Dennis Samaya: voz do World Music em Angola na mira de produtora internacional

Além de cantor e letrista, é multi-instrumentista. Em 2018 co-fundou Etno N’gola, banda de World Music criada para ajudar a divulgar as línguas nacionais de Angola através da música, e gora soma e segue.

Dennis Samaya reinventou-se e tem em mesa um contrato com uma grande produtora internacional com a qual vai lançar, ainda este ano, um LP.

Com previsão para tiragens físicas limitadas, o disco traz participações das referências da música angolana e, também, será cantado em Cokwé, numa fusão entre Txianda sintético Jazz e World Music.

O artista luandense de 25 anos apresenta seus projectos, suas visões e tendências que podem transformá-lo numa das grandes revelações do World Music no país.

Estava nos Etno N’gola. Por que decidiu optar pela carreira a solo?

Sem o Jack ou o Etno N’gola sempre existiu um Dennis Samaya. Na verdade, cada elemento da banda sempre levou a carreira a solo. Só que esses dois elementos deram valor ao meu trabalho.

Mas diz que agora vai dar mais espaço à sua carreira. O que foi que aconteceu com a banda?

O grupo vive uma fase muito conturbada e difícil.

Quer explicar melhor isso?

Posso sim explicar: a banda está passar por momentos não bons, na minha opinião. Estamos parados. Até então a banda esteve em estúdio a preparar algum material bom e consumíveis, eu acho que, em alguns pontos, nós não estamos de acordo. E por isso estamos parados.

Quer dizer que já não há Etno N’gola?

Estamos sempre em choques. Eu acho que não é isso que eu quero na minha carreira. O Etno é um bebé no meio de tudo isso.

Como vai fazer para gerir a carreira a solo com o grupo?

É simples. Não seria o primeiro caso de um artista estar em um grupo e a carreira a solo, mesmo que, às vezes, as pessoas não conseguem difundir muito. 

E em que fase está a sua carreira neste preciso momento?

Nessa fase da carreira, tenho estado em estúdio, uma vez que não somos permitidos fazer shows. E tenho também aproveitado para melhorar uns aspectos nos meus trabalhos a solo: cuidados na linguagem e pronúncia das palavras, porque, até então, tem sido uma das coisas que muita gente tem reclamado.

Que estilo caracterizará este novo Dennis Samaya?

Os estilos variam desde o Txianda sintético ao jazz contemporânea, as suas maiores variações como Neosoul e um pouco Fusion, que sempre foram a minha paixão. Há uma música intitulada Matamba-ka, que também fará parte desse projecto.

É uma reinvenção…

Chamaria de fase delta. Estou a me reinventar, a reinventar os meus conceitos musicais e harmónicos. Também estou a lutar para uma carreira internacional.

Que projectos tem em carteira e quando os vai lançar?

Estou em uma fase de pré agenciamento. Tenho trabalhado muito no que respeita a organização e gestão de carreira, uma coisa que aqui não se faz muito.

De que produtora se trata e em que se vai basear o contrato?

É uma internacional. Vai basear-se em cuidar da gestão jurídica da carreira, que para mim é muito importante e indispensável. Por agora não quero adiantar nada apenas posso dizer isso.

Que músicas vai lançar para marcar o seu novo aparecimento? 

Numa primeira fase serão lançadas 5 músicas em várias plataformas digitais de musicais atualmente. E, talvez vá se pensar também em vender alguns CDs só, por questão de estética.

Se são os primeiros trabalhos com a sua actual produtora. Quando é que vai apresentá-los?

Sim, e será um LP. Está para final deste ano, em Dezembro, no caso.

Para termos uma ideia sobre o trabalho que está a preparar, quais são as vozes que participaram?

Tudo que eu posso adiantar é que estou em estúdio a longo prazo e pretendo ter artista como Nanuto nos próximos trabalhos. Carlitos Timóteo – baixista com uma estrada longa passada pelos Jovens do Prenda e Kiezos. Zé Mwaleputo, um dos gigantes da guitarra solo no país.

as cargas mais recentes

Obra de Flagelo Urbano é usada como objecto de estudo para elaboração de monografia num paralelo com Agostinho Neto

há 7 meses

Rick Baby × Márciouz “93” disponibilizam finalmente o EP `Naturalmente´

há 4 meses
À Carga Magazine, o integrante da produtora Combinasons, informou que por imperativos da pandemia, o aguardado EP, que foi anunciado no ano passado, vai chegar às plataformas de streaming na próxima sexta feira, dia 14 de Maio.

