BNG ultimam preparativos do álbum de estreia

BNG é um grupo que, há cinco anos, procura introduzir no Rap angolano um “novo” modelo de rimas baseadas em laços de amizade. Com cinco músicas disponíveis, o conjunto está em estúdio a produzir o seu primeiro álbum digital para testar a popularidade. Arthur Ramses, Algunsto Fera, Shaiine, Alberto, Edmauro, Lanne 2ff e Styzze Monstro dão voz à formação artística e trazem para a Carga a história por trás da carreira dos rappers.

Que história está por detrás da formação dos BNG?
BNG não é só um grupo, mas uma família formada por 6 elementos. Não foi a música que nos uniu, porque antes de existir o grupo já existia a amizade. Estamos ligados por laços de amizade porque sem ela não existiria a confiança

Como é que está a ser o início de carreira?
Estamos num momento muito bom e estamos a saber aproveitar. Está a ser óptimo.

Que valores acreditam que a vossa musicalidade  possa acrescentar ao music hall nacional?
Muita coisa, porque as nossas músicas têm conteúdo para o movimento Rap. Nós trouxemos o nosso pouco para contribuir no music hall nacional.

Que conteúdos são esses?
São os melhores possíveis. Mensagens de amor, paz e conquista dos sonhos.

Que trabalhos têm disponíveis neste momento?
Neste momento, estamos com cinco músicas no mercado, disponíveis em várias plataformas digitais.

O que têm feito em plena pandemia?
Estamos a trabalhar no nosso primeiro álbum digital, que será apresentado no próximo ano, ainda sem data especifica, mas quase 70% das faixas estão concluídas. Terá músicas inéditas e outras já conhecidas.

Que vozes trazem como participações?
Contamos com três participações neste preciso momento. Temos Luhany, Weezybaby e Junior Boyca e outras surpresas.

Como nasce a inclinação pelo Rap? O que vos fez apostar no estilo? Desde cedo, fomos influenciados por  Monsta, NGA, 2Pac, Big. É o estilo que nos identifica. Está mais próximo da nossa filosofia de vida.

Em que circunstâncias decidiram apostar na carreira profissional?
Não conseguimos explicar, apenas sentimos que estava no momento de deixar o hobby e encarar o movimento mais a sério, isto foi há cinco anos.

O que diferenciará os BNG de outras formações de rappers já existentes?
A nossa vibe, as mensagens são vivas, reflectem nossas vivências e nos identificam. Acreditamos que podemos ter muitos receptores. O nosso conteúdo é para todos os mercados, nacionais e estrangeiros.

Como vão fazer para materializar isso?
Já começamos a divulgar os nossos trabalhos  em todas as plataformas digitais possíveis. Estamos numa fase boa e cheia de descobertas

Não precisaram quando vão apresentar o vosso primeiro álbum. Querem falar mais sobre isso?
Queremos surpreender mais os seguidores  com novos trabalhos, incluindo vídeos, numa primeira fase.

Qual o vosso maior sonho?
Almejar tudo que sonhamos, ser reconhecido pelo nosso trabalho. Para isso, vamos melhorar mais o nosso trabalho, porque é com o esforço que se vence a luta.

Será mesmo neste estilo que seguirão a carreira?
Vamos continuar neste como grupo, mas como artistas a solo, outros podem vir viajar em vários estilos. Mas é nesse que nos expressamos livremente.

as cargas mais recentes

Kodak Black agradece advogado que o ajudou a sair da cadeia com tatuagem

há 1 ano
Depois de receber o perdão do ex-presidente Donald Trump na semana passada, o Kodak Black foi direito a uma loja de tatuagem para fazer a nova. Mas, ao contrário do que se imaginou, o rapper não agradeceu o 45ª pelo perdão, mas sim o advogado, Bradford Cohen.

Volvidos 25 anos, `One in a Million´ chega ao Top 10 da Billboard

há 9 meses
Da autoria de Aaliyah, o álbum `One in a Million´ foi lançado em 1996, na altura passou 68 semanas no Top da Billboard, chegando a 18ª posição. Porém, a sua estreia tardia no streaming, catapultou-o aos primeiros 10 lugares do aclamado Top, demonstrando que o impacto da sua obra continua intacto.

