Cage One: “Sempre fui mal compreendido por ser diferente, agora estou a mostrar que estava certo”

Na madrugada de 28 deste mês, Cage One vai apresentar-se na maior exposição de Hop Hop do mundo, “BET Hip Hop Awards”, onde já passaram estrelas como Eminem, Busta Rhymes, Kanye West, Big Sean e 50 Cent. À Carga, esta tarde, o músico falou sobre como conseguiu a conquista.

Esta é a primeira vez que a organização do BET Hip Hop Awards convida um país africano para representar a lusofonia e o angolano Cage One foi o que reuniu os requisitos, porque o rapper em si mesmo já é uma marca, sem falar da sua linha de investimento.

Ao lado da também angolana Elisabeth Ventura, o artista estreia-se no BET Hip Hop Awards 2020. Em 8 minutos de Cyphers, a estrela da LS Republicano vai procurar convencer o mundo com o que de melhor sabe fazer. Em breve entrevista esta tarde à Carga, o rapper falou sobre como conseguiu lá estar.

Nos últimos anos vai dando passos importantes na carreira. A quê atribui esses feitos?

Primeiramente, atribuo a Deus, Jeová. De alguma forma, fui sempre uma pessoa crente e tudo que vou conquistando dou a ele e aos angolanos. Sempre fui um artista mal compreendido por ser diferente dos outros, agora estou a mostrar que eu estava certo. Que isso sirva de exemplo para aqueles jovens que também são mal-entendidos, para se lembrarem que, não importa o que as pessoas falem, se acreditam no que lutam, então podem continuar a lutar.

Faltam apenas sete dias para a sua apresentação no Bet Hip Awards. Como é que está a preparar este momento?

É um sonho! Estamos a representar Angola e a lusofonia. É a primeira vez que o Cypher abre esta excepção para a África e escolheu a mim.

Cage One: “Sempre fui mal compreendido por ser diferente, agora estou a mostrar que estava certo”

Por que acha que terão escolhido a si?

Tudo por causa de todo o pacote que tenho. Eles  terão recorrido a Google e viram que eu era o artista que preenchia o que eles queriam. Venho da periferia e hoje tenho uma marca e uma linha de roupa. Meu maior sonho é inspirar os jovens.

Seu percurso artístico começa nos SSP, na altura ainda na dança, depois passou pelos Warranty B e teve alguns duetos. Se tivesse que posicionar a sua carreira onde a calocaria actualmente?

Eu nasci para o entretenimento. Agora olho para mim e acredito que posso inspirar a nova geração a nunca desistir dos seus sonhos. Que isto sirva de exemplo para os mais novos, que quando nós acreditamos, ninguém nunca nos deixa cair.

Recorde-se que serão apenas 8 minutos e o seu repertório é vasto. O quê que vai cantar ?

O espectáculo será um Cypher. Vou representar o país, até porque não cantei só em Inglês. Cantei, em Português e tem uma frase em Umbundu.

as cargas mais recentes

Guitarra de Kurt Cobain torna-se a mais cara da história

há 9 meses
A guitarra utilizada por Kurt Cobain na gravação do célebre álbum “Unplugged” dos Nirvana, em 1993, foi leiloada este sábado, nos EUA, por seis milhões de dólares, feito nunca antes atingido por uma guitarra.

Daddy Yankee passará a criar conteúdos para meios de comunicação social francês

há 6 meses
O artista foi convidado para criar projectos de música, cinema e televisão pelo conglomerado francês de media Vivendi.

O aniversário é de Sarissari mas o presente é para os fãs

há 9 meses
No dia em que comemorou mais um aniversário, o músico Sarissari lançou videoclipe da música `Banhada´ com a participação de Itary, artista também agenciada pela Hey Hey Heyyy Entertainment. Produzido a 50% durante o início do isolamento, o vídeo contou com o suporte técnico da Negro Pictures.

Repertório entre Znobia X Havaiana acontece já nesta sexta-feira

há 9 meses
Inicialmente marcado para o dia 22, o evento interactivo foi remarcado para as 18 horas da próxima sexta-feira dia 29 de Maio, no Facebook e Instagram “Carga Magazine”. O Repertório não é literalmente um duelo, mas um desfile hits.

Conheça os 26 instrumentos que compõem a música angolana

há 2 meses
Mesmo quando entendida como entoação harmónica da voz humana, a música angolana é acompanhada pela sua tradição organológica. Por isso, é difícil dissociar as origens dos géneros tradicionais como a Kabetula, o Kilapanda, a Cabecinha, o Kalupeteca, o Merengue, a Rebita ou Semba dos instrumentos tradicionais angolanos.

Especialistas nomeiam o MVP de cada team na última década

há 11 meses

Participação de cantoras angolanas no AFRIMMA vai de mal a pior

há 6 meses
A organização dos AFRIMMA, prémios africano de música, divulgou, na semana finda, a lista dos candidatos para a edição 2020, onde, diferente da anterior, os angolanos subiram dois degraus, mas a participação feminina continua um fracasso.

Filme sobre Murais da Leba disputa Grande Prémio de Cinema Brasileiro

há 10 meses
O filme torna-se assim no primeiro realizado em África a entrar no circuito comercial de cinema brasileiro. Intitulado ‘As Cores da Serpente’, a longa-metragem narra o desafiante processo artístico dos jovens grafiteiros sobre os Murais da Leba.

Já começou a contagem decrescente para a estreia do vídeo do single ‘Cidade à noite’

há 2 meses
Numa altura em que o rapper mais tem se dedicado à sua marca de vestuário, a música que retrata a realidade social, veio quebrar o silêncio de Young Double e considera “é evidente que não houve música mais impactante que Cidade à noite no último mês”.

Iza: Entre os 100 negros mais influentes do mundo

há 5 meses
A eleição é reconhecida pela Organização das Nações Unidas Internacional e engloba todas as áreas de actuação, como arte e cultura, além dos empreendimentos de negros ou não que sejam voltados para o público negro.

Após anunciar que está com Covid, Kaysha partilha progressos do tratamento

há 7 meses
Mantendo a sua linha de interacção com os seguidores, o artista tem estado a usar o Instagram para dar notícias sobre a evolução do seu tratamento.

Spotify lança campanha a favor da comunidade artística

há 11 meses
Combater o impacto da pandemia Covid-19 na indústria da música exigirá um enorme esforço global, desta feita, a criou a acção para apoiar a comunidade musical global durante a crise sem precedentes.

Foste Waldemar, mas cantaste livremente no teu país

há 7 meses
A morte do músico Waldemar Bastos foi um duro golpe às nossas emoções, um soco no “estômago” da cultura e quase um K.O técnico aos amantes da música com qualidade.

Diddy entra com um processo contra Sean John e exige USD 25 milhões por usar o seu nome

há 4 semanas

Covid-19: Espectáculos passam a ser permitidos ainda este mês

há 5 meses
Os concertos e actividades culturais em recintos fechados passam a ser permitidos a partir de 17 deste mês, durante a vigência da situação de calamidade pública.

Young Thug diz que Jay-Z teria dificuldades em apresentar 30 hits num show ao vivo

há 2 meses
No seu registo fonográfico conta nove álbuns, sendo So Much Fan, lançado no ano passado, o mais recente. Ao contrário de Jay-Z que possui 15 álbuns publicados, sem contar com outros registos. Mas Thug afirma que JAY-Z não tem 30 canções que o público conseguiria imitar palavra por palavra num espectáculo ao vivo.