Foi assim que nasceu a Música Angolana

A Música Popular Angolana, que se actualiza  no espaço urbano recebeu influências e absorveu, ao longo do seu processo de formação, técnicas de execução dos instrumentos musicais Ocidentais. Contudo, antes do seu surgimento já existia um segmento pré-urbano configurado no espaço rural.

Com o fenómeno da colonização portuguesa, nasceram os  musseques, um espaço de transição entre o universo rural e a cidade, transformando-se no laboratório textual das canções.

A temática das canções, na altura, segundo Jomo Fortunato, evocavam situações cuja génese textual e formato espacial se projectava no “filho desaparecido no mar”; “a rapariga de mini-saia”, “o assédio sexual entre o patrão e a empregada doméstica”, etc..

Formação dos agrupamentos musicais

Muito antes da formação dos grupos, conjuntos e agrupamentos musicais haviam as turmas, embrião da grande maioria dos grupos musicais e cantores angolanos.

Em 1949, Manuel de Oliveira forma o grupo São Salvador. Está importante formação musical, pouco referenciada, foi a primeira a introduzir no Music Hall Angolano o Saxofone e o Clarinete e terá ainda influenciado muitos músicos da RDC.

Formação do Ngola Ritmos (meados dos anos 40)

De acordo com os depoimentos dos integrantes do grupo, Amadeu Amorim, Nino Ndongo e José Maria, referenciados em Reconstituição Histórica da Música Popular Angolana, de Jomo, as canções do Ngola Ritmos eram apresentadas de forma bruta e Liceu Vieira Dias definiu as grandes linhas estéticas do grupo.

Nessa altura, a Massemba (plural de Semba), passou para a virtuosidade das guitarras de Liceu Vieira Dias, José Maria e Nino Ndongo, dando origem ao Semba, aportuguesado de rebita.

Mais tarde, o Semba veio a ser aborvido por importantes guitarristas como José Keno e grupos que, no início da sua formação, usavam a viola acústica, a dikanza, a caixa e o chocalhos começam a introduzir instrumentos eléctricos.

Fenómeno de internacionalização da Música Popular Angolana

Uma das características da música popular é a sua facilidade de diálogo e de abertura a outros estilos e sonoridades, daí originaram-se agrupamentos como “Os Merengues”. Foi com este conjunto que se começa um novo ciclo de internacionalização da música angolana.

O Período Kissanguela. Esta formação surge imediatamente antes da independência e  acompanhou a música engagé, revolucionária, de intervenção ou, simplesmente, canção política de Urbano de Castro, El Belo, Fató, Tonito, David Zé e Artur Nunes.

Há que se assinalar, em 1966, o surgimento dos “Negoleiros”, com uma textura sonora inspirada na “escola do Ngola Rítmos” e na generalidade dos rítmos luandenses do Bairro Operário e Marçal.

Antes disso, em 1963, Chico Montenegro junta seus primos para fundar os “Jovens do Prenda”, que sofreu ao longo da sua trajectória várias metamorfoses.

Tal como os Jovens do Prenda, os Kiezos têm a mesma validade histórica. Sem o lendário guitarrista Marito, lembra o pesquisador, os Kiezos não teriam a importância que têm.

Cantores e  compositores como Catarino Bárber, Kinito, Rui Mingas, Filipe Mukenga, Carlitos Vieira Dias, Filipe Zau, Waldemar Bastos ou Paulo Flores estabelecem uma simbiose entre as raízes da música popular angolana e as variantes técnico-estilísticas, assentes nos padrões da música universal.

as cargas mais recentes

C4Pedro é destaque no Times Square, o maior espaço de exposição do mundo

há 1 ano
Após ter sido seleccionado para integrar a lista de reproduções de afrobeats do mundo, C4Pedro mereceu o destaque do principal e mais importante espaço de entretenimento do planeta, o Tmes Square.

Beam Me Up Scotty: Nicki Minaj relança mixtape com faixas inéditas

há 2 anos

Killarmy está de volta

há 3 anos
“Full Metal Jackets” é o disco que vai marcar o retorno antecipado da prole da Wu-Tang Clan.

