Domingos Fernandes de Barros Neto publica quadrilogia de memórias

Foi ontem publicada, em Luanda, o conjunto de quatro obras intitulado “MEMÓRIAS- Num diário Fragmentado VOL.I, II, III e IV”. Realizado pela Editora Kalunga, o evento de lançamentos das obras do reputado escritor Domingos Fernandes de Barros Neto teve lugar no Camões – Centro Cultural Português, em Luanda.

A quadrilogia Memórias – Num Diário Fragmentado, forma um edifício verbal de fé, estórias de vidas humanas, praxis de um caminho traçado em permanente diálogo com a imponderável metafisica do acontecer. Com apresentação crítica de José Luís Mendonça, o evento teve como mestre de cerimónia Cláudio Silva, enquanto que o momento cultural esteve a cargo do grupo teatral Jovens da Mulemba.

José Luís Mendonça manifestou que o livro “A quadrilogia Memórias – num diário fragmentado”, forma um edifício verbal de fé, estórias de vidas humanas, praxis de um caminho traçado em permanente diálogo com a imponderável metafisica do acontecer. Se o primeiro volume, que abarca o ano de 1971, é a luta intimista de um jovem seminarista entre a vocação para o sacerdócio e o apelo da selva, em que o lobo se salva da batina e emite latidos na floresta de betão, a partir do segundo volume, 1972, assiste-se à entrada desse mesmo lobo cristão na caça da sobrevivência numa sociedade caracterizada pelo domínio colonial, em que a vida militar é uma fornalha a temperar o aço da vontade de viver.

O volume III, 1974, marca o tempo da instabilidade que entrou em Angola, com o 25 de Abril. O quarto volume encerra aquilo que releva do registo global da quadrilogia: a História de Angola nos seus períodos mais decisivos, com o 27 de Maio de 1977 a definir a fronteira entre a liberdade e o medo de ser angolano.

Sobre o autor
Domingos Fernandes de Barros Neto nasceu no Cazengo – Kwanza-Norte (Angola) em 1945 viveu a sua infância no Dondo (Cambambe), e em Luanda onde concluiu os ensinos primário e liceal.

Formou-se em filosofia em Itália e, em Angola após a independência concluiu o curso de Direito na Universidade Agostinho Neto.Foi professor do ensino liceal em Angola (Luanda, Bailundo, Huambo Saurimo e Dundo). Trabalhou na Embaixada de Itália em Angola como tradutor, assistente comercial e adjunto da área da cooperação universitária italo-angolana.

Foi igualmente Diretor da SADIA – Sociedade Angolana dos Direitos do Autor. Passado à reforma, dedica-se actualmente a actividade de advocacia e, sobretudo, de sistematização literária.

Obras Publicadas: Ulungu, poemas – 1995, Terra Nova, poemas – 2000, Sinfonias: Reflexões, Ensaios e Crónicas – 2010, N’zaji: O Último Contratado – 2016, Harmonia Silenciosa, poemas – 2016, O Rumor Das Coisas – 2017, Brisa das Palavras – 2017 e O Roteiro De Laetis Sambondu – 2019.

as cargas mais recentes

Chetekela: Uma voz que se prepara para voltar a encantar Angola

há 1 ano
Mais do que reivindicar o seu estatuto na música angolana, Chetekela surge com um novo álbum para dizer que tem também merece uma palavra na música, sobretudo nos estilos Txianda, Rumba, Afro Ngola, Sukusse e RnB.

New Generation: PJ Mussungo apresenta primeira música promocional da EP Befology77

há 1 ano
Desde o incentivo a solidariedade que é no fundo o esteio do projecto, à necessidade de preservação do ecossistema e salvaguardar a identidade africana e humanização de todos os povos. New Generation ou Nova Geração, transborda uma mensagem alternativa e interventiva aos factos que abordam questões e versões sobre perspectivas sociais.

“Encontros à Quarta”: Yola Semedo inaugura primeira temporada de concertos acústicos

há 2 anos
Yola Semedo é a primeira artista convidada do projecto cultural “Encontros à Quarta”, uma iniciativa de periodicidade mensal que visa proporcionar ao público um encontro entre a música, as palavras e o artista.

Apesar do sucesso, nenhum músico angolano integra a lista dos 20 mais ricos de África

há 1 ano
A selecta lista possui cinco diferentes nacionalidades e é dominada pelos nigerianos, com 13 artistas, e liderada pelo senegalês Youssu N’dour, que acumula um património líquido de 145 milhões de dólares, seguido pelo seu compatriota Akon.

Hochi Fu lança plataforma para promover e ajudar os artistas a rentabilizarem seus singles

há 2 anos
Denominada Kwata singles, a mesma permitirá o artista ganhar dinheiro com o seu single, para além de ajudar a promover a sua música gratuitamente.

Familiares confirmam morte de Manu Dibango pelo Covid-19

há 3 anos
Natural dos Camarões, Manu Dibango acabou por falecer hoje aos 86 anos num dos hospitais de Paris, depois de ter sido infectado no passado dia 18.

Sandocan promete show memorável

há 2 anos
Com um reportório de cerca de 50 músicas, Army Squad e Kalibrados realizam sábado o primeiro show solidário de Rap, no período “Covid-19″.

Kanye West revela que decidiu concorrer para impedir que Biden vença Trump

há 2 anos

AC Milan e Roc Nation unem-se para um grande espectáculo organizado por DJ Khaled

há 2 anos
O clube italiano AC Milan e a Roc Nation de Jay-Z uniram-se para protagonizar, no dia 20 deste mês, um grande concerto. Organizado por DJ Khaled o espectáculo visa recuperar a imagem e a posição da equipa entre a elite comercial do futebol.

Paulo Flores sobre Sebem: “O Sebem não merece o meu silêncio”

há 1 ano

Stevie Wonder vai viver no Gana para evitar que sua família sofra de racismo

há 2 anos

DJ Emílio Mix: Da bateria à mesa misturadora

há 2 anos
A carreira de Emílio Mix teve início na igreja, há mais de uma década, o desfecho foi o mais imprevisível, porém satisfatório. Com o suporte da Produtora Rijura Records, acumula funções como: vocal coach, beat maker, drummer e Djing.

Novo álbum de Bonga será lançado em Fevereiro de 2022

há 10 meses
Em meio século de carreira, Bonga mantém vivo o seu comprometimento com a música angolana e a cultura africana. O músico soma e segue com mais um álbum, que estará disponível no dia 18 de Fevereiro do próximo ano.

Roxane Fernandez: “Se tivéssemos uma indústria musical que funcionasse como tal, já teria dado outros passos”

há 1 ano
O nome remete a um exímio intérprete, mas é só, Roxane é na verdade um profissional que já soma 20 anos de carreira e, acumula feitos e êxitos como produtor musical, criador de conteúdos televisivos, com créditos para os programa `Bar Luandina´ e está a ultimar os preparativos para a estreia de `O Meu Quintal Tem Música´.

AMA – Patrícia Faria reconhece que tinha música a concorrer na categoria errada

há 2 anos
Depois de alguma polemica em torno das músicas que concorrem no Angola Music Award (AMA), na categoria de melhor Semba, uma das artistas concorrentes teve a coragem de contactar a organização e, humildemente, dizer que a sua música não é Semba.

Brasileiros rendidos a Kid MC

há 2 anos
A música “Oração”, tema promocional do projecto Dj Caique e Kid MC, com o título “Décimo sexto ano”, parece ter convencido os amantes do rap, os brasileiros em particular.