Coréon Dú: “Em três décadas de vida, notei que existe uma forte crise de auto- estima sobre a negritude”

É um dos poucos artistas angolanos da sua época que vê a música como o instrumento ideal para firmação da sua identidade e promoção das raízes africanas.

Nos seus versos complexos, Coréon Dú vai apresentando preocupações para a construção de um mundo melhor, tendo o amor romântico, próprio, espiritual ou sombrio como a base de sustentação das suas letras.

Seu sucesso artístico ultrapassa a dimensão musical. Pois, além de marcar presença no topo da Bilboard e ser nomeado para vários prémios nacionais e internacionais, suas coleccões de roupas são das mais raras peças inspiradas na cultura e tradições africanas destacadas nas maiores passarelas do mundo.

É um artista autêntico e multifacetado cuja carreira musical pode ser resumida nos álbuns The Coréon Experiment,The Love Experiment, Binário e, mais recentemente, The Love Infinity, disponível em todas as plataformas de streaming.

Numa conversa livre e aberta com a Carga, Coréon Dú mostrou que tem muito mais para contribuir em prol da africanidade do que tudo aquilo que já fez. O autor de Pele Café fala das últimas novidades.

Coréon Dú: “Em três décadas de vida, notei que existe uma forte crise de auto- estima sobre a negritude”

É uma personalidade com várias facetas, mas a música parece ocupar mais espaço na sua vida. Porquê?

Apesar de não ter o privilégio de poder ter a música como a minha única profissão, a música vive em mim e sempre viverá.

Como funciona o seu processo criativo?

Não creio que tenha um único processo criativo, particularmente com a música, pois não pertenço a uma editora musical. Habitualmente os artistas em grandes editoras tem uma maior pressão para desenvolver um processo criativo concreto, pois têm obrigações comerciais e prazos de
criação e lançamento traçados de forma mais rigorosa. Como ainda não tive esta oportunidade, continuo a criar música de forma bastante orgânica e sem o mesmo grau de pressão para seguir procedimentos específicos a uma estrutura comercial.

O que normalmente envolve suas criações artísticas?

Nos meus outros compromissos profissionais, tenho estes processos e
procedimentos por haver essa exigência . Mas, felizmente, não sucede o mesmo com a música até ao momento.

A única coisa que acho importante para a boa criação musical é pesquisar
constantemente e manter a mente e ouvido abertos a novas ideias .

O amor está quase sempre no centro das suas temáticas. Que tipo de mensagens quis transmitir no tema Pele Café?

Acho que o romantismo no sentido amplo  esteve mais presente do que o amor nas minhas obras passadas. Decidi dedicar-me analisar o amor a nível musical, pois é um tema com infinitas possibilidades e que no
século XXI precisa de ser revisitado.

Quanto ao Pele Café?

Pele Café recflete um tipo de amor que as vezes é esquecido, o amor próprio. Isto é comum no geral, mas principalmente para pessoas de origem negra. Nasci em Angola , cresci principalmente nos Estados Unidos
da América e trabalho um pouco por vários países dentro e fora do continente africano. Em três décadas de vida, notei que existe uma forte crise de auto-estima de muitas pessoas sobre a sua negritude e auto-
rejeição. Até a pessoa aparentemente mais confiante acaba por sentir-se diminuída por um factor que deve ser celebrado .

Que mensagem quis que se retivesse da letra?

O Pele Café é exactamente para comemorar todos tons de pele café, todas as pessoas que tem pele café e a todos que querem bem as pessoas com pele café na sua vida. É uma mensagem que acho importante para todas as faixas etárias. Temos de incentivar-nos a nós mesmos e aos demais para mais amor próprio. Se não formos gentis e bondosos connosco mesmos ,
será difícil retribuir isso com quem nos ama .

Por que motivo decidiu trazer este assunto para a música?

Foi uma criação espontânea . Eu e o Mallaryah desenvolvemos esta canção
de forma bastante orgânica. Com o vídeo, tentei ver a melhor forma de celebrar e transmitir esta mensagem de incentivo ao auto-amor e autoestima que devemos ter todos os dias.

Sempre se preocupou em elevar a cultura africana, a angolana em
particular, através da música, basta recordar o Binário ou o The Coréon
Expriment. Até onde vão suas “lutas”

Tento apenas ser autêntico e focar-me em projectos criativos em que  os meus talentos ou  experiência técnica possam complementar.

Depois do lançamento do Pele Café, o que podemos esperar de si ainda este ano?

