Globo aposta na união de estilos musicais de Angola e do Brasil na nova campanha de comunicação

Há sensivelmente um mês, a Globo pôs a circular nos meios de comunicação locais, a campanha ‘Emoção Globo’. O objectivo é aproximar, cada vez mais, os talentos e produtos Globo ao público angolano com mensagens que lembrem personagens icónicas das novelas e programas de entretenimento e informação. A campanha visa despertar nos angolanos as suas paixões, atitudes e inspirações.   

Para associar criatividade ao projecto, oferecer ritmo e movimento abrangente às famílias angolanas e incentivar tendências, estilo e beleza, o cantor e produtor musical brasileiro, João Brasil, concebeu uma produção musical com a união de estilos característicos de Angola e do Brasil.

O Funkduro, uma fusão entre o Funk brasileiro e o Kuduro, traz retratada a alegria dos dois povos na música que tem sido o hino da marca e continuará durante os três meses de duração da campanha. 

João Brasil não é novato na produção de ritmos africanos, tendo já trabalhado, com base no kuduro, em mistura de vários ritmos onde incluiu a batida “Tá maluca”, música de Nacobeta e Puto Português e outras, como referência, algumas músicas do repertório da banda portuguesa ‘Buraka Som Sistema’.

Considerado por muitos ‘O rei dos Mashups’ no Brasil, João sempre esteve ligado à música. “Não consigo separar a música da vida. Para mim é uma coisa só”, afirma o artista. Questionado sobre a simbiose dos estilos Funk e Kuduro, disse: “O BPM do Funk carioca aumentou de 130 para 150 BPMs nos últimos anos, chegando perto do tempo do Kuduro, que gira em torno de 140 BPMs. Os ritmos ficaram muito próximos, nunca estivemos em tamanha sintonia”. 

A campanha ‘Emoção Globo’ está em curso e já a podemos observar em outdoors; na televisão; bem como ouvir, também na rádio, a mistura da música que faz o hino do projecto. Pode aceder aos produtos e conteúdos Globo em Angola nas posições 10 (Globo HD) e 72 (Globo On) da ZAP.  

João Brasil fala sobre a experiência e os momentos que nortearam todo o processo de concepção da música

Que dificuldades teve na concepção da música? Já tinha produzido um kuduro antes? 
Na verdade, tive mais facilidades do que dificuldades. O BPM (tempo da música) do Funk carioca aumentou de 130 para 150 BPMs nos últimos anos, chegando perto do tempo do Kuduro, que gira em torno de 140 BPMs. Os ritmos ficaram muito próximos, nunca estivemos em tamanha sintonia. Já tinha feito alguns Mashups (colagem de duas músicas) usando a batida do Kuduro. É um ritmo fascinante que me encanta muito. 

Que referências do estilo tem em Angola? Conhece algum artista? 
Eu conheço bem o trabalho da Titica, inclusive já toquei em um festival onde ela também se apresentou, o Lusotronics. Conheço bem o trabalho do Buraka Som Sistema, que apesar de portugueses, exploraram bastante o som do Kuduro. Um dos Mashups que mencionei que fiz de Kuduro era com a batida da música do Puto Português e Nacobeta chamada “Tá maluca”, adoro essa sonoridade. 

Qual a sua relação com produtores musicais angolanos? Conhece algum? 
Gostaria muito de estreitar mais os meus laços com os produtores angolanos. A mistura do Funk brasileiro com o Kuduro de Angola pode render excelentes frutos. 

O que mais admira na cultura angolana? 
O que mais admiro é a proximidade com a cultura brasileira. Estamos muito próximos culturalmente, porém distantes geograficamente. A cultura angolana soa muito familiar para mim. Adoro Semba também, por exemplo. Angola, para mim, é uma extensão do Brasil. Precisamos de mais pontes entre as duas culturas. 

Já tinha colaborado num projecto assim com a Globo ou é o primeiro? 
Foi a minha primeira experiência, e achei fantástica. Foi bem emocionante. 

Qual a sua trilha de eleição nas novelas da Globo? 
Lembro muito da trilha de abertura da novela ‘Rainha da Sucata’, amava aquela abertura, a Lambada estava no auge. A música era “Me chama que eu vou” de Sidney Magal. 

Que importância dá às trilhas sonoras? 
As trilhas sonoras dão toda a emoção das cenas. Elas são a parte vital. Faça o teste, assista uma cena no “mute” e veja a diferença. 

