participa desde 1967, destacam-se: 57ª, 56ª e 55ª Bienal de Arte de Veneza (2017, 2015, 2013), Itália; Sentido em Deriva (2013), Culturgest, Lisboa, Portugal; Elos de Lusofonia (2011), Museu Histórico Natural, Rio de Janeiro, Brasil; Who Knows Tomorrow (2010), Alte Nationalgalerie, Berlim, Alemanha; Artists in Dialogue (2009) com Aimé Mpane, National Museum of African Art-Smithsonian Institution, Washington DC, E.U.A. O seu trabalho foi premiado em Angola, Portugal e Cuba e encontra-se representado em inúmeras coleções públicas em Portugal, Angola, África do Sul, E.U.A., Alemanha, França e Cuba.  

as cargas mais recentes

Whitney Houston se torna a primeira artista negra a conseguir três discos de Diamante

há 6 meses
A marca foi conseguida com o álbum “Whitney”, o segundo da artista lançado em 1987. Já detinha o certificado de Diamante pelas obras “Whitney Houston” (1985), que foi 13 vezes Platina, e pela trilha sonora de “O Guarda-Costas” (1992), que foi 18 vezes Platina.

Elias Dya Kimwezo celebra 85 anos: “Estou feliz por isso”

há 4 meses
Há muito que a data de aniversário de Elias Dya Kimwezo mereceu atenção especial, tal como aconteceu na manhã de hoje na sua residência. Uma comitiva do Ministério da Cultura, Turismo e Ambiente, encabeçada seu pelo titular, apagou com o artista as 85 velas.

Burna Boy se prepara para lançar novo álbum e deixa um conselho “ao” Black Lives Matter

há 9 meses
O músico nigeriano aproveitou a crise pandemíca e gravou mais um álbum: “Twice As Tall”, que estará já disponível a 14 de Agosto. Durante uma longa entrevista, Burna desenhou o actual contexto global e deixou uma visão diferente sobre o que seria o Black Lives Matter.

Músicos lamentam morte de Waldemar Bastos

há 9 meses
Várias vozes lamentaram o passamento físico de uma das principais referências da música angolana, com destaque para a reacção de outros músicos, cujos sentimentos foram manifestados nas redes sociais.

O novo álbum de Lady Gaga chegou e já conquistou o número #1 na Billboard 200

há 11 meses
`Chromatica´ assinala a sexta vez que um álbum de Lady Gaga figura no topo da lista, desde o lançamento de Born This Way em 2011. O trabalho era um dos mais aguardados dos últimos tempos, por representar o retorno da cantora ao dance pop.

Vírus Inesperado: Filme de produção angolana é premiado em Londres

há 4 meses
O filme “Vírus Inesperado”, uma co-produção entre Henrique Sungo (produtor) e o santomense Felipe Anjos (editor), fala sobre o impacto do novo coronavírus na comunidade Palop no Reino Unido.

Livro “O bolseiro- Desafios pós formação” chega às bancas no 1ª Trimestre de 2021

há 8 meses

Robertinho mostra todo seu potencial no álbum ‘Nguma’, o terceiro da carreira

há 2 meses
O músico Fernando Lucas da Silva “Robertinho” anunciou a gravação do seu terceiro disco, intitulado “Nguma”, com saída prevista para o meio do ano.

Bonga, a lenda do Semba e símbolo da consciência africana, exaltado pela imprensa internacional

há 5 meses
Uma caminhada de quase meio século, que se traduz em álbuns, espectáculos, bibliografias, viagens e com um único objectivo: despertar a consciência africana por meio do Semba, género que se vai tornando na sua própria antonomazia.

Universidade Hip Hop Angola: 10 anos a alicerçar os elementos, conceitos e fundamentos da Cultura Hip Hop

há 2 meses
Criada há uma década, mais propriamente aos 6 de Março de 2011, pelo “sexteto” Quartel d’Áfrika, oriundos da Mulemba Waxa Ngola, local onde foi enraizada a catedral do conhecimento do Hip Hop nacional.

Sintoniza 91.7 MFM: ShowTime

há 10 meses
Leonel Manuel ou simplesmente Megga Skills, como é conhecido nas lides do Hip Hop, é a uma das vozes mais sonante da Rádio MFM, na condução do programa ShowTime todos os Domingos, as 18 horas. Saiba mais sobre este programa, que nasceu por inspiração do extinto “Big Show Cidade”, mas que se apresenta como o programa de Rap “mais inclusivo” da actualidade, pois além de promover o Hip Hop, a música Rap e os seus fazedores, “abraçou” também a missão de “educar, informar”.

Tribunal nega pedido de Quincy Jones sobre o património de Michael Jackson

há 1 ano
O antigo produtor de Michael Jackson, Quincy Jones, viu o seu pedido de 6,9 milhões de dólares sobre o património do Rei da Pop recusado por um tribunal de recurso da Califórnia, Estados Unidos da América.

Justin Bieber exige 10 milhões de dólares por cada acusação de abuso sexual

há 11 meses
Justin Bieber processou as mulheres que, nas redes sociais, o acusaram de violência sexual. Para indemnização por cada uma das acusações de que foi alvo, o cantor quer 10 milhões de dólares.

Show do Mês leva angolanos à fonte da música angolana

há 10 meses
A Nova Energia levou este sábado internautas e telespectadores a efectuarem uma viagem obrigatória à verdadeira origem da música angolana, na voz e guitarra de Carlitos Vieira Dias, considerado um dos legados vivos da música angolana.

Produtores de Afro House mais requisitados da actualidade revelam hegemonia no`Desfile de hits´

há 10 meses
A Carga apresentou ontem os maiores produtores de Afro House do país. Durante o Repertório, ficou-se a saber que Vado Poster e Dj Habias produziram sucessos como “Lhe Traíram” (Os Moikanos), “Tic Taá” (Scro Q Cuia e Nerú Americano), “Wamona” (Nagrelha e Puto Prata), “Kapota” (Noite e Dia) e tantos outros descritos abaixo.

Fãs criam petição para que o papel de Pantera Negra seja descontinuado

há 8 meses
Após a Morte do Actor Chadwick Boseman, os fãs criaram uma petição para que o actor não fosse substituído, mas que em compensação, outro personagem herde o manto do Pantera Negra e um dos nomes mais votados é o da Shuri, irmã do Rei T´Challa, cujo papel é interpretado por Letitia Wright.