Começou nas festas do Zango, hoje Dj Xandy deixa sua marca em África

Dj Xandy notabilizou-se nas festas e bares dos bairros de Luanda e hoje assume e produz vários eventos e artistas. Com 12 anos de carreira, é conhecido por divulgar o Afro House e já lançou um EP nesse estilo. A obra conquistou o espaço moçambicano e deu-lhe parcerias com músicos sul-africanos, mas Xandy Afro não pára e traz suas últimas novidades nesta entrevista.

Por que razão decidiu abraçar a carreira de Dj?
Desde 2008, que venho a organizar festas e  abracei a carreira de dj, por gostar de música, festa. Em suma, viver a vida de uma maneira divertida.

E como é que começa a transição para carreira profissional?
Em 2010, eu já tocava nos meus eventos (noite da Jamaica). É no terreno onde aprendemos a ser DJ de verdade. Em 2011, eu já assumia uma festa sozinho. Também tive acesso ao material de DJ profissional, sempre que quisesse, isso facilitou no rápido aprendizado.

Agora não só toca, também produz e canta. Onde tem tido maior protagonismo?
Sou DJ , produtor musical e de eventos (CEO da Festa O Buteco). Não sou cantor, e nem pretendo ser. Não tenho talento para tal. Quanto ao protagonismo, a parte da produção, de certa forma , tem me dado mais destaque, e de forma directa ou indirecta, impulsiona a parte do djing.

Mas possui um EP, o African Drums, de que  resulta este trabalho? Certo. O EP African Drums foi projectado para tocar em diversos países. Graças a Deus tivemos êxitos. Estreou-se em Moçambique. O feedback foi muito positivo por parte dos Djs e cantores de Moçambique. Daí, surgiram várias parcerias com blogs e cantores moçambicanos. Já agora tenho três músicas feitas com artistas moçambicanos. E vou projectando o meu segundo EP.

Que hits já produziu?
Quanto aos hits produzidos por mim, descam-se Mormão Mormão, de Gilson G3ra & Cleusio Gil, Adoço das Mulatas ft Man Renas e os Wuawas. Na África do sul, tive a Bahati Drums ft DJ Happiness & DJ Kapiro Jr..

Que outros projectos está a preparar para este ano?
Para este ano, estamos a preparar faixas com boas participações, a serem lançadas de forma aleatória ao longo do ano. O segundo EP só para o ano que vem. Para este ano, teremos duas faixas, com Gari Sinedima,  participações de John Melaço, com a dupla Last King & Bebinho Xtraga , com o Mr Brazuca e com artistas de Moçambique, como Layla Zen e a dupla Makon & Linox.

Como é que é ser Dj em Angola?
Ser DJ em Angola não é fácil. há que se reinventar dia pós dia. Há muita concorrência e, de certa forma, pouco profissionalismo de alguns colegas! Mas tem aumentado e vai ganhando seu espaço. Não tarda para ser considerado como profissão.

Se está a dizer isso, fica difícil sobreviver em meio a pandemia...
Em tempos de pandemia, os DJs seguiram a tendência actual que são os Lives , embora eu não  adira frequentemente o Live set, por ser produtor musical. Com a paralisação do mercado DJ, vou aproveitando fazer algumas produções  e lançar algumas músicas. 

Ser Dj é também estudar o comportamento das pessoas. Como é que funciona esse processo de estar na festa e seleccionar a música certa? No meu caso, não vejo tanta dificuldade. Antes de tocar faço uma oração e  vou interagindo com o público, com o que sei fazer de bom, que é tocar.

Começou nas festas do Zango, hoje Dj Xandy deixa sua marca em África

Qual foi a experiência menos boa que teve de enfrentar na profissão?
Acredito que a pior experiência , foi em 2015 na Casa da Juventude, em Viana, num evento de grande dimensão, e na altura da actuação do grupo Elenco de Luxo, o palco moveu-se , havia uma garrafa  de água do outro  DJ, a garrafa  caiu e a água acabou por jorrar no meu computador.

Já se considera um bom Dj? Porquê?
Quanto a mim  sou um grande DJ, bom produtor, tenho ideias próprias e tenho identidade.

É comum serem apelidados pelos entretidos com nomes estranhos. Como lhe chamam?
Das vezes em que fui alcunhado em um evento, o pessoal dizia Afro Xandy , Afro Xandy/ Afro , Afro. Creio que era pela técnica e misturas que os agradava.

as cargas mais recentes

Inocenti: Versão oficial da célebre música de Paulo Flores é lançada na voz de Carla Moreno

há 8 meses
Disponível no canal oficial do YouTube da intérprete da vez, a música vem aumentar prestígio à carreira de Carla Moreno, em fase de voo solo. Nesta versão, a respeitada back vocal, reuniu a nível da produção, um team ao nível do palmarés do autor, para reoxigenar este clássico intemporal para o angolano.

