Cage One: “Sempre fui mal compreendido por ser diferente, agora estou a mostrar que estava certo”

Na madrugada de 28 deste mês, Cage One vai apresentar-se na maior exposição de Hop Hop do mundo, “BET Hip Hop Awards”, onde já passaram estrelas como Eminem, Busta Rhymes, Kanye West, Big Sean e 50 Cent. À Carga, esta tarde, o músico falou sobre como conseguiu a conquista.

Esta é a primeira vez que a organização do BET Hip Hop Awards convida um país africano para representar a lusofonia e o angolano Cage One foi o que reuniu os requisitos, porque o rapper em si mesmo já é uma marca, sem falar da sua linha de investimento.

Ao lado da também angolana Elisabeth Ventura, o artista estreia-se no BET Hip Hop Awards 2020. Em 8 minutos de Cyphers, a estrela da LS Republicano vai procurar convencer o mundo com o que de melhor sabe fazer. Em breve entrevista esta tarde à Carga, o rapper falou sobre como conseguiu lá estar.

Nos últimos anos vai dando passos importantes na carreira. A quê atribui esses feitos?

Primeiramente, atribuo a Deus, Jeová. De alguma forma, fui sempre uma pessoa crente e tudo que vou conquistando dou a ele e aos angolanos. Sempre fui um artista mal compreendido por ser diferente dos outros, agora estou a mostrar que eu estava certo. Que isso sirva de exemplo para aqueles jovens que também são mal-entendidos, para se lembrarem que, não importa o que as pessoas falem, se acreditam no que lutam, então podem continuar a lutar.

Faltam apenas sete dias para a sua apresentação no Bet Hip Awards. Como é que está a preparar este momento?

É um sonho! Estamos a representar Angola e a lusofonia. É a primeira vez que o Cypher abre esta excepção para a África e escolheu a mim.

Cage One: “Sempre fui mal compreendido por ser diferente, agora estou a mostrar que estava certo”

Por que acha que terão escolhido a si?

Tudo por causa de todo o pacote que tenho. Eles  terão recorrido a Google e viram que eu era o artista que preenchia o que eles queriam. Venho da periferia e hoje tenho uma marca e uma linha de roupa. Meu maior sonho é inspirar os jovens.

Seu percurso artístico começa nos SSP, na altura ainda na dança, depois passou pelos Warranty B e teve alguns duetos. Se tivesse que posicionar a sua carreira onde a calocaria actualmente?

Eu nasci para o entretenimento. Agora olho para mim e acredito que posso inspirar a nova geração a nunca desistir dos seus sonhos. Que isto sirva de exemplo para os mais novos, que quando nós acreditamos, ninguém nunca nos deixa cair.

Recorde-se que serão apenas 8 minutos e o seu repertório é vasto. O quê que vai cantar ?

O espectáculo será um Cypher. Vou representar o país, até porque não cantei só em Inglês. Cantei, em Português e tem uma frase em Umbundu.

as cargas mais recentes

Fundação Arte e Cultura reforça apoio à formação artística durante o confinamento

há 2 anos
Cem pessoas entre crianças e adolescentes, da Ilha de Luanda, bairro Casas Novas, sector Ponta, começaram a receber nesta semana manuais de apoio para a formação artista.

Snoop Dogg é o mais novo proprietário da Death Row Records

há 5 meses
Em 2021 Snoop Dogg vaticinou que deveria estar no comando da Death Row Records, há duas semanas anunciou o lançamento do álbum `Bacc On Death Row´, para muitos, o prenuncio de um regresso às origens. Mas acabamos de saber que há muito mais em jogo, Snoop Dogg vai reerguer a gravadora pela qual foi lançado no Rap.

AMA – Categoria de melhor Semba gera descontentamento

há 2 anos
Foi divulgada a lista dos concorrentes no Angola Music Award (2020). Nas várias categorias, a de melhor Semba está a receber críticas por parte dos agentes musicais, com destaque para uma voz autorizada neste género, como é o caso de Marito Furtado.

Documentário sobre a génese dos Racionais MC’s chega à Netflix

há 2 anos
A produção vai contar em detalhes como Ice Ble, Mano Brown, KL Jay e Edi Rock deram início ao mais bem sucedido projecto de Rap brasileiro, até então.

Vida e obra de Cesária Évora será contada em filme

há 8 meses
Grammy em 2004 pelo disco “Voz d’Amor”, a trajectória de Cesária Évora será narrada numa série documental intitulada “Sodade” interpretada pela cantora cabo-verdiana Eliana Rosa.

Músicos homenageiam Jacinto Tchipa

há 5 meses
Sabino Henda, Flay, Zé Manico, Man Sambila e Bela Chicola subirão este domingo no palco do Live no Kubico para interpretar os principais sucessos de Jacinto Tchipa, músico falecido em Novembro último por doença.

Música angolana volta a registar mais uma morte: Adeus Inó Gonçalves!

há 1 ano
Inó Gonçalves pertenceu aos Kituxi, um dos agrupamentos musicais mais internacionais do país. Foi percussionista e tocava tambor solo. O músico morreu após sofrer um ataque cardíaco.

Ministro da Cultura, Turismo e Ambiente anuncia apoio social aos artistas angolanos

há 2 anos
Jomo Fortunato deu a boa nova, durante uma visita à casa do músico Anselmo Júnior, Marito, lendário guitarrista do agrupamento Kiezos.

Pepetela acaba de vencer mais um prémio com a obra “Sua Excelência, de Corpo Presente”

há 1 ano

Drake quebra o seu próprio recorde no Billboard Hot 100 com 9 músicas no TOP 10

há 10 meses
O álbum Certified Lover Boy fez a sua estreia nos charts em primeiro lugar vendendo 613 mil unidades equivalentes de álbuns, é o projecto com maior estreia em 2021, tendo 700 milhões de streams. Lançado a 3 de Setembro, o álbum garantiu ao rapper novos recordes que ele mesmo detinha.

Mais de 35 músicos nacionais e internacionais juntam-se num espectáculo online

há 2 anos
Denominado Eu Fico No Kubico, o festival abriu ontem com a rapper Elisabeth Ventura e vai até 13 de Maio. Durante 28 dias, os músicos vão levar alegria às casas dos fãs. O objectivo é incentivar todos a não sairem de seus aposentos.

Ronaldinho Gaúcho lança música nova e cria projecto musical

há 1 ano
O ex-jogador decidiu embarcar para um outro desafio. Abriu um estúdio e uma gravadora. Na última sexta-feira, o futebolista lançou sua segunda música e deverá lançar mais oito faixas até ao final do ano.

Sentença de R. Kelly será lida em Maio de 2022

há 9 meses
O artista norte-americano foi condenado ontem, após ser considerado culpado de todas as acusações de tráfico sexual e aguarda pela leitura da sentença, que pode ditar ou não a sua prisão perpétua.

Covid-19: Espectáculos experimentais de música em Portugal poderá arrancar em Abril

há 1 ano

Anna Joyce e C4 Pedro integram lista dos artistas africanos que “todos devem ouvir”

há 1 ano
O site brasileiro Mundo Negro elegeu os oito artistas africanos lusófonos “obrigatórios” nas playlists da actualidade, dos quais figuram os angolanos C4 Pedro e Anna Joyce.

6ix9ine mostra como gravou videoclipes em prisão domiciliar

há 2 anos
O artista levou os fãs aos bastidores para mostrar como ele conseguiu gravar videoclipes que foram gravados na sua sala de estar, enquanto estava em prisão domiciliar e bateram recordes.