Dennis Samaya: voz do World Music em Angola na mira de produtora internacional

Além de cantor e letrista, é multi-instrumentista. Em 2018 co-fundou Etno N’gola, banda de World Music criada para ajudar a divulgar as línguas nacionais de Angola através da música, e gora soma e segue.

Dennis Samaya reinventou-se e tem em mesa um contrato com uma grande produtora internacional com a qual vai lançar, ainda este ano, um LP.

Com previsão para tiragens físicas limitadas, o disco traz participações das referências da música angolana e, também, será cantado em Cokwé, numa fusão entre Txianda sintético Jazz e World Music.

O artista luandense de 25 anos apresenta seus projectos, suas visões e tendências que podem transformá-lo numa das grandes revelações do World Music no país.

Estava nos Etno N’gola. Por que decidiu optar pela carreira a solo?

Sem o Jack ou o Etno N’gola sempre existiu um Dennis Samaya. Na verdade, cada elemento da banda sempre levou a carreira a solo. Só que esses dois elementos deram valor ao meu trabalho.

Mas diz que agora vai dar mais espaço à sua carreira. O que foi que aconteceu com a banda?

O grupo vive uma fase muito conturbada e difícil.

Quer explicar melhor isso?

Posso sim explicar: a banda está passar por momentos não bons, na minha opinião. Estamos parados. Até então a banda esteve em estúdio a preparar algum material bom e consumíveis, eu acho que, em alguns pontos, nós não estamos de acordo. E por isso estamos parados.

Quer dizer que já não há Etno N’gola?

Estamos sempre em choques. Eu acho que não é isso que eu quero na minha carreira. O Etno é um bebé no meio de tudo isso.

Como vai fazer para gerir a carreira a solo com o grupo?

É simples. Não seria o primeiro caso de um artista estar em um grupo e a carreira a solo, mesmo que, às vezes, as pessoas não conseguem difundir muito. 

E em que fase está a sua carreira neste preciso momento?

Nessa fase da carreira, tenho estado em estúdio, uma vez que não somos permitidos fazer shows. E tenho também aproveitado para melhorar uns aspectos nos meus trabalhos a solo: cuidados na linguagem e pronúncia das palavras, porque, até então, tem sido uma das coisas que muita gente tem reclamado.

Que estilo caracterizará este novo Dennis Samaya?

Os estilos variam desde o Txianda sintético ao jazz contemporânea, as suas maiores variações como Neosoul e um pouco Fusion, que sempre foram a minha paixão. Há uma música intitulada Matamba-ka, que também fará parte desse projecto.

É uma reinvenção…

Chamaria de fase delta. Estou a me reinventar, a reinventar os meus conceitos musicais e harmónicos. Também estou a lutar para uma carreira internacional.

Que projectos tem em carteira e quando os vai lançar?

Estou em uma fase de pré agenciamento. Tenho trabalhado muito no que respeita a organização e gestão de carreira, uma coisa que aqui não se faz muito.

De que produtora se trata e em que se vai basear o contrato?

É uma internacional. Vai basear-se em cuidar da gestão jurídica da carreira, que para mim é muito importante e indispensável. Por agora não quero adiantar nada apenas posso dizer isso.

Que músicas vai lançar para marcar o seu novo aparecimento? 

Numa primeira fase serão lançadas 5 músicas em várias plataformas digitais de musicais atualmente. E, talvez vá se pensar também em vender alguns CDs só, por questão de estética.

Se são os primeiros trabalhos com a sua actual produtora. Quando é que vai apresentá-los?

Sim, e será um LP. Está para final deste ano, em Dezembro, no caso.

Para termos uma ideia sobre o trabalho que está a preparar, quais são as vozes que participaram?

Tudo que eu posso adiantar é que estou em estúdio a longo prazo e pretendo ter artista como Nanuto nos próximos trabalhos. Carlitos Timóteo – baixista com uma estrada longa passada pelos Jovens do Prenda e Kiezos. Zé Mwaleputo, um dos gigantes da guitarra solo no país.

as cargas mais recentes

OTAN disponibilizam single `Vais Sengar´

há 2 anos
“Sengar” é uma expressão angolana para os recém-divorciados que após o fim do casamento regressam a casa dos pais, e a música evolui em torno dessa ideia numa vibe engraçada e cativante. Trata-se do terceiro single editado do futuro álbum do grupo que terá um lyric vídeo a acompanhar.

Peça teatral ‘Devaneio’ em cartaz no próximo dia 5 de Maio

há 2 meses
Devaneio passa-se num universo onírico, abalado constantemente pela violência do mundo real. Às temáticas subconsciente e sonho, acrescenta-se trauma e racismo, assim como pinceladas sobre feminismo interseccional e universo queer.

