EtimbaFest: Músicos recolhem donativos para construção de biblioteca comunitária no Lobito

Com as constantes perdas que vêm se verificando nas indústrias culturais e recriativas as marcas que não abraçarem produtores independentes e músicos que gerem suas próprias carreiras correrem o risco de extinção. Cedo, a Rainha do Rock angolano e sua equipa perceberam o fenómeno, por isso lançam um apelo para a valorização do talento ao mesmo tempo que pedem as pessoas para mostrarem mais o seu lado filantrópico.

O regresso do Etimba Fest, dois anos depois, tem como objectivo valorizar o maior tesouro: o público e servi-los com o melhor, não só com o que “bate” e não alimenta a alma ou espírito altruísta. A 4a edição do festival de música do mundo realiza-se sob espírito de empatia e seriedade.

A vontade de querer ajudar uma pequena comunidade do Lobito, com a construção de uma biblioteca, que poderá beneficiar mais de 500 pessoas, “obrigou” Yuri da Cunha, Gilmário Vemba, Irina Vasconcelos Alba Nigra, Prince Wadada, B-SKilla e Chaló Correia a reunirem-se em Lisboa para dois espectáculos pedagógicos, que podem ser assistidos nos dias 19 e 26 deste mês através do NetShows”, Musickool e RTP África.

Depois de Portugal, o festival irá também a outros países, com destaque para América do Sul. Irina Vasconcelos, criadora e mentora do projecto, apresenta à Carga os detalhes e desenrolar do evento.

Depois do que aconteceu nos dos dias 3 e 4, o que seguirá?

Escolhemos o mês de Junho em que se celebra a criança, a literacia e a comunicação como os pilares da nossa celebração e awerness ecologia e Covid-19, desta feita até aos dias 3 e 4 estivemos a preparar os nossos conteúdos pedagógicos e mini concertos em Lisboa no Espaço Espelho de Água e em Luanda na Rádio Vial para serem divulgados/ streamados a 19 e 26 de Junho através das plataformas nacionais e internacionais nomeadamente, NetShows, Musickool e pela RTP África a fim de consolidar a realização deste sonho da comunidade do Vilarejú –Lobito que é a edificação de uma biblioteca comunitária no âmbito do PCEPP – projecto comunitário educação pela paz.

Tradicionalmente o Etimba Fest acontece anualmente, entretanto para a presente edição, tivemos que aguardar uns dois anos. A que se deveu este intervalo?

Fui mãe, dei á luz a dois anjinhos maravilhosos e mudei-me de Angola para Zâmbia para lhes poder dar um pouco mais da nossa África linda. Agora a residir em Portugal, acheipertinente e com a ajuda dos meus colegas da arte e não só, voltamos a estrada em nzambi. Somos um colectivo do bem por um mundo melhor tratando-se de um festival de músicas do mundo, somos itinerantes doravante apoiando a arte angolana fora das fronteiras territoriaisestamos no mundo inteiro.

É realmente um grande desafio conseguir realizar um festival nesses moldes, no meio detantas restrições. Como é que conseguiu reunir os artistas?
Devemos todos respeitar as medidas de segurança biossanitária, mas acreditamos, porém, que a classe artística tem uma mensagem intemporal pelo que iremos fazer streamings de internet,  com lives e pela tv a fim de mitigar o medo de contacto nas interações, mas ao mesmo tempo praticar o bem e ter acesso a um bom conteúdo na celebração da arte africana da diáspora. 

Costuma se dizer que, para os africanos que se comunicam em Português, Portugal é a porta de entrada para Europa. Qual é a possibilidade de se realizar o Etimba Fest em outros países europeus?

As possibilidades são positivas e analisávei. Existem datas históricas que queremos celebrar e espaços inúmeros por explorar nesse mesmo sentido histórico e inclusive cogitamos a América do Sul, depois desta 4ª edição. O que não iremos deixar de fazer é entregar-nos à sociedade. Em 2016 começamos o nosso festival de rua com edições de entrada livre hoje em 2021 um biblioteca comunitária no Lobito. O publico pede cada vez mais que os artistas intercedam por ele e os meus colegas e eu sempre demos o nossso melhor. Existe uma Angola unida e é underground.

É um festival que teve seu início em Benguela, aliás, é para lá onde vão os donativos recolhidos. Quando é que o festival será realizado em outras provincias?

Eu desenho festivais e projectos culturais e trabalhamos com os governos provinciais ou câmaras municipais. Agora que a nossa equipa aumentou com a entrada da Bússola Rítmica, fica mais fácil para mim gerir o nosso escopo de acção. O feedback é positivo, mas temos 18 províncias e todas elas têm uma história e um povo para celebrar, nós temos os recursos valorativos humanos para concretizar e algumas marcas e parceiros que trabalham connosco em confiança para concretizar mais e melhor estamos e estaremos sempre ao inteiro dispor para mais.

O mote para a 4 edição surge numa altura em é o mundo parece perder a esperança e torna-se premente para as pessoas explorarem mais o seu lado filantrópico e as indústrias culturais darem mais espaço ao talento. Gostaria de comentar sobre isso?

