EtimbaFest: Músicos recolhem donativos para construção de biblioteca comunitária no Lobito

Com as constantes perdas que vêm se verificando nas indústrias culturais e recriativas as marcas que não abraçarem produtores independentes e músicos que gerem suas próprias carreiras correrem o risco de extinção. Cedo, a Rainha do Rock angolano e sua equipa perceberam o fenómeno, por isso lançam um apelo para a valorização do talento ao mesmo tempo que pedem as pessoas para mostrarem mais o seu lado filantrópico.

O regresso do Etimba Fest, dois anos depois, tem como objectivo valorizar o maior tesouro: o público e servi-los com o melhor, não só com o que “bate” e não alimenta a alma ou espírito altruísta. A 4a edição do festival de música do mundo realiza-se sob espírito de empatia e seriedade.

A vontade de querer ajudar uma pequena comunidade do Lobito, com a construção de uma biblioteca, que poderá beneficiar mais de 500 pessoas, “obrigou” Yuri da Cunha, Gilmário Vemba, Irina Vasconcelos Alba Nigra, Prince Wadada, B-SKilla e Chaló Correia a reunirem-se em Lisboa para dois espectáculos pedagógicos, que podem ser assistidos nos dias 19 e 26 deste mês através do NetShows”, Musickool e RTP África.

Depois de Portugal, o festival irá também a outros países, com destaque para América do Sul. Irina Vasconcelos, criadora e mentora do projecto, apresenta à Carga os detalhes e desenrolar do evento.

Depois do que aconteceu nos dos dias 3 e 4, o que seguirá?

Escolhemos o mês de Junho em que se celebra a criança, a literacia e a comunicação como os pilares da nossa celebração e awerness ecologia e Covid-19, desta feita até aos dias 3 e 4 estivemos a preparar os nossos conteúdos pedagógicos e mini concertos em Lisboa no Espaço Espelho de Água e em Luanda na Rádio Vial para serem divulgados/ streamados a 19 e 26 de Junho através das plataformas nacionais e internacionais nomeadamente, NetShows, Musickool e pela RTP África a fim de consolidar a realização deste sonho da comunidade do Vilarejú –Lobito que é a edificação de uma biblioteca comunitária no âmbito do PCEPP – projecto comunitário educação pela paz.

Tradicionalmente o Etimba Fest acontece anualmente, entretanto para a presente edição, tivemos que aguardar uns dois anos. A que se deveu este intervalo?

Fui mãe, dei á luz a dois anjinhos maravilhosos e mudei-me de Angola para Zâmbia para lhes poder dar um pouco mais da nossa África linda. Agora a residir em Portugal, acheipertinente e com a ajuda dos meus colegas da arte e não só, voltamos a estrada em nzambi. Somos um colectivo do bem por um mundo melhor tratando-se de um festival de músicas do mundo, somos itinerantes doravante apoiando a arte angolana fora das fronteiras territoriaisestamos no mundo inteiro.

É realmente um grande desafio conseguir realizar um festival nesses moldes, no meio detantas restrições. Como é que conseguiu reunir os artistas?
Devemos todos respeitar as medidas de segurança biossanitária, mas acreditamos, porém, que a classe artística tem uma mensagem intemporal pelo que iremos fazer streamings de internet,  com lives e pela tv a fim de mitigar o medo de contacto nas interações, mas ao mesmo tempo praticar o bem e ter acesso a um bom conteúdo na celebração da arte africana da diáspora. 

Costuma se dizer que, para os africanos que se comunicam em Português, Portugal é a porta de entrada para Europa. Qual é a possibilidade de se realizar o Etimba Fest em outros países europeus?

As possibilidades são positivas e analisávei. Existem datas históricas que queremos celebrar e espaços inúmeros por explorar nesse mesmo sentido histórico e inclusive cogitamos a América do Sul, depois desta 4ª edição. O que não iremos deixar de fazer é entregar-nos à sociedade. Em 2016 começamos o nosso festival de rua com edições de entrada livre hoje em 2021 um biblioteca comunitária no Lobito. O publico pede cada vez mais que os artistas intercedam por ele e os meus colegas e eu sempre demos o nossso melhor. Existe uma Angola unida e é underground.

É um festival que teve seu início em Benguela, aliás, é para lá onde vão os donativos recolhidos. Quando é que o festival será realizado em outras provincias?

Eu desenho festivais e projectos culturais e trabalhamos com os governos provinciais ou câmaras municipais. Agora que a nossa equipa aumentou com a entrada da Bússola Rítmica, fica mais fácil para mim gerir o nosso escopo de acção. O feedback é positivo, mas temos 18 províncias e todas elas têm uma história e um povo para celebrar, nós temos os recursos valorativos humanos para concretizar e algumas marcas e parceiros que trabalham connosco em confiança para concretizar mais e melhor estamos e estaremos sempre ao inteiro dispor para mais.

O mote para a 4 edição surge numa altura em é o mundo parece perder a esperança e torna-se premente para as pessoas explorarem mais o seu lado filantrópico e as indústrias culturais darem mais espaço ao talento. Gostaria de comentar sobre isso?

