Exclusivo: Cabo Snoop regressa à Power House definitivamente

Como diz o velho ditado, “o bom filho regrassa sempre à casa”. É isso que Cabo Snoop fez. Sete anos depois de abandonar a produtora que o transformou numa das maiores estrelas da música africana, o artista está de volta, de forma definitiva, mas com novas tarefas.

Agora com 31 anos, pai de família e mais maduro artisticamente, Ivo Manuel de Lemos, conhecido nas lides musicais como Cabo Snoop, regressa como conselheiro e mentor de Cleyton M, ajudando o prodigioso jovem a expandir a carreira para toda África, através das experiências que acumulou com a sua passagem na “poderosa casa” de Hochi Fu.

O reencontro do “pai” para com o “filho” vem sendo planeado já há algum tempo. Em exclusivo à revista Carga, Hochi Fu fala sobre as reais motivações do regresso e em que termos o autor de “Windeck” se alia à Power House.

Exclusivo: Cabo Snoop regressa à Power House definitivamente

Cabo Snoop está de volta à Power House para uma parceria com Cleyton M. De que parceria se trata?

Cabo Snoop está de volta para a Power House para uma parceria com Cleyton M e não só. Porque o objectivo em ter o Cabo Snoop de vota é termos o Cabo como mentor. Como alguém que já passou por onde nós vamos passar, ou por onde o Cleyton M vai passar. Quando lancei o Cabo Snoop para o mundo, tivemos em mais de 24 países de África e foi uma experiência muito boa enquanto produtor, mas enquanto artista quem pode falar melhor dessa experiência é o Cabo Snoop, porque ele é que viveu. Então, ninguém melhor do que o Cabo para falar com Cleyton. Acho que temos mais a ganhar, tendo mais um voz a dirigir esse novo talento, que é o Cleyton M- que precisa se ouvir também e de ouvir novas experiências e o Cabo tem muitas, das melhores que eu posso pretender. A  parceria com Cabo não é só para mentorar o Cleyton, mas para agilizar e facilitar a transição do nacional para o internacional. Aqui em Angola não há nenhum artista que teve uma carreira mais internacional à volta de África que o Cabo teve.

Quantos anos vai durar a parceria?
Esta parceria não está limitada, não é limitada em tempo ou qualquer coisa. Não temos nenhum contrato, é uma parceria familiar. O Cabo sabe que Power House sempre foi família, tanto para ele quanto para mim. A malta se desfez, mas nunca houve problemas de verdade. Eu acho que não temos necessidade de termos contratos. Nossa parceria é: “vem para casa filho e ajuda-me a cuidar dos teus irmãos”.

Isto significa que Cabo está de regresso definitivo à sua antiga casa?
Sim. Cabo Snoop está de volta à casa dessa vez mais maduro e mais adulto. Quando Cabo Snoop entrou para Power House era um teenager, assim como Cleyton M é hoje. Hoje Cabo Snoop já é um senhor, já é pai de família e empresário feito, então ele vem de outra maneira para a produtora; vem como o filho mais velho para ajudar o pai a cuidar dos irmãos mais novos. Ele vem para dar uma garra. Não tem nada de interesses. Ele só tem cenas acrescentar ao Cleyton M.

Frisou também que está neste momento em carteira um projecto envolvendo Cleyton M e Cabo. De que projecto se trata?
Eu e o Cabo já conversamos sobre o Cleyton várias vezes. O Cleyton M demonstra sempre interesses em participações com artistas africanos e o Cabo está bem posicionado, tem as suas sugestões. Sugeriu-me algumas pessoas que a malta podia contactar para fazer isso acontecer. Esse é um dos projectos que nós temos, que é internacionalizar a carreira de Cleyton M.

Com Cabo Snoop estiveram em cerca de trinta países africanos, com destaque para os anglófonos. Que países pretende este projecto estar?
O Cabo para mim é a nossa fonte para África. Nós temos outros continentes a conquistar. Claro, vamos arranjar nossos representantes em outros sítios. A relação que teremos com o Cabo é mesmo isso: nosso embaixador, nosso pessoal da linha de frente, vai nos aconselhar. Para outros países à volta do mundo, temos várias pessoas que já se mostraram disponíveis.

