Geração 80. volta a badalar cinema angolano com “A Nossa Senhora da Loja Do Chinês”

Depois do sucesso internacional do Ar Condicionado, a Geração 80. volta a “badalar” o cinema angolano com A Nossa Senhora da Loja Do Chinês. A primeira longa-metragem de Ery Claver é uma metáfora sobre o poder político.

O filme apresenta um enredo centrado nas ruas e espaços urbanos de Luanda e traz desde situações religiosas, sociais, económicas, como é o caso da cooperação China-África, mas tudo percebido por um contexto familiar.

Capaz de mover sensibilidades, A Nossa Senhora da Loja Do Chinês estreia em Junho deste ano e espelha um tempo presenta impregnado num passado não muito distante. Ery Claver, autor e realizador do filme, conversou com a Carga e falou detalhadamente sobre a longa-metragem.

É a sua primeira longa-metragem, como é que foi trazer o espaço urbano e as ruas de Luanda para o cinema?

É a primeira longa que eu dirijo, eu tenho trabalhado muito nas curta-metragens. Já trabalho há alguns anos. Para mim, filmar a cidade é como se fosse um estúdio. É uma coisa a que estou acostumado.

Em que partes e Luanda gravaram o filme?

Inicialmente queríamos fazer o filme todo no Cassequel. Estive há dois anos lá no bairro a fotografar, a pesquisar e a falar com as pessoas. Mas, infelizmente, não conseguíamos. Estávamos à procura de uma casa para fazer as cenas com os actores principais, não encontrámos a tal casa no bairro, então tivemos que ir para o Bairro Popular, saltámos o bairro Popular, Cassequel, Tourada, Baixa de Luanda, Samba e Cidade da China.

Traz uma situação que domina as sociedades africanas. A política e a fé são coisas que acompanham a vida dos angolanos. É uma narrativa vivida?

Acidentalmente sim, mas não de forma directa. Em cada personagem, tirei vários elementos. Não tem uma só personagem. Não consigo ter uma descrição única para cada personagem, para cada facto ou enredo. São várias personagens.

É quase regra contar o que se lê, vive ou vivencia. Que mensagens quis passar na trama?

O jogo que eu quis fazer assim entre aspas é que, quando nós estamos a analisar questões do poder-questões políticas, nos podemos ir buscar numa situação doméstica. Temos todas as camadas do poder dentro de uma casa. Ao invés de abordar uma situação política, eu prefiro abordar essa metáfora dentro de uma casa.

Está a nos dizer que esta metáfora pode ser aplicada ao poder político ou religioso angolanos?

Boa parte da minha intenção é esta, é que se veja assim. Que se faça essa analogia assim.

Por que decidiu transportar esta temática para o cinema?

Eu acho que para mim, mais do que estarmos a discutir política-sobre quem tem razão ou não, o mais importante é percebermos como é que ela funciona. De uma forma ou de outra, nós conseguimos perceber como é que as ligações do poder são feitas. E nós experimentamos isso em pequenos detalhes, em pequenos pormenores. Uma crítica social ou uma crítica, para mim é mais importante que seja assim.

Em que situações podemos aplicar estas abordagens?

São várias situações no filme. Trazemos também a questão da chuva, da Santa, a situação da China em África-como eles estão aqui presentes, mas ao mesmo tempo é uma uni presença. Porque tu não tens uma ligação directa com eles, mas eles estão tão presentes e fazem tão parte do nosso quotidiano. Quase que nos “engolem” de forma impulsiva.

Em que período específico do país se enquadra o tempo da diegese?

O tempo do filme é presente, acompanha a situação do Covid-19. As pessoas usam máscaras, é tempo presente. Mas a metade do filme tem um flashback que eu chamo de prelúdio, que se passa na Tourada e que faz uma citação antes dos acontecimentos do filme, de há 10 anos, mas não é uma data específica.

A Religião e a Política são temas muito sensíveis. Como é que acha que a sociedade poderá absorver A Nossa Senhora da Loja Do Chinês?

Sabendo que estamos a lidar com uma situação muito delicada, sei que vai ferir algumas sensibilidades, mas espero que as pessoas percebam que nós não temos o domínio da ficção, a ficção não é controlada. Se tu matas alguém num filme não te faz um assassino. É apenas uma visão ficcionada, é uma abordagem. Estamos também preocupados com isso, mas esperamos que as pessoas também tenham bom senso.

Que lições aprendeu e gostava de repeti-las nas próximas longa-metragens?

Aprendi é que é possível fazer filme, por mais que as pessoas pensem, claro, é preciso muito dinheiro. É preciso muita preparação. disponibilidade, mas acima de tudo é possível, se tiveres a equipa certa.  

Esperamos algumas nomeações ou prémios, à semelhança do Ar Condicionado.

