Foi assim que nasceu a Música Angolana

A Música Popular Angolana, que se actualiza  no espaço urbano recebeu influências e absorveu, ao longo do seu processo de formação, técnicas de execução dos instrumentos musicais Ocidentais. Contudo, antes do seu surgimento já existia um segmento pré-urbano configurado no espaço rural.

Com o fenómeno da colonização portuguesa, nasceram os  musseques, um espaço de transição entre o universo rural e a cidade, transformando-se no laboratório textual das canções.

A temática das canções, na altura, segundo Jomo Fortunato, evocavam situações cuja génese textual e formato espacial se projectava no “filho desaparecido no mar”; “a rapariga de mini-saia”, “o assédio sexual entre o patrão e a empregada doméstica”, etc..

Formação dos agrupamentos musicais

Muito antes da formação dos grupos, conjuntos e agrupamentos musicais haviam as turmas, embrião da grande maioria dos grupos musicais e cantores angolanos.

Em 1949, Manuel de Oliveira forma o grupo São Salvador. Está importante formação musical, pouco referenciada, foi a primeira a introduzir no Music Hall Angolano o Saxofone e o Clarinete e terá ainda influenciado muitos músicos da RDC.

Formação do Ngola Ritmos (meados dos anos 40)

De acordo com os depoimentos dos integrantes do grupo, Amadeu Amorim, Nino Ndongo e José Maria, referenciados em Reconstituição Histórica da Música Popular Angolana, de Jomo, as canções do Ngola Ritmos eram apresentadas de forma bruta e Liceu Vieira Dias definiu as grandes linhas estéticas do grupo.

Nessa altura, a Massemba (plural de Semba), passou para a virtuosidade das guitarras de Liceu Vieira Dias, José Maria e Nino Ndongo, dando origem ao Semba, aportuguesado de rebita.

Mais tarde, o Semba veio a ser aborvido por importantes guitarristas como José Keno e grupos que, no início da sua formação, usavam a viola acústica, a dikanza, a caixa e o chocalhos começam a introduzir instrumentos eléctricos.

Fenómeno de internacionalização da Música Popular Angolana

Uma das características da música popular é a sua facilidade de diálogo e de abertura a outros estilos e sonoridades, daí originaram-se agrupamentos como “Os Merengues”. Foi com este conjunto que se começa um novo ciclo de internacionalização da música angolana.

O Período Kissanguela. Esta formação surge imediatamente antes da independência e  acompanhou a música engagé, revolucionária, de intervenção ou, simplesmente, canção política de Urbano de Castro, El Belo, Fató, Tonito, David Zé e Artur Nunes.

Há que se assinalar, em 1966, o surgimento dos “Negoleiros”, com uma textura sonora inspirada na “escola do Ngola Rítmos” e na generalidade dos rítmos luandenses do Bairro Operário e Marçal.

Antes disso, em 1963, Chico Montenegro junta seus primos para fundar os “Jovens do Prenda”, que sofreu ao longo da sua trajectória várias metamorfoses.

Tal como os Jovens do Prenda, os Kiezos têm a mesma validade histórica. Sem o lendário guitarrista Marito, lembra o pesquisador, os Kiezos não teriam a importância que têm.

Cantores e  compositores como Catarino Bárber, Kinito, Rui Mingas, Filipe Mukenga, Carlitos Vieira Dias, Filipe Zau, Waldemar Bastos ou Paulo Flores estabelecem uma simbiose entre as raízes da música popular angolana e as variantes técnico-estilísticas, assentes nos padrões da música universal.

as cargas mais recentes

Exposição “Migrações e Coisas, Retalhos de uma História Só”, agora disponível em catálogo digital

há 2 anos
Em virtude das limitações impostas pela pandemia do coronavírus e do encerramento temporário da exposição de René Tavares, o Banco Económico e a This is Not a White Cube decidiram disponibilizar digitalmente um catálogo onde é possível conhecer a obra do artista santomense.

Depois da estreia no Trace Toca, Sarissari disponibiliza novo single em todas as plataformas digitais

há 8 meses
“Acreditem no processo, porque nós acreditamos!” – Este é o mote para um tema sobre superação e empoderamento próprio, que resulta das próprias descrenças passadas do artista. Produzido por Beatoven, Sari partilha a faixa com o icónico Yuri Da Cunha e desfila uma das melhores canções que lançou na sua carreira.

