Apesar de todo o sucesso que fizeram, Kalibrados só receberam 100 dólares de direitos autorais

É inegável o protagonismo que os Kalibrados tiveram na música nacional. O grupo é um dos que mais contribuiu para o Hip Hop angolano. O facto curioso é que, apesar de todo esse sucesso, em Angola os Kalibrados apenas receberam, até hoje, o equivalente a 10 mil Kwanzas ( câmbio de então) de direitos autorais pelo seu trabalho.

É, com certeza, uma informação difícil de digerir, se olharmos para a repercussão dos álbuns Negócio Fechado e Cartas na Mesa, mas foi o que realmente aconteceu, isto segundo Vui Vui. O rapper revelou ontem à Carga que, desde 2004 até agora, o grupo só recebeu cem dólares de rendimentos autorais pelos seus trabalhos.

No auge da carreira, o grupo inscreveu-se na União Nacional dos Artistas e Compositores, onde também declarou suas obras, em 2004. Depois disso, registou-se na Sociedade Angolana de Direitos de Autores e, até hoje, dos três álbuns apenas viu cem dólares.

Entretanto, a Sadia afirma que o grupo não está registado na sociedade de gestão colectiva, e por isso não confirma esta informação. E agendou para as próximas semanas uma reunião com o artista para abordarem sobre este e outros assuntos ligados ao grupo.

Segundo OG Vuino, no fim de quatro anos após o registo das músicas, foram chamados para receberem os retroactivos. Para surpresa do grupo, no envelope havia apenas cem dólares, desde aquela data nunca mais foram convocados, por esta razão, acha interessante que a Sadia continue a desenvolver palestras, `a semelhança do que aconteceu ontem e hoje no Edificio da Extensão Universitária da Universidade Católica, para esclarecer estes e outras inquietações. OG Vuino mostrou-se disposto a dar o seu contributo para ajudar a organização.

“Houve uma altura que eles chamaram-nos para ir buscar, isto entre 2007 e 2008, chegámos lá, não havia sequer uma tabela, uma instrução, só havia uma nota de 100 dólares e de lá para cá nunca houve uma continuidade, um porquê. E isso não é só um problema dos Kalibrados, seria igual para o Sebem, Army Squad”, critica.

Contudo, as alegações de Vuino não podem visar a Sadia, diz o director da Sociedade Angolana de Direitos de Autor, porque, continua Lucioval Gama, a organização que dirige atribui 85% do valor cobrado aos artistas. Por outra, os Kalibrados não estão inscritos na Sadia, mas sim na Sociedade Portuguesa de Autores, através da editora EMI.

“Eles não estão inscritos na Sadia, infelizmente. As suas obras estão inscritas na SPA, através de uma editora que se chama EMI. Esta editora é que licenciou todas as obras dos Kalibrados e não se sabe com que acordos, entretanto Vui Vui  nas próximas semanas estará no escritório da Sadia e vamos clarificar bem este assunto”, explicou aquele director.

as cargas mais recentes

Tanayira Felicidade: Uma voz alternativa em ascensão

há 7 meses
Desde muito cedo, Tanayira Felicidade mostrou que tem inclinação para a música. Quando criança, sempre se destacava nos concursos de dança em que participava e hoje, já adulta, revela-se como a nova promessa do Semba, Kizomba, Soul e R&B.

Homem invade apartamento de Eminem e diz que foi “para matar o rapper”

há 2 anos
Um vídeo divulgado mostra que Mathew Hughes, o homem que no passado mês de Abril invadiu a mansão de Eminem, em Michigan, disse que estava lá para matar o rapper.

Força Suprema sobre o público: “Os fãs cresceram, mas o amor continua lá”

há 7 meses
Terminada a visita a Luanda, onde cumpriram uma agenda de vários espectáculos, o grupo está de regresso a Portugal, mas promete retornar à capital angolana ainda este ano. Como não podia deixar de ser, antes de deixarem Luanda, NGA, Prodígio, Don G e Monsta visitaram, ontem, a redacção da Carga.

Algo Desconhecido apresenta hoje a segunda edição do ‘Bengha Producers’

há 2 anos
Trata-se de uma conversa entre produtores, cujo primeiro encontro aconteceu no live do Facebook da passada quinta-feira e hoje assinala a segunda edição, as 19 horas na página Wilson Algo Desconhecido. Na primeira pessoa, o produtor que já trabalhou com Monsta, Mc Koringa, NGA, Prodígio, Deezy e outros grandes nomes da música internacional, descortinou as razões da sua mais recente criação.

