Apesar de todo o sucesso que fizeram, Kalibrados só receberam 100 dólares de direitos autorais

É inegável o protagonismo que os Kalibrados tiveram na música nacional. O grupo é um dos que mais contribuiu para o Hip Hop angolano. O facto curioso é que, apesar de todo esse sucesso, em Angola os Kalibrados apenas receberam, até hoje, o equivalente a 10 mil Kwanzas ( câmbio de então) de direitos autorais pelo seu trabalho.

É, com certeza, uma informação difícil de digerir, se olharmos para a repercussão dos álbuns Negócio Fechado e Cartas na Mesa, mas foi o que realmente aconteceu, isto segundo Vui Vui. O rapper revelou ontem à Carga que, desde 2004 até agora, o grupo só recebeu cem dólares de rendimentos autorais pelos seus trabalhos.

No auge da carreira, o grupo inscreveu-se na União Nacional dos Artistas e Compositores, onde também declarou suas obras, em 2004. Depois disso, registou-se na Sociedade Angolana de Direitos de Autores e, até hoje, dos três álbuns apenas viu cem dólares.

Entretanto, a Sadia afirma que o grupo não está registado na sociedade de gestão colectiva, e por isso não confirma esta informação. E agendou para as próximas semanas uma reunião com o artista para abordarem sobre este e outros assuntos ligados ao grupo.

Segundo OG Vuino, no fim de quatro anos após o registo das músicas, foram chamados para receberem os retroactivos. Para surpresa do grupo, no envelope havia apenas cem dólares, desde aquela data nunca mais foram convocados, por esta razão, acha interessante que a Sadia continue a desenvolver palestras, `a semelhança do que aconteceu ontem e hoje no Edificio da Extensão Universitária da Universidade Católica, para esclarecer estes e outras inquietações. OG Vuino mostrou-se disposto a dar o seu contributo para ajudar a organização.

“Houve uma altura que eles chamaram-nos para ir buscar, isto entre 2007 e 2008, chegámos lá, não havia sequer uma tabela, uma instrução, só havia uma nota de 100 dólares e de lá para cá nunca houve uma continuidade, um porquê. E isso não é só um problema dos Kalibrados, seria igual para o Sebem, Army Squad”, critica.

Contudo, as alegações de Vuino não podem visar a Sadia, diz o director da Sociedade Angolana de Direitos de Autor, porque, continua Lucioval Gama, a organização que dirige atribui 85% do valor cobrado aos artistas. Por outra, os Kalibrados não estão inscritos na Sadia, mas sim na Sociedade Portuguesa de Autores, através da editora EMI.

“Eles não estão inscritos na Sadia, infelizmente. As suas obras estão inscritas na SPA, através de uma editora que se chama EMI. Esta editora é que licenciou todas as obras dos Kalibrados e não se sabe com que acordos, entretanto Vui Vui  nas próximas semanas estará no escritório da Sadia e vamos clarificar bem este assunto”, explicou aquele director.

as cargas mais recentes

Autor de “Bad B Tá Maluco” fala do boicote no Festa da Música: “Eles ´e que foram à minha procura”

há 3 meses

Novo álbum de Matias Damásio já está disponível

há 2 anos
Trata-se de um projecto musical com seis faixas nos estilos Semba, Kizomba e Pop com participações de Filho do Zua, Aina Quach e Puto Português. Está oficialmente disponível desde ontem nas plataformas digitais.

As 10 músicas para ouvir na quadra natalícia

há 9 meses
Destaque para o projecto “Boa Onda” (Angola), Anselmo Ralph (Angola) e Mariah Carey, a cantora mais procurada neste período, com sucessos como “All I Want For Christmas Is You” e “Holy Night”, tendo gravado, a semelhança de Celine Dion, álbuns de natal.

Joãozinho Morgado diz que o Semba está a “morrer”

há 2 anos
O percussionista Joãozinho Morgado afirmou que o género musical Semba, de origem angolana, está a “morrer”, pelo facto das instituições responsáveis não velarem pela sua manutenção.