Bonga é reconhecido em Portugal com “Prémio Prestígio”

há 1 ano
Bonga foi reconhecido ontem à noite com o “Prémio Prestígio”, na categoria de música durante a gala alusiva aos 25 anos da Rádio Difusão Portuguesa (RDP África).

Kanye West promove imagem da Rainha N’zinga

há 2 anos
O músico e empresário usou ontem a sua conta do Twitter e publicou um conjunto de imagens de figuras históricas, entre os quais reformadores das religiões, santos católicos e filósofos.

Anna Joyce dá voz e rosto à campanha de Registo Eleitoral

há 11 meses
Anna Joyce não só assina a trilha sonora, como também será apresentada brevemente como o rosto da campanha visual, com o tema `Estou Presente´ . A música enquadra-se no âmbito da campanha de comunicação institucional do Registo Eleitoral Oficioso, cujo processo teve início a 23 de Setembro de 2021.

Ja Rule revela que no início da carreira quis fazer trio com JAY-Z e DMX

há 2 anos
Ja Rule, Jay-Z e DMX tinham condições reunidas para constituírem um trio, uma ideia motivada por Irv Gotti, da Murder Inc. Entretanto, os três músicos não conseguiram materializar o desejo porque dois dos rappers não mostraram interesse.

Sabia que num dia como hoje uma festa inspirava o surgimento do Hip Hop?

há 2 anos
Tudo aconteceu há 47 anos atrás, no dia 11 de Agosto de 1973, quando o jamaicano, DJ Kool Herc organizou uma festa, no Bronx em Nova Iorque, que mudou para sempre a história da música pop. A festa que foi inicialmente organizada para a celebração do aniversário de Cindy Campbell, irmã do DJ, ganhou outros contornos tendo reunido no mesmo espaço os quatro elementos da kultura Hip hop e desde então, os irmãos passaram a ser considerados os pais do movimento.

Fotogaleria: Phathar Mak homenageia Mamborrô em concerto intimista

há 12 meses

Mamy é convidada a participar da pré-conferência internacional sobre activismo em África

há 1 ano
A rapper angolana levará amanhã a debate fundamentos sobre o exercício da liberdade de expressão por meio da música engajada, mais concretamente o “rap revolucionário”.

Documentário sobre a Kizomba no festival indiano do cinema

há 2 anos
O filme angolano “Kizomba sem fronteiras” está a concorrer no festival indiano de cinema, na categoria de melhor documentário. O evento inicia no dia 06 de Setembro.

Produtor Algo 10Conhecido rende tributo a Teta Lando e Franco em novo álbum

há 1 ano
O álbum contém versões de dois grandes sucessos nacionais e internacionais intemporais, nomeadamente: “Mario” do congolês Franco, na versão amapiano e “Quimbemba” de Teta Lando, no estilo afro-house.

Will Smith dirige-se a Chris Rock: “Peço-te desculpa. O meu comportamento foi inaceitável”

há 2 meses

The Game afirma que Eminem é seu novo alvo, pois 50 Cent já não sabe fazer Rap

há 6 meses
The Game mais uma vez disparou contra Eminem e 50 Cent em entrevista, desta vez o rapper Blood de Compton disse que não quis desafiar o 50 Cent para um Verzuz ou até para algumas ‘’diss’’ por conta que 50 Cent não sabe fazer Rap, noticiou o Z. Thugsta.

Totó regressa ao Show do Mês

há 2 anos
O músico Totó St será a próxima atração do Show do Mês Live, agendado para sábado (21), com transmissão na TPA 2 e Internacional, além da página da Nova Energia no Youtube. A primeira vez que Totó esteve no Show do Mês foi na quarta temporada, ainda no Royal Plaza.

Paulina Chiziane torna-se a primeira mulher africana a conquistar Prémio Camões

há 12 meses
A escritora moçambicana Paulina Chiziane venceu a 33a edição do Prémio Camões. Conhecida por dar papel central a figura da mulher africana em seus livros, a autora é a primeira mulher africana a ser laureada com essa distinção, que é uma das mais importantes honrarias da literatura em língua Portuguesa.

Após vencer adversidades do Moda Luanda, organização prepara-se para concretizar os Globos de Ouro em Outubro

há 2 anos
Passados alguns dias após a realização da 23ª Edição do Moda Luanda, a Carga Magazine falou com a organização do evento, não só para fazer um balanço do evento, como também perceber quais os maiores desafios da indústria do entretenimento nestes tempos de resguardo.