O que motivou a Power House a voltar a chamar Cabo Snoop depois de tudo quanto se ouviu sobre a sua saída da produtora?
Quase todo mundo erra, todo mundo tem as suas falhas. O tempo melhor do que ninguém é o melhor professor. Nós nunca tivemos problemas de verdade. Apenas ele saiu da produtora porque quis fazer suas cenas, isso é normal. Ninguém nasceu para ser de ninguém. Melhor do que ninguém, ele sabe o que é a Power House. Depois do que ele passou dentro e fora da Power House, não há ninguém melhor que pode monitorar não só o Cleyton M, mas outros músicos que a Power tem, como a Jakilsa ou o Chris Oliver. Não falo muito do Dr. Smith por ser alguém que já tem uma carreira com ambição internacional. 

Este acordo envolve participação de Cabo Snoop com Cleyton M?
Música de Cabo Snoop e Cleyton M ainda não definimos, não temos pressa. Isso vai surgir mais tarde ou mais cedo. A princípio, estamos com Cabo para apoiar o que já temos.

Quando é que começaremos a ver os frutos dessa parceria?
Ainda não sabemos, e nem vamos divulgar. Por enquanto, vamos trabalhar. O Cleyton vai continuar no momento que estamos a trabalhar. Já temos novas músicas. Começámos a gravar e a fazer parceria com grandes artistas do nosso mercado e não só.

Como se sente ao voltar a trabalhar com alguém que viu e ajudou crescer e hoje tornou-se pai de família e também empresário?
Esta parceria é uma amostra de que nós angolanos temos a capacidade de perdoar, de nos juntar e fazermos as coisas uns pelos outros. Eu acho que juntos somos mais fortes. Esta parceria vai mostrar isso. Eu podia muito bem, junto com  Cleyton M, chegarmos onde a malta quer chegar, mas sei que com a ajuda de pessoas que realmente conhecem onde a malta quer chegar, dá-nos algo melhor. E também, temos algo em troca a dar a essa pessoa, temos algo em troca a dar ao Cabo Snoop.

O Cabo Snoop tem a Power House de novo como sua casa, tem a Power House para cuidar dos seus vídeos, tem a Power para direccionar as suas cenas novamente, quando precisar. É  uma relação de coração, em primeiro lugar, é uma relação que mostra que Angola não é só feita de confusão. Estamos em paz connosco mesmos, que é o mais importante. Estamos numa boa relação, algo que devíamos mostrar  há mais tempo, mas Deus sabe por que só agora. 

as cargas mais recentes

Taylor Swift oferece o equivalente a 18 milhões de Kwanzas a uma estudante

há 1 ano
A cantora soube da história da estudante Vitória Mario através do site GoFundMe, e decidiu doar o montante que faltava para que a jovem pudesse concretizar o sonho de frequentar o curso de Matemática.

Art Sem Letra anuncia o regresso do concurso de poesia falada ‘Slam Tundawala’

há 5 meses
A quarta edição do Slam Tundawala acontece de 02 à 04 de Setembro do ano em curso no CCBA (Centro cultural Brasil Angola).

A assinalar dez anos, Luxor African Film Festival 2021 premia filme Made in Angola

há 10 meses
O filme Ar Condicionado foi premiado como Melhor Longa Metragem (prémio do Júri) na 10ª edição do Luxor African Film Festival 2021, no Egipto.

Depois de várias ausências, Edmázia Mayembe aparece e toma de ‘assalto’ Top Best

há 8 meses
Disponibilizada no passado dia 8 de Fevereiro, a faixa da autoria de Edmazia Mayembe está disponível em todas as plataformas digitais e acaba de atingir o número um das televisões e rádios.

