Billy Porter vaticina que estigma do HIV seja ultrapassado e assume seropositividade

Além de acumular vários prémios como actor, Billy Porter mantém o protagonismo como cantor e já arrebatou os prémios Grammy e Emmys.

Durante uma emocionante entrevista ontem, o actor norte-americano assumiu a sua seropositividade, revelando que ficou a saber que transporta o vírus do HIV em 2007, quando foi diagnosticado pela primeira vez, e apenas decidiu tornar público agora porque, afirma, “a verdade é a cura.”

Após ter sido diagnosticado a estrela do “Pose” diz que a vergonha e o medo o levaram a manter a  doença em segredo, especialmente enquanto tentava fazer sucesso em uma indústria que considera nem sempre ser gentil para consigo.

“Eu estava tentando ter uma vida e uma carreira e não tinha certeza se conseguiria se as pessoas erradas soubessem. Seria apenas outra maneira de as pessoas discriminarem contra mim em uma profissão já discriminatória. Então, tentei pensar sobre isso o menos possível. Tentei bloqueá-lo. “

Billy Porter vaticina que estigma do HIV seja ultrapassado e assume seropositividade

Contudo, o actor de 51 anos diz que as pessoas que precisavam de saber sobre seu diagnóstico sabiam, apenas escondeu de todo mundo – até de sua mãe.

No ano passado, aprendeu muito com a quarentena e começou uma verdadeira terapia de trauma para lidar com seu passado… e isso o levou a decidir revelar sua verdade.

Antes disso, Porter disse que usou a personagem Ore, Conte – do “Pose”, um papel que lhe rendeu um Emmy – para tentar revelar o seu estado. 

Em uma emocionante entrevista, esta quarta-feira, ao Tamron Hall Billy revelou que costumava questionar por que ele foi capaz de sobreviver… e diz que sentiu que o elenco de “Pose” era um sinal de Deus.

O comediante aponta que se sente mais saudável do que nunca e tem esperança de que o estigma em torno do HIV possa se tornar uma coisa do passado.

as cargas mais recentes

Chris Martin e filho de Fela Kuti reeditam álbuns da lenda do Afrobeat

há 8 meses
Chris Martin ( Coldplay) e o multi-instrumentista e embaixador do Afrobeat, Femi Kuti, uniram-se para lançar ‘Vinyl Box # 5’ de Fela Kuti. O projecto inclui sete álbuns da lenda nigeriana e pioneiro do Afrobeat e será lançado a 10 de Dezembro.

Pharrell Williams e JAY-Z abordam desvantagens sistémicas e bloqueios intencionais aos empresários negros

há 2 anos
Intitulado “Entrepreneur”, o novo single lançado hoje discorre sobre a situação difícil que homens e mulheres negros enfrentaram nos Estados Unidos.

Precursores da coreografia Jerusalema com agenda de “ouro”

há 2 anos
O maior ganho, depois do sucesso do vídeo, foi a garantia da vice-presidência da república da criação de uma academia de dança, mas ainda sem data definida.

Músicos lamentam morte de Waldemar Bastos

há 2 anos
Várias vozes lamentaram o passamento físico de uma das principais referências da música angolana, com destaque para a reacção de outros músicos, cujos sentimentos foram manifestados nas redes sociais.

Aline Frazão fala da primeira experiência em compor para o cinema: “É muito bom poder alternar projectos”

há 2 anos
‘Ar Condicionado’ é a primeira longa-metragem de Fradique Bastos e da Produtora Geração 80 e marcará para sempre Aline Frazão. Pela primeira vez, a cantora compôs a trilha sonora de um filme e escreveu um tema para Paulo Flores.

Em dia de aniversário, Bono Vox mostra a lista das 60 músicas que “salvaram a sua vida”

há 2 anos
Bastante diversificada, a playlist feita por Bono Vox tem músicas que vão desde o som clássico de Luciano Pavarotti e Frank Sinatra, passando pelo rock de David Bowie e os Rolling Stones, o Rap de Kendrick Lamar e chegando até ao pop de Billie Eilish.

23 músicas e 4 clipes em 7 dias: Será esta a semana do Rap?

há 2 anos
Em apenas uma semana, foram lançados sete projectos musicais, o equivalente a 3,2 faixas disponibilizadas diariamente. Esta média inclui somente nomes como Kool Klever, Luso, Verbal Uzula, Elenco de Luxo, Uami Ngongadas, sem falar dos anónimos.

Documentário `Reino do Kongo: Em busca do reino destruído´ já cumpre agenda internacional

há 12 meses
Após a exitosa estreia em Luanda, o documentário `Reino do Kongo: Em busca do reino destruído´ segue viagem para o Reino Unido, França, Bélgica, Brasil, Argentina, Estados Unidos, Canadá e Caraíbas.

Nova série da National Geographic dá a Aretha Franklin o ‘Respect’ que merece

há 1 ano
Aretha que já foi interpretada por Jennifer Hudson, desta vez, será “revivida” por Cynthia Erivo, como a Rainha da música soul.

Linkin Park prepara o primeiro álbum sem Chester Bennington

há 2 anos
Ainda sem previsão de lançamento, o anúncio do oitavo trabalho de estúdio dos Linkin Park surge três anos depois da morte, por suicídio, de Chester Bennington aos 41 anos.

Decretado feriado no Senegal após vitória do CAN 2021

há 5 meses
Perante ao Senegal, doravante tudo vai passar a parecer ínfimo para uma celebração do calibre do CAN. Macky Sall, presidente do Senegal, decretou o dia após a vitória como feriado público, ou seja, um dia em que não se trabalha, mas é remunerado pelo Estado para celebrar a vitória com pompa e circunstância.

Prodígio actua hoje no festival #EuFicoEmCasa

há 2 anos
O rapper Prodígio, actua hoje através do vídeo directo na sua conta do Instagram @pro2da , tendo sido convidado pela Sony, produtora a que está associado.

Nicki Minaj se torna a primeira rapper a atingir 10 biliões de visualizações no Spotify

há 2 anos
A cantora norte-americana conseguiu um feito inédito ao atingir 10 mil milhões de visualizações no Spotify, tornando-se na primeira rapper da história a conseguir a marca na plataforma de streamings.

Mike Tyson garante regresso aos ringues

há 2 anos
Apesar de ter, visivelmente, dominado a luta, o combate deste sábado entre Tyson e Roy Jones Jr. acabou num empate técnico, o que deixou os fãs em frustração. Aos seus 54 anos, Mike Tyson acertou 67 vezes o adversário em 8 rounds.

Dj Znobia realiza Live solidário

há 2 anos
Em alusão ao dia da criança africana, Dj Znobia realiza no dia 16 deste mês um Live solidário, cujo objectivo é apoiar o Centro de Formação “Oficina do Saber”.

Damani Van Dunem: “Defendemos o humanismo africano, o entendimento da nossa história e posicionamento no grande esquema mundial”

há 7 meses
O álbum “SwahiliLândia”, Acto 1, ajudou Damani Van Dunem a perspectivar um novo lugar na música angolana. É uma obra com pensamentos sobre o humanismo africano; a reocupação com o próximo; o entendimento da nossa história e o nosso posicionamento face ao esquema mundial.