DJ Emílio Mix: Da bateria à mesa misturadora

A carreira de Emílio Mix teve início na igreja, há mais de uma década, o desfecho foi o mais imprevisível, porém satisfatório. Com o suporte da Produtora Rijura Records, acumula funções como: vocal coach, beat maker, drummer e Djing. Sendo que actualmente, também é tido como motivador na área desportiva, “por ter saído da obesidade em 60 dias, sendo visto como exemplo de superação e foco”. Numa breve entrevista, ficámos a conhecer a trajectória do DJ que almeja partilhar a cabine de Som com o DJ Black Coffee.

Quando e como surge a vontade de ser DJ?
Por volta de 2008/2009, comecei a gostar mais da música porque já fui baterista na Igreja… somente juntei o útil ao agradável, e hoje sou mais DJ do que bateristas. Mas sempre fui um amante da música acústica.

Lembra onde tocou pela primeira vez, e quais as condições técnicas que tinha?
Já não lembro muito bem, mas acredito que foi no meu barro e numa das noites que os amigos organizavam festas de quintal.
Na altura o material não era muito sofisticados como nos dias de hoje, Denom 4500 era a referência do material que na altura fazia o uso.

Actualmente quais os equipamentos e programas que usa para tocar num mundo que vira em torno da tecnologia? 
Actualmente o equipamento que mais uso é da marca Pioneer com a referência Plx 1000 DjM 850 com o programa Serato.

O que predomina numa carreira de sucesso como DJ?
Acredito que existem vários factores que predominam numa carreira de sucesso como DJ. Mas uma delas que contou muito na minha carreira tem sido a energia que passo para os fãs e ouvintes nos momentos de set , a responsabilidade e o respeito para com os colegas.

Se lhe dessem a oportunidade de escolher um evento e um nome com quem dividir a cabine, quem seria o eleito(a)?
Se tivesse a oportunidade escolheria o evento “Rocking the Daisies SA” e gostaria de dividir a cabine de som com Black Coffee por ser o melhor do house music e eu cobriria o estilo “Hip Hop” para equilibrar, risos.

Concluiu os seus estudos fora de Angola, isso implica, obviamente algum tempo de ausência. Considera que já tem o seu fiel público angolano?
Sim considero ter o meu público fiel cá, em Angola.

Actualmente quais os maiores desafios que enfrenta enquanto DJ?
Os maiores desafios que enfrento neste momento como DJ é o enquadramento no mercado angolano. A falta de evento devido a pandemia, e as oportunidades que ainda se tornam uma grande barreira no nosso mercado. Para manter ou melhorar, tenho sempre trabalhado em casa e nas redes socais, para poder afastar as barreiras é claro sempre com Deus no caminho.

Nos dias de hoje mulheres têm conquistado o seu espaço. Que análise faz desta inserção no mercado?
Sinto-me impressionado com esta força de vontade de certas mulheres esforçarem-se para poder inserir-se a carreira de DJ, o que não é fácil… já agora dou força e apoia as demais que pretendem fazer o mesmo.

Qual foi o evento e o lugar mais marcante em que já tocou?
O evento que mais me marcou foi uma festa de barco em Cape Town, organizado do por “Klisman Gomes e Jorge Kadiwa”, com o patrocínio do “Saint Club” uma das melhores discotecas da Cidade do Cabo em 2017.

Qual é a música que toca obrigatoriamente num evento?
Olha pergunta muito difícil de responder mais acredito eu que seria a música do Drake “Motto”.

Qual o papel da Rijura records na sua carreira?
Sou agenciado pela Rijura Records, é produtora que foi criada quando começou a minha carreira musical e pelo meu intermédio e de um colega Flávio Henriques. Hoje não temos somente o departamento musical como também o departamento desportivo.

Sabe-se que já trabalhou com o Masta, é um DJ que também se arrisca na produção?

Sim, também tenho trabalhado com produção musical, e direcionamento artísticos: vocal coach, beat maker, drummer.

A par do Djing, em que outras actividades se destaca?
Hoje sou considerado um grande motivador na área desportiva, por ter saído da obesidade em 60 dias, sendo visto como exemplo de superação e foco.

as cargas mais recentes

Conheça as surpresas do Festival Internacional de Jazz da Cidade do Cabo edição 2020

há 6 meses
O quarto maior evento de Jazz do mundo e o primeiro do continente africano, traz para a vigésima primeira edição uma diversidade de vozes. Nomes como Lira, Lady Zamar e o rapper norte-americano Earl Sweatshirt vão juntar-se a veteranos do Jazz.

Akon investe seis bilhões de USD para construção de uma “Wakanda” no Senegal

há 4 meses
O rapper senegalês Akon garantiu um contrato de USD 6 bilhões, para construir sua cidade temática no Senegal, com objectivo de ajudar no desenvolvimento da sua terra natal.