Videoclip da música `Semba original´ já está disponível no YouTube

há 4 meses
`Semba original´ está disponível desde as 19 horas de hoje, no canal oficial do YouTube de Paulo Flores. No clipe, Ti Paulito recria a própria infância, caracteriza-se como o “requisitado discotequeiro, Cabé” e relembra durante a storytelling a origem do seu amor pelo Semba.

Óscar 2021 pode ser adiado

há 2 anos
A cerimónia está agendada para 28 de Fevereiro de 2021, mas a pandemia do coronavírus deixou o cenário incerto. A Academia já havia anunciado que irá considerar filmes não lançados directamente nos cinemas como elegíveis, que de certa forma aumentou os rumores de que o evento pode ser adiado.

Real Divas: Nasce hoje o projecto da nova girls band moçambicana

há 9 meses
O trio composto por: Dyna, Isa Manhique e Tawida Aly, apresenta-se hoje ao mundo, pela “mão” do Grupo Chiado como a mais nova banda do país da Marrabenta.

Consultor do ‘Bohemian Rhapsody’ declara-se contra a sequência do filme

há 2 anos
Lançado em 2018, a cinebiografia da estrela do rock Fredy Mercury obteve elogios da crítica e do público e arrecadou 903,7 milhões contra os 55 milhões investidos. Além disso, arrebatou quatro estatuetas do Óscar 2019, incluindo o prêmio de Melhor Actor, mas o amigo do vocalista dos Queen não quer que o filme tenha sequência.

Coréon Dú: “Em três décadas de vida, notei que existe uma forte crise de auto- estima sobre a negritude”

há 11 meses
Numa conversa livre e aberta com a revista Carga, Coréon Dú mostrou que ainda tem muito mais para contribuir em prol da africanidade do que tudo aquilo que já fez. O autor de Pele Negra fala das últimas novidades.

Inocenti: Versão oficial da célebre música de Paulo Flores é lançada na voz de Carla Moreno

há 8 meses
Disponível no canal oficial do YouTube da intérprete da vez, a música vem aumentar prestígio à carreira de Carla Moreno, em fase de voo solo. Nesta versão, a respeitada back vocal, reuniu a nível da produção, um team ao nível do palmarés do autor, para reoxigenar este clássico intemporal para o angolano.

C4 Pedro é o único artista dos Palop no “Africa Day Benefit Concert at Home”

há 2 anos
O artista acaba de confirmar que está tudo a postos e em contagem decrescente para começar o grande show em alusão ao dia de África. Marcado pela diversidade e união, o concerto congrega grandes nomes da música africana, sendo C4 Pedro o único artista oriundo dos PALOP.

Bobby Shmurda posto em liberdade mais cedo por causa do seu bom comportamento

há 11 meses

Comemora-se hoje o Dia Internacional da Dança, a linguagem universal

há 9 meses
Comemorado desde 1982, o dia 29 de Abril é uma homenagem ao criador do balé moderno, Jean-Georges Noverre (1727-1810). A efeméride foi instituída pela UNESCO em conjunto com o Comité de Dança do Instituto Internacional de Teatro.

38° edição do ‘Top dos Mais Queridos’ acontece hoje

há 1 ano
A edição 2020 do Top dos Mais Queridos vai assumir um formato diferente do habitual, face ao contexto pandémico que se impõe. A par disto, a gala em si, também não será de eleição, mas sim de homenagem a Agostinho Neto.

Isis Hembe promove liberdade de expressão com concertos grátis de Hip Hop nas ruas

há 5 meses
O artista está a desenhar uma nova era para rap alternativo angolano. Sua abordagem foge dos padrões e estereótipos que caracterizam esta vertente específica do Rap. 

Cinema às quartas-feiras apresenta “Do Outro Lado do Mundo”

há 10 meses
O Documentário intitulado “Do Outro Lado do Mundo” vai ser apresentado nesta quarta-feira, pelas 18h30, no espaço Wyza Anfiteatro, da Fundação Arte e Cultura, no âmbito do projecto Cinemas às Quartas-feiras, da KinoYetu, Fundação Arte e Cultura e Geração 80.