Artistas defendem que, se não existe um mercado de música Gospel em Angola é por causa dos que diziam “vender música Gospel é vender a Palavra de Deus”

Apesar de as estatísticas apontarem para 80 por cento o número de pessoas cristãs no país, dificilmente os artistas gospel conseguem vender 5 mil cópias, um problema atribuído à fraca cultura musical dos crentes, por um lado, e por causa da falta de educação musical dos angolanos, consideraram, os fazedores do estilo, numa recentemente entrevista à Carga.

A evolução que o Gospel conheceu, em termos rítmicos e na mensagem, nos últimos tempos, quase ou não se traduziu no tipo de produto que este género é hoje em Angola, por conta dos próprios cristãos, que, muitas vezes, consideravam mercantilistas cantores como Dodó Miranda, criticando que vender discos de música gospel é o mesmo que comercializar a “Palavra de Deus”.

“ Antes a música gospel só se fazia na igreja e isso fez com que nós atrasássemos o percurso e a evolução do gospel”, afirma Kark, para quem pastores, bispos, reverendos e outros responsáveis das igrejas devem ajudar na campanha para a mudança de mentalidade dos crentes, porque mudança tem que partir onde começou o problema, na igreja.

No entanto, Dodó Miranda, Irmã Cubana, Kark e o produtor de evento Michael reconhecem que o Gospel em Angola está num nível aceitável, porque hoje já não são só os cristãos que ouvem este estilo de música.

Agora, o passo a seguir será levar o gospel angolano para o estrangeiro. Antes disso, deve-se preparar algo que já teria sido feito, se houvesse no princípio mais pessoas com a visão e mentalidade de Dodó Miranda.

O músico levou o gospel para fora da igreja e procurava, há anos, transformar o estilo num produto cultural e rentável.“Se existissem mais pessoas com a visão e a mentalidade de Dodó Miranda, já teríamos hoje um mercado de música gospel bem mais aceitável”, afirma Kark, uma afirmação partilhada pelos artistas na entrevista abaixo:

Artistas defendem que, se não existe um mercado de música Gospel em Angola é por causa dos que diziam “vender música Gospel é vender a Palavra de Deus”
Clique aqui para ter acesso a entrevista

as cargas mais recentes

Lendária peça teatral `Hotel Komarka´ celebra 15 anos com ciclo de apresentações

há 1 ano

Por onde anda o Queima Bilha?

há 2 anos
A concorrência com Sebem obrigou os dois Kuduristas a esmerarem-se, trazendo sucessos atrás de sucessos. No entanto, Queima Bilha ficou pelo caminho, “desaparecendo do mapa” musical sem deixar rastos.

Gorillaz lançam ‘How Far?’, single em homenagem à Tony Allen

há 2 anos

Davido lança novo álbum com Chris Brown, Nas, Nicki Minaj e Young Thug

há 2 anos
Intitulado “A Better Time”, o album é tipicamente africano e predomina o Afropop e Afrobeat. Com 17 faixas musicais, já está disponível e traz, entre outras, vozes de Chris Brown, Nicki Minaj, Nas, Young Thug e Lil Baby.

Totó regressa ao Show do Mês

há 1 ano
O músico Totó St será a próxima atração do Show do Mês Live, agendado para sábado (21), com transmissão na TPA 2 e Internacional, além da página da Nova Energia no Youtube. A primeira vez que Totó esteve no Show do Mês foi na quarta temporada, ainda no Royal Plaza.

A partir de agora artistas e autores angolanos já podem ganhar com Tik Tok, Spotify, Apple Music ou BoomPlay

há 12 meses
A monetização dos direitos autorais para compositores, artistas, autores e publisher angolanos resulta de um acordo rubricado no mês de Maio entre a SADIA e as respectivas plataformas digitais de streaming.

Música angolana volta a registar mais uma morte: Adeus Inó Gonçalves!

há 1 ano
Inó Gonçalves pertenceu aos Kituxi, um dos agrupamentos musicais mais internacionais do país. Foi percussionista e tocava tambor solo. O músico morreu após sofrer um ataque cardíaco.

SSP: O grupo de Rap nacional mais ouvido actualmente

há 2 anos
Dados fornecidos pela Sadia, indicam que o grupo SSP são os artistas mais ouvidos, desde o dia 21 de Setembro, no `Top Nacional´ -−divulgado pela Carga Magazine−. A par desta “colocação”, são também os primeiros artistas do estilo Rap a entrar na lista de preferência dos ouvintes, de todas as rádios nacionais.

Nankhova: “No meu ranking sou um músico a seguir, um exemplo bom para a música nacional”

há 1 ano
Nankhova é um artista que dispensa apresentações, nos croquis de moda impressiona com o seu Je ne sois quoi e nas pautas musicais pretende transmitir a sua alma que é gerida pelo seu “grande Deus”.

Taylor Swift volta a liderar top de álbuns

há 1 ano
Pela terceira semana, não consecutiva, Taylor Swift voltou a encabeçar o top de álbuns dos EUA. Foram vendidas mais 56 mil cópias do trabalho, sendo 16 mil nos formatos tradicionais. “Whole Lotta Red” de Playboi Carti que, há sete dias, estava no topo, caiu para a quinta posição.

Method Man e Redman protagonizam battle épico ao som de DJ Scratch

há 1 ano
Os rappers da Costa Leste prometeram não se e apresentar uma batalha diferentes das anteriores, e assim o fizeram, para a organização do Verzuz, “foi uma noite especial para o Hip Hop”.

Renata Torres leva monólogo ‘Parto Rosa’ ao festival Mindelact

há 6 meses
Numa breve conversa com a Carga Magazine, a autora fala sobre os ganhos deste intercâmbio, bem como os novos caminhos que este projecto vai tomar em breve.

BET Awards 2020 acontece online

há 2 anos
De acordo com a Revista Variety, a BET celebrará o 20º aniversário da premiação no dia 28 de Junho, por meio de “uma variedade de técnicas inovadoras e conteúdo gerado por artistas”.

Razões e Rimas: O super Herói de Todos os Tempos

há 11 meses
A EP é da autoria do também integrante do lendário grupo “New Joint”, Kamané Kamas, que tem vindo a dar cartas dentro do movimento hip hop lusófono, assumindo a posição de um dos mais influentes da actualidade de moçambique.

DJ Pelé abre espaço de eternização do “período dourado do Hip Hop”

há 6 meses
O espaço dedicado à “era dourada da música Rap e R&B” acontece no Bar Django, adjacente à Administração do distrito da Samba, em Luanda, e reúne quinzenalmente Dj’s, que, em obediência a uma selecta lista de reproduções eternizam memórias do Hip Hop.

Yuri da Cunha “mostra” como combinar a música às palavras

há 1 ano
Em véspera do desfecho das homenagens a Teta Lando, que acontece já este sábado (1 de Maio), Yuri da Cunha protagoniza, esta quarta-feira, em Luanda, um concerto para mostrar ao público como a música, palavra e o artista se combinam.