“Músico mais querido” de Angola em 2021 será conhecido hoje

há 7 meses
Será conhecido hoje, a partir das 21 horas, o vencedor da edição 2021 do Top Dos Mais Queridos, durante uma gala, no Centro de Convenções de Talatona, em Luanda.

Bob Dylan lança música mais longa da carreira

há 2 anos
“Murder Most Foul” (traduzida como Um Assassinato Muito Sujo) também é sua primeira nova canção em oito anos, desde o álbum Tempest de 2012.

Covid-19: Espectáculos passam a ser permitidos ainda este mês

há 2 anos
Os concertos e actividades culturais em recintos fechados passam a ser permitidos a partir de 17 deste mês, durante a vigência da situação de calamidade pública.

Eve defronta Trina no primeiro verzuz de Rap feminino

há 11 meses
Depois da revanche entre Swizz Beatz e Timbaland, os produtores partilharam o novo calendário de batalhas onde consta a batalha da “primeira-dama” de Ruff Ryders Eve e a “rainha” do Slip-n-Slide, Trina. Ambas vão protagonizar o primeiro frente a frente de Rap feminino, no próximo dia 16 de Junho.

Lenço usado por Messi no adeus ao Barça será vendido ao equivalente a 632 milhões de Kwanzas

há 9 meses
O comerciante é um adepto anónimo que terá estado presente no Auditori 1899, de Camp Nou, e terá recolhido o objecto utilizado por Messi do caixote do lixo.

Do Kuduro ao Rap: Delver Mancha mostra a naturalidade do seu talento

há 1 ano
Actualmente canta Rap e, ao mesmo tempo, é produtor. Se recuarmos no tempo para ver onde o músico começou, será difícil acreditar que este é o mesmo Delver que, em 2008 , procurava por um “lugar ao sol no Kuduro”.

Coréon Dú: “Acredito que muitas vezes o nosso público confunde o não aparecer com o estar parado”

há 7 meses
Há pouco mais de uma semana, Coréon Dú fez o seu grande retorno aos palcos, após um ano de “afastamento” devido a pandemia. Não foi apenas mais um concerto, o artista subiu ao palco do Espaço Espelho d’Água para apresentar o seu mais recente trabalho, The Love Infinity. Com a produção a cargo da Bússola Rítmica, Coréon teve um único convidado além da sua banda, Shane Maquemba, um artista em ascenção. Na “ressaca” do evento, os dois artistas falaram à Carga, e numa demonstração mútua de respeito, Shane teceu rasgados elogios a acessibilidade do autor de Binário: “Coréon Dú é uma pessoa muito amável e muito acessível. Foi muito bom, saber que ele também gosta do meu trabalho, principalmente dessa nova ropagem que estou a fazer da minha carreira.”

Já podemos viajar nas “Aventuras de Robbie Wan Kenobie”, o oitavo álbum de Bob da Rage Sense

há 2 anos
O novo álbum de Bob Da Rage Sense chegou hoje, às plataformas digitais. Em dia de celebração de “Star Wars” a saga de George Lucas, Bob, fã acérrimo da obra, edita o seu oitavo álbum, propositadamente intitulado “As Aventuras de Robbie Wan Kenobie” .

Novo single de Kid Cudi com a participação de Eminem chega ao topo do iTunes

há 2 anos
Trata-se da primeira parceria musical entre Kid Cudi e Eminem, a colaboração era aguardada há bastante tempo, depois que Kid Cudi pediu publicamente para gravar uma música com o rapper através de uma mensagem em suas redes sociais.

Show do Mês “viaja” pelos PALOPS

há 1 ano
Numa homenagem a música feita pelos países africanos de expressão portuguesa (PALOPS), particularmente a feita nos anos 80 e 90, o Show do Mês fará, no sábado, uma viagem musical por alguns dos maiores sucessos de cada país.

Álbum póstumo de DMX reúne participações de Alicia Keys, Jay-Z e Nas

há 1 ano
O álbum intitula-se Exodus, contém 13 faixas musicais e reúne, entre outras, as participações de Jay-Z, Nas, Snoop Dogg, Bono, Lil Wayne, Alicia Keys. A obra é totalmente inédita, segundo Swizz Beatz.

Racionais MC’s lançam discografia completa em vinil

há 2 anos
O grupo Racionais MC’s lançará a discografia completa em vinil a partir da segunda semana de Dezembro. A pré-venda dos álbuns, já começou ontem, informou o site brasileiro UOL.