Chilola de Almeida: “Quero fazer o Semba atingir os palcos onde os mestres sempre desejaram”

Como cantor  pode não ser muito conhecido, mas como compositor, Chilola de Almeida escreveu sucessos de músicos como Filho do Zua, Ary, Puto Português, Carlos Burty e Banda Maravilha. Este ano, o músico vai dar o primeiro grande passo da carreira e assume-se como a continuidade de Bangão.

Apesar de cantar, sei que é também compositor. Para que artistas já escreveu?
Vários. Filho do Zua, Ary, Puto Português, Edy Tussa, Carlos Burty, banda maravilha, Yuri da cunha, Maya cool, Magareth de Rosário etc.

Se tivesse que escolher entre cantar e compor, o que optava?
Compor. Sinto-me mais confortável a escrever. Compus o Jabakule, Retrato, Kassembele, Marcela, Linda Prá Xuxo e tantas que não me vêm na memória neste momento.

Em que circunstâncias começa a cultivar a veia artística?
Dei por mim já era isso desde a minha adolescência na igreja tocoísta.

Ouvindo-o a cantar tornar-se difícil diferenciá-lo de Baagão.
Dizem que temos muita coisa em comum: timbre, banga e criatividade. Deus seja louvado por isso, porque trata-se de um mestre do Semba.

Esta aproximação vocálica, já o levou a pensar que devia dar continuidade à carreira de Bangão?
Sim, ele é a minha grande influência. Sinto-me orgulhoso de ser confundido com o mestre, por outra, percebo muito sobre as línguas nacionais, é a minha outra paixão.

Está a dizer que será o próximo Bangão?
Temos muita coisa em comum.

Como é que descreve a sua carreira neste momento?
Estou apenas a começar. Virão muitas surpresas em prol do crescimento da nossa cultura musical, quero fazer  o Semba atingir os palcos onde os mestres sempre desejaram este é o meu objectivo. Quero realizar o meu sonho, porque tenho o dom de cantar. 

Estava a preparar o primeiro disco. Como ficou o processo?
Caso a pandemia passe, ainda este ano sai. Vai se chamar ‘Uiala’. É um álbum com 16 faixas musicais, algumas já conhecidas e outras inéditas. Aproveito para agradecer a Adriano Mandes de Carvalho por ter apoiado.

E como faz para promover seus projectos?
Usando as ferramentas modernas, mas com muitas dificuldades, pois uso fundos próprios. Ainda não tenho patrocínio, portanto fica um pouco difícil.

Que tipo de abordagens traz?
Trago música folclórica tradicional e contemporânea, mormente o Semba com abordagens do quotidiano e linguagem nacional, gíria e terra-terra.

Este álbum reserva algumas participações?
Sim. Teremos Matias Damásio, Pedro Cabenha e provavelmente Yuri da cunha, Edy Tussa e Kota Bonga. O álbum é uma homenagem a Bangão, mas todas as músicas são minhas.

Já tem consegue colher alguma coisa da carreira artística?
Sim, um “kassembele” básico. Sou assalariado e ainda não olho para a música como o meu ganha- pão, por isso vamos gerir.

Qual seria o limite?
Quero chegar ao infinito. Quero pisar os maiores palcos do país e o mundo, com cara nas revistas, outdoorss etc.

Para que artistas está a escrever neste momento?
Estou a escrever para Nandinho Semedo, Yuri e Ary.

Como está a reagir ao impacto da pandemia?
Cancelei o single ‘Paz nas Estradas’, que sairia no dia 4 Abril deste ano. Não tem sido fácil. Respondendo à pergunta, sobrevivo do meu salário como agente policial.

Que outros projectos participou que seja do nosso desconhecimento?Dei voz ao projecto de homenagem a Beto de Almeida  com a Bmax, a Bangão, com a Xicote Produções, ao Planeamento Familiar, com a Ti Chi-Eventos, eventos solidários e alguns gospel que já não me lembro.

as cargas mais recentes

Rapper e dj português morto à facada por ajuste de contas

há 1 ano

Projecto ‘Nossa Ginga’ recupera importância histórica e cultural da rua Rainha Ginga

há 2 meses
A ser apresentado no próximo dia 21 de Abril, o projecto tem como objectivo principal a recuperação histórica e cultural, o desenvolvimento sócio-ambiental colaborativo e o crescimento económico auto-sustentável para a melhoria da qualidade de vida de todos os membros da comunidade local.

