Edson Narciso: “Quero mudar a consciência de quem me ouve”

Diferente de Bob Marley, Edson Narciso quer cultivar o amor, a paz e o respeito pela diferença, por meio do Rap, num estilo que apelida de Hard Trap. Já várias vezes tentou uma carreira profissional, e não teve sucesso. Depois de um longo intervalo, aparece com os primeiros projectos musicais.

São vários os projctos, mas o primeiro será lançado no dia 1 de Janeiro de 2021. Depois disso, o músico de 20 anos disponibilizará mais dois EP inéditos com participações de peso.

Edson ainda passa despercebido dos ouvidos de muitos, contudo, reúne vasta experiência no mundo da música. Do seu longo percurso artístico registam-se trabalhos com músicos como Lawílca.

Foi na infância que adquiriu a paixão pela música e aos 10 anos, participou no Canta Com Blue. Aos 15 surgiu com a sua primeira música. O single foi preferência em vários ambientes festivos. O Real Nigga, como é conhecido nos palcos por onde passa, apresenta-se ao mundo.

O quê que vai caracterizar a nova fase da sua carreira?

É mesmo recomeço de tudo, passo apenas a me considerar agora. Tenho cinco músicas gravadas, e quatro projectos novos.

Edson Narciso:  “Quero mudar a consciência de quem me ouve”

Que lições tirou deste “insucesso” da carreira e daqui para frente como vai agir?

Aprendi que a humildade realmente é uma forte chave, ainda que exista dinheiro, sem ela não há passos; e que devemos também respeitar o trabalho alheio para que o nosso possa ser respeitado. Vou trabalhar muito na promoção da minha imagem. Não tive no passado um público muito amplo.

Não conseguiu ter nenhuma música em destaque?

Quando comecei investi pouco em divulgações. Mas tive alguns destaques em músicas como “Tamu Bué Fumado” (2015) e “Gangsta 4Life (2016)”, todas elas podem ser encontradas na página do Facebook Oov´s Records.

O que mais contribui para que decidisse retomar a carreira profissionalmente?

Na música encontro um grande refúgio, e nela deposito os meus problemas. E quero que um dia, a partir das minhas letras, consiga mudar a consciência de quem me ouve e possa também fazer da música o meu ganha pão (valores) para ajudar a minha mãe.

Que tipo de abordagens traz?

História sobre o que vivi, sobre o que vivo e também me baseio em fatos reais. Quero abranger a faixa etária juvenil e adulta. Quero fazer que, quando ouvido possa influenciar todas as idades.

Se antes já havia queixas das dificuldades de começar a carreira, hoje os entraves sãos os próprios talentos, que diariamente nascem mais de cem. Como é que se posiciona em relação a isso?

Sim. Tenho tido muita a atenção com o conteúdo, a dinâmica e o humanismo. Pois, não gosto de arrependimentos, então procuro estar sempre convicto sobre aquilo que expresso nos instrumentais.

Que valores poderá agregar à música angolana?

Eu apelo para o respeito às diferenças, principalmente as de carácter cultural. Sou rastafári e sofro preconceitos pela decisão que tomei.

Vai apresentar o seu primeiro projecto oficial. De que se trata?

Sim. Dia 1 de Janeiro, pretendo lançar a primeira música promocional do EP “Ajuste De Contas”. O tema intitula-se “Recomeço”. Depois disso, seguir-se-ão os EPs “Ajuste de Contas”, “Sagacidade No Amor” e uma mixtape “Narciso”.

Quais são as características deste projecto?

O tema “Recomeço” é um Hard Trap, que expressa a minha vida no Rap depois de 4 anos parado. Já “Ajuste de Contas” vem para dar respostas a determinadas questões que de alguns familiares, amigos e até os que não apoiam. 

as cargas mais recentes

Cristiano Ronaldo surpreende C4Pedro

há 8 meses
C4Pedro foi convidado para surpreender o astro da Juventus, mas foi Cristiano Ronaldo quem acabou por surpreender C4Pedro ao cantar os principais temas do músico.

Após especulações de internamento por Covid-19 Anitta recebe alta hospitalar

há 2 meses

Conheça Márcia Itchêlika, a nova promessa do Guetho Zouk

há 9 meses
Começou no Kuduro e hoje constrói uma carreira sólida no Guehto Zouk. Já lançou quatro músicas e está neste momento a gravar um videoclipe, enquanto projecta o primeiro EP. ‘Dona de uma voz forte’, Márcia Itchêlika vem de uma família de sembistas, mas assume-se como a esperança feminina do Zouk em Angola e elegeu o mercado internacional para começar suas conquistas.

