Avanços e recuos da cultura nacional em 45 anos de Independência

A cultura é a expressão sublime da essência de  um povo manifestadas através da língua, música, dança, pintura, literatura ou teatro. Em Angola, o sector musical é o que mais cresce, seguido das artes cénicas.

Diferente dos tempos actuais, a música sempre desempenhou papel contestatário na luta contra opressão colonial, mas tinha menos impacto que a literatura, pois, foi desta que originou a primeira organização cultural angolana “Movimento dos Novos Intelectuais Angolanos”, fundado em 1948 e liderado por Viriato da Cruz e Mário António.

Tal como em outros países, em Angola, a música é a disciplina artística que mais atrai adeptos. Dados da Sadia, apontam, por exemplo, que dos 36 mil 450 artistas inscritos em três meses, mais de 90 por cento estão ligados à música, seguido pelas artes cénicas.

Passados 45 anos depois da independência, no país continuam-se as tentativas de se criar uma indústria musical, embora não se tenha dúvidas de que o sector é o que mais gera emprego. Além de músicos, cantores, compositores, dançarinos e técnicos de som, a expressa artística acolhe engenheiros, comunicólogos e relações públicas.

Sendo produto cultural, a Declaração Universal dos Direitos Humanos ( 27º), em concordância com os artigos 43º e 87º da Constituição da República, confere ao indivíduo a liberdade de criação intelectual, artística, valorização e preservação da sua identidade cultural.

Desde o seu surgimento, em 1947, com Liceu Vieira Dias, o Semba continua a ser o estilo com maior destaque seguindo-se o Kizomba, mas é o Rap o que mais atrai adeptos.

Descartável ou não, a música ainda é vista como o maior receptáculo, a principal arma de defesa dos oprimidos e a demonstração das aspirações dos angolanos.

as cargas mais recentes

Livro “O bolseiro- Desafios pós formação” chega às bancas no 1ª Trimestre de 2021

há 1 ano

Zap transmite mega espectáculo solidário

há 2 anos
Este sábado, 25 de Abril, a Zap vai levar todas as emoções do mega espectáculo solidário, que moveu o mundo inteiro e arrecadou cerca de 128 milhões de dólares para ajudar a OMS a combater o Covid-19.

Fãs revoltados com Madonna por causa de uma fotografia

há 2 anos
Após o lançamento de “Madame X” (2019), a “Rainha do Pop” teve várias aparições. Há alguns meses, Madonna esteve em silêncio devido à pandemia do Covid-19. Esta segunda-feira, a autora de “Papa Don’t Preach” voltou a aparecer e causou revolta a alguns internauras, tudo por causa de uma fotografia em topless.

Pioneira do Ballet Tradicional Kilandukilu recua na sua decisão de desistência após homenagem do Duetos N´Avenida

há 5 meses
Trata-se de um dos nomes que representa o baluarte da dança nacional, Ana Maria Vieira Dias, que em dupla com o irmão Maneco Vieira Dias, está na vanguarda do Kilandukilu há mais de 35 anos, pelos quais, foram homenageados na última edição dos Duetos N´Avenida.

Cleyton M começa 2021 “Em Outra Dimensão”

há 1 ano
O cantor encerrou o 2020 com “To a Rolar No G”, uma música que surge após o hit “Emagrece”. Agora, o talento da Power House abre o ano com o single “Em Outra Dimensão”.

Conheça o perfil dos apurados para a 2a Edição da Residência Artística LUUANDA

há 3 meses
A residência artística que vem desafiar os “eleitos” a trabalharem sob o tema `Fronteiras Perdidas´, de José Eduardo Agualusa, já está a decorrer em Luanda entre os dias 18 de Outubro a 1 de Novembro de 2021.

Festival de Travis Scott resulta em tragédia: oito mortos e centenas de feridos

há 3 meses

Cantor de 12 anos ganha contrato milionário por fazer a cappella durante protestos

há 2 anos
Keedron Bryant ficou conhecido por se destacar durante os protestos anti-racismo nos Estados Unidos da América. Um dia depois da morte de Floyd, o adolescente fez a cappella no Instagram de uma musica sua e, menos de três semanas, a canção gospel atingiu mais de três milhões de visualizações, obrigando a Warner Record’s a contratá-lo.

Public Enemy anuncia novo álbum

há 1 ano
A banda Public Enemy está de regresso com um novo álbum, cujo alinhamento conta com uma extensa e luxuosa lista de convidados. Com 17 faixas musicais, a obra será publicada ainda este mês.

Razões e Rimas: O super Herói de Todos os Tempos

há 7 meses
A EP é da autoria do também integrante do lendário grupo “New Joint”, Kamané Kamas, que tem vindo a dar cartas dentro do movimento hip hop lusófono, assumindo a posição de um dos mais influentes da actualidade de moçambique.

Depois de publicarem EP sobre Efeito da Força2 Extremo Signo anuncia novidades

há 2 anos
Já na semana passada, Extremo Signo & Ready Neutro disponibilizaram, para uso exclusivo no Kisom Unitel, duas faixas inéditas extraídas do álbum Efeito da Força 2. Extremo Signo anunciou hoje à Carga mais novidades para este ano.

Nélia Dias: Do Top Rádio Luanda rumo ao topo da música angolana

há 1 ano
Nélia Dias é um nome a se ter em conta no music hall nacional, por ser das poucas que conseguiu colocar o seu nome no Top Rádio Luanda com a música de estreia. A sua carreia ficou marcada por duetos com Young Double, Mona Nicastro, mas agora tem em carteira um novo projecto musical com o qual se quer lançar ao mundo.

Lendário grupo de Eminem anuncia ressurgimento

há 2 meses
O D12 é um grupo de Hip Hop formado em 1996 e liderado por Eminem. Após alcançar a fama mundial, o conjunto depareceu do mapa, e este final-de-semana, lançou um novo site e diz que veio para ficar.

Filmes da Geração 80 premiados em festivais de cinema nos Estados Unidos

há 1 ano
O filme AR CONDICIONADO e o documentário PARA LÁ DOS MEUS PASSOS acabam de ser premiados no Imagine Science Film Festival 2020 e no San Francisco Dance Film Festival 2020.

Séketxe estarão em live show esta noite

há 9 meses
Os Séketxe, grupo fenómeno do rap nacional, vai protagonizar hoje à noite um live show. Os jovens da Kuxilândia, autores dos temas “Kubeli” e “Nu Xtragó Nada”, apresentam-se em estúdio num ao “vivo” apoiado pela revista Carga e a produtora Chasing Dreams.

Ary e Anselmo Ralph celebram o amor com um espectáculo “Ao Vivo”

há 12 meses