Flay convidado para o Show do Mês Live com Irmãos Almeida

há 2 anos
O músico Flay, autor de sucessos como “Doçura”, Sassa Mutema”, é um dos convidados para o Show do Mês Live com os Irmãos Almeida e Jojó Gouveia, sábado.

Filipe Mukenga: “Sempre tive consciência de que merecia o Prémio Nacional de Cultura e Artes”

há 7 meses
Filipe Mukenga venceu, esta sexta-feira, o Prémio Nacional da Cultura, na categoria de música. Ao reagir à atribuição o músico disse que o galardão tem um sabor especial para si, e considerou ser sempre melhor que as pessoas sejam reconhecidas quando estão em vida.

SSP: O grupo de Rap nacional mais ouvido actualmente

há 2 anos
Dados fornecidos pela Sadia, indicam que o grupo SSP são os artistas mais ouvidos, desde o dia 21 de Setembro, no `Top Nacional´ -−divulgado pela Carga Magazine−. A par desta “colocação”, são também os primeiros artistas do estilo Rap a entrar na lista de preferência dos ouvintes, de todas as rádios nacionais.

Tyrese Gibson revela perda de papéis por causa da sua tez de pele e afirma que o colorismo ainda é um problema em Hollywood

há 10 meses
Em entrevista ao podcast ‘Leah’s Lemonade’, Tyrese Gibson fez o mundo saber que está dentro desta estatística do racismo estrutural.

Morreu o jornalista Edgar Cunha

há 2 anos
Morreu hoje, em Portugal, vítima de doença, o jornalista da Televisão Pública de Angola (TPA) Edgar Cunha, um dos principais rostos dos serviços noticiosos na estação.

Música autobiográfica revela dissabores da trajectória de Halison Paixão

há 1 ano
Superação é o título da mais recente faixa musical de Halison Paixão, trata-se de testemunho cantado, que visa reforçar a esperança de todos que têm poucas possibilidades mas almejam alcançar algum sonho.

Renata Torres recebe humoristas no ‘Vamos falar a sério’ do Kianda Sessions

há 1 ano

Caetano Veloso leva clássico “Hey Jude” dos Beatles ao cinema

há 2 anos
A versão, apenas com voz e violão, faz parte da banda sonora do filme “Narciso em Férias”, um documentário autobiográfico da vida amarga que o músico e compositor brasileiro viveu durante a ditadura militar no Brasil.

Maya Cool abre oitava temporada do Show do Mês

há 1 ano

Covid-19: Matias Damásio volta a testar positivo e vê cancelado seu show de fim de ano

há 6 meses
O músico Matias Damásio voltou a testar positivo à Covid-19 e vê, assim, o seu espectáculo de fim de ano que aconteceria na Foz de Figueira, em Portugal, cancelado. 

Música angolana volta a registar mais uma morte: Adeus Inó Gonçalves!

há 1 ano
Inó Gonçalves pertenceu aos Kituxi, um dos agrupamentos musicais mais internacionais do país. Foi percussionista e tocava tambor solo. O músico morreu após sofrer um ataque cardíaco.

Lewandowski considera que Prémio The Best é melhor que Bola de Ouro

há 5 meses
Depois de ver a Bola de Ouro a escapar “do pé” em 2020, por causa do problema do novo Coronavírus, em 2021, o polaco viu o prémio a cair na mão de Messi, mas pelo segundo ano seguido conquistou o The Best.

Lançado na passada Sexta-feira, álbum póstumo de Pop Smoke caminha para a 1º posição da Billboard

há 11 meses
De acordo com as projecções do Hits Daily Double, Pop Smoke está definido para conquistar o primeiro lugar na Billboard 200 com 110.000 a 120.000 unidades equivalentes a álbuns vendidas, 4.000 a 6.000 das quais serão em vendas de álbuns tradicionais.

Participação de cantoras angolanas no AFRIMMA vai de mal a pior

há 2 anos
A organização dos AFRIMMA, prémios africano de música, divulgou, na semana finda, a lista dos candidatos para a edição 2020, onde, diferente da anterior, os angolanos subiram dois degraus, mas a participação feminina continua um fracasso.