DJ Emílio Mix: Da bateria à mesa misturadora

A carreira de Emílio Mix teve início na igreja, há mais de uma década, o desfecho foi o mais imprevisível, porém satisfatório. Com o suporte da Produtora Rijura Records, acumula funções como: vocal coach, beat maker, drummer e Djing. Sendo que actualmente, também é tido como motivador na área desportiva, “por ter saído da obesidade em 60 dias, sendo visto como exemplo de superação e foco”. Numa breve entrevista, ficámos a conhecer a trajectória do DJ que almeja partilhar a cabine de Som com o DJ Black Coffee.

Quando e como surge a vontade de ser DJ?
Por volta de 2008/2009, comecei a gostar mais da música porque já fui baterista na Igreja… somente juntei o útil ao agradável, e hoje sou mais DJ do que bateristas. Mas sempre fui um amante da música acústica.

Lembra onde tocou pela primeira vez, e quais as condições técnicas que tinha?
Já não lembro muito bem, mas acredito que foi no meu barro e numa das noites que os amigos organizavam festas de quintal.
Na altura o material não era muito sofisticados como nos dias de hoje, Denom 4500 era a referência do material que na altura fazia o uso.

Actualmente quais os equipamentos e programas que usa para tocar num mundo que vira em torno da tecnologia? 
Actualmente o equipamento que mais uso é da marca Pioneer com a referência Plx 1000 DjM 850 com o programa Serato.

O que predomina numa carreira de sucesso como DJ?
Acredito que existem vários factores que predominam numa carreira de sucesso como DJ. Mas uma delas que contou muito na minha carreira tem sido a energia que passo para os fãs e ouvintes nos momentos de set , a responsabilidade e o respeito para com os colegas.

Se lhe dessem a oportunidade de escolher um evento e um nome com quem dividir a cabine, quem seria o eleito(a)?
Se tivesse a oportunidade escolheria o evento “Rocking the Daisies SA” e gostaria de dividir a cabine de som com Black Coffee por ser o melhor do house music e eu cobriria o estilo “Hip Hop” para equilibrar, risos.

Concluiu os seus estudos fora de Angola, isso implica, obviamente algum tempo de ausência. Considera que já tem o seu fiel público angolano?
Sim considero ter o meu público fiel cá, em Angola.

Actualmente quais os maiores desafios que enfrenta enquanto DJ?
Os maiores desafios que enfrento neste momento como DJ é o enquadramento no mercado angolano. A falta de evento devido a pandemia, e as oportunidades que ainda se tornam uma grande barreira no nosso mercado. Para manter ou melhorar, tenho sempre trabalhado em casa e nas redes socais, para poder afastar as barreiras é claro sempre com Deus no caminho.

Nos dias de hoje mulheres têm conquistado o seu espaço. Que análise faz desta inserção no mercado?
Sinto-me impressionado com esta força de vontade de certas mulheres esforçarem-se para poder inserir-se a carreira de DJ, o que não é fácil… já agora dou força e apoia as demais que pretendem fazer o mesmo.

Qual foi o evento e o lugar mais marcante em que já tocou?
O evento que mais me marcou foi uma festa de barco em Cape Town, organizado do por “Klisman Gomes e Jorge Kadiwa”, com o patrocínio do “Saint Club” uma das melhores discotecas da Cidade do Cabo em 2017.

Qual é a música que toca obrigatoriamente num evento?
Olha pergunta muito difícil de responder mais acredito eu que seria a música do Drake “Motto”.

Qual o papel da Rijura records na sua carreira?
Sou agenciado pela Rijura Records, é produtora que foi criada quando começou a minha carreira musical e pelo meu intermédio e de um colega Flávio Henriques. Hoje não temos somente o departamento musical como também o departamento desportivo.

Sabe-se que já trabalhou com o Masta, é um DJ que também se arrisca na produção?

Sim, também tenho trabalhado com produção musical, e direcionamento artísticos: vocal coach, beat maker, drummer.

A par do Djing, em que outras actividades se destaca?
Hoje sou considerado um grande motivador na área desportiva, por ter saído da obesidade em 60 dias, sendo visto como exemplo de superação e foco.

as cargas mais recentes

Nicki Minaj se torna a primeira rapper a atingir 10 biliões de visualizações no Spotify

há 6 meses
A cantora norte-americana conseguiu um feito inédito ao atingir 10 mil milhões de visualizações no Spotify, tornando-se na primeira rapper da história a conseguir a marca na plataforma de streamings.

