Galeria Tamar Golan abre portas à `Eclosão´ da visão crítica de Leandro Marques

Acaba de ser inaugurada, na galeria da Fundação Arte e Cultura, a exposição que marca a estreia a solo de Leandro Marques. Isenta de um tema condutor, a mostra, `Eclosão´, coloca o dedo na ferida de uma multiplicidade de assuntos, questionando desde a masculinidade tóxica aos padrões de beleza impostos pela sociedade.

Tal como lhe definiu o também artista plástico Eduardo Vueza, a obra de Leandro traz estilo próprio e convergência na visão, na técnica e no acabamento harmonioso. Facto este, que poderá ser comprovado na exposição composta por 14 obras, duas das quais em colaboração com o artista Adilson Vieira, e estará patente até ao dia 26 do corrente mês.

Leandro Marques, ou simplesmente Marques, nome com que se vincou no universo das artes plásticas, já figurou em outras exposições colectivas “No silêncio a arte fala”, “A Fonte”, “Untitled.2” e “Reunir”.

Após passar por muitas exposições colectivas, como é para si estrear-se a solo, ainda mais num contexto pandémico?
Expor a solo num contexto pandémico tem um sabor agridoce, sabemos todos que os museus e galerias de arte andaram fechados por conta deste período, para nós, os artistas foi muito difícil porque é das exposições onde vem o nosso sustento, então, houve a necessidade de se reinventar e até fazer outras actividades para que não houvesse greve de panelas em casa (risos).

Mas também foi bom, porque particularmente, aproveitei esse período para produzir, só para ter noção 90% da produção desta amostra (Eclosão) foi feita nesta fase e venho sedento por expor estes e mais outros trabalhos futuramente, pois eu, continuo a produzir.

Em que aspectos o Covid-19 influenciou a sua arte?
No princípio da pandemia, quando havia pouca informação acerca do vírus SARScov19, houve muitos alarmismos, o medo literalmente dominou o mundo, eu vivi um período sabático que durou cerca de 3 meses e foi o maior impacto, diga-se negativo, para a minha arte.

Qual foi o tempo que necessitou para a concepção da exposição?
Tive cerca de 4 meses para concepção desta exposição, mas em concílio com outras actividades ligadas à arte.

Do que é feita a exposição Eclosão?
Na verdade, a exposição é muito sobre mim, enquanto artista, o meu olhar sobre alguns fenómenos actuais e até uns mais antigos. Não tenho uma linha condutora porque os temas são aleatórios e diversificados, então, eu trago abordagens, como por exemplo, a masculinidade tóxica, falo de pessoas que com algum talento, sentem-se presas e não conseguem mostrar à sociedade, também faço questionamentos acerca de padrões físicos corporais… em suma, a exposição terá vários temas a serem discutidos.

O que mais potencia a sua criatividade?
As pessoas, os fenómenos sociais são, em si, a minha fonte de inspiração/criatividade

Sendo homem, como lida diariamente perante homens tóxicos?Actualmente lido com indiferença e nalguns raros casos tento uma intervenção apelando à consciencialização. É importante referir que por conta do sistema patriarcal, as sociedades do mundo inteiro criam homens machistas, intolerantes… tóxicos e eu não sou a excepção, apenas vou ganhando consciência e cada vez menos reproduzir tais negatividades.

Como consegue identificar os sinais?
São inúmeros os sinais, um dos mais frequentes por exemplo é a maneira depreciativa com que os homens reagem ao lidarem com mulheres que falam abertamente sobre sexo.

Até que ponto os homens chegam a ser vítimas dos seus semelhantes?
A vitimização ocorre nos primeiros anos de vida, na infância, no seio familiar, com ensinamentos do tipo: homem não chora, homem não veste rosa, homem não brinca com bonecas, homem não faz trabalhos domésticos, etc.

Quantas obras e quais as técnicas patentes?
Para esta amostra tenho 14 obras, duas das quais feita em colaboração com o meu colega e amigo Adilson Vieira. As técnicas são variadas, usei acrílico, óleo, carvão e café.

Frisou que usa a técnica do café, em que consiste este processo?
Uso essencialmente para dar um efeito envelhecido à pintura.

Sabe-se que é um autodidata, que factores teve como base na sua formação artística?
Sendo um autodidata, faço estudos independentes e muitos experimentos, acompanho muitos artistas nacionais e internacionais que me inspiram.

Houve alguma influência externa de outro profissional do ramo?
Sim, houve influência externa, mas não directamente. Quando vejo algo fantástico feito por um outro artista, dificilmente pergunto como é que ele trabalhou até chegar àquele resultado, ao invés disso, vou fazendo experimentos para que não seja exactamente igual.

Pode falar-se de um verdadeiro mercado de arte em Angola?
Eu penso que há sim um mercado de arte em Angola, porque os artistas vendem… talvez falte-nos mais intervenção do nosso governo para que se crie uma indústria funcional.