Artistas poderão registar obras em Angola a partir de Maio

há 3 anos
A Sociedade Angolana dos Direitos de Autor (SADIA) apresenta no dia seis (6) de Maio a sua plataforma online, onde os artistas poderão registar as suas obras e protegê-las da pirataria e não só.

Calema protagonizam espectáculos em Luanda e Benguela

há 2 anos
As “Estrelas do Sul”, como também são conhecidos, vêm a Angola para dois espectáculos em Luanda e Benguela, respectivamente, agendados para o mês de Dezembro.

John Travolta decide dar pausa à carreira

há 3 anos
Após a imprensa internacional avançar com a notícia sobre a morte da esposa do actor, Travolta recorreu às redes sociais para homenagear a companheira de longa data e agradeceu às instituições e equipas médicas que a acompanharam durante todo o processo.

Entre bombos e tarolas, dance ao ritmo do Hip-Hop

há 3 anos
O Hip Hop nasceu juntamente com o estilo musical e toda sua as cultura. Refere-se aos estilos de dança sociais ou coreografados relacionados com a música e com a cultura Hip Hop: um género musical, com uma subcultura própria, iniciado durante a década de 1970, nas comunidades jamaicanas, latinas e afro americanas da cidade de Nova Iorque, e posteriormente desenvolvido por afro e latino-americanos.

Anna Joyce: “Não existe a mínima possibilidade de parar de cantar”

há 2 anos
Após notícias em alguns sites sobre a intenção de pôr fim à sua carreira por motivos de saúde, Anna Joyce tranquiliza os fãs, esclarecendo que, apesar de estar acometida com uma doença do fórum neurológico, “não existe a mínima possibilidade de parar de cantar”.

Partiu o “físico” e ficou a obra

há 3 anos
Calou-se uma voz inconfundível de Kueno Aionda, calou-se o futuro, num país onde cada vez mais aumenta a quantidade e diminui a qualidade.

Nas relembra desentendimento com Tupac

há 1 ano
A música faz parte do álbum “King’s Disease II”, lançado na passada sexta-feira e, já vem sendo considerada a melhor do álbum. Ao contrário do que se pode imaginar ao ler o título do artigo, `Death Row East´ não é uma música insultuosa à memória de Tupac Shakur.

Está consumado, Messi assina 2 anos pelo PSG

há 1 ano
Depois de vários “disse que não disse”, quebrou-se, esta terça-feira, o mistério esta sobre o futuro do astro argentino. Messi foi oficializado ontem como o novo reforço do PSG.

A Konono Soul Music apresenta “Coisas Simples”, o novo single do A’mosi Just A Label

há 1 ano
Disponível a partir dia 17 de setembro. O single antecede o álbum Konono Soul, que está previsto a ser lançado no dia 22 de Outubro.

Flagelo Urbano protagoniza concerto de “retorno” já este domingo

há 10 meses
A ter lugar no dia 10 de Abril, pelas 17 horas, no Bar 106 Cazenga, o show que será garantidamente acústico, por imposição do próprio Flagelo, será feito de um repertório variado que ainda não foi tornado público, mas será norteado por faixas como: Infinito, Demo sem cracia e Louco por opção.

É oficial, `BomSom TV´ ficará disponível em Angola a partir de 1 de Julho

há 2 anos
Hoje Anselmo fez saber que a BomSom redireccionou o seu Score business e deixa doravante de agenciar artistas, por incompatibilidade com os projectos preconizados. Sobre a BomSom TV, sabe-se já que é um canal democrático que servirá como veículo de cruzamento para a música dos Palop e ao embaixador dos ritmos africanos.

Eto’o reage à escolha dos melhores 11 da história do futebol: “Nós, africanos, não existimos”

há 2 anos
O antigo avançado camaronês, Samuel Eto’o, que brilhou com as camisolas do Barcelona e Inter do Milão, está revoltado com a escolha da France Football para os melhores onze da história do futebol.

Thó Simões marca presença na abertura do festival `Latitudes´

há 3 anos
A abertura do festival expõe relações globais desiguais e aprimora os traços coloniais que ainda moldam o nosso presente. Ao mesmo tempo, abre espaços para reflexão e acção e gera ressonâncias nos outros itens do programa.