Cinco boas razões para não sair de casa

Numa altura em que o mundo está em isolamento social, face à pandemia do Covid-19, a escritora Rosa Soares, disponibilizou quatro livros para download gratuito, e dará aulas de escrita no Instagram, tencionando com a iniciativa colaborar para que as pessoas fiquem em casa e evitem a exposição, sob pena de serem contaminados.

“De igual modo, ofereço suporte emocional às pessoas que já estão em quarentena, visto que a leitura é uma das melhores formas de aliviar o stress, depressão e ansiedade”, afirmando que tal acção vai culminar com a oferta de curso online de escrita, que será lecciona na sua página oficial de Instagram – shorturl.at/aivXY.

Trata-se de uma escritora angolana, radicada na África do Sul, cuja trajectória de seis anos se imprime na qualidade das quatro obras já publicadas: Uma Versão Diferente da Vida, Met(amor)fose,  O Nosso Natal (conto infantil), Flores não são para os Mortos – aos quais poderá ter acesso, mediante credenciamento no link shorturl.at/rtHL5.

Cinco boas razões para não sair de casa

Para Rosa Soares, “a humanidade precisa de cura e a arte sempre foi o melhor remédio”, e é acreditando nessa máxima que a escritora estende o seu contributo não só com mensagens de incentivo a estar em casa, mas também disponibilizando mecanismos para que não seja um período enfadonho. ⠀

A escritora defende ainda, que a prevenção deve ser uma responsabilidade colectiva. “Acredito que dentro das respectivas áreas culturais, cada artista pode contribuir para sensibilizar as pessoas e oferecer algum incentivo para que fiquem em casa e façam bom uso do período de isolamento”, apelou.

as cargas mais recentes

JLO felicita músicos angolanos

há 11 meses
O Presidente da República, João Lourenço, felicitou, neste domingo, os músicos angolanos por ajudarem a população, com a realização de shows live, a suportar a solitude do confinamento social imposto pela pandemia da covid-19.

“Com Corona ou Sem” o hit do verão de Moçambique

há 5 meses
Da autoria de Mc Roger, com a participação de Twenty Fingers, o single chega para “abrir” a nova estação do ano em Moçambique e promete animar as pistas de dança, ainda que em confinamento.

Documentário feito para limpar imagem de Karol Conká defrauda expectativas

há 6 dias

Netflix adiciona categoria “Black Lives Matter”, que traz narrativas sobre experiência negra

há 11 meses
A Netflix a dicionou à colecção de 24 géneros o Black Lives Matter, uma nova categoria que vai trazer poderosas e complexas narrativas sobre a experiência negra. A mudança ocorreu após o icônico filme” The Help”se ter tornado o título mais transmitido na plataforma.

Estações televisivas nacionais já são monitoradas pela Sadia

há 2 meses
Depois das Rádios, a Sadia informou que já deu início a monitorização das estações televisivas nacionais, nomeadamente: TPA1 e 2, TV Zimbo, Zap Viva, Trace Toca, Vida TV, Afro Music Channel e +Hits África, com o objectivo de salvaguardar os direitos de autores.

Disco que John Lennon assinou para seu próprio assassino vai a leilão

há 6 meses
Uma cópia do LP Double Fantasy , lançada em 1980 por John Lennon , vai a leilão por um valor inicial de 2 milhões de dólares. O disco, com autógrafo do ex-Beatle, pertencia a Mark David Chapman, que se encontra a cumprir prisão perpétua.

Arco de Lisboa pela primeira vez online, para ver até ao dia 14 de Junho

há 12 meses
A galeria This Is Not A White Cube está representada na Arco Lisboa- Secção África Em Foco com o projecto site-specific Arte Contemporânea Africana: Discursos De Decolonialidade.

Conheça Tusse, o refugiado congolês que venceu a maior competição musical da Suécia

há 2 meses
No passado sábado, o artista de 19 anos venceu o concurso de canto Melodifestivalen, consolidando sua posição para representar a Suécia no Festival Eurovisão, que acontece no próximo dia 18 de Maio.

Kaluanda Fest migra para o formato digital

há 4 meses
A decorrer entre os dias 22 a 25 de Janeiro, a habitual ode à cidade de Luanda, fundada aos 25 de Janeiro de 1576, vai acontecer 90% no formato digital.

Ney Tavira: um nome para reter, um talento para ovacionar

há 10 meses
Numa altura em que os rappers da sua faixa etária limitam-se a cantar músicas “superficiais” e refrões de ostentação, Ney Tavira se apresenta como uma lufada de ar fresco para o movimento que tende a se tornar frívolo com o passar dos tempos.

Óscar 2021 pode ser adiado

há 12 meses
A cerimónia está agendada para 28 de Fevereiro de 2021, mas a pandemia do coronavírus deixou o cenário incerto. A Academia já havia anunciado que irá considerar filmes não lançados directamente nos cinemas como elegíveis, que de certa forma aumentou os rumores de que o evento pode ser adiado.

Xutos e Pontapés testam prontidão dos fãs pós confinamento

há 11 meses
Depois da paragem por conta da pandemia do Covid-19 o Teatro Tivoli (Lisboa/Portugal) reabre as portas em Julho, com destaque para o concerto dos Xutos e Pontapés, no dia nove (9).

Helga Fêty acusa produtor Yuri Sousa de apropriar-se da sua obra `Casei com a família´

há 3 meses
Aconselhada a seguir os tramites legais, de acordo com o que é previsto pela lei dos Direitos de Autores e Conexos e, sendo membro da Sadia desde 2007, a artista está disposta a dar voz e rosto a todos “injustiçados” que passam pelo mesmo e não sabem onde recorrer.

Moreira Chonguiça: Lança própria marca de saxofones e apresenta ao presidente moçambicano

há 7 meses
O saxofonista moçambicano Moreira Chonguiça apresentou terça-feira ao chefe de Estado moçambicano, Filipe Nyusi, a sua marca de saxofones, instrumento produzido em Moçambique e que visa promover o gosto pela musica entre os jovens.

Keita Mayanda: “Ao contrário do que algumas pessoas pensam, o Rap está de saúde”

há 6 meses
O músico tem um novo álbum. Intitula-se “Sete Momentos De Lucidez” e vai sair já no próximo mês. Uma obra em que apresenta suas experiências e reflexões sobre a sociedade e a existência humana.

Para não repetir versos Lil Wayne e Eminem revelaram que recorrem a Google

há 1 ano
Para evitar repetir os próprios versos, os dois rappers vão a Google para rever suas letras. Embora admitam que várias vezes tenham tido brancos, consideram a repetição um desrespeito à arte, que tem como objecto a criatividade.