Está associado ao atelier kores, considera a venda de obras de arte num bom negócio?
Bem, o Atelier Kores é uma concepção minha e com a parceria do meu colega Adilson Vieira. Pintamos quadros para pessoas comuns, pessoas que apreciam antes de tudo o belo, desse jeito o valor dos quadros são muito reduzidos, mas em contrapartida temos mais frequência de clientes, é do trabalho feito na Kores onde sai o sustento para a produção de obras para as exposições. O objectivo é fazer crescer o atelier e torná-lo num bom negócio.

as cargas mais recentes

Novo álbum de Dj Khaled já está disponível e traz participações de Nas e Jay-Z

há 1 ano
Oficialmente disponível desde hoje, “Khaled Khaled” comporta 14 faixas musicais. O famoso dj lançou seu 12º álbum sem um single principal e quase sem aviso prévio.

Post Malone brilha no Billboard Music Awards 2020

há 2 anos
O Billboard Music Awards premiou os maiores nomes da música nesta quarta-feira (14), no Dolby Theatre, em Los Angeles. O evento, referente ao desempenho dos astros ainda no passado (2019), estava previsto para Abril, mas foi adiado devido à pandemia do novo coronavírus.

Matrix Resurrections alimentou muitas expectativas e agora é um fracasso de bilheteria

há 8 meses
Dados de Janeiro indicam que a obra arrecadou, até o momento, 148 milhões de dólares pelo mundo. Os valores são bons, se não tivermos em conta que se trata de blockbuster de fama mundial, com um investimento de 190 milhões, ou seja, até agora, as despesas de Ressurections são superiores às receitas, 43 milhões de dólares a menos.

Somos o que somos: Konono Soul Music apresenta novo single do A’mosi Just a Label

há 6 meses
Somos o que somos é um single a ser lançado no dia 8 de Abril 2021. Um tema inteiramente cantado em português. Escrito, composto, produzido e actuado pelo A’mosi Just a Label.

As 10 músicas para ouvir na quadra natalícia

há 2 anos
A Revista Carga seleccionou dez canções de natal que apresenta como sugestões para os seus leitores em vésperas do natal, antecipando os seus votos de feliz natal.

Nova música de Dj Khaled poderá contar com uma versão de Kizomba

há 2 anos

Shaquille O’Neal censura James Harden: “Ele não fez nada pelo Houston Rockets”

há 2 anos
Harden exigiu que o Houston Rockets o negociasse no início de novembro. Algumas equipes, como o Miami Heat e o Philadelphia 76ers, teriam se interessado nele, mas nada se materializou.

Dr. Dre internado de urgência após sofrer aneurisma cerebral

há 2 anos
O produtor musical e rapper Dr. Dre foi internado esta segunda-feira, após sofrer um aneurisma cerebral. Os médicos estão a tentar descobrir a razão do sangramento e realizam uma série de exames. Mas, o músico está estável e lúcido e deixou uma mensagem.

União Africana e AFRIMA abrem formação grátis sobre como ganhar dinheiro na música

há 11 meses
A organização dos prémios africano de música e (AFRIMA) e a União Africana iniciam, a partir do dia 19 desde mês, um ciclo de conferências para capacitação de músicos, agentes musicais e empreendedores do sector, sobre como ganhar dinheiro no mundo da música.

Délcio Dollar surpreende com revelações bombásticas

há 3 anos

Michigan aprova proposta de lei de reforma penitenciária de Meek Mill e Jay-Z

há 2 anos
A Legislatura do Estado de Michigan aprovou, esta segunda-feira, um conjunto de leis que vão remodelar o sistema de liberdade e liberdade condicional. A lei declara, num dos pontos, a redução das sentenças de liberdade condicional de crimes adultos de cinco para três anos.

Wycleff Jean selecciona angolano Jeff Brown para o “Challenge”

há 2 anos
A selecção do rapper angolano foi confirmada pelo próprio Wycleff, na sua página do instagram, notificando o participante e deixando a seguinte questão: Acham que ele (Kota Kulanda) merece os 1000 dólares?

Ladrões arrombam armazém de Beyoncé e levam mais de 1 milhão de dólares

há 2 anos

Madonna multada com 1 milhão de dólares por defender comunidade LGBTQ+

há 2 anos
A cantora revelou, através das suas redes sociais, que a Rússia obrigou que pagasse 1 milhão de dólares, depois de ela ter feito um discurso de defesa dos direitos da comunidade LGBTQ+ durante um concerto em São Petersburgo.

Documentário sobre a génese dos Racionais MC’s chega à Netflix

há 2 anos
A produção vai contar em detalhes como Ice Ble, Mano Brown, KL Jay e Edi Rock deram início ao mais bem sucedido projecto de Rap brasileiro, até então.

Adele: “Eu e o Drake somos uma espécie em vias de extinção”

há 10 meses
A cantora colocou, na última sexta-feira (19), um novo álbum no mercado intitulado ” 30 “, que já se tornou no álbum mais vendido do ano nos Estados Unidos, três dias após o seu lançamento, o que dá à artista azos para se considerar ‘última da sua espécie’.