Damani Van Dunem: “Defendemos o humanismo africano, o entendimento da nossa história e posicionamento no grande esquema mundial”

O álbum “Swahililândia”, Acto 1, ajudou Damani Van Dunem a perspectivar um novo lugar na música angolana. É uma obra com pensamentos sobre o humanismo africano; a preocupação com o próximo; o entendimento da nossa história e o nosso posicionamento face ao esquema mundial.

Disponível na Internet, é o primeiro disco com a sua antiga formação artística ´Swahili. No passado dia 11 de Novembro, assinalou um ano desde que foi lançado, e brevemente será contemplada com o terceiro videoclipe para o tema “ É Demais”, que conta com participações de Keita Mayanda e Kennedy Ribeiro.

Sobre álbuns não é tudo, Damani está em estúdio a produzir o próximo trabalho, com a participação de uma das referências da produção moçambicana, e deve estar disponível a partir do primeiro trimestre de 2022.

Com este álbum, o rapper angolano pretende estabelecer um novo círculo na sua carreira, que compreenderá em apoiar mais outros talentos da música angolana e elevar a marca ´´´´`’Swahili´’.

Damani Van Dunem: “Defendemos o humanismo africano, o entendimento da nossa história e posicionamento no grande esquema mundial”

“Swahililândia” surge na sequência de vários outros lançamentos, entre os quais Blu-Ray: Quid Pro Quo, Muzumbo e Mutatis Mutandis. Por que só em 2020 decidiu lançar uma obra com a sua primeira formação musical?

“Swahili” é uma forma de estar e, como tal, sempre sentimos que o nosso álbum teria que traduzir essa energia. Na abordagem, conceitos, materialização do som e isso foi conseguido com a adição do Elzo Sénior – que foi a minha motivação para fazer o álbum. Queria e quero dá-lo a conhecer ao mundo. O single “Glorioso” foi mais um passo nesse sentido. Música que, originalmente, fazia parte do álbum, mas achámos melhor usá-la como single. 

Que pensamentos sustentaram o Swahililândia?

Nós defendemos o humanismo africano – preocupação com o próximo, a solidariedade, a partilha e a vida harmoniosa em comunidade. “Nós”, ao invés de “eu”; o entendimento da nossa história e posicionamento no grande esquema mundial. Nesta ordem de ideias, centramo-nos neste Acto 1. 

Já é possível mensurar as influências que a obra exerceu no Hip Hop angolano?

É muito cedo para quantificar e a pandemia limitou bastante a promoção. Não fizemos shows de apresentação. Assim, retomámos este ano e será com vídeos, somando aos dois já lançados. Semeámos durante anos e já começámos a colher, mas temos noção de que a estrada é longa. 

Fale-nos um pouco deste novo clipe.

É o vídeo da música “É Demais”, com participações do Keita Mayanda e Kennedy Ribeiro. “É Demais” é o exemplo clássico de exaltação do povo originário. O povo africano.

Que paralelismo faz do álbum com a data da independência nacional?

Há cada vez mais um número crescente de africanos atentos na necessidade de se posicionarem, usarem as suas valências para alavancarem as suas comunidades. São os africanos que devem conduzir os seus destinos. A nossa independência não pode ser simbólica. Neste sentido, acreditamos que temos todos a responsabilidade de contribuir nessa edificação espiritual, socioeconómica nacional. De uma independência real. 

Está em estúdio a preparar novos trabalhos. De que projectos se trata?

Para já, posso adiantar que estou a finalizar um álbum colaborativo com um produtor moçambicano – Sigvh – com quem já trabalhei no Muzumbo e Blu-Ray: Quid Pro Quo. Deverá sair no primeiro trimestre do próximo ano. 

Com efeito, este projecto poderá marcar uma nova etapa na carreira de Damani Van Dunem, tendo em conta a epopeia que vem fazendo desde 2007. É isto que vai suceder?

Com certeza! O SwahiliLândia, Acto 1 ajudou-me a perspectivar o meu novo lugar na música é tenho abraçado este desafio com muito afinco. 

Em termos práticos, o que poderá caracterizar a próxima etapa da sua carreira?

Apoiar outros artistas  e fazer crescer a marca Swahili.

Como é que define o seu rap?

Nunca conseguiria responder a esta pergunta com certeza mas…Pan africanismo.

as cargas mais recentes

Nova Energia distingue “Doutores” da música

há 1 ano
Os músicos Joãozinho Morgado (Percussão), Boto Trindade (Guitarra) e Teddy Nsingui (Guitarra) foram homenageados sábado, no encerramento da sétima temporada do Show do Mês.

