De Michelle Obama a Kamala Harris: Entenda o activismo disfarçado na elegância dos looks

Looks monocromáticos e deverás elegantes foram os eleitos de Kamala Harris, Hillary Clinton e Michelle Obama para a tomada de posse de Joe Bidden, 46º Presidente dos Estados Unidos.

Por trás de tamanha imponência, três alusões foram feitas propositadamente: o movimento das sufragista, a união dos partidos e contribuição para o fim da cultura do desperdício e da inclusão de estilistas negros e imigrantes.

Desengane-se se pensou que apenas a elegância esteve em jogo no dia da inauguração do novo governo norte americano, não se sabe se foi combinado, mas o facto é que o roxo imperou e as escolhas foram feitas a dedo, desta feita, especialistas desvendaram tudo que os looks referenciavam:

O estilista Christopher John Rogers projectou o casaco azul-roxo real, usado por Kamala Harris nas festividades. Ao passo que Michelle Obama deu oportunidade ao estilista Sergio Hudson. Já o roxo eleito, veio com poderosas mensagens politicas, as análises feitas por especialistas apontam que a Vice homenageou Shirley Chisholm -primeira mulher negra a concorrer à Presidência dos EUA, em 1972, que tinha o roxo como cor de campanha-, mas também foi a cor das sufragistas, movimento datado de 1920 que lutou pelo direito ao voto feminino.

Michelle Obama e Hillary Clinton, completaram a teoria da União dos partidos, o roxo é a combinação do vermelho do partido Republicano com o azul do Democrata.

as cargas mais recentes

Trunfos do DJ Malvado

há 5 meses
Ainda na “ressaca” dos seus 28 anos de carreira, ficámos a conhecer quais as “pérolas” que nunca faltam na playlist de DJ Malvado.

Crate Diggs edita ‘Simplesmente Lindo’, o seu projecto de estreia na Slow Habits

há 3 semanas
‘Simplesmente Lindo’ estreia em todas as plataformas digitais a 24 de Abril através da Slow Habits que anuncia com este projecto a integração de Crate Diggs como novo membro da Editora/Colectivo.

Bun B revela que Jay-Z o expulsou do set de “Check On It” de Beyonce

há 10 meses
15 anos depois, o lendário Bun B fez vir a tona uma história bastante curiosa que se passou nos bastidores das filmagens da música “Check On It”. JAY-Z expulsou mais de 10 homens do set, incluindo Bun B e Slim Thug porque Beyonce dançava de roupas curtas e biquíni.

Em cada espectáculo o cantor ganha 200 mil Kwanzas por música. Isto compensa o investimento feito num álbum?

há 10 meses
Um cantor profissional em Angola gasta entre 500 a 1 milhão e 500 mil Kwanzas para produzir uma música. Por conseguinte, num espectáculo, o músico cobra, em média, 200 mil kwanzas por cada interpretação. Este valor dá para cobrir o investimento feito em cada música? A Carga apresenta algumas reacções de músicos, produtores e alguns dos artistas que mais gastaram com a produção.

Fundação Arte e Cultura reforça apoio à formação artística durante o confinamento

há 10 meses
Cem pessoas entre crianças e adolescentes, da Ilha de Luanda, bairro Casas Novas, sector Ponta, começaram a receber nesta semana manuais de apoio para a formação artista.

Solidariedade artística em tempos de distanciamento

há 12 meses
Nunca o chavão “a dificuldade aguça a criatividade” fez tanto sentido como actualmente. O trabalho remoto tornou-se o novo normal, e reinventar, a palavra de ordem. No meio disto tudo, há famílias resguardadas em casa para se proteger e tentar travar o avanço da pandemia e outras que têm de escolher, entre escapar a doença ou passar por necessidades, para estas, a “entreajuda” se fez chegar na linha da frente com os “heróis” de microfone na mão.

Rapper Duas Caras preocupado com a perda de valores tradicionais em África

há 3 meses

Luso: “Os rappers acabam por depender das acções do político para poder fazer música”

há 11 meses
Luso está no Hip Hop desde os seus 15 anos. Tem um álbum e um EP lançados e está a concluir o segundo álbum. Além disso, o músico desenvolve o projecto “Ilusionista”.

Conheça as surpresas do Festival Internacional de Jazz da Cidade do Cabo edição 2020

há 1 ano
O quarto maior evento de Jazz do mundo e o primeiro do continente africano, traz para a vigésima primeira edição uma diversidade de vozes. Nomes como Lira, Lady Zamar e o rapper norte-americano Earl Sweatshirt vão juntar-se a veteranos do Jazz.

Dr. Dre rendido ao talento de Keedron Bryant

há 10 meses
É oficial, Keedron Bryant agora está sob “alçada” de Dr. Dre. O cantor que ficou conhecido por gravar um vídeo em homenagem a George Floyd, vídeo este que se tornou viral, despertando de milhões de pessoas, incluindo Dre.

7 de Setembro de 1996: O dia em que Tupac foi baleado e não mais voltou aos palcos

há 8 meses
apesar de existirem vários suspeitos e teorias, a polícia nunca chegou em uma conclusão oficial sobre quem teria disparado os 13 tiros contra o carro do rapper em 1996.

Snoop Doog celebra 49º aniversário de Tupac

há 11 meses
Um astro, cujo impacto da obra e da carreira pode ainda ser sentido, como se de um artista vivo e no auge da carreira se tratasse. O seu aniversário ainda é pretexto para homenagens e volvidos 24 anos após a sua morte, o Tupac Shakur continua a ser lembrado como o “maior Rapper de todos os tempos”.

Rui Orlando em concerto no `Especial Tá Bater´

há 8 meses
É já neste sábado, dia 19 de Setembro, que todas as atenções estarão voltadas para o `Especial Tá Bater´, com Rui Orlando, a protagonizar uma incursão pelos maiores sucessos do seu repertório.

Rei da Kizomba “is back”

há 1 ano
Em Maio vem “bomba”, ou seja mais uma, porque o Marechal, recentemente promovido, assim nos habituou.

6ix9ine e Meek Mill por pouco partem para briga à saída de uma discoteca

há 3 meses

Will Smith no papel de escravo fugitivo

há 11 meses
O renomado actor, será o protagonista de ‘ Emancipation’, um filme de época, baseado na história real de Peter, -um escravo fugitivo que incentivou o Exército da União a combater os racistas no sul dos Estados Unidos-. O director do filme Antoine Fuqua, acredita que Smith foi a escolha perfeita, pois gosta de aprofundar o assunto, tanto que se propôs a produzir com os seus parceiros do Westbrook Studios James Lassiter e Jon Mone.