`Baza + 1 vez´ é a mais nova proposta musical do Rapper JLZ

há 2 anos
A preparar um novo trabalho, o Rapper JLZ lançou a música `Baza +1 Vez´ como a primeira proposta. O mais recente lançamento caracteriza-se como um som agressivo, egocêntrico e cheio de punchlines, de modo a fazer barulho na cena Hip Hop e preparar o caminho para a nova sonoridade, agora com a sua própria editora e sendo responsável pelos seus passos.

50 Cent vai usar música do rival Rick Ross na sua nova série

há 2 anos
50 Cent e Rick Ross são rivais assumidos da história do Hop Hop, mas nos últimos anos os dois rappers vêm mostrando que respeitam atrabalhos um do outro. À Billboard, 50 Cent revelou que vai adaptar a música do seu rival na sua nova série sobre o Black Mafia Family.

Edson Narciso: “Quero mudar a consciência de quem me ouve”

há 1 ano
Diferente de Bob Marley, Edson Narciso quer cultivar o amor, a paz e o respeito pelas diferenças, por meio do Rap, num estilo que apelida de Hard Trap. Já várias vezes tentou uma carreira profissional, e não teve sucesso. Depois de um longo intervalo, aparece com os primeiros projectos musicais.

Artistas recebem mais de 20 milhões de kwanzas da Sadia pelos direitos autorais

há 3 semanas
A Sociedade Angolana dos Direitos de Autores (SADIA) distribuiu, no ano transacto, de direitos mecânicos, mais de 20 milhões aos artistas. A distribuição dos rendimentos mecânicos foi possível pos causa da arrecadação em 2021 e contemplou cerca de trezentos artistas nacionais e estrangeiros.

Show Piô regressa no dia 31 de Outubro

há 2 anos
O projecto de promoção da música infantil das décadas de 80, 90 e 2000, denominado Show Piô, estará de volta no dia 31 de Outubro, depois da ausência em 2019. Mais uma vez, o objectivo é “transformar” os adultos de “hoje” em crianças de “ontem”.

Revolucionou e tornou-se magnata da música. Hochi Fu fala sobre o seu futuro

há 1 ano

Etno N’gola anuncia show alusivo ao dia de África

há 12 meses
Para celebrar África, a Etno Ngola, banda que se tem mostrado uma promessa da música angolana reaparece com um grande live show no dia 25 de Maio às 19 horas na página facebook do Goethe-Institut Angola.

UNAC-SA: Artistas sem carteira serão impedidos de exercer a profissão

há 2 meses
A medida surge para regular o mercado e a profissão, de modo a dar maior dignidade aos artistas, impedindo que alguém se apresente em palco sem estar devidamente autorizado.

Há um ano Prodígio representava Angola nas celebrações do Dia de Nelson Mandela

há 10 meses
Instituído em 2009 pelas Nações Unidas em memória de Nelson Mandela, que hoje (18) celebraria 103 anos de vida, o foco do Dia Internacional de Nelson Mandela este ano são as comunidades atingidas pela pandemia do Covid-19.

“Rostos do Rap consciente em Angola entre os 180 artistas do Festival Decolonial”

há 2 anos

Já são conhecidos os apurados para Rock and Roll Hall of Fame 2021

há 1 ano
Na lista, Tina Turner ficou em primeiro lugar com mais de 585 mil votos do público. Fela Kuti foi a segunda posição com mais de 545 mil, O terceiro e o quarto foram The Go-Go’s e Iron Maiden, enquanto que os Foo Fighters terminaram em quinto lugar.

“Fenómeno” que atende pelo nome de Anna Joyce passará por Portugal

há 4 meses
Graças ao álbum homónimo, a Fofinha alcançou façanhas inéditas e conheceu o auge da carreira, cuja cereja no topo do bolo será a sua grande estreia no Coliseu dos Recreios, no próximo dia 24 de Junho.

Playlist de Carlos Almeida

há 1 ano
O antigo capitão da selecção nacional de basquetebol, agora Secretário do Estado dos Desportos, Carlos Almeida, enviou-nos a sua playlist de 2020, onde constam os seus temas preferidos, ou seja as músicas que mais ouviu.

Fundação Arte e Cultura apresenta “Fundação Online”, em prevenção ao Covid-19

há 2 anos
Trata-se de um programa que visa motivar as famílias a permanecerem em casa como forma de prevenção do Covid-19 e uma excelente opção para passar o tempo de forma educativa e segura.