Carla Moreno: “Chegou o momento de tentar voos mais altos e apostar mais em mim”

Não basta ser uma exímia intérprete, Carla Moreno é a back vocal de muitos sucessos musicais nacionais, e prova que a música está de boa saúde sempre que sobe ao palco, fazendo juz ao talento. Com uma vasta carreira musical dividida entre Portugal e Angola, Carla quer reforçar o seu posicionamento associando-se à produtora Hey Hey Heyyy Entertainment, cujo CEO é o também músico, Sarissari. E para abrir com chave de ouro, vai disponibilizar no próximo dia 22 de Maio, a música “Cadê o Amor”. Numa conversa breve e descontraída, a artista falou-nos sobre esta nova etapa e fez um balanço positivo das suas décadas de carreira.

Acaba de se associar a produtora Hey Hey Heyyy. O que podemos esperar desta parceria?
Espero que corra bem, que seja o início de uma longa e próspera relação profissional e acima de tudo que eu consiga sempre provar-lhes que a sua aposta em mim foi uma escolha acertada.

É a primeira vez que se associa a alguma produtora em Angola?
Sim, é a primeira vez que me associo a uma produtora Angola.

Estamos acostumados a ver a Carla como Back vocal de outros cantores, podemos encarar esta parceria como um reafirmar da sua carreira?
Ainda tenho alguns compromissos enquanto back vocal. Porém, apesar de ser algo que amo fazer – porque tudo o que seja cantar é a minha paixão – chegou o momento de tentar voos mais altos e apostar em mim e na minha individualidade. Faz parte do processo de evolução e de crescimento de qualquer artista.

De regresso ao seu passado, conta com 20 anos de carreira “divididos” entre Angola e Portugal. Qual é o balanço que faz destas duas décadas a dar boa música?
Sou uma privilegiada por poder fazer e viver daquilo que amo. Sempre fui feliz nesse quesito e, apesar de saber que em qualquer arte é preciso sempre uma pitada de sorte, sei também o quanto me dedico e do meu valor enquanto cantora. Daí ter tido sempre bastante trabalho e ter sido sempre requisitada, felizmente.

Foi vencedora do Festival da Canção da Rádio LAC em 2018, com a interpretação do tema “E se fora eu” de Dino Ferraz. O que este reconhecimento significou para si?
Foi o momento profissional mais marcante para mim desde que estou em Angola. Fui escolhida por um compositor e músico que admiro bastante e o resultado foi o que todos ambicionavam. É uma grande responsabilidade ter de interpretar e defender uma composição. Mas ganhar é uma responsabilidade ainda maior, pois temos de constantemente provar que merecemos essa vitória.

A música “Cadê o Amor”, foi a eleita para dar início a nova etapa… Qual é a história desta música?
Essa música também é da autoria do compositor e músico Dino Ferraz. Depois do festival, enquanto ouvia alguns trabalhos que ele fez para vários outros artistas, ouvi esse tema e fiquei apaixonada. Não tive sequer de pensar muito. Às vezes não somos nós que escolhemos as músicas, mas sim elas que nos escolhem a nós.

as cargas mais recentes

“Rocha negra” parte para a eternidade aos 73 anos

há 1 ano
O ex-internacional francês, sobreviveu até a manhã de hoje, em coma profundo desde os seus 34 anos, quando sofreu um broncoespasmo, em 17 de Março de 1982.

Músico Vladmiro Gonga abre iniciativa para ajudar a internacionalizar clássicos angolanos

há 2 anos
O programa está a ser apoiada pelo Projecto Brilhar, integra aulas de violão e visa promover os clássicos do Semba, Kilapanga e Massemba, interpretados fundamentalmente em Kimbundu e Umbundu.

Wizkid torna-se o primeiro artista africano entre os 30 melhores da Apple Music

há 2 anos
O feito inédito da história da Apple Music foi dado a conhecer ontem e surge por causa da canção ‘Essence’, do álbum ‘Made in Lagos’, lançado em Outubro do ano passado.

