Chilola de Almeida: “Quero fazer o Semba atingir os palcos onde os mestres sempre desejaram”

Como cantor  pode não ser muito conhecido, mas como compositor, Chilola de Almeida escreveu sucessos de músicos como Filho do Zua, Ary, Puto Português, Carlos Burty e Banda Maravilha. Este ano, o músico vai dar o primeiro grande passo da carreira e assume-se como a continuidade de Bangão.

Apesar de cantar, sei que é também compositor. Para que artistas já escreveu?
Vários. Filho do Zua, Ary, Puto Português, Edy Tussa, Carlos Burty, banda maravilha, Yuri da cunha, Maya cool, Magareth de Rosário etc.

Se tivesse que escolher entre cantar e compor, o que optava?
Compor. Sinto-me mais confortável a escrever. Compus o Jabakule, Retrato, Kassembele, Marcela, Linda Prá Xuxo e tantas que não me vêm na memória neste momento.

Em que circunstâncias começa a cultivar a veia artística?
Dei por mim já era isso desde a minha adolescência na igreja tocoísta.

Ouvindo-o a cantar tornar-se difícil diferenciá-lo de Baagão.
Dizem que temos muita coisa em comum: timbre, banga e criatividade. Deus seja louvado por isso, porque trata-se de um mestre do Semba.

Esta aproximação vocálica, já o levou a pensar que devia dar continuidade à carreira de Bangão?
Sim, ele é a minha grande influência. Sinto-me orgulhoso de ser confundido com o mestre, por outra, percebo muito sobre as línguas nacionais, é a minha outra paixão.

Está a dizer que será o próximo Bangão?
Temos muita coisa em comum.

Como é que descreve a sua carreira neste momento?
Estou apenas a começar. Virão muitas surpresas em prol do crescimento da nossa cultura musical, quero fazer  o Semba atingir os palcos onde os mestres sempre desejaram este é o meu objectivo. Quero realizar o meu sonho, porque tenho o dom de cantar. 

Estava a preparar o primeiro disco. Como ficou o processo?
Caso a pandemia passe, ainda este ano sai. Vai se chamar ‘Uiala’. É um álbum com 16 faixas musicais, algumas já conhecidas e outras inéditas. Aproveito para agradecer a Adriano Mandes de Carvalho por ter apoiado.

E como faz para promover seus projectos?
Usando as ferramentas modernas, mas com muitas dificuldades, pois uso fundos próprios. Ainda não tenho patrocínio, portanto fica um pouco difícil.

Que tipo de abordagens traz?
Trago música folclórica tradicional e contemporânea, mormente o Semba com abordagens do quotidiano e linguagem nacional, gíria e terra-terra.

Este álbum reserva algumas participações?
Sim. Teremos Matias Damásio, Pedro Cabenha e provavelmente Yuri da cunha, Edy Tussa e Kota Bonga. O álbum é uma homenagem a Bangão, mas todas as músicas são minhas.

Já tem consegue colher alguma coisa da carreira artística?
Sim, um “kassembele” básico. Sou assalariado e ainda não olho para a música como o meu ganha- pão, por isso vamos gerir.

Qual seria o limite?
Quero chegar ao infinito. Quero pisar os maiores palcos do país e o mundo, com cara nas revistas, outdoorss etc.

Para que artistas está a escrever neste momento?
Estou a escrever para Nandinho Semedo, Yuri e Ary.

Como está a reagir ao impacto da pandemia?
Cancelei o single ‘Paz nas Estradas’, que sairia no dia 4 Abril deste ano. Não tem sido fácil. Respondendo à pergunta, sobrevivo do meu salário como agente policial.

Que outros projectos participou que seja do nosso desconhecimento?Dei voz ao projecto de homenagem a Beto de Almeida  com a Bmax, a Bangão, com a Xicote Produções, ao Planeamento Familiar, com a Ti Chi-Eventos, eventos solidários e alguns gospel que já não me lembro.

as cargas mais recentes

Mercado musical angolano passará a contar com nova plataforma de streaming internacional

há 1 ano
Trata-se da Wena Music. A plataforma de streaming vai actuar em solo angolano e ajudará a impulsionar e a rentabilizar a música nacional. Wena Music vai também levar a nossa música aos principais mercados internacionais.

