Emanuel Mendes: Tenor angolano “mistura” Massemba e Fado

Com saída inicialmente prevista para o final de 2020, o disco de estreia do tenor Emanuel Mendes foi adiado para o primeiro trimestre de 2021 por conta da pandemia. Entre os temas, destaque para fusão entre o Massemba (Angola) e o Fado (Portugal).

A fadista portuguesa Elsa Gomes foi a escolhida para este encontro de culturas, num tema aguardado com muita expectativa.

O casamento entre estes dois ritmos, completamente diferentes, poderá ser o ponto alto do primeiro disco do tenor angolano, que pretende apresentar todas suas valências no CD, que será dominado pelas suas vivências musicais, cujo panorama é bastante amplo e extenso. A música lírica, a fusão de gêneros e a música tradicional/folclore e popular angolana “navegarão” pelo álbum.

“Além de cantor lírico sou trovador e director de Coros. Logo, estás vivências musicais transcorridas e transformadas em valências ao longo dos meus 20 anos de carreira musical serão apresentadas neste trabalho”, disse o cantor, realçando que será um disco para o mercado nacional e internacional.

Emanuel Mendes explicou que o disco estava na fase final, mas a pausa por conta do Covid obrigou a equipa a repensar alguns elementos que podem ser subtraídos ou adicionados. “O repensar das políticas sociais e não só nos levaram a mudar as estratégias. Vamos nos ajustar ao contexto actual e lançar nas plataformas digitais”.

Quanto as actuações internacionais, uma vez que participava regularmente em operas na Europa, disse que nesta fase pandêmica as saídas, no âmbito das performances internacionais, deixaram de acontecer por causa das restrições que a COVID impôs ao mercado artístico-cultural.

“Tenho em carteira algumas performances em óperas pela Europa, mas as casas de óperas (ou Teatros) estão fechadas. Tão pronto o quadro esteja melhorado, daremos continuação a todos os projectos de âmbito nacional e internacional que ficaram parados”, explicou.

O músico falou também, além do disco, dos vários projectos cancelados por causa da pandemia como:

TOVADOURO: Homenagem aos irmãos Kafala & Duo Kanhoto (previsto para o mês de Abril de 2020);

NJANGO DA ÓPERA: Musical (previsto pra Julho de 2020);

CONCERTO “ALTEZAS DA INDEPENDÊNCIA”: Onde eu cantaria apenas músicas angolanas com roupagem lírica e fusão de uma Orquestra Sinfônica e uma Orquestra com instrumentos Tradicionais angolanos (previsto pra 11 de Novembro de 2020);

CENAS LÍRICAS: Concertos melodramatizados, com periodicidade mensal, onde faria apresentação de vários cantores líricos, alguns meus discípulos, outros iniciando a carreira, bem como os mais conceituados cantores Líricos da nossa Praça, para um intercâmbio entre a classe de cantores desta franja musical (previsto pra começa em Maio)

“Tudo isso a Covid “engoliu” e desmembrou os apoios que tínhamos alcançados e outros que almejávamos”, rematou.

as cargas mais recentes

Rapper Yunami representa Angola num projecto de unificação dos artistas africanos na Hungria

há 4 meses

Luz do Spoken: “uso conscientemente a arte da poesia falada para causar reflexões e quiçá mudanças”

há 1 ano
A multifacetada actriz, poeta declamadora (spoker) que se “aventura” como Directora, Produtora de arte e na escrita criativa, vai apresentar amanhã as 17:30 o recital “Multimorfoses”, onde vai apresentar o seu percurso como pessoa e artista. Numa breve conversa com a artivista, ficámos a saber de onde vem e para onde vai a Luz do Spoken, em meio ao “caos” social.

Documentário `Tonton Manu´ em exibição dia 28 no Palácio de Ferro

há 2 meses

Gun N’Roses desafia Coronavírus com concerto de Massa

há 1 ano

Slam Tundawala “desafia” a pandemia e migra para televisão

há 10 meses
A IIIª edição do Slam Tundawala acontece daqui a 13 dias e contará com transmissão televisiva.

Ricky Martin surpreende fãs com novo EP

há 1 ano
Ricky Martin surpreendeu os fãs ao lançar sexta-feira (29) o seu novo EP, criado durante a quarentena. O trabalho, intitulado “Pausa”, conta com seis músicas e colaborações de nomes como Sting, Bad Bunny, Pedro Capó entre outros.

Declaração Universal de Paz do Hip Hop completa 20 anos hoje

há 1 mês
A Declaração de Paz é um documento que reconhece o Hip Hop como uma cultura internacional de paz e prosperidade. O mesmo agrega um conjunto de princípios que orientam os Hiphoppers como sustentar o carácter pacífico da Kultura Hip Hop, formar e buscar a paz mundial.

Documentário “Kings of Afro House” estreia em Amesterdão

há 8 meses
O documentário “Kings Of Afro House”, realizado pela Music Box, plataforma musical de Sagres, terá a estreia internacional no Cinema Melkweg a convite da organização do evento “ADE – Amsterdam Dance Event” e da Africadelic, no dia 23 de Outubro.

Morreu Amaro Fonseca, a voz do programa “Balumuka”

há 3 meses

4ª fase da exposição `S.O.S ambiente´arranca no Huambo

há 8 meses
Esta iniciativa visa reunir jovens com talentos assinaláveis, cujo foco passa pela transformação do lixo inorgânico em perfeitas obras de arte, associando essas criações à Campanha de Responsabilidade Social do “Projecto Ambiente” do Xyami Shopping.

Galeria Tamar Golan abre portas à `Eclosão´ da visão crítica de Leandro Marques

há 3 meses
Isenta de um tema condutor, a mostra, `Eclosão´, coloca o dedo na ferida de uma multiplicidade de assuntos, questionando desde a masculinidade tóxica aos padrões de beleza impostos pela sociedade.

Celebrações do nascimento do movimento Hip Hop encerram dia 27 na Universidade Hip Hop Angola

há 11 meses
A Universidade Hip Hop em Angola, tem em curso um ciclo de actividades on line, com transmissão na sua página do Facebook e no seu Canal do YouTube, que incluem Live Show, Deejay Jam, WebTalk, Webinar e Workshop.

Pink 2 Toques e Bruno Samora juntos contra o Covid-19

há 1 ano
O criador do conceito FitKuduro, Bruno Samora juntou-se ao grupo de kuduro Pink 2 Toques, para enviar a sua mensagem de prevenção sobre o Corona Vírus.

`Baza + 1 vez´ é a mais nova proposta musical do Rapper JLZ

há 1 ano
A preparar um novo trabalho, o Rapper JLZ lançou a música `Baza +1 Vez´ como a primeira proposta. O mais recente lançamento caracteriza-se como um som agressivo, egocêntrico e cheio de punchlines, de modo a fazer barulho na cena Hip Hop e preparar o caminho para a nova sonoridade, agora com a sua própria editora e sendo responsável pelos seus passos.

MTV Europe Music Awards 2020: Pabllo Vittar ultrapassa Anitta, Emicida e Ludmila.

há 8 meses
A gala de premiacão MTV Europe Music Awards aconteceu esta madruga em Budapeste, Hungria. Os maiores vencedores da noite foram BTS. Lady Gaga levou o principal prêmio “Artista do Ano” e Pabllo Vittar deixou para atrás Anitta, Emicida, Ludmila e Djonga.

Diddy entra com um processo contra Sean John e exige USD 25 milhões por usar o seu nome

há 5 meses