Keita Mayanda: “O Homem e o Artista é um clássico, mas não me trouxe conforto material”

há 12 meses
Hoje faz 15 anos desde que O Homem e o Artista foi lançado. O disco continua a ser protótipo do Hip Hop nacional. Contribuiu para o bem imaterial, felicidade e educação do homem angolano.

“A Mulher do Fim do Mundo”, de Elza Soares, é eleito o melhor disco da década

há 2 anos
O site especializado em música, “Scream & Yell” também elegeu, a par de Elza, David Bowie, com “Blackstar” (2016).

Hit-Boy e Nas confirmam “King’s Disease III já está a caminho”

há 6 meses
Pouco depois de disponibilizar `Magic´, o projecto colaborativo com Nas, Hit-Boy anunciou que o 15º álbum de estúdio da lenda do rap está a ser ultimado e que além de assumir a produção, o álbum traz colaborações de A$AP Rocky e DJ Premier.

Ciclo de conversas do projecto Museu em Desenho decorre já nos dias 17, 18 e 19

há 1 ano
Museu em Desenho é um projecto duplo (conversas e publicação) que investiga e reflecte as posturas e práticas educativas e sociais para os museus, a integralidade das colecções e os focos curatoriais dos museus em Angola.

Xtremo Signo e Lil Drizzy unem Velha e Nova Escola em novo projecto musical

há 5 meses
Lil Drizzy e Xtremo Signo são duas vozes separadas pelo tempo e espaço, mas confessam a mesma crença e lutam pelo mesmo objectivo : o Rap. Os artistas foram desafiados para representar a Velha e Nova Escola do Rap angolano no tema “Quem Me Mandou”, uma iniciativa do canal Rap Produtivo.

Chris Brown cria perfil em site pornográfico e cobra 20 dólares por seguidor

há 2 anos
Cresce a onda de abertura de contas no site de conteúdos adultos Only Fans por parte de estrelas ligadas à música. Depois de Anitta, Cardi B e Tyga, Chris Brown também criou o seu perfil, e está a deixar fãs divididos.

Warner Bros. divulga trailer do filme que traz Will Smith como pai de Serena e Venus Williams

há 11 meses
‘King Richard’ é um drama desportivo estrelado por Will Smith com estreia marcada para o dia 19 de Novembro, a ser lançado na HBO Max. O filme biográfico, detalha a trajectória de Richard Williams, mentor e pai das reputadas tenistas Venus e Serena Williams.

Suge Knight é apontado como mandante do assassinato de Notorious BIG

há 1 ano
24 anos após o assassinato de Christopher “The Notorious BIG” Wallace, um Ex-agente do FBI volta a trazer à tona uma teoria há muito repercutida, “Marion Suge Knight pagou o assassino que matou BIG, mas a bala era na verdade destinada a Diddy”.

Anitta é desafiada a fazer live com músicas gospel

há 2 anos
Diferente de outros espectáculos, a artista brasileira não vai interpretar as suas próprias músicas e será desafiada a protagonizar uma performance com músicas gospel em voz e violão. O live visa arrecadar fundos para apoiar os desempregados e as famílias mais necessitadas.

Curador Luamba Muinga laureado com prémio de arte na Holanda

há 8 meses
O curador e pesquisador cultural Luamba Muinga, vence prémio “Seed Awards”, promovido pelo Fundo Prince Claus, organização neerlandesa estabelecido como um tributo à Sua Alteza Real Príncipe Claus, cuja missão é apoiar, homenagear e conectar artistas e profissionais culturais em África, Ásia, América Latina, Caribe e Europa Oriental.

Mano Brown “inaugura” Casa Hip Hop Brasil no Cristo Redentor

há 5 meses
Cada dia que passa o Hip Hop está a conquistar seu espaço no Brasil. Na sexta-feira, a “cultura” viveu um dos mais importantes momentos desde que chegou ao Brasil nos finais dos anos 70, ao ser levada ao Cristo Redentor, uma das Sete Maravilhas do Mundo.

Drunk Master quebra o silêncio e mostra a sua “Espécie”

há 2 anos
A faixa que já havia sido lançada, é agora apresentada com uma nova roupagem, em que Drunk expressa em dois minutos, num beat que o caracteriza, o que sente e percebe da “espécie em que se enquadra enquanto pessoa”.

Nameless e Sam The Kid juntos no tema “Houdini”

há 1 ano
Já está disponível o novo single “Houdini”, de Nameless que conta com a produção inconfundível de Sam The Kid.

Mundo lusófono conta com plataforma para rádios online e podcasts

há 7 meses
Com objectivo de promover as rádios online e podcasts, a plataforma “Rádio Play” foi ao ar oficialmente ontem (segunda-feira), estando disponível para todos os falantes de língua portuguesa.O espaço surge para colmatar o défice de podcasts e incentivar a sua produção nas rádios lusófonas, particularmente nos países como Angola, Cabo Verde, Moçambique, São Tomé e Príncipe e Guiné-Bissau.