Nós, inicialmente esperamos que sim.

as cargas mais recentes

Don Kikas: “A música tradicional devia ter um lugar intocável para não perdermos a matriz”

há 2 anos
O músico está a celebrar 25 anos de carreira e na próxima semana vai protagonizar um grande espectáculo, no Capitólio, em Lisboa. Em entrevista à Carga, apresentou o alinhamento artístico e aproveitou para falar sobre suas ambições e que gostaria de ter conseguido ao longo dos 25 anos, para além de descrever o actual estado do Kizomba.

NGA: “Nós não somos um grupo. Somos uma universidade que forma niggas”

há 2 anos
O músico está neste momento em estúdio a preparar o próximo álbum, obra da qual extraiu duas das três faixas lançadas em Novembro. Em entrevista à Carga, NGA falou dos projectos seus filantrópico para Angola, sonhos, e dos artistas angolanos com os quais gostaria de ter participações.

Mia Couto infectado com o novo Coronavírus

há 1 ano
O escritor moçambicano está sob isolamento domiciliar e alerta para as implicações profundas do Covid-19, apelando para o cumprimento das recomendações das autoridades sanitárias.

Banda Prontidão homenageia Luanda

há 1 ano
Dia 31 de Janeiro (domingo) será um dia especial para música angolana, particularmente para nova geração de artistas. A data ficará marcada pelo primeiro concerto ao vivo da Banda Prontidão.

Tribunal impede Artur de Almeida e Silva de tomar posse por suspeita de fraude

há 2 anos
O presidente reeleito da Federação Angolana de Futebol, Artur de Almeida e Silva, está impedido de tomar posse. Em causa está um despacho do Tribunal Provincial de Luanda que resulta da instauração de um processo, indiciando-o no crime de fraude.

Informações apontam que Jay-Z poderá comprar equipa de futebol da Liga Nacional (norte-americana)

há 1 ano
Há um tempo a esta parte o rapper vem se desfazendo de alguns activos e, segundo um relatório da BurgundyBlog.com, também, confirmado pela NBCSportsWashington.com, Jay-Z pretende adquirir accões do Washington Football Team.

Rapper Mota Jr encontrado morto

há 2 anos
O rapper português Mota Jr foi encontrado morto segunda-feira, mas apenas ontem (terça-feira) o corpo foi identificado, pelo facto de estar em elevado estado de decomposição.

Polícia volta a confrontar um cidadão e Denzel Washington intervém

há 2 anos
Apesar dos protestos, a polícia voltou a interpelar mais um cidadão afro-descendente nos Estados Unidos. Desta vez, Denzel Washington foi obrigado a intervir depois de ver o confronto entre o agente e o cidadão.

Beyoncé e Jay-Z anunciam fundo para bolsas de estudos

há 10 meses
O casal Carter destinou um total de 2 milhões de dólares a bolsas de estudo para alunos de arte e campos criativos de um grupo selecto de Faculdades e Universidades Historicamente Negras (HBCUs).

Taylor Swift cancela digressão pela Europa

há 2 anos
A cantora norte-americana foi forçada a cancelar o périplo pela Europa por estar apreensiva com a propagação da pandemia do Covid-19. Taylor Swift era cabeça de cartaz de vários festivais europeus.

`Encontros à Quarta´ referentes aos meses de Maio e Junho foram adiados até data a anunciar

há 1 ano
De referir que o “Encontros à Quarta” se propunha a oferecer mensalmente concertos inovadores do ponto de vista da execução e interpretação propiciando a descoberta de novas sonoridades.

Mayra Andrade é voz da trilha sonora de filme co-produzido por Jay-Z

há 9 meses
A cantora cabo-verdiana deu voz à trilha sonora de ‘The Harder They Fall’, um filme co-produzido por Jay-Z, e que estará disponível a partir de 3 de Novembro na Netflix.

Péricles desmente regresso do Exaltasamba

há 2 anos
Durante esta semana, circulou nas redes sociais a notícia de que “Thiaguinho e Péricles vão anunciar, em uma live no Instagram, na sexta, dia 3, a volta do Exaltasamba”. Mas a mensagem é fake.

Sabia que hoje é o Dia do Artista?

há 10 meses
Neste dia, a Carga Magazine, com admiração e respeito, deixa a sua mais viva homenagem àqueles que fazem da arte um modo de vida e, se dedicam, com talento e inspiração.

Iza: Entre os 100 negros mais influentes do mundo

há 2 anos
A eleição é reconhecida pela Organização das Nações Unidas Internacional e engloba todas as áreas de actuação, como arte e cultura, além dos empreendimentos de negros ou não que sejam voltados para o público negro.

Muhatu: 4ª edição da maior competição de spoken word no feminino acontece já este sábado

há 2 anos
O campeonato feminino de Spoken Word “Muhatu” que para o ano 2020 adaptou-se as condições do novo normal social, teve o seu tiro de largada, “disparado” a 6 de Agosto.