Claro que sim. Este e outros debates têm ocorrido nas nossas confabulações: É fulcral que as marcas que têm tido perdas repetidas de mercado face ao Covid-19 abracem os produtores independentes e músicos que gerem as suas próprias carreiras, a fim de valorizar o maior tesouro: o público e servi-los com o melhor, não só com o que “bate” e não alimenta a alma ou espírito altruísta, o mote agora é levantar a nossa sociedade com empatia e seriedade.

as cargas mais recentes

Lil Nas X quer defender 100% a comunidade LGBT

há 2 anos
O rapper, cantor e compositor norte-americano de 20 anos se tornou no primeiro artista a assumir a homossexualidade, estando no top da Billbord.

Influência de Liceu Vieira Dias e os Ngola Ritmos na música popular angolana é retratada em documentário

há 12 meses
No mês de Novembro, o canal ZAP Viva celebra a independência de Angola com a exibição de documentários com o foco na sua herança cultural, e dia 4 de Novembro a partir das 21:30, poderá acompanhar “O Lendário Tio Liceu e os Ngola Ritmos”.

Shaquille O’Neal censura James Harden: “Ele não fez nada pelo Houston Rockets”

há 9 meses
Harden exigiu que o Houston Rockets o negociasse no início de novembro. Algumas equipes, como o Miami Heat e o Philadelphia 76ers, teriam se interessado nele, mas nada se materializou.

Victória dos Lakers coloca LeBron James a um passo de Michael Jordan

há 1 ano
A vitória, nesta madrugada, dos Lakers sobre os Heat fez de LeBron James o primeiro jogador na história da NBA a conquistar o prêmio com três franquias diferentes. O extremo está agora a um passo de Michael Jordan, tido como o maior de sempre.

Slam Lunar realiza primeira Double Poetry Slam “Omunga”

há 4 meses
O evento, cujo conceito será realizado pela primeira vez em Angola, é um concurso de spoken word onde poetas apresentam por meio da oralidade os seus poemas em dupla.

Documentário sobre a Kizomba no festival indiano do cinema

há 1 ano
O filme angolano “Kizomba sem fronteiras” está a concorrer no festival indiano de cinema, na categoria de melhor documentário. O evento inicia no dia 06 de Setembro.

Single `Moça´ dá início ao projecto “DaMaika Season” da autoria de JP da Maika

há 1 ano
“DaMaika Season” consiste no lançamento de uma música a cada dia 11 do mês, até Novembro deste ano. O projecto é nada mais do que a confirmação da maior continuidade dos seus trabalhos de JP, que se propõe a encontrar todo o alcance musical, trazendo desde o GhettoZouk, passando pelo R&B até ao HipHop, sempre com a cultura urbana e tonalidade Afro presentes.

Show do Mês adia concerto ‘Vozes de Março’

há 2 anos

Pirline Enter. anuncia primeiro projecto oficial do rapper Samuel Clássico

há 1 ano
Quando se trata de New School, Samuel Clássico é um nome que não deve faltar. Sua forma de cantar continua a atrair públicos. Já lançou vários projectos, incluindo com a TRX Music e Mobbers, só que desta vez é o seu primeiro oficial sob o selo da Piriline Enter..

Michigan aprova proposta de lei de reforma penitenciária de Meek Mill e Jay-Z

há 10 meses
A Legislatura do Estado de Michigan aprovou, esta segunda-feira, um conjunto de leis que vão remodelar o sistema de liberdade e liberdade condicional. A lei declara, num dos pontos, a redução das sentenças de liberdade condicional de crimes adultos de cinco para três anos.

BAI Dança Com Ritmo está de volta

há 6 meses
A partir deste sábado, dia 10 de Abril poderá acompanhar o maior concurso televisivo de dança em Angola, que está de volta ao ZAP Viva com a retransmissão dos castings.

Luso antecipa promoção do próximo álbum com uma “prenda”

há 7 meses

Rihanna se declara revolucionária da indústria da beleza com a Fenty Beauty

há 10 meses
Há poucos dias do lançamento do novo Pro Filt’r Powder Foundation by Fenty Beauty, Rihanna se declarou revolucionária da indústria da beleza, e não é mentira.

Beyoncé e Jay-Z anunciam fundo para bolsas de estudos

há 1 mês
O casal Carter destinou um total de 2 milhões de dólares a bolsas de estudo para alunos de arte e campos criativos de um grupo selecto de Faculdades e Universidades Historicamente Negras (HBCUs).

Cientista angolano é homenageado e ganha bolsa de estudo

há 1 ano
O Ministério da Juventude e Desportos distinguiu o jovem cientista angolano, Valdemar Tchipenhe, com um Diploma de Mérito, pela a sua dedicação e entrega no projecto humanitário de montagem de laboratórios de Biologia Molecular, que contribuem para prevenção e combate à Covid-19.

Phedilson é distinguido no Concurso Huambo Cidade Vida 2021

há 3 semanas