Claro que sim. Este e outros debates têm ocorrido nas nossas confabulações: É fulcral que as marcas que têm tido perdas repetidas de mercado face ao Covid-19 abracem os produtores independentes e músicos que gerem as suas próprias carreiras, a fim de valorizar o maior tesouro: o público e servi-los com o melhor, não só com o que “bate” e não alimenta a alma ou espírito altruísta, o mote agora é levantar a nossa sociedade com empatia e seriedade.

as cargas mais recentes

DJ Nelasta: “Sofri bloqueio do DJ Malvado”

há 2 anos
Durante um “live” (conversa ao vivo nas redes sociais), terça-feira, o Dj Nelasta afirmou que foi bloqueado pelo DJ Malvado, para não tocar na festa da “Bohemia”, alegando que não tem estrutura para o efeito.

Hoje é o dia da rádio. Qual é a música que só te cuia ouvir na rádio?

há 1 ano

Paulo Flores faz a apresentação oficial do seu novo álbum

há 1 ano

Old e New School questionam legado depois da morte

há 2 anos
Estará disponível na próxima quinta-feira, dia 8, o clipe oficial da faixa “Se Eu Morrer Amanhã”, em que Kool Klever, Mamy, Duc, Lizzy, Soldier, Luso e Nucho levantam a problemática do legado após a morte.

Álbum de estreia de Lil Nas X vaza na internet

há 10 meses
O aclamado álbum “Montero”, que marca a estreia de Lil Nas X, cuja data de lançamento era mantida no segredo dos deuses, já está em posse pública após ter ido inexplicavelmente para à Web.

Profissionais e Produtores de Eventos & Cultura já têm entidade reguladora

há 2 anos
Num exclusivo à Carga, o Porta-voz do projecto, Kizua Gourgel, esclareceu o que é necessário para fazer parte, como surge, e para onde vai a iniciativa em meio a crise pandémica.

Novo álbum de Bonga será lançado em Fevereiro de 2022

há 6 meses
Em meio século de carreira, Bonga mantém vivo o seu comprometimento com a música angolana e a cultura africana. O músico soma e segue com mais um álbum, que estará disponível no dia 18 de Fevereiro do próximo ano.

Revanche do ‘Verzuz battle’ Swizz Beatz vs Timbaland acontece já amanhã

há 12 meses
Os dois co-fundadores do Verzuz vão defrontar-se mais uma vez, porém, ao contrário do que foi feito em Março de 2020, Swizz Beatz e Timbaland, sairão do Instagram para protanizar um battle ao vivo, a partir de Miami.

Coffee, Hip-Hop & Mental Health: Sabia que existe uma cafeteria que oferece terapia por cada xícara de café?

há 8 meses
Coffee, Hip-Hop & Mental Health está situado em Chicago e já ajudou em torno de 250 pessoas a cuidar da saúde mental. Christopher LeMark, mentor da iniciativa inspirada no Hip‐Hop, pretende fazer do espaço um lugar de cura.

Aaron Carter afirma que Michael Jackson explicou por que gostava sempre de estar com crianças

há 2 anos
Aaron Carter fez algumas afirmações na sua recente entrevista à “Vlad TV”, incluindo por que Michael Jackson gostava de sair com crianças. O artista também aproveitou a ocasião para defender o astro das acusações de pedofilia.

Elenco de Luxo sobe ao palco da Festa da música já amanhã

há 8 meses
Para a sua sexta edição, o Unitel `Festa da Música´ desenhou aquele que é o line up mais ambicioso de todas edições, onde se vão cruzar alguns dos melhores talentos nacionais sendo o Elenco de Luxo uma das primeiras atracções.

Luandina faz aposta na arte urbana

há 2 anos
A marca angolana, Luandina, está a desenvolver uma campanha de promoção e divulgação do graffiti, pintando os principais pontos de concentração de pessoas, tal como aconteceu com a paragem dos taxistas do Nova Vida, em Luanda, inaugurada esta semana.

Eddie Pipocas lança experimento para delinear como promover música na Internet

há 1 ano
O maior objectivo deste processo é perceber o quanto custa, seja em questões financeiras ou temporais, meter um projecto musical “nas ruas”.

Sem alegorias nem competições, 44ª edição do Carnaval celebra o centenário de Agostinho Neto

há 3 meses
A celebrar o centenário do patrono da nação, António Agostinho Neto, a maior festa popular do país, carnaval, será dançada em formato “live”, num desfile a decorrer hoje, a partir das 16 horas, no centro de produção da Televisão Pública de Angola, no Distrito Urbano da Camama.

Óscar 2021 pode ser adiado

há 2 anos
A cerimónia está agendada para 28 de Fevereiro de 2021, mas a pandemia do coronavírus deixou o cenário incerto. A Academia já havia anunciado que irá considerar filmes não lançados directamente nos cinemas como elegíveis, que de certa forma aumentou os rumores de que o evento pode ser adiado.

Novidade: Luso lança música promocional do segundo álbum

há 1 ano
Dois anos depois do lançamento do seu primeiro álbum “Lusolandia”, sob selo da produtora Cave Play, de Kid MC, o rapper angolano aparece esta sexta-feira com a faixa promocional do seu segundo álbum.