Atrás dos holofotes L´Edge desenha carreira de sucesso

L´Edge canta Rap é conhecido por transportar nos versos os desejos e aspirações da juventude. Está neste momento em estúdio a cozinhar a sua primeira obra oficial, que será publicada já no próximo mês. O jovem de 27 anos é daqueles que, em nome da arte, tiveram de abdicar-se de tudo para seguir o sonho de se tornar numa das maiores referências do Hip Hop e deixa as primeiras impressões de uma carreira que teve como fonte de inspiração Abdiel, Xtremo Signo, Valete, Travis Scot, Drake e Eminem.

Em que momento a música começa a ganhar espaço na sua vida?

Há três ou quatro anos. Digo há três ou quatro anos, porque foi o momento em que a música começou a ganhar muito mais espaço na minha vida, antes disso já cantava.

Como é que se define artisticamente?

Sinceramente, acho que não tenho muito a dizer acerca. Não costumo a fazer self analysis da minha personalidade artística. Mas, me colocando na 3.ª pessoa, diria que L’Edge é um artista de quem nunca se sabe ao certo o que esperar; é um personagem que ganhou vida e agora existe, mas ainda é uma incógnita.

Como é que está a ser o início da carreira?

Está a ser fixe! Tive a sorte de começar a minha carreira profissional com uma equipa que se tem mostrado muito competente, a MP3 Lab. Temos obtido feedback positivo de todos o que consomem o meu produto. Tudo indica que pode haver uma explosão a qualquer instante

Atrás dos holofotes L´Edge desenha carreira de sucesso

Quer nos fazer entender este está fixe?

Porque já produzi uma mixtape, dois EPs e um álbum digital… Ou talvez mais, já fiz lançamentos que já nem consigo me lembrar.

Que assuntos normalmente explora nos seus temas?

Canto sobre tudo. Atendendo o meu estado de espírito, falo sobre lifestyle, trago temas sobre Deus, relações amorosas, problemas sociais, enfim.

O que preparou para este ano?

Estou prestes a apresentar o segundo EP com o selo da produtora. O primeiro foi o EP W4MT (Waiting 4 My Time) este será ”Legião II” previsto para dia 7 de Setembro.

De que é feito o Legião II?

Este EP é feito de “Rap duro”, R&B, Dance Hall e pode surgir mais qualquer coisa dado ao facto de que o projecto ainda não está 100% concluído. Já temos a participação de Vanda Mãe Grande e, provavelmente, também teremos o Xtremo Signo.

Qual é o seu diferencial?

Atrás dos holofotes L´Edge desenha carreira de sucesso

Trago uma musicalidade abstrata e canto principalmente para os jovens da minha faixa etária. Eu não tenho pretensão de ser visto apenas como um rapper. Sou artista. É desta forma que eu quero que as pessoas me classifiquem. Porque a minha música é mais sentimento que técnica, e os da minha faixa etária são os que melhor poderão entender os meus feelings.

Como nasce a decisão de cantar profissionalmente?

Se existe um Chris Brown, um Anselmo Ralph, e tantos outros, pode também existir um L’Edge. Tive outros ofícios, mas isso é o que faço melhor, então é justo que seja nisso que eu queira singrar.

O que pretende com a música? 

Alcançar o mais alto nível possível. Vou até onde ela me levar, mas espero que isso inclua conhecer outros países, conhecer pessoalmente os músicos que admiro e proporcionar à minha família tudo o que ela ainda não teve.

Depois do Legião II, qual será o próximo passo?

Não sei, ainda não sentamos para falar acerca disso, mas de certeza que sairá alguma coisa, porque eu estou sempre a trabalhar.

Sabe que o mercado está cada vez mais pequeno. Dia após dia surgem artistas, que vão ocupando o pouco público que há.  Como fará para se impor?

Já tenho alguns fãs (risos), então vou duplicar, ou se possível triplicar a produtividade para alcançá-los a todos.

Qual é o seu maior sonho?

Tenho vários, todos grandes, mas dentre eles, se destaca o fim do racismo no mundo.

as cargas mais recentes

Familiares de Pablo Escobar processam rapper 2 Chainz

há 7 meses
Os familiares de Pablo Escobar abriram um processo crime contra os restaurantes do rapper 2 Chainz localizados em Atlanta. A batalha judicial obriga o músico à indemnização de 10 milhões de dólares e proíbe-o de usar o nome do ex-barão da droga.