C4 Pedro lidera o Top Best da Sadia com 5 faixas entre as 100 mais ouvidas

há 2 anos
Actualmente em destaque com a música `Right Right Right´, no Top 10, cuja a divulgação é semanal, o artista é o mais ouvido dentre o universo de 100 faixas monitoradas pela Sadia: Right Right Right, Pele Negra, Love Again, Nossas Coisas e African Beauty.

Família real autoriza sessões de cinema públicas em casa

há 2 anos
A monarca permitiu que se realizassem sessões de cinema ‘drive-in’ no jardim da casa de campo da família, em Norflok, no Reino Unido.

AMA – Categoria de melhor Semba gera descontentamento

há 3 anos
Foi divulgada a lista dos concorrentes no Angola Music Award (2020). Nas várias categorias, a de melhor Semba está a receber críticas por parte dos agentes musicais, com destaque para uma voz autorizada neste género, como é o caso de Marito Furtado.

Big Daddy Kane e KRS-One protagonizam ‘Verzuz battle’ épico

há 1 ano
Embora exista um descabido preconceito relacionado com a idade dos hippopers, os veteranos Big Daddy Kane e KRS-One provaram na noite de ontem, que o Rap “cinquentão” está de boa saúde e recomenda-se.

UNAC-SA: Artistas sem carteira serão impedidos de exercer a profissão

há 11 meses
A medida surge para regular o mercado e a profissão, de modo a dar maior dignidade aos artistas, impedindo que alguém se apresente em palco sem estar devidamente autorizado.

T.I se autoproclama melhor que JAY-Z, Ye, Pusha-T, Lil Wayne e até mesmo Nas

há 1 ano
Se o Rap por si só já é um “antro” do egocentrismo, o Verzuz battle vem se revelando mais um propulsor desta característica. Em meio a tantas afirmações sobre quem é o melhor rapper, em batalhas de hits, chegou a vez de T.I se posicionar, alegando que ninguém o pode vencer num frente a frente.

O Banco Angolano de Investimentos (BAI) tem apresentado, ano após ano, soluções práticas e acessíveis para os seus parceiros e clientes

há 2 anos

Jardel, ex-estrela do futebol mundial, pretende abrir academia de futebol em Angola

há 1 ano
Duas vezes bota de ouro, o ex-avançado brasileiro manifestou ontem, em Luanda, a intenção de abrir uma academia de futebol no país, em parceria com o Interclube.

Mobbers lançam L.O.M. com participações de ProfJam e T-Rex

há 2 anos
Da autoria dos Mobbers, o single foi disponibilizado ontem em todas as plataformas digitais e conta com as vozes do Rapper Português ProfJam, e do rapper angolano T-Rex.

Declaração Universal de Paz do Hip Hop completa 20 anos hoje

há 2 anos
A Declaração de Paz é um documento que reconhece o Hip Hop como uma cultura internacional de paz e prosperidade. O mesmo agrega um conjunto de princípios que orientam os Hiphoppers como sustentar o carácter pacífico da Kultura Hip Hop, formar e buscar a paz mundial.

Mais de 2000 concorrentes tentam a sorte para as duas vagas na Clé Ent.

há 3 anos
Dos mais de dois mil novos talentos que acorreram na manhã desta sexta-feira à Praça da Independência, em Luanda para uma vaga de integrar o grupo de artistas da Clé Entertainment, somente dois poderão ser as próximas estrelas da produtora.

Membro da Army Squad divulga projecto que retrata a sua trajectória

há 3 anos
O rapper D-One vai publicar, na madrugada desta segunda-feira (11), uma compilação de 12 músicas que tiveram suas participações, incluindo clássicos da Old School e do período áureo do Rap underground.

Ronaldinho Gaúcho infectado com Covid-19

há 2 anos
A confirmação foi dado pelo próprio, através das suas redes sociais, após a sua não participação de um evento, que visava efectuar uma visitar de campo a um estádio de futebol em Minas Gerais.

Sext’ Arte desta semana discorre sobre o tema ‘Produção Cultural’

há 12 meses
A próxima oficina Sext’ Arte será sobre “Produção Cultural” com Kiaco Zambo, a decorrer na sexta-feira, dia 18 de Fevereiro, no período das 14h00 as 17h no CCBA – Centro Cultural do Brasil em Angola. O programa tem acesso gratuito, mas com vagas limitadas.

Samuel Eto’o irritado com clubes franceses

há 2 anos