Arquivo Mestre: Primeira exposição individual de Januário Jano está patente em Frankfurt e pode ser vista até Agosto

Patente desde o passado dia 18 de Maio, `Arquivo Mestre´ é a primeira exposição individual do artista Januário Jano na Alemanha, em exibição na galeria JeanClaude Maier em Frankfurt até ao dia 14 de Agosto.

Especialmente produzidas para a exposição, as obras oferecem uma experiência estética marcante, ao mesmo tempo que convidam a uma exploração mais profunda, com trabalhos que incluem instalação sonora, vídeo, têxteis, esculturas e fotografias que abordam o processo de construção e desconstrução do arquivo, memória e identidade.



Cada olhar, cada audição promete uma nova descoberta, outra pista para algo anteriormente escondido: o chilro dos pássaros saúda os visitantes dentro da exposição. Não há animais vivos, mas as gravações sonoras de espécies longínquas emanam através altifalantes. Para a instalação sonora Dusky Dorky – À Procura de Dodo, Jano mergulhou no arquivo de sons do Museu Britânico em Londres, conhecido pelas suas extensas colecções de artigos coloniais deslocados.

A deformação torna-se uma voz fantasmagórica que fala de tempos passados, um “Kazumbi”, um espírito de outro mundo, como no sistema de crenças tradicional do Ambundu. No museu, os chamamentos das aves tornam-se material de arquivo: documentado, inventariado, retirado à força do seu ambiente natural. “Kazumbi” é também o título da obra vídeo exposta.

Jano move-se nos ecrãs para sons respiratórios rítmicos, como se fosse apanhado por uma força estranha. Ele usa um vestido branco, que as suas avós também poderiam ter usado nos tempos coloniais. Não um traje tradicional, mas sim um à moda dos governantes coloniais, reminescente também de traje clerical.

A roupa do homem branco, da mulher branca, foi um primeiro passo no processo de assimilação cultural, um passo longe da própria narrativa, da memória colectiva, longe da “Mponda”, como são chamados os sacos de algodão em forma de cinto, nos quais as mulheres Ambundu preservavam as suas histórias.

As obras têxteis de Jano parecem ser uma expansão do próprio espaço: comprimentos de tecido, bolsos, estampados, formas e fotografias, costuras e fios coloridos formam um “Mponda” invertido. Sem narrativa linear, mas sim memória à medida que funciona: enredada, saltando, arrastando, meandros, repentinamente, mudando constantemente com a sobreposição de outras narrativas.

Com o `Arquivo Mestre´ , a Galeria Jean-Claude Maier contribui para os debates actuais sobre memória, privilégio de interpretação, multi-perspectiva e identidade cultural. Como o Norte Global pode viver sua responsabilidade nos tempos pós-coloniais? Até que ponto o colonialismo ainda afeta as interações globais hoje? Como pode uma coexistência no nível dos olhos se tornar concebível? Os trabalhos fotográficos de Jano revelam vestígios de violência colonial.

As cruzes cristãs serviram os conquistadores como marcadores do trabalho missionário bem sucedido, ou seja, também o deslocamento de práticas culturais, tradições e artesanato indígenas. Na Praça De Escravos as pessoas foram escravizadas sob a cruz.

“Not Stolen Goods” é uma instalação em seis partes, constituída por caixas de transporte e fotografias mostrando objectos de Angola que foram saqueados durante a época colonial, e que se encontram hoje em dia nos museus europeus. Foram transportados em tais caixotes? Serão devolvidos nestas mesmas caixas, ou será que apenas a sua documentação fotográfica, o seu pseudónimo digital, permanece?

Estima-se que mais de 80% do património cultural africano é conservado em museus e colecções privadas fora do continente. Uma geração jovem de europeus, descendentes de origem africana, está cada vez mais a levantar questões, entre outras, sobre uma identidade cultural partilhada para além da alienação e da cultura do domínio branco.

Através de obras artísticas, mitos e histórias dos seus antepassados são reavivados e fundidos com a vida quotidiana contemporânea, criando novas realidades híbridas que já não podem ser divididas num aqui e num ali.

A exposição`Arquivo Mestre´ tem o apoio da Fundação Stiftung Kunstfonds através do programa NeuStart Kultur.

as cargas mais recentes

Filho de Trump difunde fotografia manipulada de Ice Cube e 50 Cent

há 11 meses
Uma foto dos músicos Ice Cube e 50 Cent, com chapéus em que aparecem a apoiar Donald Trump, circulou terça-feira nas redes sociais, alimentada, em parte, pela sua redistribuição no Twitter pelo filho do candidato republicano.

