Fundação Professora Rolanda Ferreira inaugura Mediateca de cariz social no Kilamba

De forma a homenagear a criança africana, a Fundação Professora Rolanda Ferreira (FPRF) inaugurou, oficialmente, a sua primeira Mediateca de cariz social, na Centralidade do Kilamba, para servir milhares de famílias, dispondo de biblioteca infanto-juvenil, apoio ao estudo, acesso às novas tecnologias e serviços de reprografia.

Constituída em 2017, foi em 2018 que a Fundação concretizou o seu principal projecto – a Escola de Ensino Básico do Sarico, para mais de 300 alunos – estando em vias de conclusão a ampliação da Escola, para o dobro da capacidade, com um segundo polo, objectivo que tinha sido definido em 2019, de forma a responder aos anseios das famílias da Província do Bengo, não servidas por qualquer estabelecimento de ensino. A Escola abriu-se também, em Fevereiro de 2019, à Alfabetização de Adultos, frequentado, actualmente, por quase duas dezenas de pessoas.

Tânia Simão, responsável pela Fundação Professora Rolanda Ferreira, explicou que o objectivo da fundação é “fazer onde não há, e onde a intervenção social o exigir. A Mediateca é uma forma de incentivar e de permitir que haja acesso aos livros”.

Fundação Professora Rolanda Ferreira inaugura Mediateca de cariz social no Kilamba

O Conhecimento é uma das áreas de actuação da FPRF, pelo que a rede de Bibliotecas/Mediatecas, que está a ser implementada, afigura-se como uma ferramenta de proximidade no acesso aos livros e à leitura, às novas tecnologias e serviços de reprografia, em espaços dotados de condições.

A Fundação Professora Rolanda Ferreira (FPRF) desenvolve neste momento um estudo, tendente a caracterizar a população a servir por esta 1ª Biblioteca. Conhecer a idade, escolaridade e hábitos de leitura é determinante para prestação de um serviço o mais ajustado possível.

Sendo a Educação a base principal da actuação da Fundação Professora Rolanda Ferreira, esta área do Conhecimento será também um pilar fundamental pela integração social, que se consegue por esta via. De salientar que esta é outra das grandes áreas que a Fundadora privilegiou no decurso da sua vida pessoal, académica e profissional.

A Fundação Professora Rolanda Ferreira é uma pessoa jurídica de direito privado e sem fins lucrativos. Temos na nossa génese uma intervenção humanista, multifacetada, evidenciada em vários projectos em curso, sendo um deles, a Mediateca que leva o nome da fundação, temos como principal missão apostar na educação e formação de bons quadros.

Rolanda Chagas Vicente Ferreira fez os estudos primários (1979/1989) na Escola São José de Cluny, o Pré-Universitário (1989/1991)no PUNIV, de Luanda e o Bacharelato em História, no Instituto Superior de Educação (ISCED), de Luanda.

Para além da formação académica procurou sempre valorizar-se, em áreas consideradas estratégicas para o desenvolvimento do setor da educação em Angola, nomeadamente em temáticas como o trabalho infantil – tendo contribuído para a operacionalização da Lei 25/12 -, a gestão e administração do ensino aberto e à distância e gestão escolar.

Desde sempre acalentou o sonho de edificar uma escola numa local onde as crianças não tivessem acesso à educação. Com o objetivo de valorizar o projeto educativo do Bengo e encontrar soluções em diferentes domínios, procurou boas práticas, inspiração e parcerias, com deslocações à América do Norte, América do Sul, diversos países da Ásia e África e Europa.

Delineou o projecto, ainda assistiu ao lançamento da primeira pedra, mas não assistiu à sua conclusão devido a um acidente. Faleceu em 1 de Março de 2017.

A sua voz continua a fazer-se ouvir, num legado que permanece e num caminho que tem muito para percorrer.

as cargas mais recentes

Morreu Astro, vocalista dos UB40

há 1 ano
O cantor e multi-instrumentista morreu este sábado, subtamente aos 64 anos. Protagonista de hits como “Red red one”, a banda britânica já esteve em Angola e para um grande espectáculo.

