Conheça Márcia Itchêlika, a nova promessa do Guetho Zouk

Começou no Kuduro e hoje constrói uma carreira sólida no Guetho Zouk. Já lançou quatro músicas e está neste momento a gravar um vídeoclipe, enquanto projecta o primeiro EP. ‘Dona de uma voz forte’, Márcia Itchêlika vem de uma família de sembistas, mas se assume como a esperança feminina do Zouk em Angola e elegeu o mercado internacional para começar suas conquistas.

Por que decidiu cantar?

O que me leva a cantar é a minha paixão e amor pela música, porque sempre sonhei em ser uma artista profissional.

Como é que começa a sua carreira?

Eu canto desde muito pequena. A minha carreira começou em 2008 a 2009 como kudurista do grupo os Bilhas, mas apenas há 2 anos comecei a seguir a carreira profissional no Guetho Zouk.

O que aconteceu para mudar de estilo?

Foi repentino. Fui convidada para integrar um grupo que fazia Tarraxinha e com eles gravei uma música e continuo no Guetho Zouk até agora. Quero atingir o patamar mais alto da música com o Guetho Zouk.

A quantos passos está de lá?

Estou já a pensar em produzir um EP com diversos estilos. Neste momento, estou a analisar o título do mesmo, mas ainda não tenho uma data certa para o lançamento, tudo vai depender do meu trabalho.

Quantas músicas possui?

No total são quatro. Mas tenho contado apenas duas, a ‘Na Lua’ e ‘Nosso Casamento’, que estão no You Tube e em outras plataformas digitais. Estou também a produzir o vídeoclipe de “Nosso Casamento”.

Que participações traz neste EP?

Irei contar com a participação do Jandir Three, Nelly Da Bulls e outros músicos que ainda não posso revelar.

Com que músicos gostaria de partilhar a mesma canção?

Gostaria de estar no mesmo palco e a cantar a mesma música com o mais velho Pedrito, Yola Semedo, C4 Pedro, Baló Januário, Dodó Miranda e Totó.

No mesmo ano em que se preparava para estoirar, de repente, aparece a pandemia. Como tem lidado com esta situação?

Na verdade, há mal que vem para bem, não está a ser fácil para mim e, de certeza, para todos nós. A sensação não é boa, porque estamos muitos limitados. Mas graças a Deus estamos a trabalhar muito.

Que planos traçou para se impor no mercado? 

Na verdade, os planos são segredos. A minha intenção é surpreender os ouvintes.

 Que ouvintes são esses?

O meu público. Não posso afirmar dizendo que é um, quando, na verdade, sinto o carinho e o apoio do pessoal de cabinda ao Cunene, da diáspora nas mais vaiadas idades.

Que valores traz para a música angolana?

As minhas sonoridades irão acrescentar bons valores à música angolana, porque já tenho alguns fãs que olham para mim como um espelho.

Para que mercados centrou a sua carreira?

A minha carreira esta focada para o mercado internacional.

Não é paradoxal, uma vez que vive e é angolana? Como pretende fazer isso?

Tenho talento e capacidade para transmitir boa música.

Que palcos já pisou?

Já pisei vários palcos, mas uma das melhores recordações que tenho foi quando participei no concurso Estrelas de Angola na Banda TV.

Qual é o seu maior sonho?

Ser conhecida internacionalmente.

É a única da sua família que canta?

Não. A Márcia do Carmo André Da Silva tem o tio Mig, Don Caetano e os Irmãos Kaffala.

as cargas mais recentes

Keita Mayanda: “O Homem e o Artista é um clássico, mas não me trouxe conforto material”

há 1 ano
Hoje faz 15 anos desde que O Homem e o Artista foi lançado. O disco continua a ser protótipo do Hip Hop nacional. Contribuiu para o bem imaterial, felicidade e educação do homem angolano.

Exclusivo: Cabo Snoop regressa à Power House definitivamente

há 1 ano
Agora com 31 anos, pai de família e mais maduro artisticamente, Ivo Manuel de Lemos, conhecido nas lides musicais como Cabo Snoop, regressa como conselheiro e mentor de Cleyton M, ajudando o prodigioso jovem a expandir a carreira para toda África, através das experiências que acumulou com a sua passagem na “poderosa casa” de Hochi Fu.

Forbes revela que Travis Scott factura anualmente 100 milhões de dólares só em parcerias

há 2 anos
Travis Scott cedeu uma entrevista à Forbes e falou sobre os cifrões impressionantes que entram na sua conta anualmente, contabilizados apenas em colaborações criativas.

Patrícia Faria é o novo rosto da Zap Viva

há 2 anos
Depois de três anos a dirigir o “Calientíssimo”, na rádio MFM, Patrícia Faria prepara-se para mais um desafio. Brevemente, a cantora vai conduzir um novo programa de TV, no canal Zap Viva.

Chloe estreia single e videoclip de “Upgrade”

há 1 ano
“Upgrade” fala sobre o poder feminino e pretende transmitir uma mensagem de empoderamento da mulher como um ser humano forte e independente que entende o seu valor.

Maya Cool abre oitava temporada do Show do Mês

há 2 anos

É oficial: Lionel Messi já não é jogador do Barcelona

há 1 ano

Jacob Desvarieux junta-se às celebrações dos 45 anos de independência de Angola

há 2 anos
Apadrinhado por Bonga, o espectáculo para a celebração dos 45 anos da independência terá lugar na próxima quarta-feira (11), em Lisboa, e traz como surpresa o músico Jacob Desvarieux.

Subtil fala-nos “Sobre Amor” no novo single

há 1 ano
Depois do lançamento do álbum “C’ Alma” no início do ano, Subtil traz-nos uma nova música, onde se coloca muito fora da sua zona de conforto. O single conta com a participação especial da voz incrível de Druh AM.

JAY-Z acha que foi a ambição e ego que acabaram com o grupo formado por ele, Ja Rule e DMX

há 1 mês

Faltam apenas três galas para conhecermos o vencedor do BAI Dança Com Ritmo

há 1 ano
Os concorrentes não serão os únicos a serem desafiados, a gala também será marcada pela primeira batalha das celebridades do quadro `Dança com os Famosos´: Kelly Silva defronta Paul G e quem passar pelo crivo do quarteto jurado, permanecerá no concurso.

Mais um artista angolano deixa o mundo dos vivos

há 2 anos
Calou-se a bateria de Paulo Van-Dunem “Paulo Rymy”, Conhecido por tocar ao lado de artistas como Bonga, Eduardo Paim e Banda Canna D’Açucar, o músico morreu hoje vítima de cancro da pele.

Spotify lança plataforma que permitirá valorizar o compositor, produtor e editoras

há 2 anos

Sadia promove palestra sobre ‘Direitos de Autores e Conexos’

há 12 meses
Mais do que salvaguardar tais direitos, a entidade objectiva “normalizar” os direitos de autores na sociedade angolana, um fim que passa por disseminar informações no seio dos utilizadores e profissionais que lidam directamente com o tema.

Filme ‘King Richard’ dá a Will Smith o primeiro Globo de Ouro da sua carreira

há 9 meses

Oito vítimas de alegados crimes sexuais se manifestam contra a soltura de Bill Cosby

há 1 ano
Bill Cosby recebeu mais de 50 acusações de estupro, agressão sexual e má conduta sexual em 2015 e cumpria a pena de 10 anos, desde 2018. Eis que no passado dia 30 de Junho, o actor teve a condenação anulada e recebeu soltura da prisão estadual da Pensilvânia.