Dois dias depois Sinéad O’Connor arrepende-se e anuncia regresso à música

há 2 anos
Dois dias depois de anunciar a sua retirada da música, a cantora irlandesa recuou na decisão, justificando que tinha tomado a atitude por causa de algumas entrevistas que cedeu aos meios de comunicação social britânicos.

Sílvio de Sousa está de regresso às quadras

há 2 anos
O basquetebolista angolano Sílvio de Sousa, de 22 anos de idade, vai representar a Universidade de Tennessee em Chattanooga, na temporada 2021/22, naquele que será o seu segundo programa universitário, depois de Kansas.

Ludmilla participa na 2ª temporada da série ‘Arcanjo Renegado’

há 3 anos
Em meio a polémica com Anitta, a cantora Ludmilla foi escalada para interpretar uma polícia Militar. Apesar de receber vários elogios da classe artística com destaque para o apoio de Emicida, a actriz Samantha Schmütz fez uma crítica sobre o assunto, ao qual, foi respondida ao pé da letra.

Tanayira Felicidade: Uma voz alternativa em ascensão

há 1 ano
Desde muito cedo, Tanayira Felicidade mostrou que tem inclinação para a música. Quando criança, sempre se destacava nos concursos de dança em que participava e hoje, já adulta, revela-se como a nova promessa do Semba, Kizomba, Soul e R&B.

Conheça Tusse, o refugiado congolês que venceu a maior competição musical da Suécia

há 2 anos
No passado sábado, o artista de 19 anos venceu o concurso de canto Melodifestivalen, consolidando sua posição para representar a Suécia no Festival Eurovisão, que acontece no próximo dia 18 de Maio.

O Incesto Real: Novo romance de Comandante Jujú é amanhã no programa ‘Bom dia bom dia’

há 2 anos
Cruzando os séculos, narradores e uma vasta rede de possibilidades, o autor joga com os laços e armadilhas da vida para nos oferecer uma outra história de uma certa Angola.

“Abençoado”, Nikko lança mais uma EP

há 1 ano
Depois da EP Kuzola Planet, Niiko apresentou há uma semana o seu novo trabaho intitulado ‘Abençoado’ feito de temas inéditos que reafirmam o seu voo solo, com abordagem musical distinta.

Saiba quem são os artistas mais bem pagos da década

há 2 anos
Na última década, no período entre 2011 e 2020, os artistas mais bem pagos, segundo a avaliação da revista, após ter reunido publicações anuais da Forbes, Beyoncé, Diddy, Elton John, Taylor Swift e Dr. Dre são os mais bem pagos do mundo.

‘Fora do Grupo’, Gilmário Vemba protagoniza um dos maiores espectáculos de stand-up comedy de Angola

há 6 meses

Ouvir música através de um implante no cérebro é a mais nova proposta da Tesla

há 3 anos
Elon Musk, CEO da marca de automóveis Tesla e da empresa aeroespacial SpaceX, que colocou recentemente dois astronautas em órbita, afirma que vamos deixar de precisar de auscultadores em breve, porque vamos passar a ouvir música através de um micro-chip no cérebro.

Daniel Alves regressa ao Barcelona cinco anos depois

há 1 ano

10 anos depois Diff regressa ao game para revolucionar o Rap

há 2 anos
É dos rappers mais modernos da actualidade e só não deu cartas porque esteve dez anos fora do mainstream, mas, está de volta e desta vez com um EP de 4 faixas musicais, incluindo os respectivos vídeoclips. Além da obra, o músico preparou uma “bomba” com Anselmo Ralph e fala à Carga sobre o seu regresso.

Paul McCartney e Taylor Swift revelam parceria em entrevista à Rolling Stone

há 2 anos
A Rolling Stone divulgou ontem a sua mais recente capa, onde figuram os dois artistas de gerações diferentes, na estreia de uma série de novas conversas entre artistas, o Musicians On Musicians.