Edson Narciso: “Quero mudar a consciência de quem me ouve”

Diferente de Bob Marley, Edson Narciso quer cultivar o amor, a paz e o respeito pela diferença, por meio do Rap, num estilo que apelida de Hard Trap. Já várias vezes tentou uma carreira profissional, e não teve sucesso. Depois de um longo intervalo, aparece com os primeiros projectos musicais.

São vários os projctos, mas o primeiro será lançado no dia 1 de Janeiro de 2021. Depois disso, o músico de 20 anos disponibilizará mais dois EP inéditos com participações de peso.

Edson ainda passa despercebido dos ouvidos de muitos, contudo, reúne vasta experiência no mundo da música. Do seu longo percurso artístico registam-se trabalhos com músicos como Lawílca.

Foi na infância que adquiriu a paixão pela música e aos 10 anos, participou no Canta Com Blue. Aos 15 surgiu com a sua primeira música. O single foi preferência em vários ambientes festivos. O Real Nigga, como é conhecido nos palcos por onde passa, apresenta-se ao mundo.

O quê que vai caracterizar a nova fase da sua carreira?

É mesmo recomeço de tudo, passo apenas a me considerar agora. Tenho cinco músicas gravadas, e quatro projectos novos.

Edson Narciso:  “Quero mudar a consciência de quem me ouve”

Que lições tirou deste “insucesso” da carreira e daqui para frente como vai agir?

Aprendi que a humildade realmente é uma forte chave, ainda que exista dinheiro, sem ela não há passos; e que devemos também respeitar o trabalho alheio para que o nosso possa ser respeitado. Vou trabalhar muito na promoção da minha imagem. Não tive no passado um público muito amplo.

Não conseguiu ter nenhuma música em destaque?

Quando comecei investi pouco em divulgações. Mas tive alguns destaques em músicas como “Tamu Bué Fumado” (2015) e “Gangsta 4Life (2016)”, todas elas podem ser encontradas na página do Facebook Oov´s Records.

O que mais contribui para que decidisse retomar a carreira profissionalmente?

Na música encontro um grande refúgio, e nela deposito os meus problemas. E quero que um dia, a partir das minhas letras, consiga mudar a consciência de quem me ouve e possa também fazer da música o meu ganha pão (valores) para ajudar a minha mãe.

Que tipo de abordagens traz?

História sobre o que vivi, sobre o que vivo e também me baseio em fatos reais. Quero abranger a faixa etária juvenil e adulta. Quero fazer que, quando ouvido possa influenciar todas as idades.

Se antes já havia queixas das dificuldades de começar a carreira, hoje os entraves sãos os próprios talentos, que diariamente nascem mais de cem. Como é que se posiciona em relação a isso?

Sim. Tenho tido muita a atenção com o conteúdo, a dinâmica e o humanismo. Pois, não gosto de arrependimentos, então procuro estar sempre convicto sobre aquilo que expresso nos instrumentais.

Que valores poderá agregar à música angolana?

Eu apelo para o respeito às diferenças, principalmente as de carácter cultural. Sou rastafári e sofro preconceitos pela decisão que tomei.

Vai apresentar o seu primeiro projecto oficial. De que se trata?

Sim. Dia 1 de Janeiro, pretendo lançar a primeira música promocional do EP “Ajuste De Contas”. O tema intitula-se “Recomeço”. Depois disso, seguir-se-ão os EPs “Ajuste de Contas”, “Sagacidade No Amor” e uma mixtape “Narciso”.

Quais são as características deste projecto?

O tema “Recomeço” é um Hard Trap, que expressa a minha vida no Rap depois de 4 anos parado. Já “Ajuste de Contas” vem para dar respostas a determinadas questões que de alguns familiares, amigos e até os que não apoiam. 

as cargas mais recentes

Após anunciar que está com Covid, Kaysha partilha progressos do tratamento

há 6 meses
Mantendo a sua linha de interacção com os seguidores, o artista tem estado a usar o Instagram para dar notícias sobre a evolução do seu tratamento.