Morreu Jack Sherman, antigo guitarrista dos Red Hot Chili Peppers

há 8 meses
Sem divulgar a causa da morte do artista aos 64 anos, a notícia foi avançada na página oficial do grupo no Twitter.

Tupac, Ice Cube, Snoop Dogg apresentados em versão animada

há 1 ano
A última criação do animador Alex Alvarado nos permite imaginar como o ícone do Hip-Hop Tupac Shakur ficaria se entrasse no mundo da Disney.

Angola Music Awards: nomeados serão conhecidos já este mês

há 10 meses
Os artistas nomeados para a sétima edição dos AMA serão apresentados no dia 20 deste mês. O evento anual de premiação dos fazedores da música angolana passa agora a ser produzido e realizado pela Legenda Urbana e traz como grande novidade a categoria “Música Dos PALOP Mais Tocada em Angola”.

Impulsionadores do Bambarákatcha já contam 10 anos de estrada

há 12 meses
Staff Paulo é um grupo de músicos e bailarinos angolanos criado em 2010, e constituído por quatro elementos, artisticamente conhecidos por: Paulo Karbura, Paulo Gibele, Paulo Guedes e o Paulo Bruno. Inicialmente como um grupo só de dança de estilo afro beat (House).

Desporto norte-americano em “stand by”

há 8 meses
O boicote dos Milwaukee Bucks ao duelo com os Orlando Magic, no quinto jogo dos play-offs na NBA, motivou um protesto colectivo no universo desportivo norte-americano contra a injustiça racial e levou ao adiamento de todos os jogos da noite na NBA, estendendo-se à MLS, beisebol e ao ténis.

Rappers angolanos em destaque na revista científica brasileira

há 3 meses
A renomada revista científica brasileira de ciências humanas “Convergência Crítica” decidiu destacar na sua primeira edição Kid MC, MCK, Kamessu e Flagelo Urbano.

Por onde anda o Queima Bilha?

há 10 meses
A concorrência com Sebem obrigou os dois Kuduristas a esmerarem-se, trazendo sucessos atrás de sucessos. No entanto, Queima Bilha ficou pelo caminho, “desaparecendo do mapa” musical sem deixar rastos.

Masta: “Eu gostaria muito de ver ruas no país onde nasci com o nome Força Suprema”

há 3 semanas
Em conversa com a Carga hoje, o músico apresentou as características da sua nova faixa “Rebobina”, falou dos seus projectos a solo, incluindo da actual produtora e “abriu-se” sobre o próximo álbum e a ligação à Força Suprema.

Lives do Show do Mês ganham transmissão directa na Tpa 2

há 11 meses
Doravante o Show do Mês Live passará a ter transmissão ‘directo’ pela TPA, fruto de uma parceria entre a estação pública e a produtora Nova Energia. Sendo assim, a partir do próximo sábado, 13 de Junho, o público já pode assistir ao concerto da emblemática Banda Maravilha pela TV.

Conheça Cleyton M, o autor do hit “Emagrece”

há 1 ano
Cleyton M é o pseudónimo de Rafael Elias Manuel. O cantor e dançarino de Afro House é o autor do hit ‘Emagrece’. Sua maneira de dançar tem conquistado fãs por todo lado. O jovem de 18 anos começou do “nada” e hoje faz planos para atingir Chris Brown. Nesta primeira entrevista da carreira, fala sobre o envolvimento com a música.

50 Cent vai usar música do rival Rick Ross na sua nova série

há 9 meses
50 Cent e Rick Ross são rivais assumidos da história do Hop Hop, mas nos últimos anos os dois rappers vêm mostrando que respeitam atrabalhos um do outro. À Billboard, 50 Cent revelou que vai adaptar a música do seu rival na sua nova série sobre o Black Mafia Family.

Man Renas: “Tinha agendada uma tour pela Europa, mas foi tudo cancelado devido o Covid-19”

há 1 ano
Nem mesmo ele consegue explicar o “milagre”. Em apenas dois anos como profissional, Man Renas escreve a sua história. Diferente de outros, o djing foi o mais prejudicado pelo Covid-19. Teve que ver “tudo” cancelado. Mas, ainda assim, está a preparar um projecto invejável.

Diálogo ancestral norteia storyteller do primeiro videoclipe de Flagelo Urbano

há 4 meses
A escolhida para a “peripécia”, foi a música intitulada `Desapego´, por sinal, a primeira promocional do álbum `Desvio Padrão´, que já se sabe que será um trabalho afrocentrado, profundo e “pluriversalista”.