Música ‘Old Town Road’ de Lil Nas X agora tem certificado de diamante

há 3 meses
A Associação da Indústria Fonográfica da América (RIAA) anunciou que o hit ‘Old Town Road’, agora foi certificado como Diamante. E é a música mais rápida da história a alcançar a certificação.

Sankofa representa Angola no concurso Internacional de Rap Slam

há 6 meses
Em companhia de Zola Kuzedíua, vencedora da última edição do ‘Luanda Slam’, Sankofa vai representar o país no Festival Internacional de Rap Slam do espaço lusófono, a ser acolhido pelo Brasil no próximo dia 29 de Julho a 2 de Agosto deste ano.

Mister Brazuca aposta todas as “cartas” na carreira a solo

há 8 meses
Mids, agora Mister Brazuca, é uma das principais referências da dança em Angola, tendo conquistado o seu espaço como dançarino a solo e de seguida como integrante do grupo “The Groove”, onde também cantava.

Joker: Joaquin Phoenix em negociações para protagonizar mais dois filmes

há 4 meses
Fontes próximas das negociações, citadas pelo britânico “Mirror”, dão conta que o actor está a negociar dois possíveis novos filmes envolvendo a personagem -e a confirmar-se será mesmo o contrato mais bem pago da carreira do actor.

Viúva de Kobe Bryant vai processar policias de Los Angeles

há 8 meses
Vanessa Bryant decidiu agir judicialmente contra os agentes da Polícia de Los Angeles, que terão divulgado imagens do acidente que vitimou Kobe Bryant, lenda do basquetebol, que faleceu a 26 de Janeiro, após um desastre de helicóptero.

“O país está a pedir a presença do Rap crítico e intervencionista”

há 11 meses

Músicos britânicos fazem abaixo-assinado para o Ministério da Cultura

há 6 meses
Cerca de 1.500 artistas, entre eles Ed Sheeran Rolling Stones, Paul McCartney, Coldplay e Eric Clapton, entregaram uma carta ao ministério da cultura britânico a “exigirem” um “calendário claro” sobre o regresso à actividade cultural; apoio financeiro e a eliminação do IVA sobre a venda de bilhetes, devido às dificuldades que estão a enfrentar.

Abril, o mês da dança

há 9 meses

Anitta é desafiada a fazer live com músicas gospel

há 9 meses
Diferente de outros espectáculos, a artista brasileira não vai interpretar as suas próprias músicas e será desafiada a protagonizar uma performance com músicas gospel em voz e violão. O live visa arrecadar fundos para apoiar os desempregados e as famílias mais necessitadas.

Por onde anda o Pato?

há 8 meses
Em 2018 deu o ar da sua graça no Show do Mês, como convidado de Don Kikas, e prometeu retomar os palcos, mas de seguida voltou a sumir do mapa musical.

UEFA quer concluir Champions até final de Agosto

há 8 meses
O presidente da UEFA, Aleksander Ceferin, disse hoje que pretende encerrar a presente temporada da Liga dos Clubes Campeões, suspensa desde Março devido o Covid-19, em Agosto.

Após desmentir informações sobre “fim da carreira” Anna Joyce anuncia dois concertos

há 4 meses
Considerada uma das maiores referências da música angolana dos últimos tempos, Anna Joyce estará no palco do Club S, em Luanda, nos dias 17 e 18 para protagonizar os seus primeiros espectáculos desde o início da pandemia.

Kanye West revela que decidiu concorrer para impedir que Biden vença Trump

há 5 meses

Paulo Flores homenageia Waldemar Bastos e Carlos Burity em novo álbum

há 5 meses
Intitulado ‘Independência’, no novo disco o artista “regressa às origens” do Semba e exalta o ritmo ancestral usado como instrumento de luta.

Snoop Doog celebra 49º aniversário de Tupac

há 7 meses
Um astro, cujo impacto da obra e da carreira pode ainda ser sentido, como se de um artista vivo e no auge da carreira se tratasse. O seu aniversário ainda é pretexto para homenagens e volvidos 24 anos após a sua morte, o Tupac Shakur continua a ser lembrado como o “maior Rapper de todos os tempos”.