Conheça Triple Star C, o músico nigeriano que decidiu fazer carreira em Angola

O seu sucesso começou na Nigéria, pisando palcos com artistas como Davido, para além de actuar em festivais na África do Sul, Gana e RDC. Mas é em Angola que Triple Star C quer fazer a carreira e, aos poucos, vai ganhando título de promotor e representante do Afro Naija em Angola.

A aventura sempre esteve nos seus planos e pelo que tem conseguido parece que está a resultar, antes de optar por construir a carreira, já esteve no nosso país por duas vezes para estudar o mercado. Tal como os outros, Triple Star C tem conquistado seu espaço mercado angolano, actuando com nomes como MC Cabinda, e não pára de lançar novidades. O artista de 27 anos traz um naija cantado na sua língua nacional Igbo e Yoruba e também Inglês e assume-se como o representante do Afro Naija em Angola.

Como é que começa seu envolvimento com a música?
Comecei a carreira em 2011 na Nigéria, quando lancei o meu primeiro single “Balance Question”. Depois dei uma pausa. Em 2012 vim a Angola e em 2015 votei à Nigéria. Dois anos mais tarde voltei a Angola e comecei a cantar de novo.

Teve que interromper a carreira por algum tempo. Por que motivo?
Tive que parar de cantar por causa da escola e de algumas  dificuldades da língua, entre outros.

O que veio a Angola fazer?
Primeiro vim visitar o meu irmão que vive cá já há um bom tempo. Mas agora estou cá mesmo para a música.

Que estilo de música canta e quantas canções já cá gravou?
Faço vários estilos de matriz africana, com destaque para o Afro Naija, que é o que mais me identifica. São mais de 20 músicas gravadas em Angola.

O que fez com que decidisse seguir a carreira a partir de Angola realmente?
Amei mesmo Angola e vi também que eu tenho muito para dar aos angolanos. Trago uma vibe nova e diferente, quero apostar no negócio da música.

Pelo número de música que possui não pensa em gravar um EP com participações?
EP ainda não. Quero trabalhar mais. Tenho umas participações. Know You ft Khally 2manos, Minha Diva ft Kletuz e Gabeladas, Baby Bia ft Tino HD, Uami Ndongadas etc.

Como foi e com que músicos estabeleceu os primeiros contactos cá?
Nos primeiros anos foi muito difícil, mas depois começou a se tornar muito interessante. Tive algumas barreiras, mas graças a Deus são as situações que me meteram onde estou.

E onde é que está agora?
Não muito longe, mas já participei em muitos shows, começando lá na Nigéria, fui ao Ghana, Congo, África do Sul. Actuei com mesmo palco que Davido, Mc Cabinda e tantos outros artistas.

Qual é o seu maior sonho como músico?
O meu maior sonho é ser legendário na música, um lenda que pode ajudar muitos novos talentos. Quero ser o representante do Naija em Angola.

Vê-se que ainda não domina bem o Português, além do Inglês, em que outras línguas canta? 
Neste momento não faço músicas completas em Português, mas em Inglês e na minha língua Igbo e também Yoruba, por isso é que insisto em ter muitas participações nas músicas.

Isso de vir cá fazer Naija é apenas estratégico ou continuará a expandir este estilo em Angola?
Por ser nigeriano, às vezes muito gente cofunde minhas músicas com outros artistas que estão  lá na Nigéria, a minha maior preocupação agora  é vincar a minha marca. A ideia é conquistar o mercado como nigeriano depois e pode começar a fazer músicas em Português e Inglês. A minha música é para todo o mercado africano e mundial

Com quem é que trabalha e com que artistas angolanos sonha gravar algum projecto?
Trabalho de forma independente, não estou em nenhuma produtora. Gostaria de gravar projectos com artistas como Anselmo Ralph e Matias Damásio.

O que tem agendado para as próximas semanas?
Ainda esta samana, tenho a gravação da nova música que já está em estúdio e um vídeoclipe para se fazer.

Está cá há três anos consecutivos, mas as suas redes sociais ainda não há muitos fãs angolanos…
Sim, estamos a conquistar. não está fácil para a nossa parte, mas estamos a conseguir. Estou a completar dois anos no mercados angolano e estou a ver feedback.

as cargas mais recentes

Allen Halloween reedita Híbrido em vinil com takes inéditos

há 1 ano
Um ano após anunciar a sua retirada da música, rumo a devoção a Deus, a bruxa volta a dar sinal de vida vida com o lançamento surpresa de 500 vinis do álbum Híbrido, o terceiro da carreira.