Filhos de Jorge Neto passarão a receber pensão do Governo de Cabo Verde

há 5 meses
O Governo de Cabo Verde anunciou a garantia de pensão aos dois filhos menores de Jorge Neto, falecido em Fevereiro último. A atribuição será feita através do Orçamento Geral do Estado à mãe e representante dos menores.

Revista Carga traz pesos pesados para o Reportório

há 5 meses
Os dj´s Malvado e Dias Rodrigues, que sexta-feira, a partir das 19 horas, vão exibir os seus maiores sucessos musicais, no chamado “desfile de hits”.

Ricky Martin surpreende fãs com novo EP

há 5 meses
Ricky Martin surpreendeu os fãs ao lançar sexta-feira (29) o seu novo EP, criado durante a quarentena. O trabalho, intitulado “Pausa”, conta com seis músicas e colaborações de nomes como Sting, Bad Bunny, Pedro Capó entre outros.

Declarações do Director Nacional da Cultura contradizem factos de 2009

há 2 meses
As informações prestadas esta quarta-feira pelo director nacional da cultura, Euclides da Lomba, e reiteradas ontem à Rádio Lac, segundo as quais Carlos Burity não tinha recebido nenhum prémio daquele pelouro contradizem a atribuição, em 2009, do Prémio Nacional de Cultura e Artes ao músico.

Lawilca almeja voltar ao auge

há 2 semanas
Lawilca já esteve no top do Hip Hop e R&B. Em 2005, depois de conquistar grande popularidade com o seu primeiro álbum “Se Diamé”, decidiu sumir para voltar a aparecer em 2014 com o CD “Não Sou o Mesmo Homem”. Desta vez reaparece reestruturado com novos estilos musicais e quer voltar a estar no auge.

Recordar Frank Sinatra

há 5 meses
Num dia como hoje (14 de Maio) morreu o músico, actor e produtor Francis Albert Sinatra, conhecido como Frank Sinatra, considerado um dos melhores cantores de sempre.

Mais um artista angolano deixa o mundo dos vivos

há 1 mês
Calou-se a bateria de Paulo Van-Dunem “Paulo Rymy”, Conhecido por tocar ao lado de artistas como Bonga, Eduardo Paim e Banda Canna D’Açucar, o músico morreu hoje vítima de cancro da pele.

Rapper Mota Jr encontrado morto

há 5 meses
O rapper português Mota Jr foi encontrado morto segunda-feira, mas apenas ontem (terça-feira) o corpo foi identificado, pelo facto de estar em elevado estado de decomposição.

Artista português encontra alternativa em pássaros para contornar onda de cancelamentos de shows

há 6 meses
Gohu, pseudónimo de Hugo Veiga, é um português que vive no Brasil há 15 anos. Desde cedo, esteve ligado à música, mas a profissão como publicitário não lhe permitia explorar esse talento. O artista tem agendado para 2021 o lançamento do álbum de estreia e, para contornar a situação dos cancelamentos de shows , foi obrigado a ser muito mais criativo.

Slash Stana cria plataforma de debates sobre temas pertinentes no Rap Game

há 1 mês
Denominada “Meus Niggas”, surge no intuito de suprir a lacuna que existe no meio “hipopeano”, no que toca a debates. Ao lado de figuras com legitimidade, Stanna traz ao de cima problemáticas que afectam muitos rappers.

Taylor Swift cancela digressão pela Europa

há 6 meses
A cantora norte-americana foi forçada a cancelar o périplo pela Europa por estar apreensiva com a propagação da pandemia do Covid-19. Taylor Swift era cabeça de cartaz de vários festivais europeus.

Meek Mill revela misteriosa doença por trás de sua dramática perda de peso

há 3 meses
O hitmaker da “Dreams and Nightmares” chocou os fãs recentemente na internet ao publicar uma foto no aeroporto de Teterboro, em Nova Jersey, demonstrando claramente que havia perdido muito peso. Após muitas especulações, usou o Twitter, para confirmar que anda acometido por problemas estomacais para os quais os médicos ainda não foram capazes de oferecer um diagnóstico viável.

L’ Edge apresenta o primeiro single do projecto “Legião II”

há 2 meses
Já está disponível a primeira faixa do EP ”Legião II”, o segundo do rapper L’ Edge. O single, com a participação de Vanda Mãe Grande, foi lançado ontem e sucede o W4MT (Waiting 4 my time).

Mais de 35 músicos nacionais e internacionais juntam-se num espectáculo online

há 6 meses
Denominado Eu Fico No Kubico, o festival abriu ontem com a rapper Elisabeth Ventura e vai até 13 de Maio. Durante 28 dias, os músicos vão levar alegria às casas dos fãs. O objectivo é incentivar todos a não sairem de seus aposentos.