Fundação Arte e Cultura reforça apoio à formação artística durante o confinamento

Cem pessoas entre crianças e adolescentes, da Ilha de Luanda, bairro Casas Novas, sector Ponta, começaram a receber nesta semana manuais de apoio para a formação artista. A iniciativa é da Fundação Arte e Cultura, através do seu projecto Escola das Artes e visa garantir a formação artística dos petizes, enquanto durar a pandemia e o confinamento social.


O referido manual é uma produção da Escola das Artes da Fundação e traz conteúdos práticos nas áreas de dança Ballet, Reciclagem e Decoração, uma componente de Alfabetização e instruções sobre prevenções contra a Covid-19.


A entrega dos manuais começou nesta segunda-feira e está ser feita de porta a porta. As crianças contempladas fazem parte das mais de 300 crianças e adolescentes que frequentam o Centro Cultural da Fundação Arte e Cultura, na Ilha de Luanda.


“Esta é a primeira fase e estamos atender 100 crianças, enquanto preparamos as condições para atender as outras crianças e adolescentes. A nossa intenção é manter o rítmo formativo das crianças e adolescentes que frequentam o nosso Centro Cultural”, responsável da Escola das Artes, Marta Faustino.


A pequena Isabel João Miguel, de 11 anos de idade, foi uma das primeiras beneficiadas. Segundo disse, tem saudades de voltar à escola e ocupar os seus tempos livres no Centro Cultural da Fundação, aprendendo artes.


“Eu quero ir para a escola, mas o coranavírus…está aborrecer”, tentava desabafar, mas não encontrava palavras para exprimir o seu descontentamento pelo novo rumo que a sua vida tomou, fruto da pandemia. Para além do trabalho de casa, disse que vai aproveitando as tele-aulas, rotina que vai poder fazê-lo ainda mais com o manual que recebeu.


Quem não ficou de fora foi a adolescente Marlene Domingos, de 15 anos de idade. Encontrada a lavar roupa, a pequena disse que vai conciliando a brincadeira com trabalhos de casa.
“Obrigado pelo manual, vou ler sempre e praticar”, disse a pequena.


Daniel de Carvalho Pacheco é uma criança de 8 anos e encontrava-se frequentar a terceira classe, antes da Covid-19. Ele demonstrou conhecer as medidas de segurança para se prevenir da pandemia, uma razão para dizer que não terá dificuldades de entender o capítulo sobre as medidas de prevenção que o manual traz.

as cargas mais recentes

Vinte e quatro filmes concorrem ao prémio de melhor filme no festival internacional de curta metragem da Kianda

há 2 anos
O FESC-KIANDA é o primeiro festival internacional de cinema que premeia as curta-metragens produzidas de Janeiro à Novembro de cada ano. É um evento anual inserido nas festividades da cidade de Luanda.

Erick Shine liberta “O Mais Bruto do Game Vol.3 – O Deus da Guerra”

há 3 anos
Há muito que Erick Shine não “era tido e nem achado” nas lides do hip hop nacional, mas recentemente o rapper prometeu disponibilizar um trabalho para a manutenção daquilo que é o seu legado, e assim o fez.

Mariotti: Uma voz jovem ao nível dos grandes do Zouk angolano

há 2 anos
“Suco Love” e “Tamu Numa” são só músicas promocionais, porque o artista tem se preparado para, em data definida, anunciar outros lançamentos, que podem não ser necessariamente Extend Play.

Após ser acusada de Islamofobia, Rihanna pede desculpas aos fãs muçulmanos

há 2 anos
Após a polémica que envolveu o último desfile da “Savage x Fenty” cuja detentora é Rihanna, a cantora usou o seu Instagram pessoal para tornar público um pedido de desculpas direccionado à comunidade muçulmana.

Nacobeta eternizado em mural

há 2 anos
O kudurista Edson Guedes Fernandes “Nacobeta” foi eternizado em um mural gigante na zona onde nasceu (C8/Nelito Soares/Rangel), por um grafiteiro local.

É oficial: Messi anuncia que vai continuar no Barcelona

há 2 anos
O astro argentino acaba de anunciar que vai continuar no clube catalão até o fim do contrato. “Eu tinha a certeza que estava livre para sair, o presidente sempre disse que no fim da temporada podia decidir sair ou ficar”.

Fineza Teta é a artista escolhida para retratar as vítimas dos conflitos políticos em Angola

há 7 meses

Paulo Amaral apresenta-se na Galeria Tamar Golan com a exposição “100 Kigila”

há 9 meses
O artista angolano Paulo Amaral vai apresentar-se no próximo dia 06 de Maio de 2022, Sexta-feira, pelas 18 horas, na Galeria Tamar Golan, com “100 Kigila”, uma exposição individual que ficará patente ao público até ao dia 27 de Maio de 2022. Podendo ser visitada de Segunda a Sexta-feira, das 9h00 às 17h00, na galeria de arte contemporânea da Fundação Arte e Cultura.

Etona apresenta obra ao ar livre

há 3 anos
O artista plástico António Tomás “Etona” vai inaugurar, no dia 31 de Julho, uma exposição com a peça única intitulada “Cegueira da Justiça”, em homenagem a mulher africana.

Falta de conhecimento leva a que muitos artistas não beneficiem dos rendimentos das suas obras

há 1 ano
Especialistas em gestão de direitos de autores estão preocupados com a falta de conhecimento por parte da classe artística, sobre as leis dos direitos de autores e conexos.

Conheça Skit Van Darken, o autor de “Angola Não Me Diz Nada”

há 1 ano
O músico quase não é visto nos media convencionais, mas goza de boa popularidade considerável na Internet e, à surdina, vai se transformando na principal referência deste subgénero do Hip Hop.

Ascensão Music quebra hiato com duplo lançamento de videoclipes

há 1 ano
A Ascensão Music que tem se mostrado um grupo bastante coeso e cada vez mais abrangente em termos de sonoridade, traz dois temas diferentes  “Pra ninguém” (que é uma música num registo love song, como uma narrativa romântica e poética) e “Wagwan”, cuja expressão deriva do dialeto Jamaicano “Patois” que significa : “O que é que se passa” ou “Qual é a idéia” é um UK drill à moda angolana, com muito sauce, mas claro, com aquela energia e a caneta pesada que caracteriza o grupo.

Os “mortos” estão a bumbar

há 2 anos

Álbum `Luanda, Meu Semba – Instrumental´ está finalmente disponível em digital

há 2 anos
A obra de Né Gonçalves finalmente acerta o passo nas plataformas digitais, podendo-se escutar os três álbuns, editados pelo artista on-line nos serviços de streaming.

“O país está a pedir a presença do Rap crítico e intervencionista”

há 3 anos

Show do Mês “viaja” pelos PALOPS

há 2 anos
Numa homenagem a música feita pelos países africanos de expressão portuguesa (PALOPS), particularmente a feita nos anos 80 e 90, o Show do Mês fará, no sábado, uma viagem musical por alguns dos maiores sucessos de cada país.