Raiva e Condutor abrem #REPERTÓRIO

há 9 meses

O aniversário é de Sarissari mas o presente é para os fãs

há 8 meses
No dia em que comemorou mais um aniversário, o músico Sarissari lançou videoclipe da música `Banhada´ com a participação de Itary, artista também agenciada pela Hey Hey Heyyy Entertainment. Produzido a 50% durante o início do isolamento, o vídeo contou com o suporte técnico da Negro Pictures.

Ivete Sangalo e Cláudia Leite acusadas de apropriação cultural

há 6 meses
As acusações foram feitas por Maicon Rodrigues, o actor brasileiro publicou um longo texto afirmando que mulheres brancas tentam tomar o lugar de negros na indústria da música, “duas pessoas brancas levam o nome da música axé no Brasil e são chamadas de ‘rainhas’”. Na mesma ocasião, Anitta também levou por tabela, sendo apontada como intriguista.

Edsoldier lança propositadamente novo projecto musical no Dia de Independência

há 3 meses
Edsoldier é uma das referências da nova vaga do Hip Hop e RNB angolano e está associado a nomes como Kool Klever, Phedilson e Luso. No dia 11 de Novembro, vai acrescentar no seu vasto repertório musical mais um projecto.

Morreu o comandante mais premiado do Carnaval de Luanda

há 8 meses
O comandante do grupo carnavalesco “União 10 de Dezembro”, Pedro Vidal, morreu hoje em Luanda, vítima de doença, apurou a Revista Carga.

`Especial Tá a Bater´ promove viagem ao passado com Maya Cool

há 7 meses
A memorável viagem pelos maiores sucessos deste artista que marca várias gerações de Angola e da Diáspora, acontece no sábado, dia 13 de Junho a partir das 14 horas.

Taylor Swift oferece o equivalente a 18 milhões de Kwanzas a uma estudante

há 5 meses
A cantora soube da história da estudante Vitória Mario através do site GoFundMe, e decidiu doar o montante que faltava para que a jovem pudesse concretizar o sonho de frequentar o curso de Matemática.

Já em contagem decrescente, show dos Versáteis é aguardado com enorme expectativa

há 5 meses
Os Versáteis continuam vivos e sabe-se que vão protagonizar, amanhã uma grande apresentação na televisão pública de Angola.

Eminem celebra 12 anos longe das drogas

há 9 meses
O rapper recorreu às redes sociais para exibir um chip que recebeu depois de ficar sóbrio por 12 anos depois de batalhas passadas contra o vício.

G-Unit: Adeus para sempre

há 8 meses
Depois das especulações sobre o possível reencontro entre Lloyd Banks, Tony Yayo, Young Buck e 50 Cent está definitivamente consumado, já não há esperança de ver os antigos membros da G-Unit juntos.

Arrancam hoje as aulas online de percussão corporal na Fundação Arte e Cultura

há 9 meses
As aulas serão leccionadas online no horário das 15 horas, de segunda a sexta, com Gideão Zumba, professor do Centro Cultural, da Fundação. Durante a formação, os alunos poderão ver módulos como- A bateria e sua história; Constituição da bateria; Como se sentar na bateria; Como controlar as baquetas; Rudimentos e Ritmos para tocar as primeiras músicas e serão demonstradas várias obras para que os alunos possam aprender com facilidade.

Slam Tundawala “desafia” a pandemia e migra para televisão

há 5 meses
A IIIª edição do Slam Tundawala acontece daqui a 13 dias e contará com transmissão televisiva.

PSG x Istanbul Basaksehir: Jogo suspenso acontece hoje com nova equipa de arbitragem

há 1 mês
O jogo entre Paris Saint-Germain e Istanbul Basaksehir, interrompido, ontem, aos 14 minutos depois, por actos de racismo, será realizado hoje, às 19h55, com nova equipa de arbitragem.

Uma lenda que continua no auge volvidos 39 anos da sua morte

há 9 meses
Num dia como hoje, há 39 anos, a arte empobreceu devido o passamento físico de Bob Marley. Um astro, cujo impacto da obra e da carreira pode ainda ser sentido, como se de um artista vivo e no auge da carreira se tratasse.

Origem e evolução do Kuduro

há 9 meses
Kuduro é um género musical e sobretudo um género de dança originário de Angola, cidade de Luanda, que foi influenciado por outros géneros como Sungura e Rap. O Kuduro surge em finais dos anos 80, primeiro como uma dança e depois como música.