Cardi B explica o que a impede de usar drogas

Numa entrevista emparelhada com a mais recente capa da ‘Mulher do Ano’, eleita pela Billboard, Cardi B entrou em mais detalhes sobre um tema controverso, revelando que, embora ela não faça uso de drogas, fuma um cigarro, ou três ocasional.


“Eu fumo um cigarro aqui e ali, bebo um pouco de vinho e Hennessy no clube, mas essas drogas eu não faço uso, porque senão teriam de lidar com uma vadia muito mais louca”, revelou a rapper.

Cardi B explica o que a impede de usar drogas

Em meio às eleições presidenciais dos EUA de 2020, no início de Novembro, Cardi B compartilhou um vídeo fumando três cigarros ao mesmo tempo, falando sobre política e desabafando sobre o quão ansiosa ela estava para ver os resultados.

Após a publicação, muito se especulou sobre um possível uso de substâncias estupefacientes, mas a rapper fez questão de anular as opiniões. Para Cardi B, o uso de tais substâncias a tornaria numa pessoa psicológicamente instável, acrescentou que sabe que tem que pensar muito no que ela diz na mídia social para evitar reações negativas.

as cargas mais recentes

Nucho: “É muito estranho não termos agências que consigam apanhar um artista do anonimato e fazê-lo crescer”

há 1 ano
“O que se vê nas nossas produtoras é que, basicamente pegam artistas que já estão feitos e que já têm fama na rua e depois apenas metem mais algum combustível. E também sinto que falta um bocado de originalidade. Acho que poderíamos ter artistas mais ousados. resumindo, acho que temos uma cultura saudável, acho que temos muito talento, mas acho que falta um bocado de coragem e abertura e limar algumas arestas para atingir o nível seguinte, como o da Nigéria ou da África do Sul, não só na gravação das músicas, mas essencialmente nos espectáculos ao vivo que proporcionamos ao nosso público, acho que os nossos espectáculos ainda deixam muito a desejar”.

La Casa De Papel: Spoilers confirmam reviravolta na 5ª temporada

há 2 anos
Segundo o site Nova Mulher, para o qual a Inspectora cedeu uma entrevista, “Sierra passará uma transformação, definida por ela como GORE, fazendo referência ao subgênero de filmes de terror com retratos gráficos de sangue e violência”.

Prodígio: “acredito que a arte tem que reflectir a sociedade, a minha vida, a dos meus e dos outros”

há 2 anos
Durante o longo vídeo nas suas redes sociais, sobre a morte do jovem de 23 anos no Prenda, o músico começou por esclarecer que não pretende defender qualquer artista, entretanto, realçou que é imprudente a sociedade olhar as coisas de um único ponto de vista, porque os músicos também têm liberdade de escolha.

Netflix narra história da vida real do primeiro samurai negro

há 1 ano
O pano de fundo da vida do guerreiro está envolto em mistério, mas ele provavelmente terá passado a maior parte do tempo pré-samurai no território indígena de Goa, controlado por portugueses, como um escravo treinado em combate.

Rihanna pode finalmente estar a preparar o seu retorno musical

há 1 ano
A espera de cinco anos, pode finalmente estar a chegar ao fim, quem o diz é o jornal The Sun, que noticiou com exclusividade que Rihanna contratou recentemente o director britânico Raja Virdi, para gravar um novo videoclipe em Julho.

Notorious B.I.G, Tupac e Jay-Z excluídos por Snoop Doog da sua lista dos melhores rappers da História

há 2 anos
Após ter enfrentado várias críticas por não considerar Eminem melhor rapper de todos os tempos, Snoop Dogg voltou a surpreender o movimento ao excluir Jay-Z, Nas, Tupac, Biggie Smalls e Kanye West da lista dos seus melhores rappers de todos os tempos.

T-Pain lança livro de cocktails ‘Can I Mix You a Drink?’

há 1 ano
O nativo de Tallahassee partilhou que a ideia surgiu em conjunto com a autora Kathy Iandoli e, que no intuito de fazer algo inovador na sua carreira, este conceito, de combinar a paixão pela música com o amor por beber. E em vez de te comprar uma bebida, desta vez, T-Pain vai mostrar-nos como fazer uma.

Pelé aparece “em boa forma” e reage a notícias sobre a sua morte 

há 8 meses
Depois de várias falsas notícias sobre si, ontem o antigo craque do futebol recorreu às redes sociais para responder aos rumores, surgidos no Brasil, de que teria falecido, utilizando alguma ironia e boa disposição.

Obra de Flagelo Urbano é usada como objecto de estudo para elaboração de monografia num paralelo com Agostinho Neto

há 2 anos

Filho de Bobby Brown é encontrado morto

há 2 anos
Depois da morte da ex-mulher, Whitney Houston e da sua filha Bobbi Kristina, o cantor Bobby Brown vive uma nova tragédia com a morte do seu filho Bobby Jr.

Slam Lunar realiza primeira Double Poetry Slam “Omunga”

há 1 ano
O evento, cujo conceito será realizado pela primeira vez em Angola, é um concurso de spoken word onde poetas apresentam por meio da oralidade os seus poemas em dupla.

Lewis Hamilton será condecorado com título de “Cavaleiro” pela Rainha da Inglaterra

há 2 anos
Com sete títulos mundiais, o piloto de 35 anos está prestes a sagrar-se o melhor de sempre da Fórmula-1.

Dimensão artistíca e cultural de Sindika Dokolo estarão em destaque amanhã

há 2 anos

Beam Me Up Scotty: Nicki Minaj relança mixtape com faixas inéditas

há 1 ano

Coréon Dú: “Acredito que muitas vezes o nosso público confunde o não aparecer com o estar parado”

há 11 meses
Há pouco mais de uma semana, Coréon Dú fez o seu grande retorno aos palcos, após um ano de “afastamento” devido a pandemia. Não foi apenas mais um concerto, o artista subiu ao palco do Espaço Espelho d’Água para apresentar o seu mais recente trabalho, The Love Infinity. Com a produção a cargo da Bússola Rítmica, Coréon teve um único convidado além da sua banda, Shane Maquemba, um artista em ascenção. Na “ressaca” do evento, os dois artistas falaram à Carga, e numa demonstração mútua de respeito, Shane teceu rasgados elogios a acessibilidade do autor de Binário: “Coréon Dú é uma pessoa muito amável e muito acessível. Foi muito bom, saber que ele também gosta do meu trabalho, principalmente dessa nova ropagem que estou a fazer da minha carreira.”

Artistas começam a receber rendimentos autorais da RNA, TPA e Zap Viva

há 1 ano
Em nota a Sadia expressou o seu contentamento pela demonstração do comprometimento destas emissoras, com o desenvolvimento da indústria musical e criativa, respeitando a lei do Estado Angolano e actividade de todos os criadores de obras artísticas nacionais e internacionais.