Que significado tem a música na sua vida? 
Não consigo separar a música da vida. Para mim é uma coisa só.

as cargas mais recentes

Terá Fat Joe blasfemado ao chamar Drake de “Michael Jackson da actualidade”?

há 2 anos
Na última semana Fat Joe tem sido alvo de inúmeros ataques na internet, por ter comparado Drake ao astro da música Pop, Michael Jackson.

Mãe de XXXTENTACION é atacada por fãs e acusada de manchar o legado do filho

há 2 anos
Tudo aconteceu após Cleopatra Bernard fazer um live no Instagram do rapper para promover outro artista. Cerca de 18,2 milhões de seguidores receberam uma notificação de que o rapper já morto há mais de dois anos, estava em directo, o que acabou por desencadear ataques à progenitora de XXX.

Paul McCartney lança disco com canções tocadas pelos Beatles

há 2 anos
O futuro lançamento se junta a dois outros álbuns, McCartney e McCartney II, criados unicamente pelo músico de 78 anos em momentos críticos de sua vida, nos anos 1970 e 1980, em que buscava um renascimento criativo.

Cinco rappers recusaram competir com Busta Rhymes na Verzuz

há 1 ano
Recentemente, Fat Joe assumiu publicamente que tem medo de confrontar Busta Rhymes num Verzuz. Agora fica-se a saber que o rapper não é o único. Segundo Crazy Legs, Busta lhe terá revelado, este final de semana, que cinco rappers rejeitaram competir com ele.

Valete e vários músicos portugueses exigem a libertação do rapper espanhol Hasél

há 2 anos

Elias Miguel: “Diferente do gospel, há muitos cantores na nossa praça com problemas de base”

há 1 ano
Para quem percebe de música e conhece Elias Miguel não terá a menor dúvida de que o artista merece todo o respeito na música angolana, principalmente no estilo gospel. É ele o autor do popularizado tema “Tua Palavra”, disponível nas plataformas digitais.

Estão abertas as candidaturas para um diálogo intergeracional de líderes e jovens da 2ª Bienal de Luanda

há 2 anos
A 2ª Edição da Bienal de Luanda – Fórum Pan-Africano para a Cultura da Paz, a decorrer entre os dias 4 e 8 de Outubro de 2021, tem previsto, como prelúdio, um diálogo intergeracional de líderes e jovens sobre o tema “Diversidade Cultural e Patrimonial de África e das suas Diásporas: uma fonte de conflito ou um terreno fértil para a paz?”.

Zap transmite mega espectáculo solidário

há 3 anos
Este sábado, 25 de Abril, a Zap vai levar todas as emoções do mega espectáculo solidário, que moveu o mundo inteiro e arrecadou cerca de 128 milhões de dólares para ajudar a OMS a combater o Covid-19.

Kid Cudi “clama” por nova música de Kendrick Lamar

há 2 anos
O rapper usou o Twitter para expressar a saudade que sente do colega, cujo o último trabalho lançado -DAMN-, completará quatro anos no próximo mês.

Surgimento da Carga Magazine em destaque no “Mambos Hip Hop da Banda”

há 2 anos
Apresentado por Dino Cross e Cládio Bantu, o espaço especializado em Hip Hop abordou os temas de maior impacto no ano findo, tendo incluído o Magazine da Música como uma boa surpresa, agora num novo formato.

Yunami lança amanhã um projecto sui generis para o rap angolano

há 2 anos

Lupe Fiasco decreta que só terá acesso aos seus shows quem estiver vacinado contra a Covid-19

há 2 anos
Lupe Fiasco limitou o acesso dos seus eventos à pessoas que não tenham sido vacinadas contra a Covid-19. O artista optou por esta atitude sem precedentes, para se posicionar, uma vez que o uso da vacina tem dividido opiniões.

Profissionais e Produtores de Eventos & Cultura já têm entidade reguladora

há 3 anos
Num exclusivo à Carga, o Porta-voz do projecto, Kizua Gourgel, esclareceu o que é necessário para fazer parte, como surge, e para onde vai a iniciativa em meio a crise pandémica.

FLASHBACK – Hip Hop VS House Music

há 3 anos

Beam Me Up Scotty: Nicki Minaj relança mixtape com faixas inéditas

há 2 anos

Swizz Beatz reafirma ser fã incondicional de Artur Nunes

há 3 anos
O produtor e esposo de Alicia Keys, Swizz Beatz, provou que é fã incondicional de Artur Nunes ao partilhar um vídeo a dançar o hit “Tia”. O gesto não vem à parte, recentemente, Snoop Dog exibiu sua playlist e Paulo Flores figurava, e no passado, Will Smith impulsionou as vendas de Bonga.