Do Kuduro ao Rap: Delver Mancha mostra a naturalidade do seu talento

Já não é novidade emergirem-se grandes talentos motivados por alguma inquietação ou desejo pessoal como é o caso do rapper e produtor Delver Mancha, que descobriu o dom de cantar enquanto buscava por algum consolo na música.

Actualmente canta Rap e, ao mesmo tempo, é produtor. Se recuarmos no tempo para ver onde o músico começou, será difícil acreditar que este é o mesmo Delver que, em 2008 , procurava por um “lugar ao sol no Kuduro”.

Desde que decidiu trocar as batidas e as danças do Kuduro pelo Hip Hop, tem-se revelado um artista promissor. No sábado, lançou um novo EP. Intitula-se “Autêntico” e está disponível no YouTube e Mediafire.

Há muito mais novidade por de trás deste talento. Delver Mancha deixa suas impressões à Carga.

Do Kuduro ao Rap: Delver Mancha mostra a naturalidade do seu talento

Por quê optou por cantar Rap?
Optei por cantar Rap em 2013 porque na altura, estava a passar por momentos não muito bons na minha vida e senti que era a maneira de exprimir o que tinha por dentro.

E agora, qual é o seu maior desafio?
Eu sou um artista nascido na cidade e que cresceu no gueto, então sempre vivi entre os dois e conheço bem as duas realidades. O meu maior desafio é mostrar que não importa de onde venho, o importante é onde vou .

Decidiu cantar Rap porque havia algo por dentro que precisava de expulsar. O quê o Rap mudou na sua vida?
O Rap tornou-me numa pessoa melhor, que compreende a vida e as suas adversidades. Se não fosse o Rap, provavelmente seria um jovem frustrado.

Saiu do Kuduro para o Rap. O que teve de fazer para conseguir se enquadrar rapidamente?
Não tive aí grandes histórias. Comecei em 2013, mas profissionalmente há uns 4 anos. Além de cantar, faço produção musical, por isso não foi lá tão difícil me enquadrar.

Em que o podemos diferenciar de outros artistas da sua faixa etária?
A diferença é que eu sou muito adulto em termos de rimas. Mesmo não escrevendo na maioria das vezes, não primo apenas pelo imediatismo. Trago bom flow, rimas, sonoridade, beats e mixagem muito diferentes.

O que tem caracterizado o início da sua carreira?
Os meus primeiros anos tem sido de aprendizagem, muito trabalho de estúdio porque, além de cantar, também produzo.

De 2013 para cá, passam-se uns oito anos. Que palcos já pisou?
Já pisei vários palcos e festivais até de grande porte. Por exemplo, já estive no show da Tigra; já estive no festival da Luandina; já estive em muitos outros.

Nome artístico: Delver Mancha

Nome completo: Sílvio David Inácio António.

Ocupação: cantor e produtor

Género musical: Hip Hop.

EPs: Autêntico; 2 de Junho, 2 de Junho ( Encarcerado) e 2 de Junho ( Terapia). Mixtapes: Mágico e Rei.

Produtora: indepentente.

Idade: 21 anos.

Morada: Golf 2, distrito do Kappa.

as cargas mais recentes

Denzel Washington é eleito o melhor actor do século XXI

há 1 ano
O prestigiado diário norte-americano The New York Times elegeu Denzel Washington como o melhor actor do século. O actor de 65 anos está acima dos 25 outros da lista, posicionando-se em primeiro lugar.

Micasa está disponível para fazer participações com artistas angolanos

há 12 meses

Variiano: “Queremos ser os ícones do Rap Luso”

há 2 anos
Vat, Graffiter e Cossom formam os Variiano, um grupo de Rap que há três anos vem ocupando o seu espaço no mercado. O trio carrega um foco temático e filofofia de trabalho diferentes dos habituais grupos de Rap. Em menos de três anos produziu três EP, pisou vários palcos e prepara-se para dar o primeiro grande passo da carreira.

