Cage One: “Sempre fui mal compreendido por ser diferente, agora estou a mostrar que estava certo”

Na madrugada de 28 deste mês, Cage One vai apresentar-se na maior exposição de Hop Hop do mundo, “BET Hip Hop Awards”, onde já passaram estrelas como Eminem, Busta Rhymes, Kanye West, Big Sean e 50 Cent. À Carga, esta tarde, o músico falou sobre como conseguiu a conquista.

Esta é a primeira vez que a organização do BET Hip Hop Awards convida um país africano para representar a lusofonia e o angolano Cage One foi o que reuniu os requisitos, porque o rapper em si mesmo já é uma marca, sem falar da sua linha de investimento.

Ao lado da também angolana Elisabeth Ventura, o artista estreia-se no BET Hip Hop Awards 2020. Em 8 minutos de Cyphers, a estrela da LS Republicano vai procurar convencer o mundo com o que de melhor sabe fazer. Em breve entrevista esta tarde à Carga, o rapper falou sobre como conseguiu lá estar.

Nos últimos anos vai dando passos importantes na carreira. A quê atribui esses feitos?

Primeiramente, atribuo a Deus, Jeová. De alguma forma, fui sempre uma pessoa crente e tudo que vou conquistando dou a ele e aos angolanos. Sempre fui um artista mal compreendido por ser diferente dos outros, agora estou a mostrar que eu estava certo. Que isso sirva de exemplo para aqueles jovens que também são mal-entendidos, para se lembrarem que, não importa o que as pessoas falem, se acreditam no que lutam, então podem continuar a lutar.

Faltam apenas sete dias para a sua apresentação no Bet Hip Awards. Como é que está a preparar este momento?

É um sonho! Estamos a representar Angola e a lusofonia. É a primeira vez que o Cypher abre esta excepção para a África e escolheu a mim.

Cage One: “Sempre fui mal compreendido por ser diferente, agora estou a mostrar que estava certo”

Por que acha que terão escolhido a si?

Tudo por causa de todo o pacote que tenho. Eles  terão recorrido a Google e viram que eu era o artista que preenchia o que eles queriam. Venho da periferia e hoje tenho uma marca e uma linha de roupa. Meu maior sonho é inspirar os jovens.

Seu percurso artístico começa nos SSP, na altura ainda na dança, depois passou pelos Warranty B e teve alguns duetos. Se tivesse que posicionar a sua carreira onde a calocaria actualmente?

Eu nasci para o entretenimento. Agora olho para mim e acredito que posso inspirar a nova geração a nunca desistir dos seus sonhos. Que isto sirva de exemplo para os mais novos, que quando nós acreditamos, ninguém nunca nos deixa cair.

Recorde-se que serão apenas 8 minutos e o seu repertório é vasto. O quê que vai cantar ?

O espectáculo será um Cypher. Vou representar o país, até porque não cantei só em Inglês. Cantei, em Português e tem uma frase em Umbundu.

as cargas mais recentes

Rascunho que continha “Hey Jude” dos Beatles leiloado por 910 mil dólares’

há 8 meses
O manuscrito do clássico dos Beatles “Hey Jude”, de Paul McCartney, usado durante a gravação em 1968, foi vendido por 910 mil dólares (mais de 108 milhões de Kwanzas) durante um leilão online, que marcou o 50.º aniversário da separação da banda britânica.

Consciência Corporal: o que é, e como influencia o nosso dia a dia

há 8 meses
Consciência corporal é um termo autoexplicativo que significa tomar consciência do corpo e mente, reconhecer e identificar os processos e movimentos corporais, internos e externos.

Mauro Pastrana: “O projecto Alone veio para consolidar a minha posição no “game””

há 3 meses
O músico Mauro Pastrana apresentou o seu novo projecto denominado “Alone”, que conta com cinco temas, cujo segundo videoclipe será apresentado sexta-feira.

Kanye West revela que decidiu concorrer para impedir que Biden vença Trump

há 4 meses

Origem e evolução do Kuduro

há 7 meses
Kuduro é um género musical e sobretudo um género de dança originário de Angola, cidade de Luanda, que foi influenciado por outros géneros como Sungura e Rap. O Kuduro surge em finais dos anos 80, primeiro como uma dança e depois como música.

Snoop Dogg: “Rappers brancos têm zero de respeito no Rap”

há 4 meses
Snoop Dogg explica porquê não considera Eminem melhor rapper de todos os tempos.

Kobe Bryant, Tim Duncan e Kevin Garnett na lista do “Hall da Fama” da NBA de 2020

há 8 meses

Megga Skills apresenta `Show Time Collection´

há 5 meses
O projecto musical foi apresentado com o vídeo da faixa `Tá Doce´. A música promocional é igualmente uma introdução oficial da label também denominada Show Time Collection, do rapper angolano Megga Skills.

Filme sobre Murais da Leba disputa Grande Prémio de Cinema Brasileiro

há 7 meses
O filme torna-se assim no primeiro realizado em África a entrar no circuito comercial de cinema brasileiro. Intitulado ‘As Cores da Serpente’, a longa-metragem narra o desafiante processo artístico dos jovens grafiteiros sobre os Murais da Leba.

Escritores angolanos assinam carta de protesto contra o racismo

há 6 meses
Os escritores angolanos Pepetela, José Eduardo Agualusa, José Luís Mendonça, Ondjaki, Adriano Mixingue e Abreu Paxe subscreveram uma nota de protesto contra as acções racistas registadas em várias partes do mundo, em particular nos Estados Unidos da América.

Novo álbum de Reptile já está disponível

há 1 dia
O sétimo álbum de Replite intitula-se I.C.O.N (Invejosos Continuam a Odiar o Nikka) e pode ser ouvido a partir do Kisom Unitel, mas também terá edições físicas. Traz, entre outras, vozes de Preto Show, Rui Orlando e Tchoboli.

Qual é o álbum de rap angolano mais ouvido?

há 6 meses
Depois do florescimento nos anos 90, entre 2000 e finais de 2002, o movimento registou um pequeno recuo, pois vários grupos foram desaparecendo. A partir de 2003, o Rap passou a figurar da lista dos estilos musicais com maior aceitação do público.

Black Album: Heavy C apresenta novo álbum à Carga Magazine

há 3 semanas
Depois de vários interregnos, Heavy C confirma a chega do “Black Álbum”, um disco “louco” em que o músico, produtor e compositor mistura Rap, Trap e Pop e traz participação de uma das maiores referências da Old School.

Délcio Dollar surpreende com revelações bombásticas

há 9 meses

`Somos Racistas?´ encerra o Especial Actualidade Documentários da Zap

há 6 dias
O espaço Especial Actualidade Documentários, emitido semanalmente no Canal ZAP Viva, apresenta esta quarta-feira (25) o documentário “Somos Racistas?”. Este será o quarto e último episódio da primeira temporada do programa, que vai ao ar às 21h30.

Estudante angolana junta-se a editora Mahatma

há 2 meses
A estudante angolana em Portugal Karen Pacheco assinou um contrato com a editora portuguesa “Mahatma”, para publicação dos seus próximos livros e representação da mesma nos PALOPS, informou hoje a própria.