Paulo Flores lança “Semba Original” para Carlos Burity e Waldemar Bastos

há 1 ano
A música começou a ser construída muito antes da notícia sobre os passamentos físicos de Waldemar Bastos e Carlos Burity e já faria parte do álbum “Independência”, com lançamento previsto para Abril de 2021.

Covid-19: Omicron força adiamento das vendas e sessões de autógrafos dos álbuns ‘The Coach’ e ‘Comboio Vol.1’

há 2 meses
Face às medidas anuncias no passado dia 27 de Novembro, que por sinal entraram em vigor no dia 1 de Dezembro e uma vez realizada a conferência de imprensa como confirmação da materialização de ambos projectos, a questão que se impõe é o que estará na base deste tardio comunicado: Despreparo, falha de comunicação ou será mais uma estratégia de marketing da LS?

Tribunal impede Artur de Almeida e Silva de tomar posse por suspeita de fraude

há 1 ano
O presidente reeleito da Federação Angolana de Futebol, Artur de Almeida e Silva, está impedido de tomar posse. Em causa está um despacho do Tribunal Provincial de Luanda que resulta da instauração de um processo, indiciando-o no crime de fraude.

Do Kuduro ao Rap: Delver Mancha mostra a naturalidade do seu talento

há 10 meses
Actualmente canta Rap e, ao mesmo tempo, é produtor. Se recuarmos no tempo para ver onde o músico começou, será difícil acreditar que este é o mesmo Delver que, em 2008 , procurava por um “lugar ao sol no Kuduro”.

Brian McKnight rendido ao talento de Shane Maquemba

há 3 meses
A caminhar a passos largos para a internacionalização da sua carreira, Shane Maquemba integrou um cartaz como único convidado de Coréon Dú e ontem, não só foi notado, como também foi referenciado pela lenda do R&B, Brian McKnight.

‘Show da Virada 2021 by Unitel’ passa para o formato televisivo

há 4 semanas
O evento de calendário, anteriormente agendado para os dias 28 e 29 de Dezembro, com a presença do público, vai, a exemplo do ano passado, ser transmitido em cadeia televisiva, no próximo dia 31 de Dezembro, nos canais TPA 1 e TPA Internacional.

Já está disponível o segundo single da saga `Quarentena Rija´

há 2 anos
`Relationship Goals´ é cantada por Prodígio, Don G e Deezy e conta com a produção de Adjane Rafael e Juzicy, baixos de Ivo Magic e scratchs do DJ Fifty.

Allen Halloween reedita Híbrido em vinil com takes inéditos

há 1 ano
Um ano após anunciar a sua retirada da música, rumo a devoção a Deus, a bruxa volta a dar sinal de vida vida com o lançamento surpresa de 500 vinis do álbum Híbrido, o terceiro da carreira.

Burna Boy representa músicos africanos na Casa Branca

há 1 ano
Burna Boy foi o único artista africano presente na lista dos quarenta e seis músicos cujos temas foram seleccionados para a cerimónia inaugural de Biden e Harris à Casa Branca.

Paulo Flores faz declarações comoventes sobre a perda de Nando Quental

há 10 meses

MTV Europe Music Awards 2020: Pabllo Vittar ultrapassa Anitta, Emicida e Ludmila.

há 1 ano
A gala de premiacão MTV Europe Music Awards aconteceu esta madruga em Budapeste, Hungria. Os maiores vencedores da noite foram BTS. Lady Gaga levou o principal prêmio “Artista do Ano” e Pabllo Vittar deixou para atrás Anitta, Emicida, Ludmila e Djonga.

Lendário grupo de Eminem anuncia ressurgimento

há 2 meses
O D12 é um grupo de Hip Hop formado em 1996 e liderado por Eminem. Após alcançar a fama mundial, o conjunto depareceu do mapa, e este final-de-semana, lançou um novo site e diz que veio para ficar.

Mãe de XXXTENTACION é atacada por fãs e acusada de manchar o legado do filho

há 1 ano
Tudo aconteceu após Cleopatra Bernard fazer um live no Instagram do rapper para promover outro artista. Cerca de 18,2 milhões de seguidores receberam uma notificação de que o rapper já morto há mais de dois anos, estava em directo, o que acabou por desencadear ataques à progenitora de XXX.

Próximo 007 será uma mulher negra

há 1 ano
A actriz britânica Lashana Lynch foi confirmada para suceder Daniel Craig como agente 007 em “007: Sem Tempo Para Morrer”, da Saga James Bond.

Bigger Love: Novo álbum de John Legend celebra a música negra

há 2 anos
John Legend tornou pública a capa e a track list do seu novo álbum, a ser lançado dia 19 de Junho, com recurso à riqueza da música negra tradicional, o artista quer levar alegria e esperança ao movimento Black Live Matter.