Euclides da Lomba: “Foi uma falha não atribuírmos nenhum prémio a Carlos Burity”

A Direcção Nacional da Cultura diz sentir-se culpada e admite ter falhado pelo facto de não atribuir nenhum prémio a Carlos Burity e aventa a possibilidade de atribuição a título póstumo.

Carlos Burity faleceu na manhã de ontem, na Clínica Girassol, em Luanda, vítima de paragem cardio-respiratória. A morte inesperada acontece numa altura em que o músico se preparava para a publicação, em Novembro deste ano, de mais um disco.

O director nacional da cultura descreve o autor de “Ojala Yeya” ( a fome chegou, em Português) como um patriota, que soube interpretar a alma do Semba.

Euclides da Lomba lamenta o facto de não chegar a tempo de reconhecer, em vida, os feitos de Carlos Burity com atribuição de prémios como o Nacional da Cultura, tal como aconteceu, embora tarde, com Waldemar Bastos.

“Foi uma falha não atribuímos nenhum prémio a Carlos Burity. É inacreditável Carlos Burity não ter recebido nenhum prémio. Não há aqui favores, pelo contrário, é uma obrigação moral. A culpa não é do governo, mas das pessoas”, criticou.

Entretanto, Da Lomba aventa a possibilidade de se corrigir o acto com um título póstumo e assume a culpa. “Assumo aqui certa culpa, não é possível o Carlos não ter recebido nenhum prémio. Obra póstuma não é a mesma coisa. Temos é de criar acções para que as pessoas sejam valorizadas em vida”, disse ao ser questionado sobre possibilidade de uma atribuição a título póstumo.

Carlos Burity viveu parte dos seus 67 anos a dedicar-se à música e é descrito pelos que com ele conviveram como uma pessoa calma e afável, traços que transportava para os palcos.

Maló Jaime, agente do músico, disse à TV Zimbo que estava previsto, em Novembro, o lançamento do próximo álbum do cantor. A obra sucederia “Malalanza” e conta com músicas inéditas. Está a ser masterizada em França e 75% foi concluído, mas agora sairá a título póstumo.

as cargas mais recentes

Will Smith pede desculpas públicas a Chris Rock: “Estou envergonhado”

há 2 meses
24 horas depois da polémica bofetada durante a cerimónia dos Óscares, Will Smith recorreu à rede social Instagram para pedir desculpas a Chris Rock por tê-lo agredido.

Novidade: A’mosi Just A Label lança single do seu próximo álbum

há 1 ano
Descrito como ‘aquele que porta o valor da existência e sem a necessidade de uma justificação”, o novo single de A’mosi chega ao mercado no dia 21 deste mês, portanto, próxima sexta-feira, e com o respectivo videoclip.

Zap reemite actuação de Ary no programa ‘AO VIVO’

há 9 meses
Os seus sucessos e a sua voz inigualável preencher um programa de aproximadamente duas horas. Inconfundível em palco, a cantora não deixou para atrás toda a sua animação, boa disposição e bem dançar.

Flagelo Urbano protagoniza concerto de “retorno” já este domingo

há 1 mês
A ter lugar no dia 10 de Abril, pelas 17 horas, no Bar 106 Cazenga, o show que será garantidamente acústico, por imposição do próprio Flagelo, será feito de um repertório variado que ainda não foi tornado público, mas será norteado por faixas como: Infinito, Demo sem cracia e Louco por opção.

Adriano Tchitacumula: “Estrelas ao Palco é apenas um concurso, a verdadeira demonstração do meu talento começa agora”

há 12 meses

Gilmário Vemba estreia novo programa de TV com seu irmão Miro Vemba

há 6 meses

Cinco anos após o lançamento, álbum de Beyonce `Lemonade´ retorna ao #1 no iTunes Brasil

há 1 ano
Tido como um dos mais lendário e memoráveis da indústria fonográfica, a obra abrange temas como resiliência, brutalidade policial, empoderamento, arte e cultura negra, acumulando feitos, dentre os quais, enumeras premiações.

Já são conhecidos os artistas Seleccionados para a Residência Artística LUUANDA

há 9 meses
Num total de 27 candidaturas recebidas, foram selecionados seis artistas, que vão participar da 2ª Edição da Residência Artística LUUANDA. A exemplo da edição de estreia, LUUANDA acontece em Outubro, com a duração de três semanas e que vem desafiar os “eleitos”, a trabalharem sob o tema `Fronteiras Perdidas´, de José Eduardo Agualusa.

Elenco de Luxo assegura regresso 7 anos depois

há 2 anos
Após o anúncio a 13 do mês transacto, Francis, Extremo Signo, Ready Neutro, Abdiel, Daboless e Dj Soneca asseguraram hoje o seu regresso com o lançamento do primeiro trabalho intitulado “Herói”.

Black Lives Matter: F1 proíbe o uso de t-shirts de protesto no pódio

há 2 anos
O novo protocolo foi implementado no Prémio da Rússia, que decorreu no passado dia 27. A FIA solicitou que os pilotos permaneçam com os macacões de corrida fechados até ao pescoço, noticiou o The Guardian.

Ariana Grande e Demi Lovato dão indícios de um possível projecto em conjunto

há 1 ano
Ao que tudo indica, Ariana Grande e Demi Lovato estão a trabalhar juntas numa colaboração. As duas artistas postaram a pista no Instagram, neste domingo (7), deixando os fãs bastante animados com a possibilidade.

C4 Pedro é o artista angolano que mais vende nas plataformas de streaming

há 11 meses
O relatórios do Spotify, Apple Music, Boom Play e Deezer indicam que, o autor de “Pele Negra” é angolano que mais vendeu nas plataformas de rscuta, com mais de 7 milhões de streamings, só no primeiro trimestre de 2021.

A partir de agora artistas e autores angolanos já podem ganhar com Tik Tok, Spotify, Apple Music ou BoomPlay

há 12 meses
A monetização dos direitos autorais para compositores, artistas, autores e publisher angolanos resulta de um acordo rubricado no mês de Maio entre a SADIA e as respectivas plataformas digitais de streaming.

Sabia que Jay-Z gravou uma diss track para Tupac, mas que nunca chegou a ser lançada?

há 7 meses
Em entrevista ao podcast ‘’A Waste Of Time’’, o DJ Clark Kent, um dos grandes responsáveis por introduzir Jay-Z na cena do Rap nos anos 90, com álbum de estreia Reasonable Doubt (1996), disse que o rapper gravou uma diss para Tupac Shakur, mas nunca foi lançada. “Jay gravou uma faixa para o 2Pac, mas quando ela estava prestes a ser lançada, ele morreu” – revelou.

Dj sul africano confessa que dos países onde passou o angolano é o povo que mais dificuldade teve para fazer dançar

há 3 dias
Para quem não dispensa um bom afro house na noite, seguramente já dançou às animações de Bokkie Ult. O disc jokey sul africano é agora um dos nomes de destaque em Angola. Já cá esteve por cinco ocasiões e em diferentes momentos. Bokkie Ult já tocou em Benguela, Huambo, Huíla, Namíbe e Huambo e confessa que dos países onde passou, nas festas, o angolano foi o povo que mais dificuldades teve para conseguir fazer dançar.

Burna Boy apresenta detalhes do seu novo álbum produzido por P. Diddy

há 2 anos
Intitulado “Twice As Tall”, o novo álbum do músico nigeriano teve a produção executiva de Puff Diddy, Bosede Ogulu e o próprio Burna Boy.