Killuanji: “Os fazedores do Rap gospel em Angola andam distraídos e tornam o estilo frágil e fraco ao ponto de ninguém os ouvir”

há 5 meses
Lançou recentemente o EP Apocrypha e embora esteja na música há mais de uma década, Killuanji considera que agora sim, a sua carreira começou. O rapper que faz da crença o seu sacerdócio assume-se como o “novo rosto do Rap Gospel em Angola”, e garante que chegou para dar uma lufada de ar fresco ao estilo.

Verzuz Battle é adiado após Ashanti testar positivo para Covid-19

há 1 mês
Inicialmente marcada para o dia 12 de Dezembro, o frente a frente foi remarcado para o próximo dia 9 de Janeiro de 2021, após Ashanti, anunciar horas antes, que testou positivo a Covid-19.

Januário Jano convidado para a curadoria da exposição colectiva “London Grads Now”

há 5 meses

Lil Wayne disponibiliza terceira mixtape da saga `No Ceilings´

há 2 meses
Para Lil Wayne, `No Ceilings 3´ veio ressuscitar a cenas das mixtapes, que parecia já ser uma arte em extinção e, sendo um dos pioneiros, achou oportuno reoxigenar, uma vez que considera que a mesma ter um papel importante no apogeu da sua carreira.

Rihanna é “coroada” a cantora mais rica do Reino Unido

há 8 meses
A artista entra na categoria `Rich Times´ do Sunday Times, ocupando a 3ª posição com uma fortuna equivalente a 326 biliões de Kwanzas, acima de Adele, Ed Sheeran e Mick Jagger.

Invisíveis: “O que nos caracteriza é um Rap sem preocupação com os holofotes”

há 7 meses
Lançaram ontem o álbum `O Culto´, uma obra no verdadeiro sentido da palavra, que além de quebrar o silêncio de 8 anos, é uma viagem às origens do Hip Hop e um compromisso com o “abandonado” Boom Bap.

Gun N’Roses desafia Coronavírus com concerto de Massa

há 10 meses

“Tá a bater” volta às telas amanhã

há 9 meses
Após um interregno em virtude do actual estado de emergência, o “Tá a barter” estreia, a partir deste fim-de-semana, uma nova temporada que será marcada por duas horas de emissão, em directo, e com novas rubricas.

PLASTICIDADES Anti-Covid-19: Exposição em homenagem a Paulo Jazz pode ser vista até ao dia 31

há 1 dia
A exposição que memora a vida e obra de Paulo Jazz, foi inaugurada no passado dia 4 de Janeiro e insere-se nas celebrações do Dia da Cultura.

Profissionais e Produtores de Eventos & Cultura já têm entidade reguladora

há 6 meses
Num exclusivo à Carga, o Porta-voz do projecto, Kizua Gourgel, esclareceu o que é necessário para fazer parte, como surge, e para onde vai a iniciativa em meio a crise pandémica.

Yola Araújo e LS Republicano rompem contrato por alegada “incompatibilidade”

há 3 meses
Depois de pouco mais de 10 anos de trabalhos, a cantora deixa de pertencer a LS Republicano, por causa de “incompatibilidades”.

Cantor angolano Gelson Castro convence autora do sucesso “Jerusalema”

há 10 meses
A cantora sul-africana Nomcebo Zukedi, autora do sucesso “Jerusalema”, postou no seu estado no instagram, dois vídeos do músico angolano Gelson Castro, cantando a sua música.

Um novo talento no nível dos “grandes” do Ghetto Zouk nacional

há 4 dias
Carlos Ernesto é dos poucos talentos que já não tem muito para provar. A forma como impõe sua voz nos instrumentais, leva-nos a pensar que está há vários anos na música, mas ainda é novo no mercado.

Globo aposta na união de estilos musicais de Angola e do Brasil na nova campanha de comunicação

há 6 meses
Há sensivelmente um mês, a Globo pôs a circular nos meios de comunicação locais, a campanha ‘Emoção Globo’. O objectivo é aproximar, cada vez mais, os talentos e produtos Globo ao público angolano com mensagens que lembrem personagens icónicas das novelas e programas de entretenimento e informação.

Conheça Jomo Fortunato, o novo Ministro da Cultura, Turismo e Ambiente

há 3 meses
O recém-nomeado Ministro da Cultura, Turismo e Ambiente é um homem de cultura, historiador da Música Popular Angolana, professor, cronista do Jornal de Angola e organizador da Feira do Livro e do Disco de Luanda.