Emanuel Mendes: Tenor angolano “mistura” Massemba e Fado

Com saída inicialmente prevista para o final de 2020, o disco de estreia do tenor Emanuel Mendes foi adiado para o primeiro trimestre de 2021 por conta da pandemia. Entre os temas, destaque para fusão entre o Massemba (Angola) e o Fado (Portugal).

A fadista portuguesa Elsa Gomes foi a escolhida para este encontro de culturas, num tema aguardado com muita expectativa.

O casamento entre estes dois ritmos, completamente diferentes, poderá ser o ponto alto do primeiro disco do tenor angolano, que pretende apresentar todas suas valências no CD, que será dominado pelas suas vivências musicais, cujo panorama é bastante amplo e extenso. A música lírica, a fusão de gêneros e a música tradicional/folclore e popular angolana “navegarão” pelo álbum.

“Além de cantor lírico sou trovador e director de Coros. Logo, estás vivências musicais transcorridas e transformadas em valências ao longo dos meus 20 anos de carreira musical serão apresentadas neste trabalho”, disse o cantor, realçando que será um disco para o mercado nacional e internacional.

Emanuel Mendes explicou que o disco estava na fase final, mas a pausa por conta do Covid obrigou a equipa a repensar alguns elementos que podem ser subtraídos ou adicionados. “O repensar das políticas sociais e não só nos levaram a mudar as estratégias. Vamos nos ajustar ao contexto actual e lançar nas plataformas digitais”.

Quanto as actuações internacionais, uma vez que participava regularmente em operas na Europa, disse que nesta fase pandêmica as saídas, no âmbito das performances internacionais, deixaram de acontecer por causa das restrições que a COVID impôs ao mercado artístico-cultural.

“Tenho em carteira algumas performances em óperas pela Europa, mas as casas de óperas (ou Teatros) estão fechadas. Tão pronto o quadro esteja melhorado, daremos continuação a todos os projectos de âmbito nacional e internacional que ficaram parados”, explicou.

O músico falou também, além do disco, dos vários projectos cancelados por causa da pandemia como:

TOVADOURO: Homenagem aos irmãos Kafala & Duo Kanhoto (previsto para o mês de Abril de 2020);

NJANGO DA ÓPERA: Musical (previsto pra Julho de 2020);

CONCERTO “ALTEZAS DA INDEPENDÊNCIA”: Onde eu cantaria apenas músicas angolanas com roupagem lírica e fusão de uma Orquestra Sinfônica e uma Orquestra com instrumentos Tradicionais angolanos (previsto pra 11 de Novembro de 2020);

CENAS LÍRICAS: Concertos melodramatizados, com periodicidade mensal, onde faria apresentação de vários cantores líricos, alguns meus discípulos, outros iniciando a carreira, bem como os mais conceituados cantores Líricos da nossa Praça, para um intercâmbio entre a classe de cantores desta franja musical (previsto pra começa em Maio)

“Tudo isso a Covid “engoliu” e desmembrou os apoios que tínhamos alcançados e outros que almejávamos”, rematou.

as cargas mais recentes

Ex-assistente de John Lennon é processado por mencionar nome do músico

há 5 meses
Yoko Ono, viúva do ex-Beatle John Lennon está a processar um ex-assistente formado pelo músico solicitando uma indemnização de 150 mil dólares (mais de 93 milhões de Kwanzas) por este ter mencionado o nome do artista durante uma entrevista.

Luso fecha o projecto ‘Ilusionista’ em grande

há 4 meses
O rapper lançou ontem a última das 10 faixas do projecto Ilusionista, que já pode ser ouvido na íntegra nas plataformas digitais, e vem acompanhado de um novo single “Mortos pela Polícia”.

Friday Lit: A apresentação do futuro de Alkinoos

há 5 meses
Já disponível em todas plataformas digitais, o tema “Friday Lit” abre as portas para o próximo EP da autoria de Alkinoos -Alcino Pascoal-, com cada uma das músicas dedicada a um dia da semana.

Documentário sobre a Kizomba no festival indiano do cinema

há 6 meses
O filme angolano “Kizomba sem fronteiras” está a concorrer no festival indiano de cinema, na categoria de melhor documentário. O evento inicia no dia 06 de Setembro.

MCK lança “Vidas Humanas Importam”com Telma Lee e Carla Moreno

há 1 mês

Álbum de Black Coffee já está disponível

há 4 semanas

Em cada espectáculo o cantor ganha 200 mil Kwanzas por música. Isto compensa o investimento feito num álbum?

há 7 meses
Um cantor profissional em Angola gasta entre 500 a 1 milhão e 500 mil Kwanzas para produzir uma música. Por conseguinte, num espectáculo, o músico cobra, em média, 200 mil kwanzas por cada interpretação. Este valor dá para cobrir o investimento feito em cada música? A Carga apresenta algumas reacções de músicos, produtores e alguns dos artistas que mais gastaram com a produção.

SADIA começa a pagar rendimentos a partir de Março

há 2 meses
De acordo com a nota que a Revista Carga teve acesso, a distribuição dos rendimentos do autor começa no terceiro mês de 2021 e segue nos meses de Junho, Setembro e Dezembro, neste caso trimestralmente.

Gabriel o Pensador lança novo Single

há 10 meses
Neste período de contingência global, Gabriel O Pensador lança o seu novo single “A Cura está no Coração”, como forma de apelo global à solidariedade entre todos, para ultrapassarmos esta fase difícil e sem precedentes na história da Humanidade.

Lady Gaga apresenta sexto álbum

há 9 meses
Lady Gaga lançou sexta-feira o seu novo álbum, intitulado “Chromatica”, marcando o seu retorno na música pop, quatro anos depois do disco “Joanne”

Aline Frazão “escreve” novo disco

há 8 meses
A artista angolana Aline Frazão aproveita o momento para trabalhar no próximo disco, escrevendo músicas inéditas para um projecto que pretende concluir em 2021.

Preto Show dá voz ao novo álbum do Dj brasileiro WC No Beat

há 7 meses
O DJ e produtor brasileiro WC No Beat apresenta esta quinta-feira, 20 de Agosto, o seu novo projecto musical que reúne 33 participações, entre elas está o angolano Preto Show.

Especialistas dizem que Kanye West não conseguirá concorrer à presidência dos EUA

há 8 meses
As 59ª eleições nos Estados Unidos estão agendadas para 3 de Novembro de 2020 (numa terça-feira), o que leva especialistas a firmarem ser tarde demais para o rapper e empresário concorrer e, se o fizesse, West teria de desafiar o domínio democrático e republicano daquele país.

Chris Brown diz que “esmagaria” Quavo num jogo de basquete e Quavo responde

há 8 horas

50 Cent vai usar música do rival Rick Ross na sua nova série

há 8 meses
50 Cent e Rick Ross são rivais assumidos da história do Hop Hop, mas nos últimos anos os dois rappers vêm mostrando que respeitam atrabalhos um do outro. À Billboard, 50 Cent revelou que vai adaptar a música do seu rival na sua nova série sobre o Black Mafia Family.

Ludmilla exalta pioneiras do Funk no single `Rainha da Favela´

há 4 meses
Fair Play e humildade são os adjectivos que caracterizam a cantora Ludmilla no seu mais recente single, onde além de se auto-intitular “Rainha da favela”, teve o cuidado de exaltar fankeiras que chegaram primeiro, quebraram padrões e estereótipos.