Cinema Para Todos: Mwana Nketo em exibição hoje no Auditório Wyza

A Geração 80 informou esta tarde, que Mwana Nketo dará início ao certame cinematográfico itinerante `Cinema para todos´ . As exibições na Fundação Arte e Cultura acontecerão regularmente todas as quartas-feiras e o documentário Oxalá Cresçam Pitangas de Kiluanje Liberdade e Ondjaki é já o próximo em cartaz, a ser exibido no dia 20 de Outubro.

Com o principal objectivo de massificar a sétima arte em Luanda, o certame decorre sob o lema “o cinema não é um luxo”. O programa, segundo o comunicado da Geração 80, será concretizado com exibições regulares de filmes angolanos e africanos em diferentes espaços culturais da cidade de Luanda, a serem anunciados oportunamente.

“Esta iniciativa surge da crença que temos na Geração 80 que o cinema é uma grande forma de expressão e também uma ferramenta de aprendizado para todos. É de igual importância reconhecer o significado do trabalho das equipas técnicas por detrás das câmaras e os conceitos de cada narrativa traduzida nas lentes.”, Lê−se em comunicado.


Cinema Para Todos: Mwana  Nketo em exibição hoje no Auditório Wyza

`Mwana Nketo´ não só reafirma a qualidade da produção nacional, como também traz ao de cima problemáticas sociais que abrangem particularmente investidores da agricultura e eleva hábitos e costumes, destacando o ritual Efiko: festa tradicional das comunidades Nhaneca, Humbi, Mucubais, Kwanhamas no do Sul de Angola que marca a transição das meninas da fase de adolescente para a adulta.

Protagonizado por Lélis Twevekamba e Evanilde Ferreira, o enredo conta a história de dois jovens de diferentes grupos étnicos, Kwanhama e Bakongo. Nakakalepo e Massala, decidem enfrentar as tradições que os impede de viver um grande amor, mas toda a tradição uma vez quebrada, tem consequências nefastas.

Trata-se da produção de cinema 100% nacional mais recente, um filme original da Tellas, com produção executiva de Sílvio Nascimento, Joel Benoliel e Allen Mamona. Orçado em 20 milhões de Kwanzas, “provenientes dos bolsos de actores”. `Mwana Nketo´ é mais uma obra exitosa que chega às telas sem qualquer apoio.

as cargas mais recentes

“É o beatmaker, e não o cantor, que mais deve ganhar pelo hit”, assim diz a lei

há 2 anos
De acordo com a lei, o beatmaker é o primeiro titular da obra, por isso deve sempre ficar com 50% de todo o rendimento que vier da sua produção musical, ou seja, mesmo quando a música for interpretada pelo num espectáculo, tv, plataforma de streaming, etc., enquanto ao intérprete cabe apenas 20%.

Robertinho anuncia novo álbum com participação de Gerilson Insrael

há 9 meses
Seis anos depois do lançamento de “Ka kinhentu”, o músico prepara-se para apresentar, ainda este ano, o terceiro disco, anunciou o próprio, este domingo, em Luanda.

Morreu Michael Williams, actor do “The Wire”

há 1 ano

Paul McCartney lança disco com canções tocadas pelos Beatles

há 2 anos
O futuro lançamento se junta a dois outros álbuns, McCartney e McCartney II, criados unicamente pelo músico de 78 anos em momentos críticos de sua vida, nos anos 1970 e 1980, em que buscava um renascimento criativo.

Neide Van-Dúnem lança projecto de teatro musical para crianças e adolescentes

há 6 meses

Carlos Morais falha apuramento ao Mundial2022

há 1 ano
O extremo Carlos Morais é a principal baixa na selecção angolana de basquetebol sénior masculina, que vai disputar a primeira janela de qualificação ao Mundial de 2022.

O fim de uma Era. Serena Williams coloca ponto final na carreira

há 5 meses

Impulsionadores do Bambarákatcha já contam 10 anos de estrada

há 3 anos
Staff Paulo é um grupo de músicos e bailarinos angolanos criado em 2010, e constituído por quatro elementos, artisticamente conhecidos por: Paulo Karbura, Paulo Gibele, Paulo Guedes e o Paulo Bruno. Inicialmente como um grupo só de dança de estilo afro beat (House).

Música de Flagelo Urbano volta a ser destaque em Universidade brasileira

há 2 anos
A música ‘Demo Sem Cracia’ da autoria de Flagelo Urbano, está em destaque no ‘Caderno Textos e Debates’ da Universidade Federal de Santa Catarina.

Covid-19: Paulo Gustavo volta a fazer o Brasil chorar, mas desta vez não é de rir

há 2 anos
O actor e humorista, protagonista da franquia “Minha Mãe é uma Peça”, de 42 anos, faleceu nesta ontem, vítima de Covid-19. Já em luto pelas mais de 400 mil mortes causadas pela pandemia e seus derivados, o Brasil recebeu a notícia aos prantos após a confirmação da acessória do artista.

Young Buck explica os verdadeiros motivos e a génese da destruição da G-Unit

há 2 anos
Young Buck, ex-membro da G-Unit, decidiu abrir as copas e revelou que os verdadeiros motivos da destruição do grupo foram a demissão de Sha Money XL, o agente do grupo na época.

Anitta revela que foi vítima de estupro aos 14 anos

há 2 anos
A artista conta ainda que durante muitos anos conviveu com o drama, por achar que a culpa era sua, pois, foi ela quem sugeriu ao agressor sexual que se isolassem para um local a escolha deste, por medo de que fosse acontecer o pior.

Daniel Alves regressa ao Barcelona cinco anos depois

há 1 ano

ORLEI: Há 10 anos a provar que o Rock em Angola já não morrerá

há 2 anos
Devido sua magnitude, O Rock Lalimwe Eteke Ifa ” O Rock Nunca Mais Morrerá ” confunde-se com as celebrações da fundação da cidade do Huambo. Este ano, o evento assinala o 10° aniversário e a organização reinventou-se e trouxe 10 dias de espectáculos intensos com as principais bandas de Rock nacional.

Luandina faz aposta na arte urbana

há 2 anos
A marca angolana, Luandina, está a desenvolver uma campanha de promoção e divulgação do graffiti, pintando os principais pontos de concentração de pessoas, tal como aconteceu com a paragem dos taxistas do Nova Vida, em Luanda, inaugurada esta semana.

Lançamentos dos álbuns de Cef Tanzy e Projecto Comboio terão sido adiados devido ao show de Gerilson Insrael?

há 1 ano
O anúncio sobre o cancelamento, a menos de 24 horas, das vendas e sessões de autógrafos dos álbuns “The Coach” do músico Cef Tanzy e “Comboio Vol.1” terá deixado, na última sexta-feira, os fãs e os amantes da música sem palavras. Mas, e como dizem os peritos, qualquer acção comunicativa movida sobre um produto acaba sempre por promovê-lo.