Filmes da Geração 80 seleccionados 8ª edição do Arquitecturas Film Festival Lisboa

Os documentários Do Outro Lado do Mundo de Rui Sérgio Afonso, Para Lá dos Meus Passos de Kamy Lara e o filme Ar Condicionado do realizador Fradique, os três produzidos pela Geração 80 estão selecionados para a 8ª edição do Arquitecturas Film Festival Lisboa, a realizar-se entre os dias 1 a 6 de Junho de 2021, informou a Geração 80.

O filme Ar Condicionado está nomeado como Melhor Longa de Ficção, numa edição em que Angola é o país convidado do festival que tem a jornalista Marta Lança como curadora, que descreveu a escolha do país da seguinte forma: “Os angolanos têm vivido experiências extremas como a conquista pela independência, conflitos bélicos de longa duração, amarguras políticas e alta oscilação económica. A festa nunca pára, nem nos momentos de mágoa. Alegria um modo de luta ou de alienação? Cada dia se acorda numa Luanda de resistência. A confluência de tempos e regimes é visível na arquitetura, colonial, dos sobrados esclavagistas ao modernismo tropical, do Português suave ao neo-liberalismo, passando pelo arranha-céus asiático das novas centralidades. Qualquer angolano dava um filme biográfico imperdível. Um país com pouca produção cinematográfica que é um viveiro de histórias mirabolantes à espera que uma câmara as revele. Vamos sentir o pulsar de uma grande metrópole africana e as complexidades geopolíticas angolanas, desde Cuba à China. Os ritmos eletrizantes que são banda sonora da cidade.”

De 1 a 6 de Junho no Cinema São Jorge em Lisboa, o Arquitecturas Film Festival terá na exibição de abertura o documentário PARA LÁ DOS MEUS PASSO. De Angola serão ainda exibidos os filmes “Elinga Teatro 1988/2018”, “Uma Festa Para Viver “, “Afectos de Betão — Zopo Lady”, “Luanda: A Fábrica da Música”, “O Herói”, “A Ilha dos Cães”, “Mulheres” e “Cartas de Angola”.

Lançado em Fevereiro de 2020 no International Film Festival Rotterdam, Ar Condicionado já foi premiado como Melhor Longa Metragem do Luxor African Film Festival 2021 (Egipto), Melhor Longa Metragem de Ficção no International Film Festival Innsbruck 2020 (Áustria), Melhor Filme no Imagine Science Film Festival 2020 (Estados Unidos de America), Filme do Ano do African Studies Association (Estados Unidos de America) e Menção Honrosa do Júri na categoria de Realizadores Emergentes do MSP Film Society (Estados Unidos de America).

O filme já foi exibido em mais de 40 festivais em países como Kenya, China, Estados Unidos da América, Índia, Espanha, Austrália, Lituânia entre outros. Melhor Documentário no San Francisco Dance Film Festival (Estados Unidos de América),

PARA LÁ DOS MEUS PASSOS recebeu ainda o 3a Prémio Adiaha no Encounters Doc Festival (Africa do Sul) e Menção Especial no Big Syn International Film Festival (Inglaterra).

Lançado em 2016, DO OUTRO LADO DO MUNDO recebeu o prémio de Melhor Documentário no Afrika Film Festival de 2018 (Bélgica).

as cargas mais recentes

Legado do rei Ngola Kilwanji será narrado em filme

há 2 anos

Maria Bethânia finalmente aparece em Live

há 2 anos

Cantora norte-americana recusa ser homenageada com uma estátua no Capitólio

há 2 anos

Masterminds of Hip Hop: Russell Simmons lança NFT para apoiar lendas do Hip Hop

há 1 ano
A colecção “The Masterminds of Hip Hop” apresentará arte digital inspirada nas histórias que deram origem ao Rap.

João Lourenço felicita projecto “Live no Kubico”

há 3 anos
Durante o Live da dupla Gabriel Tchiema e Mito Gaspar, referente ao projecto “Live no Kubico”, da TPA, uma mensagem centralizou as atenções. Na sua página no twitter, o Presidente da República de Angola, João Lourenço, elogiou o projecto e felicitou os organizadores por “manterem viva a nossa cultura”.

