DJ Malvado: “Os lives têm ajudado, mas as festas com o calor e a vibração humana fazem parte da inspiração do artista no show”

É indubitavelmente um dos DJs mais conceitos de Angola, deu início à carreira com pseudónimo Cláudio Costelinha, mas foi como DJ Malvado que granjeou fama e conquistou o seu lugar ao sol.


A comemorar 28 anos de carreira, com um repertório irrepreensível, Cláudio Fernando da Costa Rodrigues, revela numa breve entrevista à Carga, como surge o apelido “DJ Malvado”, qual é o elixir para a longevidade da carreira, a falta que sente das festas e vaticina que “quando és original e tens identidade as coisas fluem muito melhor”.

Qual é o balanço que faz dos seus 28 anos de carreira?
Faço um balanço positivo dos meus 28 anos de carreira. E se pudesse faria uma festa enorme para celebrar bem, mas não dá, estamos numa situação de Pandemia mundial e temos que aceitar.

Qual tem sido o segredo para se manter no auge?

Acho que o maior segredo é a paixão louca que eu tenho com a música. Eu entrego-me muito, faço por amor, procuro sempre inovar. Nunca tenho pressa em querer aparecer, sei respeitar o próximo. E não interessa se é meu mais velho ou mais novo. E para mim o que me fez e ficar no auge sempre é a minha linha musical, pois independentemente de me sentir um cidadão do mundo, pelas viagens que faço levando a minha música, conheço outras músicas e estilos no mundo.

Eu não esqueço nunca as minhas origens, sou africano, sou Palop e sou angolano e aonde quer esteja, levo sempre os nossos ritmos. E acredito eu que quando és original e tens identidade as coisas fluem muito mais.

Qual é a maior lembranças que guarda dos seus tempos de “Cláudio Costelinha”?

Tenho boas lembranças dos Tempos de Cláudio Costelinha, desde as festas no meu bairro Valódia, as primeiras festas no Lubango, e as idas à África do Sul, onde foi, com toda a certeza, que dei o pulo para o mundo me conhecer.

A partir de que momento passa a ser o DJ Malvado?

Passo a ser Dj Malvado em 1999, foi precisamente na África do Sul num concerto com o malogrado MGM Zangado, que realizou um show lá e fui o DJ. A seguir começaram a dizer que o show do MGM Zangado foi muito bom, mas que o Costelinha asseguro estava muito Malvado a tocar. E assim surgiu a troca de nome.

A maior parte dos DJs sobrevive de eventos, neste ano atípico como avalia esta classe artística?

A classe artística está completamente sem trabalho, tem sido duro. Não tem sido fácil sobreviver. Os lives têm me ajudado, mas não é a mesma coisa. Festa com presença de pessoas é completamente diferente, pois o calor humano e a vibração fazem parte da inspiração de um artista num show.

O seu caso em particular, 2020 foi um ano frutífero?

O ano de 2020 para mim e para todos tem sido um ano duro. Estamos a perder muita gente próxima, dentre eles, ícones da nossa cultura. Mas é um ano que também tem ajudado a algumas coisas. Nos aproximou de pessoas que a gente ama e que muitas das vezes por questões de trabalho nos distanciamos.

as cargas mais recentes

Fã de 10 anos pede batalha de bateria a Dave Grohl dos Foo Fighters

há 5 meses
Nandi Bushell, de 10 anos, pediu um desafio de bateria a Dave Grohl, músico de 51 anos da banda de Rock Foo Fighters. A batalha foi aceite e durou 30 segundos.

Ludmilla operada após problema com prótese de silicone

há 6 meses
A assessoria da cantora informou que Ludmilla “teve problemas com sua prótese de silicone e precisou fazer uma cirurgia. Ela passa bem e deve ter alta em breve”.

Filhos de Jorge Neto passarão a receber pensão do Governo de Cabo Verde

há 8 meses
O Governo de Cabo Verde anunciou a garantia de pensão aos dois filhos menores de Jorge Neto, falecido em Fevereiro último. A atribuição será feita através do Orçamento Geral do Estado à mãe e representante dos menores.

