Expo–Ribas 2021 marca as celebrações do 112º aniversário de Óscar Ribas

Teve início hoje, o encontro entre a literatura, fotografia de lembranças de uma figura invulgar, debate e música, na Casa Museu Óscar Ribas, em Luanda.

O certame multidisciplinar que vai se prolongar até ao dia 28 do mês corrente e, visa assinalar o 112 aniversário natalício do escritor, ensaísta e etnólogo, Óscar Ribas ‐In memoriam.

O certame é uma alusão ao aniversário do seu patrono, que se comemora hoje, 17 de Agosto. A data também é memorada hoje às 22:30 horas, pela TV zimbo, com um programa especial `Obrigado Óscar Ribas´ dedicado àquele que foi uma das maiores fontes orais de Angola.

Considerado pioneiro do estudo, pesquisa e divulgação das distintas áreas das ciências humanas, sociais e literárias, o Kota é considerado um dos “fundadores” da ficção literária em Angola. Tendo sido galardoado, segundo o Jornal de Angola, com os prémios Margaret Wrong (1955), de Etnografia do Instituto de Angola (1958) e Monsenhor Alves da Cunha (1962). Foi ainda distinguido, como Membro Titular da Sociedade Brasileira de Folclore (1954), com a Medalha Oficial da Ordem do Infante, atribuída pelo Governo português (1962),  Medalha Gonçalves Dias, pela Biblioteca Nacional do Rio de Janeiro (1968), e com o Diploma de Mérito da Secretaria de Estado da Cultura de Angola (1989).

O seu rico e vasto legado literário mantêm‐se intemporal, tendo recuperado muitos temas da tradição oral, filologia, religião tradicional e filosofia dos povos de língua kimbundo. Aos 18 anos de idade publicou o seu primeiro livro de contos infantis Nuvens Que Passam(1927). “Nuvens Que Ficam Verdes” (1927) e “Resgate de uma Falta de Educação” (novela, em 1929), ao que se seguiram “Flores e Espinhos Uanga” (1950,  “Ecos da Minha Terra Natal” (1952), “Uanga – Feitiço” (romance folclórico, 1955) e “Ilundo – Espíritos e Ritos Angolanos (1958).

Na década de 1960 publicou “Missosso” (três volumes – 1961, 1962 e 1964), “Alimentação regional Angolana” (1965), “Izomba – Associativismo e Recreio” (1965), “Sunguilando – Contos Tradicionais Angolanos (1967), “Kilandukilu – Contos e Instantâneos” (1973) e “Tudo Isto Aconteceu – Romance Autobiográfico” (1975).

Após uma pausa de quase duas décadas, Óscar Ribas voltou aos livros com “Cultuando as Musas – Poesia (1992), ao que se seguiu o “Dicionário de Regionalismos Angolanos”. Da sua experiência como invisual, escreveu bastante em No Mundo da Cegueira.

as cargas mais recentes

Meninas do Maculusso preparam grande show

há 3 anos
O reencontro é um tributo aos 28 anos de existência do grupo.

Mariah Carey está a ser processada pela irmã

há 2 anos
A irmã de Mariah Carey entrou com um processo judicial contra a cantora. Allison Carey afirma que sofreu de angústia emocional por causa das alegações que Mariah fez em seu livro ‘The Meaning of Mariah’, lançado em 2020.

Army Squad desafia Kalibrados num espectáculo solidário

há 2 anos
Os dois grupos de Rap vão protagonizar, no próximo sábado, 29 de Agosto, um espectáculo solidário de recolha de donativos para o Hospital Pediátrico de Luanda “David Bernardino”.

Obra de Flagelo Urbano é usada como objecto de estudo para elaboração de monografia num paralelo com Agostinho Neto

há 2 anos

Filme mais longo da História dura 30 dias e estreia em Dezembro

há 3 anos

É oficial, Mbappé é eleito melhor do mundo pela Globe Soccer

há 1 ano
Kylian Mbappé é oficialmente o melhor jogador de 2021, o anuncio foi feito na tradicional cerimónia no Dubai. A conquista do francês de 23 anos é uma surpresa, já que não está entre os favoritos no prêmio The Best, da Fifa, e na Bola de Ouro, da France Football, foi apenas o nono colocado.

Fotogaleria: Phathar Mak homenageia Mamborrô em concerto intimista

há 1 ano

Academia de Escrita disponibiliza curso online a título gratuito

há 3 anos
A “Academia de Escrita” é um projecto que visa auxiliar escritores em início de carreira, transmitindo técnicas de escrita que lhes permitirão vencer os bloqueios criativos, concluir e publicar os seus livros.

Forbes divulga lista das 100 celebridades mais bem pagas do mundo

há 3 anos
A conceituada revista de negócios e economia revelou, esta quarta-feira, dia 3 de Junho, uma série de rankings anuais, dos quais as 100 figuras ligadas à música, desporto entre outros, mais bem pagas em 2020. Kylie Jenner, cunhada de Kanye West, está na primeira posição.

Kiari Flores “alfineta” agentes na sua música de estreia a solo

há 3 meses
Intitulado ‘Agentes’, o single que já se encontra disponível em todas as plataformas de streaming, marca a estreia a solo de Kiari Flores e mais do que uma libertação criativa, é um desabafo direccionado aos agentes.

Jay-Z lança sua própria marca de canábis “Monogram”

há 2 anos
O rapper anunciou ontem o lançamento da sua marca de maconha chamada “Monogram”, um negócio pleanedo há muito, e só foi possível realizá-lo agora por causa do abrandamento das leis da distribuição do produto nos EUA.

Drunk Master quebra o silêncio e mostra a sua “Espécie”

há 3 anos
A faixa que já havia sido lançada, é agora apresentada com uma nova roupagem, em que Drunk expressa em dois minutos, num beat que o caracteriza, o que sente e percebe da “espécie em que se enquadra enquanto pessoa”.

`Especial Tá a Bater´ promove viagem ao passado com Maya Cool

há 3 anos
A memorável viagem pelos maiores sucessos deste artista que marca várias gerações de Angola e da Diáspora, acontece no sábado, dia 13 de Junho a partir das 14 horas.

Declaração Universal de Paz do Hip Hop completa 20 anos hoje

há 2 anos
A Declaração de Paz é um documento que reconhece o Hip Hop como uma cultura internacional de paz e prosperidade. O mesmo agrega um conjunto de princípios que orientam os Hiphoppers como sustentar o carácter pacífico da Kultura Hip Hop, formar e buscar a paz mundial.

Bricia Dias apresenta aos angolanos a nova maneira de cantar o amor

há 2 anos

Dj´s licenciados serão protegidos pela SADIA

há 3 anos
Para serem protegidos, os Disco Jokeys, editoras de livro ou CD, distribuidoras digitais de música, plataformas de streaming, rádios e tvs online, deverão solicitar as suas licenças na SADIA, para exercerem as suas actividades.