Boaventura Cardoso vence 4.ª edição do prémio DstAngola/Camões

O escritor e antigo Director Nacional do Livro e do Disco, Boaventura Cardoso, é o vencedor da quarta edição do Prémio de Literatura Dstangola/Camões, com a obra “Margens e Travessias”. A cerimónia de entrega do prémio será feita até ao final deste ano.

Entre a ficção e a realidade, o romance
“Margens e Travessias”, publicado em Fevereiro do ano passado, reflecte, de forma esporádica ou sintética, alguns aspectos da trajectória histórica e da contemporaneidade de Angola.

Boaventura Cardoso nasceu a 26 de Julho de 1944, em Luanda. Despertou-se para as Letras ainda jovem. Aos 23 anos de idade começou a publicar contos e poemas nas páginas culturais de conhecidos jornais da capital. Integra a “Geração de 70”, ao lado de escritores como Manuel Rui, Jofre Rocha, Ruy Duarte de Carvalho e Jorge Macedo.

Já foi Director Nacional do Livro e do Disco, de Secretário de Estado da Cultura e de Ministro da Informação. É membro fundador da União dos Escritores Angolanos e da Academia Angolana de Letras, de que foi o primeiro presidente.

Escreveu os livros “Dizanga dya Muenhu” (1977), “O Fogo da Fala” (1980) e “A Morte do Velho Kipacaça” (1987); e dos romances “O Signo do Fogo” (1992), “Maio, Mês de Maria” (1997), “Mãe, Materno Mar” (2001) e “Noites de Vigília” (2012).

as cargas mais recentes

Porquê que Angola celebra o 8 de Janeiro como Dia da Cultura Nacional?

há 2 anos
As celebrações abriram no dia 4 e terminam a 31 deste mês. A jornada contempla exposições, concertos, debates e hoje será marcada por um acto central, com outorga de diplomas de mérito personalidades que mais se destacaram no sector cultural no ano passado.

Valete comemora duas décadas de carreira com dois espectáculos

há 6 meses
A contar exactamente um ano da data prevista, Valete anunciou que vai celebrar duas décadas de carreira, com dois concertos memoráveis: dia 3 de Fevereiro de 2023, no Coliseu dos Recreios, em Lisboa, e no Coliseu Porto Ageas, a 4 de Fevereiro de 2023.

Peça teatral ” Ninguém Leva Nada” eleva fasquia do projecto Rajada Teatral

há 1 ano
A trilogia abriu com “Distância Não é Barreira”, prosseguiu com a peça “Ninguém Leva Nada” e encerra este domigo (30), com a apresenração de Escrava da Cama, com Kayaya Júnior e Xavier Bracleem. O projecto reúne actores de várias companhias teatrais e também integrou a cantora Maya Zuda.

Vida de Juliana Kafrique, zungueira morta por um agente da polícia, será retratada em filme

há 1 ano
O filme autobiográfico é um Drama, tem duração de 40 minutos e será lançado antes do final deste ano. A produção é do realizador Henriques Narciso “Dito” e surgiu repentinamente. O enredo gira em torno da vida de Juliana Kafrique até ser morta por um agente da Polícia Nacional, que cumpre, neste momento, pena de 16 anos de prisão por homicídio voluntário.

Toty Sa´Med de quarentena em Portugal

há 2 anos
O músico angolano Toty Sa´Med “viu” cancelados os dois concertos que tinha agendado na Europa, por causa da pandemia Coronavírus.

AMA – Categoria de melhor Semba gera descontentamento

há 2 anos
Foi divulgada a lista dos concorrentes no Angola Music Award (2020). Nas várias categorias, a de melhor Semba está a receber críticas por parte dos agentes musicais, com destaque para uma voz autorizada neste género, como é o caso de Marito Furtado.

Soulja Boy afirma que mudou toda indústria musical

há 2 anos
Embora já não tenha mais o mesmo sucesso no mainstream do que na década passada, Soulja Boy construiu um grande legado ao longo da sua trajectória de trabalho, o que não será facilmente esquecido.

George Floyd era rapper e membro do mesmo grupo de DJ Screw nos anos 90

há 2 anos
À medida que mais informações começam a surgir sobre a morte de George Floyd, um homem negro que recentemente se mudou para Minneapolis e foi morto sufocado por um policial, tornou-se público que Floyd era na verdade um membro do lendário grupo de rap de DJ Screw, Screwed Up Click.

Robinho é condenado a nove anos de prisão por estupro colectivo

há 7 meses
O ex-jogador Robinho foi hoje condenado, na terceira e última instância pela justiça italiana a 9 anos de prisão por participar de um estupro colectivo, cuja vítima é uma mulher albanesa. Não restam mais recursos, a sentença é definitiva e para cumprimento imediato.

Anitta revela que foi vítima de estupro aos 14 anos

há 2 anos
A artista conta ainda que durante muitos anos conviveu com o drama, por achar que a culpa era sua, pois, foi ela quem sugeriu ao agressor sexual que se isolassem para um local a escolha deste, por medo de que fosse acontecer o pior.

Aline Frazão “escreve” novo disco

há 2 anos
A artista angolana Aline Frazão aproveita o momento para trabalhar no próximo disco, escrevendo músicas inéditas para um projecto que pretende concluir em 2021.

1.ª Mão: Yuri da Cunha e Gerilson Insrael preparam projecto musical colaborativo

há 4 meses
Os dois artistas decidiram representar estas aspirações num projecto musical, que será lançado brevemente. Num estilo intermédio, não muito voltado a Yuri nem a Gerilson, para que ambos se sentissem confortáveis ao desafio, o tema já está produzido e aguarda apenas o momento certo para a sua disponibilização.

Governo português autoriza festivais a partir de Setembro

há 2 anos
O Governo português autorizou realização de festivais de música a partir de 30 de Setembro. Uma medida anunciada esta quinta-feira, justificada com a pandemia de Covid-19.

Coronavírus: Yanick prevê maus momentos para os músicos

há 2 anos
Sem “papas na língua”, falando para a Revista Carga, o rapper Yanick Ngombo “Afroman” reconheceu que se a situação do Coronavirus se prolongar os músicos vão passar maus momentos.

Conselho Municipal de Los Angeles abre rua com nome Kobe Bryant

há 2 anos
Sete meses depois do fatídico acidente de helicóptero, que tirou-lhe a sua e a vida de sua filha, Kobe Bryant continua a merecer exaltação pública nos EUA.

Heavy C: “Só estamos à espera da oficialização do tribunal para encerrarmos a Bué de Beats”

há 2 anos
A Bué de Beats produziu e lançou os principais rostos da música angolana. Depois de 20 anos de actividade, decide encerrar as portas. Em entrevista à Carga, Heavy C explica como começou o colapso financeiro e revela que já tentou alienar alguns activos da empresa, mas não teve sucesso.