Sempre fui focado no presente, porque acho importante relembrar que ser artista como profissão requer muito pragmatismo aliado à criatividade. Nunca gostei de antever o que vou fazer, prefiro partilhar o que estou a fazer no presente, que de momento é a promoção do Álbum “ Love Infinity” lançado no fim de Novembro de 2020. Fora da área musical, este ano sai meu documentário “Bangaologia – A
Ciência do Estilo”

as cargas mais recentes

Paulo Flores faz a apresentação oficial do seu novo álbum

há 3 meses

Maya Cool “dispara” indirectas e deixa músicos em alerta

há 1 ano
Depois das críticas de Mago de Sousa à Unitel, por não cumprir com o trabalho, acordado, de promoção do seu disco, é a vez de Maya Cool a juntar-se a causa, apelando aos fazedores de arte no geral a manifestarem-se a favor do colega.

Leonardo Freezy disponibiliza o single `Gatilho´

há 10 meses
`Gatilho´ é um desabafo, ou uma explosão de frustrações específicas, se quisermos. Memórias profundas que abrangem assuntos pertinentes como o preconceito, o racismo, a força da amizade e do companheirismo.

Mobbers lançam L.O.M. com participações de ProfJam e T-Rex

há 6 meses
Da autoria dos Mobbers, o single foi disponibilizado ontem em todas as plataformas digitais e conta com as vozes do Rapper Português ProfJam, e do rapper angolano T-Rex.

Ariana Grande e Demi Lovato dão indícios de um possível projecto em conjunto

há 3 meses
Ao que tudo indica, Ariana Grande e Demi Lovato estão a trabalhar juntas numa colaboração. As duas artistas postaram a pista no Instagram, neste domingo (7), deixando os fãs bastante animados com a possibilidade.

Angola Music Awards: nomeados serão conhecidos já este mês

há 12 meses
Os artistas nomeados para a sétima edição dos AMA serão apresentados no dia 20 deste mês. O evento anual de premiação dos fazedores da música angolana passa agora a ser produzido e realizado pela Legenda Urbana e traz como grande novidade a categoria “Música Dos PALOP Mais Tocada em Angola”.

Coldplay prepara novo álbum para 2021

há 4 meses

Aumenta a procura pelo álbum de Janet Jackson de 1986 após desculpas de Justin Timberlake

há 4 meses

O reencontro: músicos recordam auge da carreira

há 9 meses
Há quase 10 anos que Fedy Kalupeteka, Tivine Flay, Hélvio e Sukumula já não pisavam um palco, aliás, apenas dois deles vêm se apresentadando como cantor. Este domingo, voltaram a subir ao palco e protagonizaram três horas de emoções.

Sankofa representa Angola no concurso Internacional de Rap Slam

há 11 meses
Em companhia de Zola Kuzedíua, vencedora da última edição do ‘Luanda Slam’, Sankofa vai representar o país no Festival Internacional de Rap Slam do espaço lusófono, a ser acolhido pelo Brasil no próximo dia 29 de Julho a 2 de Agosto deste ano.

Críticas forçam Cardi B a excluir a sua conta do Twitter

há 8 meses
A cantora apagou a sua conta oficial no Twitter, após ter-se dirigido de forma meio agressiva aos fãs, durante um directo no Instagram este final de semana, onde também se insurgiu contra Ariana Grande.

Flay convidado para o Show do Mês Live com Irmãos Almeida

há 10 meses
O músico Flay, autor de sucessos como “Doçura”, Sassa Mutema”, é um dos convidados para o Show do Mês Live com os Irmãos Almeida e Jojó Gouveia, sábado.

Vencedora do Festival da Canção de Luanda apresenta primeiros projectos

há 9 meses
Além do principal prémio, Heróide dos Prazeres foi considerada a melhor voz do ano do Festival da Canção de Luanda, mas não é só o timbre vocálico que chama atenção, ela também escreve, e foi com a sua própria composição que ultrapassou vozes de referência da música angolana.

Ice Cube cancela participação em TV devido à morte de George Floyd

há 1 ano
A morte de George Floyd ( afro-americano de 40 anos) por um policial branco, esta segunda-feira, está a provocar grande tensão e onda de protestos nos Estados Unidos. Ice Cube exprimiu sua indignação, cancelando uma entrevista no “Good Morning America”.

Eminem reconhece hegemonia de 2pac e chama-o de “maior compositor musical da história”

há 1 ano
A lenda hip-hop, Eminem tem 2pac como uma das suas maiores referências. Demonstrando respeito e admiração pelo finado artista sempre que pode, mais uma vez, voltou a enaltecê-lo.

Peça teatral `As crises em tempos de crise´ do Grupo Jovens da Mulemba em cartaz na Fundação Arte e Cultura apresenta

há 2 meses
“A peça aborda de forma crítica, porém sarcástica sobre as crises de várias ordens: Econômica, Religiosa Cultural, e Social; Com uma tônica a crise de valores, a questão do respeito ao próximo, da relação que se quer salutar entre os vizinhos.