P. Black Mr. International prova no novo single que  “Homem Também Gosta De Mimo” 

há 1 ano
“Homem Também Gosta de Mimo” já está disponível nas plataformas digitais e na Vodacom • Movitel para que todos, homens e mulheres, se possam inspirar e mimar mutuamente.

Matias Damásio laureado com medalha de ouro em Portugal

há 2 anos
O presidente da câmara de Oeiras, Isaltino Morais, formalizou esta semana a homenagem ao músico angolano por serviços prestados à comunidade, com a entrega de um diploma e uma medalha de ouro.

Vassouradas novamente no Show do Mês

há 1 ano
É um dos conjuntos mais antigos do país, faz parte da história da música nacional, várias gerações de músicos passaram por lá e é, para muitos, o melhor agrupamento musical de Angola. São os “Kiezos”, próximo cartaz do Show do Mês (24 de Abril).

Família real autoriza sessões de cinema públicas em casa

há 2 anos
A monarca permitiu que se realizassem sessões de cinema ‘drive-in’ no jardim da casa de campo da família, em Norflok, no Reino Unido.

Polícia volta a confrontar um cidadão e Denzel Washington intervém

há 2 anos
Apesar dos protestos, a polícia voltou a interpelar mais um cidadão afro-descendente nos Estados Unidos. Desta vez, Denzel Washington foi obrigado a intervir depois de ver o confronto entre o agente e o cidadão.

Partiu o “físico” e ficou a obra

há 2 anos
Calou-se uma voz inconfundível de Kueno Aionda, calou-se o futuro, num país onde cada vez mais aumenta a quantidade e diminui a qualidade.

Rappers atribuem “certificado de competência” ao governo da Huíla

há 4 meses
A Comunidade Hip-Hop na província da Huíla distinguiu, com um certificado de mérito, o governo provincial por causa do apoio prestado para a realização, em Agosto do ano passado, da primeira Conferência Provincial da Comunidade, por ocasião das Festividades da Nossa Senhora do Monte.

Angola pretende elevar o Semba a Património Cultural da Humanidade

há 5 meses
Numa altura em que se aguarda pelo anúncio da elevação do estilo a Património Imaterial Nacional pelo Ministério da Cultura, Turismo e Ambiente, o país está a preparar os documemtos que justifiquem, junto da UNESCO, a  classificação do Semba a Património Cultural Imaterial da Humanidade.

Chris Brown está a ser acusado de espancar uma mulher até deslocar a textura da cabeça

há 11 meses
De acordo com a suposta vítima, Chris Brown bateu-a na nuca com tanta força que a textura da parte de trás da cabeça saiu. Este final de semana, a polícia deslocou-se à casa do cantor.

Morreu o comandante mais premiado do Carnaval de Luanda

há 2 anos
O comandante do grupo carnavalesco “União 10 de Dezembro”, Pedro Vidal, morreu hoje em Luanda, vítima de doença, apurou a Revista Carga.

Focada nos biliões da Fenty Beauty, Rihanna volta a arquivar novo álbum

há 2 anos
O facto é que há tempos Riri vem focando a maior parte das energias em empreendimentos nos ramos da moda e costméticos, e parece que essa mentalidade empreendedora está a fazer com que o seu próximo album continue engavetado.

Contra toda expectativa, Verstappen sagra-se campeão mundial da Fórmula 1

há 5 meses
Max Verstappen da Red Bull venceu, na tarde de hoje, o campeonato de Fórmula 1, “retirando” o oitavo recorde das mãos de Lewis Hamilton. O Neerlandês venceu graças a uma ultrapassagem na última volta do Grande Prémio de Abu Dhabi, após 22 corridas, tendo 395,5 pontos contra 387,5 de Hamilton. 

Petro “rouba” Aníbal ao 1º de Agosto

há 2 anos
O Petro de Luanda garantiu a contratação do técnico Aníbal Moreira, que até a semana pertencia ao quadro técnico do 1º de Agosto, num contrato válido por quatro anos.

Fatherhood: Da comédia ao drama, Kevin Hart abraça desafio de pai solo em novo filme da Netflix

há 11 meses
Fatherhood estreou há três dias na Netflix e esta a dar que falar nas redes sociais, pois além de mostrar o ecletismo artístico de Kevin Hart, também mostra a realidade nua e crua de homens, vivida “entre muros”.

Tributo a Pitágoras Neto

há 2 anos
O co-fundador da Carga Magazine, Pitágoras Neto completaria 42 anos hoje, 12 de Maio. Relembramos o início da trajectória do jovem empreendedor na publicação que foi fundada há 10 anos e representa a voz de uma geração e o rosto de um movimento, que cada vez mais se afirma através da música.