Escritor defende ruas com nomes de artistas angolanos

há 2 anos
O escritor João da Silva Cardoso sugeriu a revisão da toponímia angolana, passando a contar com nomes de artistas e outras figuras de referência, de formas a homenagear e valorizar os feitos de todos aqueles que contribuíram de algum modo para o bem do país.

25 anos depois, Mary J. Blige lança documentário homónimo do icónico LP ‘My Life’

há 7 meses
A produção artística My Life, estreia no próximo dia 25 de Junho, via Prime Video da Amazon Studios. O filme não-ficcional, faz uma incursão aos “demónios e as bênçãos” que inspiraram o álbum lançado em 1994 e catapultou ao estrelato, a carreira que teve início em 1991.

MCK lança “Vidas Humanas Importam”com Telma Lee e Carla Moreno

há 12 meses

Anderson .Paak e Bruno Mars lançam soul inspirado na década de 70

há 11 meses
Lançado na passada Sexta-Feira, o single que já atingiu números astronomicos nas plataformas de stream, é nada mais do que o eleito para apresentar o álbum de estreia da Silk Sonic´, banda liderada por Anderson .Paak e Bruno Mars

Raúl Duarte por mais um ano no Interclube

há 1 ano
A direcção do Interclube renovou hoje (quinta-feira) o contrato de trabalho com o técnico Raúl Duarte, por mais uma temporada a frente da equipa sénior masculina de basquetebol.

Chitãozinho e Xororó com música nova para o Live

há 2 anos
A dupla sertaneja Chitãozinho e Xororó apresenta-se aos fãs na quarta-feira (17), num Live que deverá ficar marcado pelo lançamento da nova música “Voltei para o mato”.

Lançada plataforma de streaming tChill para monetizar todo o tipo de conteúdo audiovisual do país

há 8 meses
A plataforma de streaming pretende dinamizar o mercado cinematográfico do país e monetizar conteúdos audiovisuais como sitcoms, reality-shows, talk-shows, showcases de música, stand up comedy e spoken word.

Paulo Flores homenageia Waldemar Bastos e Carlos Burity em novo álbum

há 1 ano
Intitulado ‘Independência’, no novo disco o artista “regressa às origens” do Semba e exalta o ritmo ancestral usado como instrumento de luta.

Regresso do Show do Mês ao formato original leva público a delírio

há 3 meses

Burna Boy representa músicos africanos na Casa Branca

há 1 ano
Burna Boy foi o único artista africano presente na lista dos quarenta e seis músicos cujos temas foram seleccionados para a cerimónia inaugural de Biden e Harris à Casa Branca.

Após vencer adversidades do Moda Luanda, organização prepara-se para concretizar os Globos de Ouro em Outubro

há 2 anos
Passados alguns dias após a realização da 23ª Edição do Moda Luanda, a Carga Magazine falou com a organização do evento, não só para fazer um balanço do evento, como também perceber quais os maiores desafios da indústria do entretenimento nestes tempos de resguardo.

Globo aposta na união de estilos musicais de Angola e do Brasil na nova campanha de comunicação

há 2 anos
Há sensivelmente um mês, a Globo pôs a circular nos meios de comunicação locais, a campanha ‘Emoção Globo’. O objectivo é aproximar, cada vez mais, os talentos e produtos Globo ao público angolano com mensagens que lembrem personagens icónicas das novelas e programas de entretenimento e informação.

Preto Show vai com tudo ao Euro 2020 e confirma ascensão internacional

há 8 meses
O convite ao músico angolano, que na próxima semana segue para Portugal para a promoção do tema, vem confirmar a sua ascensão na arena internacional, além de prestigiar a música angolana.

Lançamentos dos álbuns de Cef Tanzy e Projecto Comboio terão sido adiados devido ao show de Gerilson Insrael?

há 2 meses
O anúncio sobre o cancelamento, a menos de 24 horas, das vendas e sessões de autógrafos dos álbuns “The Coach” do músico Cef Tanzy e “Comboio Vol.1” terá deixado, na última sexta-feira, os fãs e os amantes da música sem palavras. Mas, e como dizem os peritos, qualquer acção comunicativa movida sobre um produto acaba sempre por promovê-lo.

Justin Bieber: “Pensei que com o sucesso todos os problemas na minha vida desapareciam”

há 10 meses
Numa recente entrevista à revista GQ, revelou pormenores sobre a gestão da sua carreira e a vida pessoal. O canadiano não conseguia controlar-se das drogas e conta que uma vez, seus seguranças chegaram a sentir o seu pulso durante a noite para ver se estava vivo.