Free: Londone e Pucci Jr juntos em novo single

há 1 ano
Com uma sonoridade mais virada para o UK, Londone desliza com as suas rimas e espalha pânico, seguido de uma excelente entrega de Pucci Jr a dar um toque de maior “swag” a um tema que por si só já nos leva a outras paragens com uma certa irreverência onde a guitarra dedilhada é destaque.

Professor Elavoko aborda “Coisas que (não) se dizem” em livro

há 1 ano
‘Coisas Que Não Se Dizem’ é um livro que aborda fenómenos sociais reputados por tabús ou sensíveis para debate público, porém com muitas incidências na sociedade angolana e não só. Temáticas como pornografia, abuso sexual e outros são destacadas na obra, de forma específica, trazendo os seus pontos negativos mais sonantes.

Aline Frazão divulga título e data de lançamento do seu novo álbum

há 1 ano
Intitular-se-á `Uma Música Angolana´ e estará disponível no próximo dia 4 de Março. O álbum foi anunciado na primeira pessoa, no passado dia 21 de Janeiro com o lançamento de ` Luísa´ em todas as plataformas digitais, oficialmente a primeira faixa promocional do quinto álbum de estúdio de Aline Frazão.

Covid-19: Paulo Gustavo volta a fazer o Brasil chorar, mas desta vez não é de rir

há 2 anos
O actor e humorista, protagonista da franquia “Minha Mãe é uma Peça”, de 42 anos, faleceu nesta ontem, vítima de Covid-19. Já em luto pelas mais de 400 mil mortes causadas pela pandemia e seus derivados, o Brasil recebeu a notícia aos prantos após a confirmação da acessória do artista.

AC/DC anunciam regresso com um novo álbum

há 2 anos
A banda australiana confirmou ontem o seu regresso com os veteranos Brian Johnson, Phil Rudd e Cliff Williams. O retorno do trio poderá ser marcado com novo single e álbum.

Jada Pinkett Smith vai produzir filme sobre Rainha Njinga

há 1 ano
A complexa e destemida história sobre a primeira mulher a governar, no séc. 17, o actual território de Angola, Rainha Njinga, será produzida por Jada Pinkett Smith sob chancela da Netflix.

Hildebrando de Melo: “Todos os ministros que passaram no Ministério da Cultura só atrapalharam os artistas”

há 2 anos
No respaldo dos dois meses da amostra -Mantrax, que encerrou na última semana, no Centro Cultural Brasil Angola, Hildebrando de Melo aborda, fundamentalmente, assuntos que dizem respeito a sua área de actuação.

Mágico: Um pequeno nome por detrás de grandes sucessos nacionais

há 2 anos
Quem se prender à sua idade cronológica, pode não acreditar que a carreira profissonal do músico já leva uns 14 anos. Foi ele quem escreveu e produziu os temas” Vou Chorar”, de Kelly Silva, “Jarda Instrumentalização” (Mona Nicastro) e “Me Perdoa”, de Suraya Cortez, por exemplo.

Contra toda aversão, Post Malone prova que é muito mais do que um rapper “fútil”

há 3 anos
Recente o rapper Post Malone fez uma actuação em Livestream a qual intitulou `Nirvana Tribute´, surpreendendo a tudo e todos com a demonstração do seu ecletismo, tocando e cantando Rock, numa noite em que arrecadou aproximadamente 5 milhões de dólares revertidos em doação para a OMS.

Adele: “Eu e o Drake somos uma espécie em vias de extinção”

há 1 ano
A cantora colocou, na última sexta-feira (19), um novo álbum no mercado intitulado ” 30 “, que já se tornou no álbum mais vendido do ano nos Estados Unidos, três dias após o seu lançamento, o que dá à artista azos para se considerar ‘última da sua espécie’.

Valete afirma que é chegado o momento do “fim da escassez do Rap frontal”

há 2 anos
O rapper lançou, esta sexta-feira, cinco músicas novas e declara que chegou a hora para o fim da escassez do Rap “consciente”. A saudade levou a que meio milhão fãs inundassem as redes sociais para ouvir o músico.