Ex-campeão de boxe acusa 50 Cent de roubar-lhe mais de 1 milhão de dólares

há 5 meses

Disco que John Lennon assinou para seu próprio assassino vai a leilão

há 10 meses
Uma cópia do LP Double Fantasy , lançada em 1980 por John Lennon , vai a leilão por um valor inicial de 2 milhões de dólares. O disco, com autógrafo do ex-Beatle, pertencia a Mark David Chapman, que se encontra a cumprir prisão perpétua.

MV Bill retrata a própria trajectória em livro

há 1 ano
A Lenda do movimento hip hop brasileiro, MV Bill promete transformar as próprias experiências e pensamentos em livro. Tendo há algum tempo anunciado obra, tudo indica que o rapper está próximo de compartilhá-la com o mundo. A mesma obra vai ainda discorrer sobre figuras como Faustão, Lula, Chorão, “Estilo Vagabundo” e mais

Verzuz TV realiza `Especial Dia da Mãe´

há 5 meses
Na data em que América comemora o Dia da Mãe, a Verzuz TV vai realizar uma batalha amigável entre as SWV contra Xscape, ambas bandas consideradas lendas do R&B feminino que marcou os anos 90.

Sintoniza Viva Nation Rádio: Conversation a dois

há 8 meses
O programa `Conversation a dois´ chegou à programação da plataforma de rádio online “Viva Nation Rádio” para servir de veículo de divulgação da música Palop no resto do continente.

Anitta terá música e camisola personalizada nos jogos da PlayStation

há 12 meses
A cantora será a representante brasileira na lista de músicas da FIFA 21 nos jogos de consolas. O anúncio foi feito ontem pela EA Sports. Para além de música, Anitta terá também uniforme personalizado no FIFA Ultimate Team.

Lil Nas X quer defender 100% a comunidade LGBT

há 1 ano
O rapper, cantor e compositor norte-americano de 20 anos se tornou no primeiro artista a assumir a homossexualidade, estando no top da Billbord.

Mauro Pastrana: “O projecto Alone veio para consolidar a minha posição no “game””

há 1 ano
O músico Mauro Pastrana apresentou o seu novo projecto denominado “Alone”, que conta com cinco temas, cujo segundo videoclipe será apresentado sexta-feira.

Dog Murras e Bonga programam encontro histórico

há 5 meses
Dog Murras vai receber no dia 3 de Maio, Barceló de Carvalho ” Bonga”, na rubrica TerrATerra, para falarem sobre os nossos valores culturais, as tradições africanas e os destinos dos angolanos, numa conversa aberta à moda angolana, despida de cores partidárias.

Paul McCartney e Taylor Swift revelam parceria em entrevista à Rolling Stone

há 10 meses
A Rolling Stone divulgou ontem a sua mais recente capa, onde figuram os dois artistas de gerações diferentes, na estreia de uma série de novas conversas entre artistas, o Musicians On Musicians.

Rigoberto Torres reoxigena clássicos do Hip Hop no seu primeiro EP

há 1 ano
Rigoberto Torres é um nome que pode mudar a história do Rap comercial em Angola. Apesar de começar a escrever sua história no ano passado, o cantor de 20 anos se prepara para apresentar esta sexta-feira, o primeiro EP.

Torneio de basquetebol assinala aniversário da Kianda

há 8 meses
Seis equipas vão disputar o torneio Cidade de Luanda, em Basquetebol sénior masculino e feminino, numa realização da Associação Provincial de Luanda, que visa comemorar os 445 anos da capital do país.

Sabia que hoje assinala-se o Dia da Música Estranha?

há 1 ano
O Dia Internacional da Música Estranha foi criado por Patrick Grant, um músico e compositor de Nova Iorque que queria colocar as pessoas a ouvirem e a tocarem tipos de música que nunca tinham ouvido e tocado antes.

Acção Jovem promove ciclo de aulas sobre historiografia africana

há 1 ano
Sob o mote “Mergulhando nas Artérias da História, Cultura e Tradição Africana”, o projecto nasce de uma conexão entre a Acção Jovem com o Professor, Historiador e Activista Social angolano, Pick Ngudi-A-Kazi e o Portal do Palestrante Africano no Brasil.