Conheça Jassira Pascoal, a mais nova aposta do Dj Raiva e Punidor

A jovem de 20 anos despertou a  atenção dos dois profissionais no Unitel Estrelas ao Palco (2019), onde acabou sendo eliminada, mas seu trimbre vocálico, letras e talento podem ajudá-la a tornar-se numa das novas referências da música angolana. Acompanhe a entrevista completa sobre o início de carreira desta cantora.

Foi no Unitel Estrelas ao Palco que sua carreira começa a ganhar maior contornos. Em que fase da vida decide ser cantora?

Desde muito pequena que quis ser e sabia que seria cantora. Quando tentei no Unitel Estrelas ao Palco, já sentia tinha que chegaria longe.

E que história está por detrás desta decisão ?

Meu pai sempre me incentivou para tal, sempre disse que eu seria a pequena estrela dele, quer dizer comecei a cantar por influencia do meu pai.

Como é que se junta a Raiva e Punidor?

O dj Raiva detém a Kissama Eventz, contactei-o na página do Instagram, contei-lhe sobre a minha intenção e ele pediu-me uns áudios e perguntou
duas vezes: “como foi que não ganhaste o Unitel  Estrelas ao Palco?” e decidiu apostar em mim.

Que frutos esta parceria já gerou ? 

Esta a ser muito bom trabalhar com ele. Já temos alguns bons temas gravados…

Que temas são estes e onde encontrá-los?

Por agora, estamos a promover a música “Dono do Meu Coração” e tem tido boa aceitação, depois virá o vídeoclipe…tudo estará a depender da aceitação do público. Há também outros temas em fase de masterização.

E que participações traz ?

Apenas Leggazzin e Sandocan no estilo Afro Beat, que ainda por se gravar em Outubro. Tem músicas produzidas por Punidor,Gabeladas, Sandocan, Dj Sirigu e o Dj sul africano Stokie.

Olhando para as reacções dos seus seguidores, vê-se que está a vir com tudo. Que valores vai acrescentar música angolana ?

A música angolana tem muita coisa boa, nós achamos que o mercado precisa mesmo de algo novo, mais amor, união.

Sabe-se que das músicas que tem em estúdio poderá resultar num projecto musical. Conte-nos como será isso.

Wow! No início, era apenas uma a duas músicas, mas já está a tornar-se num álbum. É provável que seja lançado por via digital para o público.

Que citasse os títulos. De que cantará neste seu primeiro álbum?

Alguns títulos ainda estão por se apreciar. Trago temas de amor, paixão, alegria e algum lamento no meio.

Para além de Kizomba e Guetho Zouk, também faz Afro House. com qual destes estilos acabará por ficar?

Kizomba e Guetho Zouk são a minha praia. Aceitei o desafio do dj Raiva para sair da minha área de conforto. O mercado irá receber dois temas altamente inovadores.

Nem sempre é fácil desenhar uma carreira sólida. o que tem sido mais difícil nesta fase?

Bom, até ao momento a minha força de vontade está a ser muito boa, meu agente consegue criar as devidas condições para que eu consiga trabalhar bem.

Conheça Jassira Pascoal, a mais nova aposta do Dj Raiva e Punidor

O quê que está a marcar o início da sua carreira?

Estar em diferentes estúdios. Não fazia ideia o que seria estar num aquário. É realmente um mundo diferente, me faz viajar sem sair do lugar.

Punidor e Os Gabeladas são produtores que todos nós conhecemos. Está ciente das responsabilidades que tem?

Olhe, foi uma honra ter trabalhado com eles e mais trabalhos agendados virão. São exigentes e autênticos profissionais. Devo apenas mostrar trabalho.

Para além do Unitel Estrelas ao Palco, que outros palcos pisou?Infelizmente nunca pisei em outros palcos para além do concurso.

E como se está a preparar para encarar esses momentos, de subir os palcos e enfrentar o público?

Trabalho arduamente, acreditando e acatando os melhores conselhos da equipa que me rodeia.

Que são as suas influências artísticas?
Minhas influências artísticas são Pérola, Anna Joyce e Edmázia Mayembe. Seria realizar um sonho, caso venha cantar com elas. Tudo e’ possível.

as cargas mais recentes

Thó Simões: “É nas ruas que consigo vislumbrar alguma coisa da natureza humana”

há 2 anos

Ajax da Holanda lança equipamento de futebol em homenagem a Bob Marley

há 2 anos
As camisolas serão o equipamento alternativo do clube para a temporada 2021/22 e são oficialmente apresentadas no dia 11 de Maio, data em que se assinala 40 anos desde que a lenda do Reggae deixou o mundo dos vivos.