Nelson Freitas recebe Disco de Ouro por causa da música “Dpos d’Quarenta”

há 3 meses
Lançado em Junho último, o single antigiu mais sete milhões de visualizações no YouTube e fará parte do próximo álbum do cantor cabo-verdiano, que está a ser preparado neste momento.

AMA – Yola Semedo diz que não merece estar entre os nomeados

há 6 meses
Yola Semedo afirmou que este ano (2020) não se revê profissionalmente nas nomeações do Angola Music Award, pelo facto de não ter se empenhado o suficiente.

Cloe Management anuncia mega espectáculo solidário

há 7 meses
O live está marcado para as 20 horas de 27 deste mês e vai reunir djs e artistas dos mais variados estilos musicais para recolha de bens de primeira necessidade. Em primeira mão, os intervenientes falam à Carga sobre os preparativos do primeiro mega espectáculo solidário angolano.

Uma lenda que continua no auge volvidos 39 anos da sua morte

há 9 meses
Num dia como hoje, há 39 anos, a arte empobreceu devido o passamento físico de Bob Marley. Um astro, cujo impacto da obra e da carreira pode ainda ser sentido, como se de um artista vivo e no auge da carreira se tratasse.

Banda-relâmpago volta a despertar rock angolano com obra “arrepiante”

há 7 meses
Downstairs to Somewhere é um projecto colaborativo de rock que existe há menos de quatro meses. Após estrear-se com o single “Its Not About You”, a banda-Relâmpago suportada por Tipo Stereo e Manel Kavalera “Mankav” volta hoje à ribalta com mais uma obra “arrepiante” e anuncia trabalhos em carteira.

Arnold Schwarzenegger em estreia no Rap

há 3 meses
O actor decidiu colaborar com alguns versos em uma nova música do cantor austríaco Andreas Gabalier, intitulada “Pump it Up – The Motivation Song”. A canção fala de superação, e tem Arnold rimando com citações sobre a sua carreira e frases que o tornaram famoso nas últimas décadas.

Carlos Ruiz Zafón, um dos mais lidos da literatura espanhola, morre aos 55 anos

há 7 meses
A notícia sobre a morte do escritor catalão foi confirmada esta tarde através do Twitter do autor. Carlos Ruiz Zafón, autor de obras como “O Jogo Do Anjo” e “A Sombra do Vento” lutava há dois anos contra um cancro, em Los Angeles.

Lizzo e Lil Nas X criticam Blackout Tuesday

há 8 meses
Ao contrário de outros músicos, Lizzo e Lil Nas X condenaram o movimento nas redes sociais promovido pela indústria da música para suspensão das atividades, por considerarem que a campanha ofuscou os protestos contra morte de George Floyd.

UNAC quer aumentar espaços culturais no país

há 9 meses
Segundo o presidente da referida instituição de utilidade pública, José Fernandes, o aproveitamento dos espaços é a prioridade da UNAC, para ajudar a impulsionar o sector artístico, realçando que um melhor aproveitamento dos recintos culturais poderá garantir aos artistas, profissionais e amadores, mais espaços e oportunidades para apresentarem os seus trabalhos.

Rui Orlando em concerto no `Especial Tá Bater´

há 4 meses
É já neste sábado, dia 19 de Setembro, que todas as atenções estarão voltadas para o `Especial Tá Bater´, com Rui Orlando, a protagonizar uma incursão pelos maiores sucessos do seu repertório.

Rapper Raz Simone acusado de ser um”senhor de guerra”

há 7 meses
Vídeos postados nas redes sociais provam o alegado envolvimento de Raz Simone com uma gangue armada na Zona Autônoma de Seattle, em Washington, um quarteirão de protesto sem influência policial. O rapper é apontado como uma espécie de “senhor da guerra”.

Detergente e Smash apresentam “hits” no reportório

há 7 meses
Os produtores Detergente e Smash são os convidados da Revista Carga para quarta edição da rubrica “Reportório”, na próxima sexta-feira (26), onde cada um vai exibir os seus maiores “hits”.

Mais de 2000 concorrentes tentam a sorte para as duas vagas na Clé Ent.

há 10 meses
Dos mais de dois mil novos talentos que acorreram na manhã desta sexta-feira à Praça da Independência, em Luanda para uma vaga de integrar o grupo de artistas da Clé Entertainment, somente dois poderão ser as próximas estrelas da produtora.