Flagelo Urbano grava videoclipes pela primeira vez em 25 anos de “estrada”

há 2 anos
A ultimar os arranjos do sucessor do EP `De Sião a Medina´, o rapper tenciona trazer um CD mais afrocentrado, profundo e “pluriversalista”.

Sandocan promete show memorável

há 1 ano
Com um reportório de cerca de 50 músicas, Army Squad e Kalibrados realizam sábado o primeiro show solidário de Rap, no período “Covid-19″.

Prémio Nobel da Literatura 2020 atribuído a poetisa Louise Glück

há 12 meses
Louise Glück é uma poetisa norte-americana de 77 anos conhecida pela sua “voz poética e com beleza austera, que manifestam a “existência individual universal”, em temas de infância e vida familiar ou as relações de estreia entre pais e irmãos.

Músicas de artistas vinculados a Universal Music Group passam a ser ouvidas no Tik Tok

há 7 meses

Artistas já consagrados são desafiados no BAI Dança Com Ritmo

há 2 meses
Uma das apostas do BAI Dança com Ritmo foi desafiar figuras públicas a mostrarem o seu talento na arte da Dança. Seis nomes foram escolhidos para integrar o quadro: Neide Sofia, Kelly Silva, Paul G, DJ Leo Cris e o Chef Ricardo Helton foram os seleccionados para a grande missão, provar-se o Famoso melhor dançante do país.

Ministra da Cultura de Portugal quer acabar com concertos online grátis

há 1 ano
A titular da pasta da Cultura de Portugal, Graça Fonseca, manifestou-se contra os concertos gratuitos nas redes sociais, ou até mesmo em varandas e defendeu que o trabalho na cultura deve ser pago.

AMA – Yola Semedo diz que não merece estar entre os nomeados

há 1 ano
Yola Semedo afirmou que este ano (2020) não se revê profissionalmente nas nomeações do Angola Music Award, pelo facto de não ter se empenhado o suficiente.

Majoskill, a voz da esperança do Rap das ruas

há 1 ano
Majoskill vem do Morro Bento, em Luanda. O rapper está no movimento há cinco anos e é apontado como o representante da cultura Hip Hop do seu distrito. Tem duas mixtapes publicadas e apresentou à Carga o seu ambicioso projecto musical para os próximos meses.

Young Buck está de volta com EP “40 Days & 40 Nights”

há 3 meses
Após enfrentar uma fase extensiva de adversidades, Young Buck revela-se cada vez mais determinado a dar o seu melhor enquanto artista. Nos referimos ao lançamento da nova EP, distribuído sob o selo Cashville Records, composto por 7 faixas musicais, e participações de Oskie e Tray8.

É oficial: Messi anuncia que vai continuar no Barcelona

há 1 ano
O astro argentino acaba de anunciar que vai continuar no clube catalão até o fim do contrato. “Eu tinha a certeza que estava livre para sair, o presidente sempre disse que no fim da temporada podia decidir sair ou ficar”.

Michael B. Jordan é taxado como primeiro Super-Homem negro da história

há 2 meses
Aumentam cada vez mais os rumores sobre a possível estreia do actor no papel de Super-Homem, numa série da HBO Max, centrada no personagem Val-Zod: o segundo personagem a assumir o manto de Superman na era New 52 da DC.

É oficial, Salú Gonçalves é a nova cara do Ecos & Factos e Dog Murras assume o Fala Angola

há 1 ano

Diff volta a badalar o Rap Game com “Génio”

há 10 meses
Diff regressou no passado dia 16 de Agosto com o EP “Deixo Cair”, dez anos depois de se ausentar do Rap Game. Ontem, colocou mais uma faixa musical no mercado.

Documentário `Reino do Kongo: Em busca do reino destruído´ já cumpre agenda internacional

há 2 meses
Após a exitosa estreia em Luanda, o documentário `Reino do Kongo: Em busca do reino destruído´ segue viagem para o Reino Unido, França, Bélgica, Brasil, Argentina, Estados Unidos, Canadá e Caraíbas.

Hoje é o dia da rádio. Qual é a música que só te cuia ouvir na rádio?

há 7 meses