Artista português encontra alternativa em pássaros para contornar onda de cancelamentos de shows

há 3 anos
Gohu, pseudónimo de Hugo Veiga, é um português que vive no Brasil há 15 anos. Desde cedo, esteve ligado à música, mas a profissão como publicitário não lhe permitia explorar esse talento. O artista tem agendado para 2021 o lançamento do álbum de estreia e, para contornar a situação dos cancelamentos de shows , foi obrigado a ser muito mais criativo.

Disfarçado, Paul Pogba aparece em palco e canta com Burna Boy

há 1 ano
Ontem, momento depois da retumbante vitória do Manchester United sobre o Newcastle, Paul Pogba mostrou o seu lado rapper ao aparecer disfarçado em palco e interpretar `Focus´ com Burna Boy.

Personagens “rasas” já não cabem no portfólio de Zendaya

há 2 anos
Em entrevista à revista GQ de Fevereiro, a actriz foi categórica ao afirmar que “papéis que giram em torno de homens e personagens femininas unidimensionais “, já não a desafiam e rejeitou vários contratos em 2020 por essa razão.

Phedilson é distinguido no Concurso Huambo Cidade Vida 2021

há 1 ano

Kanye West entrega documentos de candidatura à Comissão Federal de Eleições

há 3 anos
Após rumores sobre a desistência às eleições presidenciais de 2020, Kanye West entregou ontem um conjunto de documentos à Comissão Federal de Eleições dos EUA para formalizar a sua candidatura. O comité político do rapper chama-se “Kanye 2020” e o projecto político “Birthday Party”.

Quincy Jones afirma que os Beatles “foram os piores do mundo”

há 2 anos
Numa entrevista que se tornou viral, e pode provocar alguma polémica, Quincy Jones, lendário produtor de Michael Jackson, afirmou que os Beatles não valiam nada.

Tory Lanez pede desculpas à Megan The Stallion por alvejá-la e justifica “que estava muito bêbado naquela noite”

há 2 anos
Dois meses após alvejar a rapper Megan The Stallion, Tory Lanez reaparece para desmentir que as suas músicas tiveram uma queda nos streams como consequência do sucedido, e segundo noticiou o TMZ, Lanez também teria aproveitado para pedir desculpas à Megan Rhe Stallion.

DJ Nelasta: “Sofri bloqueio do DJ Malvado”

há 3 anos
Durante um “live” (conversa ao vivo nas redes sociais), terça-feira, o Dj Nelasta afirmou que foi bloqueado pelo DJ Malvado, para não tocar na festa da “Bohemia”, alegando que não tem estrutura para o efeito.

Madonna multada com 1 milhão de dólares por defender comunidade LGBTQ+

há 3 anos
A cantora revelou, através das suas redes sociais, que a Rússia obrigou que pagasse 1 milhão de dólares, depois de ela ter feito um discurso de defesa dos direitos da comunidade LGBTQ+ durante um concerto em São Petersburgo.

Roberto Carlos adia o habitual espectáculo em alto-mar para o próximo ano

há 2 anos
O tradicional cruzeiro do músico brasileiro “Projecto Emoções Praia do Forte (BA) ” foi adiado devido o Covid-19. Este é o segundo cruzeiro do cantor adiado este ano.

Mano a Mano: Mano Brown democratiza debates no Spotify

há 1 ano
Mano Brown estreou o podcast no passado mês de Agosto, com a rapper artista Karol Conká, também já passaram pelo programa Drauzio Varela e mais recentemente o ex-presidente do Brasil, Luiz Inácio Lulas da Silva.

Snoop Dogg: “Rappers brancos têm zero de respeito no Rap”

há 3 anos
Snoop Dogg explica porquê não considera Eminem melhor rapper de todos os tempos.

Matias Damásio prepara show solidário

há 3 anos
O show será transmitido na sua página no Youtube e na Televisão Pública de Angola (TPA), a partir das 14h30, e visa angariar a maior quantidade de cestas básicas possíveis, para ajudar os mais necessitados, de acordo com o valor a ser arrecadado.

Justiça brasileira determina que Fundação Palmares retire do site artigos que atacam a figura de Zumbi

há 3 anos
Na sua conta do Twitter, Sérgio Camargo, presidente da Fundação afirmou, por conta desta determinação, que “a Fundação Cultural Palmares está sob censura”. Na decisão, a juíza ressalta que a permanência dos artigos “viola o direito à identidade, acção e memória da comunidade negra”, e prevê a multa diária de multa diária equivalente a 108 milhões de Kwanzas, informou o G1.