Apesar do sucesso, nenhum músico angolano integra a lista dos 20 mais ricos de África

Apesar do sucesso que os músicos angolanos têm feito além-fronteiras, nenhum deles consta dos vinte mais ricos de África, de acordo com a Forbes.

A selecta lista possui cinco diferentes nacionalidades e é dominada pelos nigerianos, com 13 artistas, e liderada pelo senegalês Youssu N’dour, que acumula um património líquido de 145 milhões de dólares, seguido pelo seu compatriota Akon.

Em terceiro lugar, está o conhecido deejay sul-africano Black Coffee, os nigerianos Davido e Wizkid completam o top cinco, com 21 e 20 milhões de dólares respectivamente.

Embora Anselmo tenha girado a Europa, nos últimos anos,  Damásio e C4 tivessem feito vários shows pelo mundo e músicos como Bonga tenham partilhado palcos com Youssu N’dour, nenhum deles integra a lista dos 20 músicos mais ricos de África.

A publicação da Forbes baseia-se em factores como popularidade, shows, número de CD vendidos, número de visualizações no youtube, investimentos privados, influência, presença nos media social entre outros.

Angola esteve melhor em 2013, com Anselmo Ralph a assumir a sétima das 10 posições, com um património proveniente de contratos milionários, vendas de CD, shows, presenca nas media, etc.

O facto de o talentoso cantor, compositor, percussionista, actor, empresário, político e também embaixador da cultura do Senegal, Youssu N’dour, aparecer em primeiro lugar da lista não deve ser motivo de questionamentos, mas a pergunta que muitos gostavam de ver respondida é a seguinte:

A ausência de angolanos é porque não têm dinheiro ou não há como avaliar seus patrimónios?

Veja a posicão dos músicos mais ricos da África em 2021:

1-Youssu N’dour $ 145 milhões( Senegal)

2-Akon $ 80m (Senegal)

3-Black Coffee $ 60m ( África do Sul)

4-Wizkid $ 21m (Nigéria)

5-Davido $ 20m (Nigéria)

6-Don jassy $ 18m (Nigéria)

7-Burnaboy $ 17m (Nigéria)

8-2Baba $ 16,5 milhões (Nigéria)

9-Rudeboy $ 16m (Nigéria)

10-Timaya $ 12m (Nigéria)

11-Olamide $ 12m (Nigéria)

12-Phyno $ 11m (Nigéria)

13-Dbanj $ 11m (Nigéria)

14-MR P $ 11m (Nigéria)

15-Akothee $ 10m ( Quénia) 

16-Sarkodie $ 9m (Gana)

17-Banky W $ 9m (Nigéria)

18- Vinho Bobby $ 8 milhões

19-MI $ 8m (Nigéria)

20-Jidenna $ 7m (Nigéria).

as cargas mais recentes

BET Awards prevê retorno ao vivo apenas com público vacinado

há 4 semanas
A lista dos nomeados ao galardão foi tornada pública hoje, com Megan Thee Stallion e DaBaby a lideram as indicações, com sete cada. Em seguida, Cardi B e Drake, com cinco para cada.

Funge do Show do Mês junta “showistas” em ambiente familiar

há 1 ano

Escritores angolanos assinam carta de protesto contra o racismo

há 1 ano
Os escritores angolanos Pepetela, José Eduardo Agualusa, José Luís Mendonça, Ondjaki, Adriano Mixingue e Abreu Paxe subscreveram uma nota de protesto contra as acções racistas registadas em várias partes do mundo, em particular nos Estados Unidos da América.

Matias Damásio apresenta novo álbum no dia da Independência

há 8 meses
O CD será apresentado na plataforma “Kison”, da Unitel, no mesmo dia em que o país vai comemorar 45 anos de independência.

Burna Boy torna-se o 1° africano a ter três albuns com 100 milhões de streams

há 1 mês
Um músico que continua a crescer e a justificar suas atribuições como as dos Grammy Awards. Damini Ebunoluwa Ogulum, ou simplesmente Burna Boy voltou a fazer história como o primeiro artista africano a atingir mais de 100 milhões de streams no Spotify, com três álbuns seguidos.

Licenciado Em Conteúdos lembra batalha histórica de Waterloo em novo álbum

há 7 meses
O álbum é uma colectânea de 10 músicas e foi produzido pela Congo Records. Estará disponível no próximo dia 18 de Dezembro, e traz vozes de Agos Nocivo e Anjo Vares, e é uma exaltação do”rap consciente”

Young Thug diz que Jay-Z teria dificuldades em apresentar 30 hits num show ao vivo

há 6 meses
No seu registo fonográfico conta nove álbuns, sendo So Much Fan, lançado no ano passado, o mais recente. Ao contrário de Jay-Z que possui 15 álbuns publicados, sem contar com outros registos. Mas Thug afirma que JAY-Z não tem 30 canções que o público conseguiria imitar palavra por palavra num espectáculo ao vivo.

Novo álbum de Paulo Flores será lançado no dia 30 deste mês

há 2 meses
“Independência” é um retrato sobre tudo o que o músico viu e sentiu. É a construção do ser de Paulo Flores. É sobre “tudo o que perdeu e tudo o que a perda gerou”.

Morreu ‘Bang’ produtor moçambicano

há 5 meses
Morreu esta manhã (segunda-feira), vítima de doença, o empresário e produtor de eventos moçambicano Adelson Mourinho “Bang”, esposo da cantora Lizha James.

Kanda: Entre os mais ouvidos do Top Nacional

há 9 meses
A música `Pardon´ da autoria de Kanda, tem marcado “presença” constante no Top Nacional, cuja divulgação é feita pela Carga Magazine. Trata-se de um Top gerado pelo sistema da Sadia que faz monitoramento de 120 milhões de músicas, sistema este que reconhece uma música a cada 2 segundos e abrange todas as rádios de Angola.

Kid MC: “Os unders têm de deixar a mania de odiar, quando alguém no seu circuito atinge certo nível”

há 9 meses
Os rappers precisam ser mais justos. Os unders têm de deixar a mania de, quando alguém no seu circuito atinge certo nível odiá-lo.

Covid-19: Espectáculos experimentais de música em Portugal poderá arrancar em Abril

há 4 meses

MV Bill retrata a própria trajectória em livro

há 11 meses
A Lenda do movimento hip hop brasileiro, MV Bill promete transformar as próprias experiências e pensamentos em livro. Tendo há algum tempo anunciado obra, tudo indica que o rapper está próximo de compartilhá-la com o mundo. A mesma obra vai ainda discorrer sobre figuras como Faustão, Lula, Chorão, “Estilo Vagabundo” e mais

Boss Alírio traz novo EP com participações surpreendentes

há 1 ano
Dois anos depois do lançamento do Focado Vol.2, Boss Alírio regressa à arena musical com novo EP. A terceira obra do rapper contém 12 faixas musicais e conta com participações inéditas.

Kendrick Lamar assina mega contrato com a Universal Music Publishing Group

há 8 meses
Segundo conta o Hot New Hip Hop, o músico assinou um acordo global com a Universal Music Publishing Group, o que pode indicar um movimento na direcção da chegada do álbum.

Músicos brasileiros expulsos das Forças Armadas por causa das mensagens das suas letras

há 5 meses
O Ministério da Defesa do Brasil expulsou dois rappers da corporação. Big Bllakk, tido como uma das vozes promissoras do rap brasileiro, e Patriick, da Facção Poética, foram expulsos das Forças Armadas por causa das mensagens das suas letras.