Sean Penn desembarca na Ucrânia para filmar documentário sobre ataque de forças de Putin

há 7 meses
Em meio à guerra, o actor e director rumou para o país do Leste Europeu para gravar um documentário sobre a invasão russa, segundo uma nota publicada pelo gabinete do primeiro-ministro ucraniano, Volodymyr Zelensky, no Facebook.

Emicida: “socar nazista não é crime, é um dever humanitário”

há 1 ano
A mensagen partilhada pelo rapper parece-se mais a ironia, entretanto, está a gerar interpretações diversas, já que socar é mesmo que dizer bater.

Ciclo de aulas sobre historiografia africana é adiado para Dezembro

há 2 anos
Com início agendado para o mês em curso, o ciclo de aulas direccionado para amantes da Cultura Africana, pesquisadores, autodidactas, estudantes e até professores, tem agora uma nova agenda para o próximo mês.

Pedrito comemora meio século de carreira com sabor a despedida

há 2 anos
O músico Pedrito começou ontem a caminhada para a despedida dos palcos, com um concerto no projecto musical “Show do Mês” onde viajou pelos 50 anos de carreira.

Young Buck pede ajuda financeira aos fãs e é surprendido por The Game

há 2 anos
Após sair da prisão, em 2019, o ex membro da G-Unit já tinha declarado falência, mas, nos últimos dias, seus problemas financeiros agravaram-se e o rapper está a pedir ajuda aos fãs. Através da sua conta do Instagram, Young Buck vem pedindo que cada seguidor deposite 1 dólar na sua conta e foi surpreendido por The Game.

Espaço Luanda Arte participa na `African Galleries Now´e `Prizm Miami´ em simultâneo

há 2 anos
A galeria ELA- Luanda Espaço Arte representa Angola em duas feiras internacionais de arte, nomeadamente: a `African Galleries Now´/´Galerias Africanas Agora´, que teve início hoje e a `Prizm Miami´, uma feira de arte online com base física em Miami, a ter início no próximo dia 30 de Novembro.

Concerto em alusão ao Dia Internacional do Jazz é transmitido hoje na TPA2

há 2 anos
O crítico e divulgador Jerónimo Belo, apresentador do programa “Clube de Jazz”, fez saber que o Canal 2 da Televisão Pública de Angola (TPA), vai honrar a data com um programa especial, que será emitido hoje, às 21h30, com a participação da banda angolana “AngoJazz”.

Dog Murras desmente saída da TV Zimbo

há 2 anos

‘Há Jazz no Museu’ hoje com Gari Sinedima

há 12 meses
A encabeçar o cartaz de hoje, Gari Sinedima sobe ao palco do pátio do Museu Nacional de Antropologia, para um concerto de voz, violão e instrumentos de sopros.

Somos Angola Somos Cultura: Jomo Fortunato reitera que o Palácio de Ferro está aberto a propostas culturais

há 1 ano
Numa altura em que a ala artística insurgia-se contra as medidas restritivas face à Covid-19, o Ministro da Cultura, Turismo e Ambiente, Jomo Fortunato, afirmou em entrevista ao Jornal da Zimbo que será inaugurado o Projecto `Somos Angola Somos Cultura´, justamente para ajudar a minimizar as dificuldades do sector cultural.

Escritora Fátima Sampaio Fernandes será homenageada em Recital de Poesia na Fundação Arte e Cultura

há 11 meses
O projecto Noites de Poesia vai nesta quarta-feira, dia 27 de Outubro de 2021, pelas 18 horas, no Auditório Wyza Anfiteatro, homenagear a escritora Fátima Sampaio Fernandes, com recitais de poesia, música ao vivo e teatro.

Wanessa Camargo revela que tem um grupo no WhatssApp com o pai para compor

há 2 anos
A declaração veio a propósito do lançamento de um novo trabalho, um EP com músicas inéditas, “Fragmentos Parte 1”, que chega hoje às plataformas online de streaming e que conta com o toque qualitativo de Zezé Di Camargo.