Expo–Ribas 2021 marca as celebrações do 112º aniversário de Óscar Ribas

Teve início hoje, o encontro entre a literatura, fotografia de lembranças de uma figura invulgar, debate e música, na Casa Museu Óscar Ribas, em Luanda.

O certame multidisciplinar que vai se prolongar até ao dia 28 do mês corrente e, visa assinalar o 112 aniversário natalício do escritor, ensaísta e etnólogo, Óscar Ribas ‐In memoriam.

O certame é uma alusão ao aniversário do seu patrono, que se comemora hoje, 17 de Agosto. A data também é memorada hoje às 22:30 horas, pela TV zimbo, com um programa especial `Obrigado Óscar Ribas´ dedicado àquele que foi uma das maiores fontes orais de Angola.

Considerado pioneiro do estudo, pesquisa e divulgação das distintas áreas das ciências humanas, sociais e literárias, o Kota é considerado um dos “fundadores” da ficção literária em Angola. Tendo sido galardoado, segundo o Jornal de Angola, com os prémios Margaret Wrong (1955), de Etnografia do Instituto de Angola (1958) e Monsenhor Alves da Cunha (1962). Foi ainda distinguido, como Membro Titular da Sociedade Brasileira de Folclore (1954), com a Medalha Oficial da Ordem do Infante, atribuída pelo Governo português (1962),  Medalha Gonçalves Dias, pela Biblioteca Nacional do Rio de Janeiro (1968), e com o Diploma de Mérito da Secretaria de Estado da Cultura de Angola (1989).

O seu rico e vasto legado literário mantêm‐se intemporal, tendo recuperado muitos temas da tradição oral, filologia, religião tradicional e filosofia dos povos de língua kimbundo. Aos 18 anos de idade publicou o seu primeiro livro de contos infantis Nuvens Que Passam(1927). “Nuvens Que Ficam Verdes” (1927) e “Resgate de uma Falta de Educação” (novela, em 1929), ao que se seguiram “Flores e Espinhos Uanga” (1950,  “Ecos da Minha Terra Natal” (1952), “Uanga – Feitiço” (romance folclórico, 1955) e “Ilundo – Espíritos e Ritos Angolanos (1958).

Na década de 1960 publicou “Missosso” (três volumes – 1961, 1962 e 1964), “Alimentação regional Angolana” (1965), “Izomba – Associativismo e Recreio” (1965), “Sunguilando – Contos Tradicionais Angolanos (1967), “Kilandukilu – Contos e Instantâneos” (1973) e “Tudo Isto Aconteceu – Romance Autobiográfico” (1975).

Após uma pausa de quase duas décadas, Óscar Ribas voltou aos livros com “Cultuando as Musas – Poesia (1992), ao que se seguiu o “Dicionário de Regionalismos Angolanos”. Da sua experiência como invisual, escreveu bastante em No Mundo da Cegueira.

as cargas mais recentes

Mundo lusófono conta com plataforma para rádios online e podcasts

há 7 meses
Com objectivo de promover as rádios online e podcasts, a plataforma “Rádio Play” foi ao ar oficialmente ontem (segunda-feira), estando disponível para todos os falantes de língua portuguesa.O espaço surge para colmatar o défice de podcasts e incentivar a sua produção nas rádios lusófonas, particularmente nos países como Angola, Cabo Verde, Moçambique, São Tomé e Príncipe e Guiné-Bissau.

Rapper Raz Simone acusado de ser um”senhor de guerra”

há 2 anos
Vídeos postados nas redes sociais provam o alegado envolvimento de Raz Simone com uma gangue armada na Zona Autônoma de Seattle, em Washington, um quarteirão de protesto sem influência policial. O rapper é apontado como uma espécie de “senhor da guerra”.

Rolling Stones ameaçam levar Donald Trump ao tribunal

há 2 anos
A banda britânica Rolling Stones ameaça o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, com uma acção na justiça, se continuar a usar as suas músicas em acções de campanha tal como o fez na semana passada em Oklahoma.

Estudante angolana junta-se a editora Mahatma

há 2 anos
A estudante angolana em Portugal Karen Pacheco assinou um contrato com a editora portuguesa “Mahatma”, para publicação dos seus próximos livros e representação da mesma nos PALOPS, informou hoje a própria.

Álbum de estreia de Wet bed Gang traz participação de Bonga

há 1 ano

Jay-Z lança sua própria marca de canábis “Monogram”

há 2 anos
O rapper anunciou ontem o lançamento da sua marca de maconha chamada “Monogram”, um negócio pleanedo há muito, e só foi possível realizá-lo agora por causa do abrandamento das leis da distribuição do produto nos EUA.

Nelly homenageia Tupac com nova versão de “California Love”

há 2 anos
No episódio mais recente, Nelly surpreendeu, surgindo ao som de um jazz em homenagem a Tupac Shakur e Dr. Dre com uma nova versão da música “California Love”.

Já está: Cleyton M entra na lista dos artistas mais ouvidos em Portugal

há 10 meses
Em todos os géneros musicais em Portugal, o jovem artista angolano ocupa, a 40° posição entre os 200 músicos mais ouvidos naquele país europeu, de acordo com um relatório do ITunes.

Consumidores processam Universal Studios por publicidade enganosa

há 5 meses
《Queremos nosso dinheiro》é a palavra de ordem que se ouviu, esta semana, na boca de alguns cinéfilos que se sentem enganados pela Universal Studios, depois de assistirem ao filme “Yesterday”, lançado em Julho de 2019.

Regresso do Show do Mês ao formato original leva público a delírio

há 8 meses

Médico legista revela a verdadeira causa de morte de DMX

há 12 meses
Até então a causa de morte do músico e actor de 50 anos, depois de vários dias internado em morte cerebral, não era oficial. Foi agora revelado que, desde que deu entrada ao hospital White Plains, de Nova York, no dia 3 de Abril, o rapper “nunca saiu do coma”.

A partir de agora todo músico que animar a plateia com canção alheia pagará 20% do cachet ao visado

há 2 anos
A medida surge para salvaguardar o direito do autor, seja ele cantor, intérprete, dj, produtor ou letrista, desde que esteja inscrito e tenha suas obras declaradas na SADIA.

Olivia Rodrigo, BTS e Justin Bieber se destacam no MTV Video Music Awards, mas Lil Nas X leva o prémio principal

há 10 meses
Com apenas uma música, “Montero (Call Me By Your Name)”, Lil Nas X arrebatou o prestigioso prémio de melhor vídeo do ano, as categorias de melhor direcção, melhor direcção de arte e ainda, melhores efeitos visuais.

50 Cent pede desculpas a Megan Thee Stallion por tirar sarro da rapper por ter sido baleada

há 2 anos
Nos últimos tempos 50 Cent adoptou o comportamento de “rei” do deboche no que toca a comentários sobre a maioria dos assuntos que vêm surgindo. Mas no princípio desta semana, o rapper surpreendeu ao pedir desculpas publicamente a Megan The Stallion, por ter tirado sarro e inclusive ter partilhados memes, dos tiros que a rapper levou no pé, alegadamente disparados por Tory Lanez.

Zap assinala mês da criança com programação especial

há 2 anos
A partir das 16 horas de todos os Domingos, durante o mês de Junho, a Zap aposta numa programação diferenciada. Com a transmissão de contos infantis aos Domingos e filmes de animação, para o deleite da ala infantil.

DJ Mandas e Karyna Gomes apelam a união na diversidade no single Human

há 2 anos