Arrancam hoje as aulas online de percussão corporal na Fundação Arte e Cultura

há 2 anos
As aulas serão leccionadas online no horário das 15 horas, de segunda a sexta, com Gideão Zumba, professor do Centro Cultural, da Fundação. Durante a formação, os alunos poderão ver módulos como- A bateria e sua história; Constituição da bateria; Como se sentar na bateria; Como controlar as baquetas; Rudimentos e Ritmos para tocar as primeiras músicas e serão demonstradas várias obras para que os alunos possam aprender com facilidade.

Anderson .Paak e Bruno Mars lançam soul inspirado na década de 70

há 11 meses
Lançado na passada Sexta-Feira, o single que já atingiu números astronomicos nas plataformas de stream, é nada mais do que o eleito para apresentar o álbum de estreia da Silk Sonic´, banda liderada por Anderson .Paak e Bruno Mars

Beliano AD prova que é possível “sim” ter uma carreira gospel de sucesso em Angola

há 4 meses
Ao longo dos últimos dez anos, vários foram os artistas que procuram provar que, mais do simples instrumento de transmissão do Evangelho, é possível ter em Angola uma carreira profissional com a música gospel.

Quarteto de amigos de infância prepara-se para comandar a música

há 2 anos

Bonga é reconhecido em Portugal com “Prémio Prestígio”

há 9 meses
Bonga foi reconhecido ontem à noite com o “Prémio Prestígio”, na categoria de música durante a gala alusiva aos 25 anos da Rádio Difusão Portuguesa (RDP África).

Mauro Pastrana: “O projecto Alone veio para consolidar a minha posição no “game””

há 1 ano
O músico Mauro Pastrana apresentou o seu novo projecto denominado “Alone”, que conta com cinco temas, cujo segundo videoclipe será apresentado sexta-feira.

T-Pain lança livro de cocktails ‘Can I Mix You a Drink?’

há 8 meses
O nativo de Tallahassee partilhou que a ideia surgiu em conjunto com a autora Kathy Iandoli e, que no intuito de fazer algo inovador na sua carreira, este conceito, de combinar a paixão pela música com o amor por beber. E em vez de te comprar uma bebida, desta vez, T-Pain vai mostrar-nos como fazer uma.

Filmes da Geração 80 premiados em festivais de cinema nos Estados Unidos

há 1 ano
O filme AR CONDICIONADO e o documentário PARA LÁ DOS MEUS PASSOS acabam de ser premiados no Imagine Science Film Festival 2020 e no San Francisco Dance Film Festival 2020.

Adele: “Eu e o Drake somos uma espécie em vias de extinção”

há 2 meses
A cantora colocou, na última sexta-feira (19), um novo álbum no mercado intitulado ” 30 “, que já se tornou no álbum mais vendido do ano nos Estados Unidos, três dias após o seu lançamento, o que dá à artista azos para se considerar ‘última da sua espécie’.

Lou Ottens, precursor da portabilidade musical morre aos 94 anos

há 11 meses
Conhecido como o “Pai” da cassete de fita, o engenheiro holandês, foi nada mais que um inventor revolucionário na década de 1960, cuja criação democratizou o sector musical, facilitando a portabilidade e alcance.

Joãozinho Morgado diz que o Semba está a “morrer”

há 2 anos
O percussionista Joãozinho Morgado afirmou que o género musical Semba, de origem angolana, está a “morrer”, pelo facto das instituições responsáveis não velarem pela sua manutenção.

Ciclo de divulgação do funcionamento do Sistema Nacional dos Direitos de Autor e Conexos “passa” por Bié, Cuando Cubango e Cunene

há 2 meses
O encontro que visa massificar o conhecimento e aperfeiçoar os mecanismos para a protecção e o usufruto dos respectivos direitos económicos sobre a propriedade intelectual, já passou, na sua segunda fase pelas províncias do Cuanza-Norte (Ndalatando), Malanje (Malanje), Uíge (Uíge), Zaire (Mbanza Congo) e Bengo (Caxito).

Nova série da National Geographic dá a Aretha Franklin o ‘Respect’ que merece

há 10 meses
Aretha que já foi interpretada por Jennifer Hudson, desta vez, será “revivida” por Cynthia Erivo, como a Rainha da música soul.