Força Suprema sobre o público: “Os fãs cresceram, mas o amor continua lá”

há 1 ano
Terminada a visita a Luanda, onde cumpriram uma agenda de vários espectáculos, o grupo está de regresso a Portugal, mas promete retornar à capital angolana ainda este ano. Como não podia deixar de ser, antes de deixarem Luanda, NGA, Prodígio, Don G e Monsta visitaram, ontem, a redacção da Carga.

Prodígio, Titica e Paulo Flores em peso no Rock In Rio 

há 11 meses
Depois de dois adiamentos, por causa do Covid-19, o Rock in Rio está de volta e com rostos angolanos. Prodígio, Paulo Flores e Titica são os rostos confirmados para a 9a edição ao lado dos Foo Fighters, The Black Eyed Peas, Ivete Sangalo, Xutos & Pontapés, Bush e outros.

Irmãos Alves festejam aniversário com 25 horas de música

há 3 anos
Durante 25 horas, de forma ininterrupta, os irmãos Alves vão fazer uma viagem pelos sucessos tocados no inicio da carreira até ao momento, ou seja das 16 horas de sábado (dia 25) até 17 horas de domingo (dia 26) vão recordar os vários períodos das suas carreiras.

#TheBestBANTUMEN 2021 são conhecidos ainda este mês

há 1 ano
A exemplo da eleição já realizada no ano transacto, o site generalista Bantumen, volta a destacar por meio de uma eleição os melhores do ano, a grande novidade da presente edição, é a adição da categoria Melhor Single do Ano.

Rock in Rio: Migos cancelam show por separação e Justin Bieber ‘exige’ staff com 70 pessoas

há 5 meses

Nagrelha recebe duras críticas por aparecer visivelmente debilitado em vídeo de campanha política

há 6 meses

Edson Narciso: “Quero mudar a consciência de quem me ouve”

há 2 anos
Diferente de Bob Marley, Edson Narciso quer cultivar o amor, a paz e o respeito pelas diferenças, por meio do Rap, num estilo que apelida de Hard Trap. Já várias vezes tentou uma carreira profissional, e não teve sucesso. Depois de um longo intervalo, aparece com os primeiros projectos musicais.

Mark Sport apresenta projecto “2022 bolas no Ar”

há 1 ano
A empresa angolana de eventos desportivos Marksport apresenta segunda-feira, em Luanda, o projecto social “2022 bolas no Ar”, cujo objectivo é ajudar clubes, núcleos e programas comunitários com problemas de material, bolas em particular.

Arlindo Cruz volta a falar após 3 anos em convalescença

há 3 anos
Após sofrer um AVC, em 2017, Arlindo Cruz ficou internado por 1 ano e 3 meses no CTI. Depois de sair do hospital, o cantor permanece em tratamento em casa, com estrutura de home care, ao lado da família. Recentemente numa live transmitida no Instagram, o filho do cantor, Arlindinho, afirmou que o pai está a superar algumas sequelas do Acidente Cardio Vascular, e já começou a formar algumas palavras.

Artista plástico Osvaldo Ferreira expõe “as rupturas” do espaço público luandense

há 1 ano
Com mais de 200 produções artísticas, Osvaldo Ferreira volta à ribalta e traz a história social do quotidiano luandense em 20 peças de arte.

Logotipos – Quais os mais atrativos no mercado musical angolano?

há 2 meses

Taylor Swift oferece o equivalente a 18 milhões de Kwanzas a uma estudante

há 2 anos
A cantora soube da história da estudante Vitória Mario através do site GoFundMe, e decidiu doar o montante que faltava para que a jovem pudesse concretizar o sonho de frequentar o curso de Matemática.

Grammy 2021: Beyoncé e sua filha saem como maiores vencedoras sem os principais méritos

há 2 anos

Cinco boas razões para não sair de casa

há 3 anos
Escritora Rosa Soares disponibiliza quatro livros para download gratuito, e dá aulas de escrita no Instagram.

Taylor Swift cancela digressão pela Europa

há 3 anos
A cantora norte-americana foi forçada a cancelar o périplo pela Europa por estar apreensiva com a propagação da pandemia do Covid-19. Taylor Swift era cabeça de cartaz de vários festivais europeus.